segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

BOM DIA! BOA TARDE! BOA NOITE! Oração da noite, Oração da manhã e Oração do entardecer - Deus te abençoe!



Oração da Noite

Boa noite Pai.
Termina o dia e a ti entrego meu cansaço.
Obrigado por tudo e… perdão!!
Obrigado pela esperança que hoje animou meus passos, pela alegria que vi no rosto das crianças;
Obrigado pelo exemplo que recebi daquele meu irmão;
Obrigado também por isso que me fez sofrer…
Obrigado porque naquele momento de desânimo lembrei que tu és meu Pai; Obrigado pela luz, pela noite, pela brisa, pela comida, pelo meu desejo de superação…
Obrigado, Pai, porque me deste uma Mãe!
Perdão, também, Senhor!
Perdão por meu rosto carrancudo; Perdão porque não me lembrei que não sou filho único, mas irmão de muitos; Perdão, Pai, pela falta de colaboração e serviço e porque não evitei aquela lágrima, aquele desgosto; Perdão por ter guardado para mim tua mensagem de amor;
Perdão por não ter sabido hoje entregar-me e dizer: “sim”, como Maria.
Perdão por aqueles que deviam pedir-te perdão e não se decidem.
Perdoa-me, Pai, e abençoa os meus propósitos para o dia de amanhã, que ao despertar, me invada novo entusiasmo; que o dia de amanhã seja um ininterrupto “sim” vivido conscientemente.
Amém!!!

Oração da manhã

Bom-dia, Senhor Deus e Pai!
A ti, a nossa gratidão pela vida que desperta, pelo calor que
cria vida, pela luz que abre nossos olhos.
Nós te agradecemos por tudo que forma nossa vida, pela terra, pela água, pelo ar, pelas pessoas. Inspira-nos com teu Espírito Santo os pensamentos que vamos alimentar,as palavras que vamos dizer, os gestos que vamos dirigir,a comunicação que vamos realizar.
Abençoa as pessoas que nós encontramos, os alimentos que vamos ingerir.
Abençoa os passos que nós dermos, o trabalho que devemos fazer.
Abençoa, Senhor, as decisões que vamos tomar, a esperança que vamos promover,a paz que vamos semear,a fé que vamos viver, o amor que vamos partilhar.
Ajuda-nos, Senhor, a não fugir diante das dificuldades, mas a abraçar amor as pequenas cruzes deste dia.
Queremos estar contigo, Senhor, no início, durante e no fim deste dia.
Amém.

Oração do entardecer

Ó Deus!
Cai à tarde, a noite se aproxima.
Há neste instante, um chamado à elevação, à paz, à reflexão.
O dia passa e carregam os meus cuidados.
Quem fez, fez.
Também a minha existência material é um dia que se passa,
uma plantação que se faz, um caminho para algo superior.
Como fizeste a manhã, à tarde e a noite, com seus encantos,
fizeste também a mim, com os meus significados, meus resultados.
Aproxima de mim, Pai, a Tua paz para que usufrua desta
hora e tome seguras decisões para amanhã.
Que se ponha o sol no horizonte, mas que nasça
em mim o sol da renovação e da paz para sempre.
Obrigado, Deus, muito obrigado!
Amém!

NOVENA DE NATAL DOS DIAS 11/12/2017 A 19/12/2017 - SEGUNDO DIA


NOVENA DE NATAL - SEGUNDO DIA

2º Dia - Jesus, rosto divino do homem

1. Canto

Vem, Senhor, Jesus, o mundo precisa de ti (bis)
Ao mundo falta PAZ, Tu és PAZ. Vem, Senhor Jesus

2. Saudação

Nossa Senhora de Guadalupe - 12 de Dezembro




Nossa Senhora de Guadalupe - Padroeira de toda a América

Nossa Senhora de Guadalupe foi declarada “Padroeira de toda a América”
Num sábado, no ano de 1531, a Virgem Santíssima apareceu a um indígena que, de seu lugarejo, caminhava para a cidade do México a fim de participar da catequese e da Santa Missa enquanto estava na colina de Tepeyac, perto da capital. Este índio convertido chamava-se Juan Diego (canonizado pelo Papa João Paulo II em 2002).

