segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Foi por você - Anjos de Resgate


Foi Por Você



Encontrei-me com Jesus num jardim
Nunca vi nada tão lindo assim
Minhas dores entreguei em suas mãos!
E Jesus foi falando pra mim


Das feridas que eu recebi não saíram sangue nem dor
Foi por isso que o mal eu venci
Porque delas só saía amor foi sempre o meu amor!


Foi por você que eu me deixei ser tão chagado e ferido
Por isso sinta-se amado e querido
Pois é o meu amor que cura sua dor


Foi por você que na cruz meu sangue foi derramado
Por isso sinta-se querido e amado
Pois é o meu amor que cura sua dor que cura sua dor!


Então Jesus pediu-me assim
Que as mágoas que estivessem em mim
Que delas não saíssem mais dor.
Que de hoje em diante só saísse amor.


Que seja sempre assim!!!!
Foi por você que eu me deixei ser tão chagado e ferido
Por isso sinta-se amado e querido
Pois é o meu amor que cura sua dor


Foi por você que na cruz meu sangue foi derramado
Por isso sinta-se querido e amado
Pois é o meu amor que cura sua dor que cura sua dor!


O meu amor que cura sua dor!

O Terço - Mistérios Dolorosos - Terça-feira e Sexta-Feira.



Terço do Rosário: Mistérios Dolorosos 



Santos Romão e Lupicino - 28 de Fevereiro



Santos Romão e LupicinoSão Romão entrou para a vida religiosa com 35 anos, na França, onde nasceram os dois santos de hoje. Ele foi discernindo sua vocação, que o deixava inquieto, apesar de já estar na vida religiosa. Ao tomar as constituições de Cassiano e também o testemunho dos Padres do deserto, deixou o convento e foi peregrinar, procurando o lugar onde Deus o queria vivendo.

Indo para o Leste, encontrou uma natureza distante de todos e percebeu que Deus o queria ali.

Vivia os trabalhos manuais, a oração e a leitura, até o seu irmão Lupicino, então viúvo, se unir a ele. Fundaram então um novo Mosteiro, que se baseava nas regras de São Pacômio, São Basílio e Cassiano.

Romão tinha um temperamento e caminhada espiritual onde com facilidade era dado à misericórdia, à compreensão e tolerância. Lupicino era justiça e intolerância. Nas diferenças, os irmãos se completavam, e ajudavam aos irmãos da comunidade, que a santidade se dá nessa conjugação: amor, justiça, misericórdia, verdade, inspiração, transpiração, severidade, compreensão. Eles eram iguais na busca da santidade.

O Bispo Santo Hilário ordenou Romão, que faleceu em 463. E em 480 vai para a glória São Lupicino.

Santos Romão e Lupicino, rogai por nós!

FONTE DE PESQUISA: Canção Nova

HOMÍLIA, COMENTÁRIO E REFLEXÃO DO EVANGELHO DO DIA 28/02/2012

28 de Fevereiro de 2012 

Mateus 6,7-15

Comentário do Evangelho

Jesus ensina como rezar ao Pai

A conversão a Deus se fortalece pela oração. Por ela entramos em relação pessoal e amorosa com Deus. Oração e ação andam sempre juntas. Pela oração nos identificamos com o projeto do Pai e encontramos a força para realizá-lo. 
Jesus nos ensinou a oração por excelência: o Pai-Nosso. É uma oração essencialmente comunitária. A primeira parte da oração tem como centro o desejo da realização do projeto do Pai (teu nome, teu reino, tua vontade). Na segunda parte o centro é a comunidade (pão nosso, nossas dívidas, não nos deixeis), que adere concretamente a este projeto. 
Na oração do Pai-Nosso encontramos o projeto da mudança. A sociedade de mercado esvazia-se pela prática dos discípulos de Jesus em partilhar o pão de cada dia com os excluídos, em perdoar e aceitar a reconciliação, sem se deixar seduzir pela ideologia e pelas intimidações oriundas desta mesma sociedade. É a chegada do Reino do Pai.

José Raimundo Oliva  



Vivendo a Palavra

Estamos diante da página mística mais profunda e fundamental para a nossa vida espiritual de cristãos – a Oração, como foi ensinada por Jesus. O tempo da nossa existência é muito pequeno para a grande viagem no interior destas tão breves palavras. Elas são Espírito e Vida. Resta-nos acolhê-la com gratidão e alegria.



