quarta-feira, 23 de abril de 2014

Santo Anselmo - 21 de Abril






Santo Anselmo, Bispo e Doutor da Igreja


Bispo e Doutor da Igreja. É dele a frase: “Não quero compreender para crer, mas crer para compreender, pois bem sei que sem a fé eu não compreenderia nada de nada.” O santo de hoje é chamado de teólogo-filósofo.
Nasceu em Piamonte no ano de 1033. Seu pai era Conde e devido ao mau relacionamento com ele, saiu de casa, apenas com um burrinho e um servo.
Foi em busca da ciência, mas também se entregando aos prazeres. Era cristão, mas não de vivência. Devido aos estudos, 'bateu' no Mosteiro de Bec e conheceu Lanfranc, um religioso e mestre beneditino. Através dessa amizade edificante, descobriu um tesouro maior: Jesus Cristo.
Nesse processo de conversão, abriu-se ao chamado à vida religiosa e entrou para a família beneditina. Seu mestre amigo foi escolhido para ser bispo em Cantuária e Anselmo ocupou o lugar do Mestre, chegando a ser também Superior. Um homem sábio, humilde, um formador para as autoridades, um pai. Um verdadeiro Abade.
Por obediência à Mãe Igreja, foi substituir seu amigo, que havia falecido, no Arcebispado de Cantuária. Viveu grandes desafios lá, retornando a Piamonte, onde faleceu, com esta fama de santidade e testemunho de fidelidade e amor à Cristo e à verdade. 
Santo Anselmo, rogai por nós!
Santo Anselmo
1033-1109
Anselmo fugiu de casa para poder tornar-se um religioso. Para ele o significado do ato ia além de abandonar a proteção paterna, significava esquecer toda a fortuna e influência que sua família possuía.
Anselmo nasceu em Aosta, no norte da Itália, em 1033, e seu pai freqüentava as rodas da nobreza reinante. Por isso projetou para o filho uma carreira que manteria e até aumentaria a fortuna do clã, razão pela qual se opunha rigidamente à vontade do filho de tornar-se sacerdote. Como Anselmo perdera a mãe muito cedo, e tinha um coração doce e manso, como registram os escritos, fez a vontade do pai até os vinte anos.
Mas, dentro de si, a tristeza crescia. Anselmo queria dedicar-se de corpo e alma à sua fé, contrária à vida mundana de festas em meio ao luxo e à riqueza. Estudava com os beneditinos e sua vocação o chamava a todo instante. Assim, um dia não agüentou mais e fugiu de casa.
Vagou pela Borgonha e pela França até chegar à Normandia, onde, então, se entregou aos estudos religiosos, sob a orientação do monge Lanfranco. Em pouco tempo, ordenou-se e formou-se teólogo. Tão rapidamente quanto sua alma desejava, viu-se eleito abade do mosteiro e professor. Passou, então, a pregar pelas redondezas e, como o cargo o permitia, a liderar a implantação de uma grande reforma monástica.
Como seu trabalho lhe trouxe renome, passou a influenciar intelectualmente na sua época, tanto espiritual quanto materialmente, por meio do que escrevia. Foram tantos os escritos deixados por ele que é considerado o fundador da ciência teológica no Ocidente.
Chegou a arcebispo-primaz da Inglaterra. Conta-se que enfrentou duras perseguições do rei Guilherme, o Vermelho, e de Henrique I. Mas tinha a fala tão mansa e argumentos tão pacíficos que com eles desarmava seus inimigos e virava o jogo a seu favor.
Anselmo morreu em Canterbury, com setenta e seis anos, no dia 21 de abril de 1109, e foi declarado "doutor da Igreja" pelo papa Clemente XI em 1720.

Santo Anselmo nasceu no ano 1033, de uma família nobre de Aosta, no Piemonte. Educado pelos beneditinos Santo Anselmo decidiu seguir o exemplo de fé de um religioso muito admirado por todos, Lanfranco, aos 27 anos e ingressou na abadia de Bec, na Normandia, tendo sido eleito abade aos 30 anos e mais tarde arcebispo de Cantuária, era o ano 1090.
Desenvolveu importantes trabalhos teológicos que hoje o eleva a doutor da Igreja Católica. Uma das suas importantes obras esta: Cur Deus homo? Cuja tradução é Por que Deus criou o homem? Ele é também considerado o fundador da ciência teológica no Ocidente.
Santo Anselmo morreu no dia 21 de abril de 1109.
Santo Anselmo
NascimentoNo ano de 1033
Local nascimentoAosta (Piemont - Toscana)
OrdemBispo e Doutro da Igreja
Local vidaNormandia
EspiritualidadeSanto Anselmo foi educado pelos beneditinos e desejou muito a vida monástica. Porém, diante da oposição do pai, desistiu momentaneamente da idéia. Aos 20 anos, diante da impertinência do pai, pegou um burro e um criado e fugiu da casa paterna. Aventurou-se por Borgonha, França e Normandia. Sempre sedento de conhecimentos, aos 27 anos ingressou no mosteiro de Bec, com a firme decisão de tornar-se monge e levar uma vida austera e despojada. Era o ano 1060. Foi nomeado abade de Bec e mais tarde arcebispo de Cantuária. Era o ano 1090. Santo Anselmo exerceu grande influência intelectual no seu tempo, dando à teologia foros de ciência. É considerado como o fundador da ciência teológica no Ocidente. Por duas vezes, por pressões do rei da Inglaterra foi forçado a abandonar sua diocese e partir para o desterro, mas acabou triunfando por sua constância e humildade.
Local morteNormandia
Morte21 de abril de 1109, aos 76 anos de idade
Fonte informaçãoSanto nosso de cada dia. Rogai por nós
OraçãoPor intercessão de Santo Anselmo, eu vos peço, Senhor, despertai em mim um forte interesse pela Doutrina Católica. Dai-me perseverança na busca da Verdade ensinada nas Sagradas Escrituras. Amém.
DevoçãoAo conhecimento e fazer de Deus o único objeto de suas ambições.
PadroeiroDos intelectuais religiosos
Outros Santos do diaSanto Anastácio, Simão, Abedecalas e Anantas, Apolo, Alexandra, Pusício, Fortunato, Félix Sílvio e Vidal, Isácio (mártires); Conrado, São Beuno de Gales (padroeiro das crianças doentes).
FONTE: ASJ

Nenhum comentário:

Postar um comentário