HOMÍLIA DIÁRIA, COMENTÁRIO E REFLEXÃO DO EVANGELHO DO DIA 12/12/2017

ANO B


Lc 1,39-47

Comentário do Evangelho

O cântico de duas mães

O relato da visita de Maria à sua prima Isabel é a conclusão dos relatos das duas anunciações (Lc 1,5-25.26-38). Assim como a gravidez de Isabel é objeto de revelação a Maria (vv. 36-37), do mesmo modo a de Maria é objeto de revelação a Isabel. A revelação de Isabel vem do fato de a criança pular em seu ventre: “Quando Isabel ouviu a saudação de Maria, a criança pulou de alegria em seu ventre, e ela ficou repleta do Espírito Santo” (v. 41). A Isabel, pela graça do Espírito Santo, é dado conhecer não somente que Maria está grávida, mas que o menino é o Messias: “Como mereço que a mãe do meu Senhor me venha visitar?” (v. 43). Pulando de alegria no ventre de Isabel (v. 44), João começa a realizar sua missão de precursor (cf. vv. 15-17). A cada uma das mães, Lucas atribui um cântico. A Isabel, o do v. 42: “Bendita és tu entre as mulheres e bendito o fruto do teu ventre”. A Maria, o Magnificat (vv. 46-55), um hino de louvor a Deus, composto com um mosaico de referências bíblicas.
Carlos Alberto Contieri, sj
Oração
Pai, conduze-me pelos caminhos de Maria, tua fiel servidora, cuja vida se consumou, sendo exaltada por ti. Que, como Maria, eu saiba me preparar para a comunhão plena contigo.
Fonte: Paulinas em 12/12/2013

Vivendo a Palavra

O Reino de Amor chega a nós de forma surpreendente. Na humildade daquela quase menina, tão simples e prestativa, o Verbo se faz Carne e anuncia que se cumpria a Promessa feita aos Patriarcas: já vivemos aqui os sinais do Reino do Céu, que um dia alcançaremos em plenitude nos braços do Pai Misericordioso.
Fonte: Arquidiocese BH em 12/12/2013

VIVENDO A PALAVRA

Temos muito a aprender com Maria: a disponibilidade de ir ‘às pressas’ para servir; a humildade e a coragem de aceitar os acontecimentos inexplicáveis da vida, confiando no Amor do Pai Misericordioso; e o espírito que se alegrava, louvando a Deus, seu Salvador.

Recadinho

Sou devoto de Nossa Senhora? - Que lugar ela ocupa em minha vida? Cada um manifesta sua devoção usando para com ela o título que mais lhe fala ao coração. Que título mais me agrada? Apesar das dificuldades da vida, posso dizer que Deus realiza maravilhas em mim? - Maria se dirigiu à casa de Isabel para ajudá-la. Procuro estar disponível para servir?
Padre Geraldo Rodrigues, C.Ss.R
Fonte: a12 - Santuário Nacional em 12/12/2013

Comentário do Evangelho

SANTIFICADA PELO AMOR

A assunção de Maria ao céu deve ser entendida no contexto da totalidade de sua vida. Sem este enraizamento histórico, correr-se-á o risco de divinizá-la, a ponto de esquecer que o desfecho de sua vida está em perfeita sintonia com sua caminhada terrena. E mais: deve ser entendida como o reconhecimento divino de sua plena adesão ao desígnio que Deus tem reservado para cada ser humano. Maria soube viver com radicalidade este projeto.
Refletindo sobre a visita de Maria a Isabel, é possível detectar o elemento centralizador de sua existência: o amor entranhado pelo próximo, caminho de santificação.
Ao saber da gravidez da prima Isabel, Maria pôs-se, apressadamente, a caminho. Sem medir esforços nem intimidar-se pelos eventuais perigos que poderia encontrar ao longo do caminho, ela se sentiu no dever de colocar-se a serviço da parenta. Assim, durante três meses, a "humilde escrava do Senhor" tornou-se a "humilde serva de Isabel". O serviço à prima era uma forma de desdobramento do serviço a Deus. Ou então, o serviço a Deus concretizava-se no serviço à sua parenta.
Este testemunho de amor gratuito e generoso não constituiu um fato isolado na vida de Maria. Ela se dispôs a servir a Isabel, e sempre esteve disponível para servir também a quantos dela precisassem. Por isso, mereceu ser acolhida na plenitude do amor de Deus.
Oração
Espírito de amor gratuito e generoso, coloca-me no mesmo caminho de santificação trilhado por Maria, colocando-me sempre a serviço de quem carece de minha ajuda.
(O comentário do Evangelho é feito pelo Pe. Jaldemir Vitório – Jesuíta, Doutor em Exegese Bíblica, Professor da FAJE – e disponibilizado neste Portal a cada mês)
Oração
Ó Deus, que nos destes a santa virgem Maria para amparar-nos como mãe solícita, concedei aos povos da América Latina, que hoje se alegram com sua proteção, crescer constantemente na fé e alcançar o desejado progresso no caminho da justiça e da paz. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.
Fonte: Dom Total em 12/12/2013