Reflexão 
A eficácia da oração não é determinada pela quantidade de palavras nela presentes, pelo seu volume ou pela sua visibilidade, mas antes de tudo pela capacidade de estabelecer um relacionamento sério, profundo e filial com Deus. Quem fala muito, grita e fica repetindo palavras é pagão, que não é capaz de reconhecer a proximidade de Deus e ter uma intimidade de vida com ele. A oração também deve ter um vínculo muito profundo com o próprio desejo de conversão e de busca de vida nova, de modo que ela não seja discursiva, mas existencial e o falar com Deus signifique estabelecer um compromisso de vida com ele e para ele.



COMENTÁRIOS DO EVANGELHO

FAÇA UMA DOAÇÃO AO NPDBRASIL...


1. "Comunicação, Decisão e Resposta”(O comentário do Evangelho abaixo é feito pelo Diácono José da Cruz - Diácono da Paróquia Nossa Senhora Consolata – Votorantim – SP)

A comunicação verbal é extremamente importante, ela expressa o que pensamos, quem somos e até o que queremos fazer. Para conhecer as pessoas é preciso estabelecer com elas um diálogo, falar e ouvir, vamos sabendo quem são, onde moram, o que pensam, o que fazem na vida e até o que ainda pretendem fazer. Quando conversamos mais, vamos nos tornando íntimos daquela pessoa. Estar perto das pessoas não é suficiente para as conheçamos e elas nos conheçam, sem essa comunicação verbal, é como se elas não existissem.

Por isso não dá para imaginar a vida de um Cristão sem a oração. Muitos pensam que a oração é uma coisa chata e monótona, certas fórmulas repetitivas que até dá sono. Também a nossa conversa com uma pessoa pode ser chata, fútil e sem serventia alguma se eu não tiver com essa pessoa uma relação consistente. Com Deus é a mesma coisa, se a nossa Fé for infantil, ou a nossa relação com Ele for marcada pelo medo, as nossas orações de fato são bem chatas e nos fazem bocejar... O modo como rezamos revela quem somos e quem é Deus em nossa vida...

Conheci um gerente muito famoso, que era tão importante na cidade, que naquele tempo tinha só uma indústria, que se dizia que era Deus no céu e ele na terra. Por duas vezes consegui chegar na temida sala da Gerência, uma grande sala e uma enorme mesa onde atrás dela ficava o Gerente franzino de corpo, mas imponente, prepotente e muito poderoso. Chegar diante dele em sua sala já era uma grande façanha, era como se a gente estivesse diante de um deus, ou de alguma Fada Madrinha que poderia atender ao nosso desejo.

Pois nas duas vezes fiquei decepcionado, enquanto eu falava nervosamente sobre a minha necessidade dentro da empresa, ele de cabeça baixa fazia desenhos em um papel e quando silenciei ele perguntou "Terminou?". E eu dizendo que sim, ouvi a resposta seca, curta e grossa "Isso não posso e nem quero fazer..." A conversa terminou ali, levantei-me e saí, com o sangue fervendo pelo pouco caso do deusinho tão temido por todos.

Nosso Deus não é assim, ele nos acolhe, ouve a nossa oração, responde-nos com carinho e amor, (precisamos ouvir Deus em nossas orações) conhece todas as nossas necessidades antes mesmo de as manifestarmos e sempre nos atende, (muitas vezes não do jeito que pedimos, mas do jeito dele, que é sempre o mais certo) . Na oração falamos com Deus em pé de igualdade, não nos esqueçamos de que Ele é Homem como nós, e compreende as nossas súplicas e choramingos. Não nos atende com frieza e indiferença mas está ao nosso lado, caminhando junto passo a passo.

Jesus percebe que a oração dos pagãos era um palavratório sem fim, tem gente que acha que para falar com Deus é preciso fazer um discurso, com as palavras certas para convencê-lo. Uma coisa importante que precisamos saber em nossas orações, mesmo aquelas feitas com muita Fé e desespero, não mudam o modo de pensar e de agir de Deus, ele não age de acordo com a cara do Freguês, então a oração tem como objetivo nos sintonizar com o seu desígnio, na oração Deus se dá a conhecer e se revela cada vez mais... Mas não podemos querer manipulá-lo...

