segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

BOM DIA! - Faça do dia de hoje, um novo recomeço, deixe para ontem as coisas ruins e siga em frente, de cabeça erguida, pois sob o olhar dEle, você vencerá!

BOA TERÇA-FEIRA!!! - "A BOA MÃO DO NOSSO DEUS É SOBRE TODOS OS QUE O BUSCAM, PARA O BEM DELES; MAS A SUA FORÇA E A SUA IRA, CONTRA TODOS OS QUE O ABANDONAM." ESDRAS 8:22b

São Etelberto de Kent - 24 de fevereiro


Etelberto, rei de Kent, se casou com uma princesa chamada Berta, que era filha única de Chariberto, rei de Paris. Etelberto concedeu a sua esposa plena liberdade para participar de sua religião, e Berta levou à Inglaterra a Liduardo, um bispo francês. A tradição fala da piedade e as amáveis virtudes de Berta, que sem dúvida impressionaram muito o seu marido; entretanto, o rei não se converteu até a chegada de Santo Agustinho e seus companheiros.

Bem-aventurado Tomás Maria Fusco - 24 de Fevereiro


Tomás Maria Fusco
Bem-aventurado
1892-1891

Fundou a Congregação das
Filhas da Caridade do
Preciosíssimo Sangue
Tomás Maria Fusco nasceu em Pagani, uma pequena cidade italiana do Vale do Sarno, no dia 1 de dezembro de 1831. Seus pais, íntegros na conduta moral e religiosa, formaram uma família de oito filhos educados na piedade cristã. Aos oito anos ficou órfão, encontrando o amparo do tio e do irmão, ambos sacerdotes, que cuidaram de sua formação e educação, direcionadas para a vida religiosa, conforme seu próprio desejo.

São Sérgio - 24 de Fevereiro




o Sérgio - Monge eremita

São Sérgio realizou um grande trabalho de evangelização e não se intimidou com a perseguição aos cristãos
Celebramos neste dia a santidade de vida do monge Sérgio que chegou ao martírio devido seu grande amor a pessoa de Nosso Senhor Jesus Cristo. São Sérgio vivia no deserto enquanto os cristãos estavam sendo perseguidos e entregando a vida em sacrifício de louvor.

HOMÍLIA DIÁRIA, COMENTÁRIO E REFLEXÃO DO EVANGELHO DO DIA 24/02/2014

24 de Fevereiro de 2014

ANO A



Mc 9,14-29

Comentário do Evangelho


Importância da


No tempo da vida terrestre de Jesus de Nazaré, as enfermidades, sobretudo aquelas de origem psíquica, como parece ser o caso do evangelho de hoje, que não se sabia a causa nem tampouco era conhecido um tratamento adequado e eficaz, eram atribuídas a um espírito impuro, uma forma de designar o mal. Ora, o mal é o que prejudica o ser humano; é o que desfigura nele a imagem de Deus. O mal impede de falar bem e de bem falar; o mal distorce o sentido da palavra e a palavra que dá sentido a todas as coisas. A cena parece, num primeiro momento, apresentar o fracasso dos discípulos, pois eles não conseguiram livrar o menino de seu mal. Mergulhado numa geração sem fé, o ser humano busca num poder externo a solução de seus problemas. Aqui, o tratamento passa pela coerência da palavra, que faz a pessoa sair de si e abrir-se para a fé e que transforma a vida não importa de quem seja. Para todos que empreendem um combate contra o mal, não há outro meio para vencê-lo senão pela oração. Quando nos defrontamos com o limite e o impossível, a súplica a Deus se torna “poder”.
Carlos Alberto Contieri, sj
Oração
Pai, reforça minha fé, de modo a me predispor a ser beneficiado por teu filho Jesus, por meio do qual tua misericórdia chega até a mim.

Vivendo a Palavra

Jesus revela o segredo do seu poder: a oração. Oração que não é a recitação ansiosa de fórmulas, mas o encontro tranquilo e confiante com o Pai, sentindo a sua misericórdia, respirando o seu hálito e nos entregando ao seu Espírito, que nos vai ensinar o que dizer ou o que calar... É a busca da Paz.