Meditando o evangelho

A GLORIFICAÇÃO DE MARIA

A festa da assunção de Nossa Senhora leva-nos a repensar todo o seu peregrinar neste nosso mundo, pois se trata de celebrar o desfecho de sua caminhada. O fim da existência terrena de Maria consistiu na plenificação de todos os seus anseios de mulher de fé e disponível para servir. A expressão “repleta de graça”, dita pelo anjo, encontrou sua expressão consumada na exaltação dela junto de Deus.
A estreita conexão entre a existência terrena de Maria e a sua sorte eterna foi percebida desde cedo pela comunidade cristã, apesar de a Bíblia não contar os detalhes de sua vida e de sua morte. A comunidade deu-se conta de que Deus assumiu e transformou toda a sua história, suas ações e seu corpo.
O relato evangélico é um pequeno retrato de Maria. Sua condição de mãe do Messias, o “Senhor” esperado pelo povo, proveio da profunda comunhão com Deus e da disponibilidade total em fazer-se sua servidora. Expressou sua fé no canto de louvor – o Magnificat –, no qual proclamou as maravilhas do Deus e as grandezas de seus feitos em favor dos fracos e pequeninos.
A comunhão com Deus desdobrava-se, na vida de Maria, na sua disponibilidade a servir o próximo. A ajuda prestada à prima Isabel é uma pequena amostra do que era a Mãe de Deus no seu dia-a-dia.
Assunta ao céu, Maria experimentou, em plenitude, a comunhão vivida na Terra.
(O comentário do Evangelho é feito pelo Pe. Jaldemir Vitório – Jesuíta, Doutor em Exegese Bíblica, Professor da FAJE – e disponibilizado neste Portal a cada mês)
Oração
Pai, conduze-me pelos caminhos de Maria, tua fiel servidora, cuja vida se consumou, sendo exaltada por ti. Que, como Maria, eu saiba me preparar para a comunhão plena contigo.

COMENTÁRIOS DO EVANGELHO

1. A Pressa de Maria
(O comentário do Evangelho abaixo é feito pelo Diácono José da Cruz - Diácono da Paróquia Nossa Senhora Consolata – Votorantim – SP)