Por isso Jesus ensinou aos discípulos o seu jeito de rezar, é a oração de quem chama a Deus de Pai porque vive em seu amor, é a oração de quem sabe reconhece a Santidade do nome de Deus, é a oração de quem só quer fazer a Vontade de Deus. Deus é Pão, é alimento, é o amor que perdoa generosamente, por isso a relação de quem crê e reza assim, deve ser um reflexo de quem é Deus, Ele é Amor e Perdão, sua imagem viva está em nós e por isso só o refletimos ao próximo quando vivemos neste amor.

Enfim, no Pai Nosso afirmamos nossa decisão de viver em comunhão profunda com Deus e os irmãos, tendo sempre por base o amor e o perdão, é a oração da igualdade porque o chamamos de Pai, reconhecendo que somos todos irmãos. É a oração onde fazemos um trato com Deus, Ele nos dá o seu Reino e nós nos comprometemos em fazer este reino acontecer em nossas relações fraternas com todos os homens.

2. Jesus ensina como rezar ao Pai(O comentário do Evangelho abaixo é feito por José Raimundo Oliva - e disponibilizado no Portal Paulinas)

VIDE ACIMA

Oração

Pai, livra-me de reduzir a palavras vazias a oração que Jesus nos ensinou. Que eu saiba encontrar o sentido do pai-nosso, centrando minha vida na filiação divina e na fraternidade.

3. APRENDENDO A REZAR(O comentário do Evangelho abaixo é feito pelo Pe. Jaldemir Vitório – Jesuíta, Doutor em Exegese Bíblica, Professor da FAJE – e disponibilizado no Portal Dom Total a cada mês).

O período quaresmal incentiva os cristãos a buscarem uma maior intimidade com Deus, mediante a oração. Neste contexto, é importante redescobrir a prática da oração na vida de Jesus, e recuperar as orientações dadas por ele a respeito da maneira correta de rezar.

O Pai-Nosso delineia os sete pontos essenciais da oração cristã, e, ao mesmo tempo, constitui um programa de vida. Na perspectiva de Jesus, oração e ação caminham sempre juntas.

A santificação do nome do Pai, o desejo da vinda de seu Reino e o anseio de que sua vontade seja feita, são mais do que simples palavras dirigidas a Deus. Estes três pedidos expressam esta disposição do cristão: lutar contra toda forma de idolatria, que deixa de lado o Deus verdadeiro, substituindo-o por falsas divindades.

A idolatria começa a ser combatida, quando os cristãos são capazes de repartir, fraternalmente, o pão cotidiano; quando perdoam e buscam a reconciliação; quando não se deixam levar pela tentação que os desvia do projeto de Jesus; quando são preservados de trilhar o caminho do mal e do pecado.

Estes quatro pedidos são já uma forma de pôr em prática os três primeiros. Não existe outra maneira de engrandecer o nome do Pai e combater a idolatria, a não ser fazendo frente ao pecado, que divide e destrói a humanidade. É isto que devemos pedir na oração.

Oração

Espírito do Pai, leva-me a transformar em vida a minha oração, e a descobrir, na oração, o sentido da minha vida.