Esse evangelho assinala que Maria partiu apressadamente. Em Maria vemos a pressa de se doar, de sair de si mesma e de caminhar ao encontro daqueles quer têm necessidades. O que impulsiona Maria é o espírito santo em sua plenitude, é esse espírito santo que impulsiona nossas comunidades a servirem os irmãos e irmãs. Entretanto há algo ainda mais profundo e que nos encanta, as comunidades cristãs, fecundadas pelo Espírito Santo, tornam-se também geradoras de Jesus. Em Maria não celebramos simplesmente algo do passado, mas enquanto igreja celebramos a encarnação no presente, as pias Batismais mais antigas têm a forma ovalada semelhante a um útero, no ventre da igreja mãe nascem os Filhos e as Filhas de Deus, e já que somos templos do Espírito Santo, em nós é gerado também o Verbo Divino, não em seu sentido biológico como foi em Maria, mas nos sentido espiritual.Em Isabel o Espírito Santo ajuda a perceber em Maria, o mistério de Deus acontecendo, mas em uma visão de conjunto de um lado vemos como o agir de Deus é diferente do homem, o Messias que estava por nascer e que iria mudar a sorte de toda humanidade, buscou acolhimento não nos poderosos, nas lideranças religiosas, nos suntuosos palácios ou no templo sagrado, mas sim na casa dos humildes e pequenos como Isabel e Maria.
Ambas inauguram um tempo novo em que para fazer grandes mudanças e construir um mundo melhor a partir do reino de Deus, já não será mais preciso esperar a decisão dos grandes, dos que mandam, as mudanças verdadeiras que ocorreram na humanidade sempre foram aquelas que nasceram das aspirações, dos sonhos e da luta do povo.
O Messianismo de Jesus está dentro desse contexto, Maria se sentiu pequena diante do mistério de Deus que estava para envolvê-la mas o Senhor a engrandeceu e a capacitou para a missão que estava lhe reservada. Da mesma forma nossas comunidades, grandes ou pequenas, nas grandes metrópoles ou nas periferias e zonas rurais, devem sempre ter presente que estão envolvidas no mistério de Deus que as chama e as capacita para serem portadoras do Cristo para o mundo, do mesmo modo como fez com Maria, ressalvando-se que Maria foi preservada de todo pecado, enquanto que nossas comunidades, embora contenha em seu ventre a semente de um Deus Santo e Perfeito, está sujeita ao pecado.
Um dia Jesus teve uma conversa com Nicodemos e afirmou que é preciso que o homem nasça de novo, quem aceita ser membro da comunidade Cristã, está sendo gerado para um novo nascimento, cuja vida embrionária já recebeu pelo Batismo, esse útero não é muito bonito, mas como o ventre materno oferece toda segurança de que precisamos, para desenvolver em nós essa semente de eternidade da Vida Nova que há de acontecer um dia.
Nesse sentido precisamos sair e ter pressa para levar ao mundo este anúncio, romper com a religião do formalismo religioso, deixar de ser a Igreja fechada em si mesma para doar-se aos irmãos e irmãs que ainda não ouviram o anúncio. Como Maria, certamente iremos ficar admirados quando percebermos o modo como Deus age, sempre diferente da nossa lógica, ás vezes até de um jeito que não entendemos. Maria sentiu toda essa alegria incontida em sua alma ao sentir-se totalmente de Deus, aponto de dizer “O Poderoso fez em mim maravilhas, santo é o seu nome, a minha alma engrandece o Senhor, e o meu espírito exulta em Deus meu Salvador”.
Não é o ritualismo religioso que agrada a Deus, mas sim a nossa disposição para uma entrega total, fazendo assim a vontade de Deus, é o próprio Cristo que nos dirá na carta de Paulo aos hebreus; Eis que venho para fazer a vossa vontade. Quando o amor chega a esse ponto, o sacrifício ritualista torna-se secundário diante do verdadeiro e autêntico sacrifício agradável a Deus: dar a vida pelos irmãos e irmãs!

2. Maria partiu apressadamente
(O comentário do Evangelho abaixo é feito por Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2017’, Paulinas e disponibilizado no Portal Paulinas - http://comeceodiafeliz.com.br/evangelho)

Nossa Senhora de Guadalupe é a mesma que Isabel chamou de bendita entre as mulheres. É aquela que acreditou e que engrandeceu o Senhor com o seu canto. Foi no começo de dezembro de 1531, no México, que o índio Juan Diego, indo para o catecismo e para a Missa, ouviu uma voz que o chamava. Subiu a colina de onde vinha a voz e encontrou-se com a Virgem Maria. A Virgem lhe disse que fosse ao bispo e lhe pedisse que providenciasse a construção de uma igreja naquele lugar. Foi o início das aparições, até o dia em que rosas caíram do poncho do índio diante do bispo. No poncho ficou estampada a imagem de Nossa Senhora de Guadalupe, que se venera no México com muita devoção até hoje. São muitos os milagres que ali acontecem. Ela é Padroeira de toda a América Latina. Juan Diego foi canonizado por São João Paulo II em 2002. Nos diálogos com Juan Diego, Maria o trata com carinho de mãe. Ele pertencia a um povo maltratado. Há quase 500 anos o manto de Juan Diogo se conserva intacto com a imagem de Maria estampada de forma miraculosa, algo que ninguém ainda conseguiu explicar.