Suplique até o Pai colocar a certeza da vitória em seu coração


Postado por: homilia

fevereiro 28th, 2012



No tempo da Quaresma, a Igreja nos convida a viver em oração, penitência e caridade. Hoje, Jesus vem nos ensinar como realizar um destes três pilares: a oração.
Este tempo é bastante propício para reiniciarmos ou darmos continuidade às nossas orações, entretanto, elas não precisam ser proferidas em muitas e belas palavras. Não importa quantas e quais palavras utilizemos em nossas orações, Jesus nos garante no Evangelho: “Vosso Pai sabe do que precisais, muito antes que vós o peçais”. Por isso, a forma mais simples e humilde de orar é com o “Pai Nosso”.
Todos conhecemos a oração do “Pai Nosso”, mas por conhecê-la muito bem, às vezes, oramos sem meditar sobre o que estamos falando. Esta oração é muito bonita e forte, mas de nada nos serve se ela não sair do nosso coração. Seria como uma prece muito bonita e pomposa, mas vazia de sentimento. Penso que este é o principal ponto da oração, ela deve sair do coração, não importando se é apenas uma frase: “meu Deus, eu O amo, tenha piedade de mim”.
Jesus nos ensina a rezar. Ele diz que não precisamos usar palavras bonitas ou difíceis, pois o Pai já sabe do que precisamos muito antes de abrirmos a boca para Lhe pedir.
Então, a nossa oração serve mais para nós do que para Deus? Veja que interessante: quando oramos ao Senhor, estamos lembrando a nós mesmos de que é Ele quem está no comando das nossas vidas. E é com essa segurança que “voamos” cada vez mais alto e saltamos cada vez mais longe, pois sabemos que Ele não vai nos desamparar.
Na oração do “Pai Nosso” também pedimos o alimento de cada dia e o perdão das nossas ofensas. Mas isso é algo do qual Deus só pode participar parcialmente, pois precisamos fazer a nossa parte, ou seja, para podermos comer, precisamos trabalhar, certo? Ou, pelo menos, alguém precisa.
Por último, o Evangelho nos faz refletir sobre o perdão: “De fato, se vós perdoardes aos homens as faltas que eles cometeram, vosso Pai que está nos céus também vos perdoará. Mas, se vós não perdoardes aos homens, vosso Pai também não perdoará as faltas que vós cometestes”.
O texto nos remete a uma passagem de Mateus 18,23-35 que se aplica muito bem a esses dois versículos. Na parábola, Jesus compara o Reino ao rei que perdoa a enorme dívida do seu servo, mas este, ao sair da vista do patrão, agarra e sufoca um de seus devedores, não lhe perdoando sua pequena dívida. Então, este empregado que foi perdoado e não perdoou deverá prestar contas ao rei por sua maldade. Para poder ser perdoado, é preciso perdoar.
Então, quando fazemos a oração do “Pai Nosso”, temos a oportunidade de nos lembrar de que para poder corresponder a todos esses dons do nosso Pai do Céu, precisamos sair do nosso comodismo, trabalhar e perdoar a quem nos ofendeu; assim, nos libertarmos de uma prisão que teimamos em construir em torno de nós mesmos.
Meus irmãos, precisamos orar, assim como precisamos respirar. Pela oração constante se estabelece com Deus profunda intimidade e, a partir dela, somos levados a moções, ou seja, situações da nossa vida que nos levam para perto do Senhor, aquilo que nos conduz a Ele, que nos faz amar mais, perdoar mais.
No entanto, quando estamos mergulhados nos “ruídos interiores”, há o ardil: situações que nos afastam de Deus e nos desvia de Seus caminhos. Mas persevere. Não desista de rezar. Prostre-se diante de Deus e Ele colocará a certeza da vitória em seu coração. Transforme esses ruídos interiores em perseverança, em oração. Abra o coração, fale com o Senhor, seja insistente na oração, esteja aberto a Sua vontade, aguarde a Providência Divina no momento certo da sua vida.
Peça ao Senhor a graça de descobrir as coisas que o abatem e não permitem que você persevere. Se necessário, chame e grite: “Pai Nosso!”.
Padre Bantu Mendonça


Leitura Orante 

Preparo-me para a Leitura Orante invocando, com todos os internautas, o Espírito Santo: 

Vem Santo Espírito, amor do Pai. 
Toca a minha mente, 
a minha vontade, 
o meu coração. 
Abre-me à coragem da verdade. 
Dá-me a força para deixar-me tocar 
e renovar profundamente por Jesus, 
Palavra do Pai. 
Amém. 

1. Leitura (Verdade) 

- O que a Palavra diz? 

Leio atentamente, na Bíblia, 
Mt 6,7-15. 

Neste texto Jesus nos ensina a orar. Primeiro, indica a atitude que devemos assumir ao orar: não ficar repetindo fórmulas, muito menos longas orações. E ainda, ter atitude de confiança no Pai que já sabe tudo de que necessitamos. 
Thomas Merton diz que, assim como somos, rezamos. E diz mais: "O homem que não reza, é alguém que tentou fugir de si mesmo, porque fugiu de Deus". 

2. Meditação(Caminho) 

- O que a Palavra diz para mim? 

Às vezes, apenas "dizemos orações" com os lábios. 
Nosso coração, nossos sentimentos e pensamentos estão distantes. 
Jesus nos ensina, de maneira muito simples, a orar: 

Assumir a atitude de filhos e irmãos: Pai nosso. 