HOMILIA

MARIA VISITA ISABEL

No dia de hoje celebramos o Dia de Nossa Senhora de Guadalupe, a Padroeira da América Latina. Somos convidados á erguer nossas preces e louvores á nossa Padroeira, que intercede por nós junto á Deus. O Evangelho de hoje trata de um momento muito importante do Novo Testamento: a visita de Maria á Sua Prima Isabel, que como Ela também estava grávida.
A saudação de Maria faz Isabel se encher do Espírito Santo, e a faz sentir seu filho pular em seu ventre; Ao mesmo tempo em que proclama em um grito: “Bendita és tu entre as mulheres e bendito é o fruto do teu ventre!”, anunciando que Maria carregava no ventre o Nosso Senhor Jesus Cristo, que viria para nos libertar do pecado e nos conduzir á vida eterna. Maria se mostra zelosa e cuidadosa com sua prima Isabel, pois não subiu á montanha para passear, mas para cuidar de Isabel, que se encontrava no 6º mês de gestação.
Maria acreditou, confiou e Deus deu a ela a sublime tarefa de ser mãe de Jesus, Seu Filho. Porém, Maria não ficou somente na glória de ser mãe de Deus, ela se fez serva, intercessora, auxiliadora, e cumpriu a sua missão de mãe da humanidade, começando por visitar Santa Isabel e oferecendo a ela seus préstimos. Ao encontrar Izabel Maria fez fluir o júbilo do Espírito Santo. Portanto, a alegria do encontro é a mensagem maior desse Evangelho! Ao se deparar com Maria, a mãe de João Batista, Isabel, ficou cheia do Espírito Santo e abriu os lábios para saudar a Mãe de Jesus. O Espírito Santo é quem nos leva a louvar a Deus e a manifestar gratidão pelos Seus grandes feitos na nossa vida. Maria foi chamada a Bem-aventurada, feliz, cheia de graças! Assim como visitou Isabel, transmitindo a ela e a João Batista, o poder do Espírito, Maria hoje, também nos visita e traz para nós o Seu Menino Jesus, cheio do Espírito Santo que nos ensina a cantar, a louvar, a bendizer a Deus com os nossos lábios. Somos também bem aventurados se acreditamos nas promessas do Senhor. Isto nos mostra que ser da família de Deus nos traz a responsabilidade e o compromisso com os nossos irmãos e como conseqüência a paz, a alegria, a bem-aventurança – Reze com Maria, hoje: “Minha alma glorifica ao Senhor, meu espírito exulta de alegria em Deus meu Salvador, porque olhou para a sua pobre serva. Por isto, desde agora, me proclamarão bem-aventurada todas as gerações, porque realizou em mim maravilhas aquele que é poderoso e cujo nome é Santo!”
Hoje somos convidados pela Virgem Maria á enxergar a imagem e semelhança de Deus na face de cada pessoa necessitada e humilde que cruzamos diariamente, e a sermos mais solidários com os nossos irmãos. Lembremo-nos que quem ajuda aos pobres empresta a Deus. Peçamos a Deus a capacidade de reconhecer nossas falhas e que sejamos solidários, zelando pelos nossos irmãos mais necessitados.
Você também se considera bem-aventurado? Você se sente comprometido com Deus? - Você tem usado o Espírito Santo que mora em você para ir à busca daqueles que precisam ser amados e ajudados? - Imagine-se como Maria visitando hoje alguém que você sabe que está precisando de amor!
Padre Bantu Mendonça Katchipwi Sayla
Fonte: Liturgia da Palavra em 12/12/2013