Reconhecer o nome de Deus como "santo". 

Pedir que o Reino de Deus aconteça entre nós. 

Dispor-nos a fazer a vontade de Deus. 

Fazer os pedidos para o dia-a-dia: o pão, o perdão, a libertação de toda tentação e mal. 

Os bispos, na V Conferência, em Aparecida, disseram: 
"Nos diferentes momentos da luta cotidiana, muitos recorrem a algum pequeno sinal do amor de Deus: um crucifixo, um rosário, uma vela que se acende para acompanhar um filho em sua enfermidade, um Pai Nosso recitado entre lágrimas, um olhar entranhável a uma imagem querida de Maria, um sorriso dirigido ao Céu em meio a uma simples alegria."
(DAp 261)

3. Oração (Vida) 

- O que a Palavra me leva a dizer a Deus? 

Rezo agora com muita consciência e fé a 

Oração da Campanha da Fraternidade 2012 

Senhor Deus de amor, 
Pai de bondade, 
nós vos louvamos e agradecemos 
pelo dom da vida, 
pelo amor com que cuidais de toda a criação. 

Vosso Filho Jesus Cristo, 
em sua misericórdia, assumiu a cruz dos enfermos 
e de todos os sofredores, 
sobre eles derramou a esperança de vida em plenitude. 

Enviai-nos, Senhor, o Vosso Espírito. 
Guiai a vossa Igreja, para que ela, pela conversão 
se faça sempre mais, solidária às dores e enfermidades do povo, 
e que a saúde se difunda sobre a terra. 
Amém. 

4. Contemplação(Vida/ Missão) 

- Qual o meu novo olhar a partir da Palavra? 

Meu novo olhar para o dia de hoje vem carregado de uma certeza: 
tenho um Pai e uma multidão de irmãos. 

Bênção 

- Deus nos abençoe e nos guarde. 
Amém. 
- Ele nos mostre a sua face e se compadeça de nós. 
Amém. 
-Volte para nós o seu olhar e nos dê a sua paz. 
Amém. 
- Abençoe-nos Deus misericordioso, Pai e Filho e Espírito Santo. 
Amém.  

I. Patrícia Silva, fsp

Oração Final

Pai nosso, que estás no céu, o teu nome é Santo; o teu Reino vem; a tua vontade se cumpre na terra como é cumprida no céu. Tu nos dás o nosso pão todos os dias; Tu nos perdoas, para que também nós perdoemos aos que nos devem. Tu nos proteges quando estamos em tentação e nos livras do Mal. Pois teus são o Reino, o Poder e a Glória, para sempre. 


LITURGIA DIÁRIA - 28/02/2012







Vocês devem rezar assim: Pai nosso...

A liturgia gira em torno das palavras: o profeta Isaías, da Palavra do Senhor, sempre eficaz; o salmista, do grito do pobre que é ouvido por Javé; e Mateus lembra o ensinamento de Jesus sobre como, onde, quando e quanto devemos falar com o Pai.



Oração para antes de ler a Bíblia

orkut e hi5, Religiosos, palavras do Senhor Jesus, imagens de biblia, recados de Jesus, gifs de religião para orkut

 

Meu Senhor e meu Pai! Envia teu Santo Espírito para que eu compreenda e acolha tua Santa Palavra! Que eu te conheça e te faça conhecer, te ame e te faça amar, te sirva e te faça servir, te louve e te faça louvar por todas as criaturas. Fazei, ó Pai, que pela leitura da Palavra os pecadores se convertam, os justos perseverem na graça e todos consigamos a vida eterna. Amém.




ROXO – OFÍCIO DO DIA






Primeira leitura (Isaías 55,10-11)

Terça-Feira, 28 de Fevereiro de 2012
1ª Semana da Quaresma



Leitura do Livro do Profeta Isaías.


Isto diz o Senhor: 10Assim como a chuva e a neve descem do céu e para lá não voltam mais, mas vêm irrigar e fecundar a terra, e fazê-la germinar e dar semente, para o plantio e para a alimentação, 11assim a palavra que sair de minha boca, não voltará para mim vazia; antes, realizará tudo que for de minha vontade e produzirá os efeitos que pretendi, ao enviá-la.


- Palavra do Senhor.
- Graças a Deus.