HOMILIA DIÁRIA

Receba a Virgem Maria na sua casa hoje

Nós não estamos sozinhos! Nós temos uma Mãe que nos pega no colo, nos ampara, nos mostra a direção e nos aponta: “Fazei tudo o que meu Filho Jesus vos disser” (João 2, 5).
“Bendita és tu entre as mulheres e bendito é o fruto do teu ventre! Como posso merecer que a mãe do meu Senhor me venha visitar?” (Lc 1,42-43).
E com alegria que nos unimos a todos os nossos irmãos latino-americanos, que hoje celebram a nossa Padroeira: Nossa Senhora de Guadalupe, a Virgem Mãe, a qual apareceu ao índio Juan Diego, representando todas as classes e nações, ao receber a visita da Mãe de Deus e ao receber o consolo do céu por intermédio da Virgem de Guadalupe.
O milagre que aconteceu a Juan Diego e tudo aquilo que Nossa Senhora manifestou a ele, o caminho da libertação que ela mesmo plantou, é um consolo também para nós. A Santíssima Virgem disse a Juan Diego: “Eu sou tua Mãe”. E hoje Maria está dizendo isso a mim e a você também: “Eu sou tua Mãe”.
Maria é aquela mesma Mãe que visitou Isabel. Maria é a Mãe que já visitou todas as nações. Maria é aquela que é a precursora de seu Filho Jesus. A presença de uma Mãe que vem trazer paz, tranquilidade, consolo e certeza de que nós não estamos sozinhos. A Mãe de Deus está conosco!
Maria é nossa companheira na jornada. Ela é uma de nós. Mulher, ser humano, viveu, sofreu, passou pelos apertos e dificuldades… Mas ela foi toda de Deus. E hoje, no céu, ela vive para cuidar dos seus filhos, acolhê-los eternamente na morada celeste, junto de seu Filho Jesus.
Mas Nossa Senhora também caminha conosco nesta terra. Maria é um sinal de esperança, de dias melhores. Ela é um sinal que nos aponta o caminho do céu, o caminho da vitória.
O que nós precisamos é fazer como Isabel, como fez Juan Diego, como fizeram todos aqueles que tiveram a graça de ser visitados pela Mãe de Deus: abrir as portas, abrir o coração, para que a Virgem Maria venha estar no meio de nós.
Você não quer receber Maria na sua casa hoje? Você não quer que a Mãe de Deus venha, hoje, ficar com você, ouvir você, estar com você em tudo aquilo que sua casa e sua família vivem? Ela quer dizer hoje para sua casa: “Eu sou tua Mãe”. E você sabe que a presença de uma mãe faz toda a diferença em nossa vida!
Nós não estamos sozinhos! Nós temos uma Mãe que nos pega no colo, nos ampara, nos mostra a direção e nos aponta: “Fazei tudo o que meu Filho Jesus vos disser” (João 2, 5).
Ó Mãe santíssima, Virgem Senhora de Guadalupe, todos nós seus filhos latino-americanos nos colocamos hoje em tuas mãos, Mãe querida. Pedimos especialmente que a Senhora cuide do nosso coração, da nossa casa, da nossa família, das inquietações que existem em nosso coração, em nossa alma. Tu és nossa Mãe e nós somos teus filhos.
Abençoe-nos, ó Mãe do Céu!
Padre Roger Araújo
Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova.
Fonte: Canção Nova em 12/12/2013

Oração Final
Pai Santo, dá-nos especial veneração por Maria, mãe de Jesus. Que o seu exemplo de doação, humildade e cuidado com a prima Isabel sirva como modelo para a tua Igreja e sejamos testemunhas da tua misericórdia paternal. Pelo mesmo Cristo Jesus, teu Filho e nosso Irmão, na unidade do Espírito Santo.
Fonte: Arquidiocese BH em 12/12/2013

ORAÇÃO FINAL
Pai Santo, a contemplação do Mistério da Encarnação de teu Filho nos leva a buscar em Maria o nosso modelo de seguidores de Jesus. Que, juntos com ela, nós proclamemos, Pai querido, a tua grandeza; e o nosso espírito se alegre em Ti, como nosso Criador, Redentor e Santificador. Pelo mesmo Cristo Jesus, teu Filho que se fez nosso Irmão, na unidade do Espírito Santo. Amém.

LITURGIA DIÁRIA - 12/12/2017


Tema do dia

FESTA DE NOSSA SENHORA DE GUADALUPE

Vários Papas honraram Nossa Senhora de Guadalupe em nome da Igreja. João Paulo II visitou seu Santuário três vezes. Em sua primeira viagem como Papa, em 1979, ele ajoelhou-se diante da imagem e dirigiu-se a Ela como a ‘Mãe das Américas’. Agradeçamos ao Pai a dádiva de Maria, a nossa Mãe!