Salmo (Salmos 33)

Terça-Feira, 28 de Fevereiro de 2012
1ª Semana da Quaresma



— O Senhor liberta os justos de todas as angústias.
— O Senhor liberta os justos de todas as angústias.


— Comigo engrandecei ao Senhor Deus, exaltemos todos juntos o seu nome! Todas as vezes que o busquei, ele me ouviu, e de todos os temores me livrou.
— Contemplai a sua face e alegrai-vos, e vosso rosto não se cubra de vergonha! Este infeliz gritou a Deus, e foi ouvido, e o Senhor o libertou de toda angústia.
— O Senhor pousa seus olhos sobre os justos, e seu ouvido está atento ao seu chamado; mas ele volta a sua face contra os maus, para da terra apagar sua lembrança.
— Clamam os justos, e o Senhor bondoso escuta e de todas as angústias os liberta. Do coração atribulado ele está perto e conforta os de espírito abatido.






Evangelho (Mateus 6,7-15)

Terça-Feira, 28 de Fevereiro de 2012
1ª Semana da Quaresma





Rezem: "Pai..."

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor!


Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 7“Quando orardes, não useis muitas palavras, como fazem os pagãos. Eles pensam que serão ouvidos por força das muitas palavras.
8Não sejais como eles, pois vosso Pai sabe do que precisais, muito antes que vós o peçais.9Vós deveis rezar assim: Pai nosso que estás nos céus, santificado seja o teu nome; 10venha o teu Reino; seja feita a tua vontade, assim na terra como nos céus. 11O pão nosso de cada dia dá-nos hoje. 12Perdoa as nossas ofensas, assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido, 13e não nos deixes cair em tentação, mas livra-nos do mal.
14De fato, se vós perdoardes aos homens as faltas que eles cometeram, vosso Pai que está nos céus também vos perdoará. 15Mas, se vós não perdoardes aos homens, vosso Pai também não perdoará as faltas que vós cometestes”.


- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.



Oração para depois de ler a Bíblia

orkut e hi5, Religiosos, mensagem religiosa, imagem da biblia, recados de religião, scraps religioso para orkut


Dou-Te graças, meu Deus, pelos bons propósitos, afetos e inspirações que me comunicastes nesta meditação; peço-Te ajuda para colocá-los em prática. Minha Mãe Imaculada, meu protetor São José e Anjo da minha guarda, intercedeis todos por mim. Amém.



BOM DIA

TERÇA-FEIRA



PELAS ALMAS DO PURGATÓRIOS



Oração das Almas
Ó Deus, que usais de misericórdia e sempre estais disposto a perdoar, humildemente vos pedimos que tenhais pena das almas dos fiéis defuntos enterrados no cemitério.
Não entregueis esses vossos servos ao poder do inimigo, nem deles vos esqueçais para sempre; mas ordenai aos vossos santos Anjos que os recebam e conduzam à pátria eterna, o paraíso. E já que em sua vida na terra confiaram em vossa misericórdia, não permitais que eles venham a sofrer na mansão dos mortos, mas ao contrário, fazei que a sua esperança se torne realidade, ao entrar na posse da felicidade eterna.

V. Que as almas de todos os fiéis defuntos, pela misericórdia de Deus, descansem em paz.
R. Amém.
V. Dai-lhes, Senhor, o descanso eterno.
R. E a luz Perpétua os ilumine.
V. Descansem em paz.
R. Amém!

LITURGIA DAS HORAS - COMPLETAS - SEGUNDA-FEIRA

COMPLETAS 

SEGUNDA-FEIRA


V. Vinde, ó Deus, em meu auxílio.
R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Depois, recomenda-se o exame de consciência (...)


Hino 


Agora que o clarão da luz se apaga,
a vós nós imploramos, Criador:
com vossa paternal misericórdia,
guardai-nos sob a luz do vosso amor.

Os nossos corações sonhem convosco:
no sono, posam eles vos sentir.
Cantemos novamente a vossa glória
ao brilho da manhã que vai surgir.

Saúde concedei-nos nesta vida,
as nossas energias renovai;
da noite a pavorosa escuridão
com vossa claridade iluminai.

Ó Pai, prestai ouvido às nossas preces,
ouvi-nos por Jesus, nosso Senhor,
que reina para sempre em vossa glória,
convosco e o Espírito de Amor.

Salmodia

 
Ant. Ó Senhor, sois clemente e fiel,
sois amor, paciência e perdão!