Oração para antes de ler a Bíblia


Meu Senhor e meu Pai! Envia teu Santo Espírito para que eu compreenda e acolha tua Santa Palavra! Que eu te conheça e te faça conhecer, te ame e te faça amar, te sirva e te faça servir, te louve e te faça louvar por todas as criaturas. Fazei, ó Pai, que pela leitura da Palavra os pecadores se convertam, os justos perseverem na graça e todos consigamos a vida eterna. Amém.

Nossa Senhora de Guadalupe. Festa
Cor: Branco


Primeira Leitura (Gl 4,4-7)
2ª Semana do Advento - Terça-feira - 12/12/2017

Leitura da Carta de São Paulo aos Gálatas.

Irmãos, 4quando se completou o tempo previsto, Deus enviou o seu Filho, nascido de uma mulher, nascido sujeito à Lei,5a fim de resgatar os que eram sujeitos à Lei e para que todos recebêssemos a filiação adotiva. 6E porque sois filhos, Deus enviou aos nossos corações o Espírito do seu Filho, que clama: Abá – ó Pai! 7Assim, já não és mais escravo, mas filho; e se és filho, és também herdeiro: tudo isso, por graça de Deus.

- Palavra do Senhor.
- Graças a Deus.


Responsório (Sl 95)
2ª Semana do Advento - Terça-feira - 12/12/2017

— Manifestai a sua glória entre as nações.
— Manifestai a sua glória entre as nações.

— Cantai ao Senhor Deus um canto novo, cantai ao Senhor Deus, ó terra inteira! Cantai e bendizei seu Santo nome.
— Dia após dia anunciai sua salvação, manifestai a sua glória entre as nações, e entre os povos do universo seus prodígios!
— Publicai entre as nações: “Reina o Senhor! Ele firmou o universo inabalável, e os povos ele julga com justiça”.


Evangelho (Lc 1,39-47)
2ª Semana do Advento - Terça-feira - 12/12/2017


Maria partiu apressadamente

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor.

39Naqueles dias, Maria partiu para a região montanhosa, dirigindo-se, apressadamente, a uma cidade da Judeia. 40Entrou na casa de Zacarias e cumprimentou Isabel. 41Quando Isabel ouviu a saudação de Maria, a criança pulou em seu ventre e Isabel ficou cheia do Espírito Santo. 42Com um grande grito, exclamou: “Bendita és tu entre as mulheres e bendito é o fruto do teu ventre! 43Como posso merecer que a mãe do meu Senhor me venha visitar? 44Logo que a tua saudação chegou aos meus ouvidos, a criança pulou de alegria no meu ventre. 45Bem-aventurada aquela que acreditou, porque será cumprido o que o Senhor lhe prometeu”. 46Então Maria disse: “A minha alma engrandece o Senhor, 47e o meu espírito se alegra em Deus, meu Salvador”.

— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor.


Oração para depois de ler a Bíblia


Dou-Te graças, meu Deus, pelos bons propósitos, afetos e inspirações que me comunicastes nesta meditação; peço-Te ajuda para colocá-los em prática. Minha Mãe Imaculada, meu protetor São José e Anjo da minha guarda, intercedeis todos por mim. Amém.

TERÇOS – VÍDEOS


Acesse:

1  Terço da Divina Providência - http://youtu.be/5mzUbLl_P48

2 - Terço de Cura e Libertação  http://youtu.be/TWmZ47JoC0I

3  Terço da FÉ  http://youtu.be/-I1tuBSDtkU

4 - Terço do Espírito Santo - http://youtu.be/BJqMkwQsOeQ

5 - Terço da Libertação Cantado - http://youtu.be/9ofE4VoEZPU

6 - Terço da Sagrada Face de Nosso Senhor Jesus Cristo - http://youtu.be/dr_BtsQtRvo

7 - Terço de São Bento - http://youtu.be/p-iD6TySLmY

8 - TERÇO DE CURA E LIBERTAÇÃO (PADRE JOÃOZINHO)  http://youtu.be/hUuaQk1ydWw