Salmo 85(86) 


Oração do pobre nas dificuldades 



Bendito seja Deus que nos consola em todas as noSsas aflições (2Cor 1,3.4). 

1 Inclinai, ó Senhor, vosso ouvido, *
escutai, pois sou pobre e infeliz!
=2 Protegei-me, que sou vosso amigo, †
e salvai vosso servo, meu Deus, *
que espera e confia em vós!

3 Piedade de mim, ó Senhor, *
porque clamo por vós todo o dia!
4 Animai e alegrai vosso servo, *
pois a vós eu elevo a minh'alma.

5 Ó Senhor, vós sois bom e clemente, *
sois perdão para quem vos invoca.
6 Escutai, ó Senhor, minha prece, *
o lamento da minha oração!

7 No meu dia de angústia eu vos chamo, *
porque sei que me haveis de escutar.
8 Não existe entre os deuses nenhum *
que convosco se possa igualar;
– não existe outra obra no mundo *
comparável às vossas, Senhor!

9 As nações que criastes virão *
adorar e louvar vosso nome.
10 Sois tão grande e fazeis maravilhas: *
vós somente sois Deus e Senhor!

11 Ensinai-me os vossos caminhos, *
e na vossa verdade andarei;
– meu coração orientai para vós: *
que respeite, Senhor, vosso nome!

12 Dou-vos graças com toda a minh'alma, *
sem cessar louvarei vosso nome!
13 Vosso amor para mim foi imenso: *
retirai-me do abismo da morte!

=14 Contra mim se levantam soberbos, †
e malvados me querem matar; *
não vos levam em conta, Senhor!

15 Vós, porém, sois clemente e fiel, *
sois amor, paciência e perdão.
=16 Tende pena e olhai para mim! †
Confirmai com vigor vosso servo, *
de vossa serva o filho salvai.

17 Concedei-me um sinal que me prove *
a verdade do vosso amor.
– O inimigo humilhado verá *
que me destes ajuda e consolo.
– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.
Ant. Ó Senhor, sois clemente e fiel,
sois amor, paciência e perdão!

Leitura breve 1Ts 5,9-10 


Deus nos destinou para alcançarmos a salvação, por meio de nosso Senhor Jesus Cristo. Ele
morreu por nós, para que, quer vigiando nesta vida, quer adormecidos na morte, alcancemos a
vida junto dele.

Responsório breve 
R. Senhor, em vossas mãos
* Eu entrego o meu espírito. R.Senhor.
V. Vós sois o Deus fiel, que salvastes vosso povo.
Eu entrego. Glória ao Pai. R.Senhor.


Cântico evangélico, ant.
Salvai-nos, Senhor, quando velamos,
guardai-nos também quando dormimos!
Nossa mente vigie com o Cristo,
nosso corpo repouse em sua paz!

Cântico de Simeão Lc 2,29-32 


Cristo, luz das nações e glória de seu povo 


29 Deixai, agora, vosso servo ir em paz, *
conforme prometestes, ó Senhor.

30 Pois meus olhos viram vossa salvação *
31 que preparastes ante a face das nações:

32 uma Luz que brilhará para os gentios *
e para a glória de Israel, o vosso povo.
– Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. *
Como era no princípio, agora e sempre. Amém.
Ant. Salvai-nos, Senhor, quando velamos,
guardai-nos também quando dormimos!
Nossa mente vigie com o Cristo,
nosso corpo repouse em sua paz!

Oração 


Concedei, Senhor, aos nossos corpos um sono restaurador, e fazei germinar para a messe eterna
as sementes do Reino, que hoje lançamos com nosso trabalho. Por Cristo, nosso Senhor.  Amém.

O Senhor todo-poderoso nos conceda uma noite tranqüila
e, no fim da vida, uma morte santa.
R. Amém.


Antífona final de Nossa Senhora

Salve, Rainha, Mãe de misericórdia,
vida doçura, esperança nossa, Salve!
A vós bradamos os degredados filhos de Eva,
a vós suspiramos gemendo e chorando
neste vale de lágrimas!
Eia, pois, Advogada nossa,
esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei,
e depois deste desterro mostrai-nos Jesus,
bendito fruto do vosso ventre!
Ó clemente, ó piedosa,
ó doce sempre Virgem Maria.