Reflexão

Todos nós queremos dar soluções rápidas para todos os problemas e, por isso, podemos ser surpreendidos porque não conseguimos revolvê-los de forma satisfatória ou eles voltam a acontecer. Isso acontece principalmente porque não paramos para refletir sobre o problema e não buscamos todos os meios necessários para a sua superação. Jesus, antes de realizar o exorcismo, conversou com o pai da criança e exigiu dele uma postura de fé. Depois, chamou a atenção dos discípulos sobre a necessidade da oração. Devemos conhecer profundamente os desafios que nos são colocados no trabalho evangelizador e nos preparar em todos os sentidos para a sua superação.

Recadinho


Dou-me conta de que muitas vezes as coisas do mundo querem dominar meu espírito? - Que atitude tomo diante de tais situações? - Em situações complicados, lembro-me em primeiro lugar de pedir as luzes de Deus? - Lembro-me sempre de que o importante não é viver sem problemas, mas ter fé para superá-los? - Busco forças na oração?
Padre Geraldo Rodrigues, C.Ss.R

Comentário do Evangelho

AUMENTA A MINHA FÉ!

Os discípulos de Jesus, no exercício da missão, viram-se às voltas com situações delicadas onde estava em jogo sua credibilidade. Quem recorria a Jesus movido pela fé, era sempre atendido. O mesmo não acontecia com os discípulos. Houve casos em que estiveram impossibilitados de aliviar o sofrimento de quem buscava socorro junto deles.
O exercício da missão recebida de Jesus requeria muita fé. O anúncio da novidade do Reino exigia dos discípulos convicção visceral de ser aquele o caminho de acesso a Deus. A realização de gestos prodigiosos, a exemplo de Jesus, só se daria num contexto de uma certeza inabalável no poder recebido do Senhor para realizar milagres. A suportação das conseqüências da missão tornava-se efetiva somente por parte de quem estava absolutamente convencido de estar servindo ao verdadeiro Senhor. Caso contrário, todo o projeto de missão iria de água abaixo.
Diante de exigências tão radicais, em certos momentos os discípulos fraquejavam e se tornavam impotentes para realizar o milagre solicitado. A declaração sincera do pai da criança doente valia também para eles. Senhor, eu creio! Mas vem ajudar minha falta de fé! ficaria igualmente bem na boca dos discípulos. Quando a fé é pequena a missão fica comprometida. Jesus não se omite, quando solicitado, para reforçar a fé de seus discípulos.
Oração
Senhor Jesus, torna a minha fé sempre mais forte e resistente, para que eu possa realizar bem a missão confiada por ti.
(O comentário do Evangelho é feito pelo Pe. Jaldemir Vitório – Jesuíta, Doutor em Exegese Bíblica, Professor da FAJE – e disponibilizado neste Portal a cada mês)
Oração
Concedei, ó Deus todo-poderoso, que, procurando conhecer sempre o que é reto, realizemos vossa vontade em nossas palavras e ações. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

REFLEXÕES DE HOJE


24 de FEVEREIRO – SEGUNDA
A CURA DE UM MENINO
Marcos reúne aqui fragmentos extraídos de várias outras narrativas de cura e exorcismo. Fica em destaque a fragilidade do entendimento dos discípulos, fica realçada a importância da fé e da oração. A fé expulsa o espírito mudo e surdo e a oração fortalece nossa fé.
"Sempre que o espírito ataca o meu filho, joga-o no chão", imagino que seja isto mesmo que os espíritos maus fazem conosco, nos joga no chão. O pai do menino descreve com detalhes o mal que aquele espírito faz ao seu filho e ele não agüenta mais, procura primeiro os discípulos, mas não adianta. Desesperado, pede a Jesus. É tanto sofrimento que ele mal acredita que pode receber a cura "SE tu quiseres...". Mas, Jesus tudo pode!
Para Anselmo Grum, um monge beneditino, podemos tirar muitas lições desta passagem: o mau que nos deixa fracos, no chão, muitas vezes nos impede de falar, de expor nossos sentimentos, tenta até mesmo nos tirar a vida, não necessariamente a vida em si, mas uma vida saudável, a alegria, o vigor.
Nossas armas para vencer esse mau é a humildade, fé e oração. O pai do menino sabia que não tinha fé suficiente e foi humilde em pedir mais, pediu que Cristo o ajudasse na sua fraqueza, na sua limitação e falar com Deus, mesmo que de forma simples, mas dirigindo-se a Ele, já é uma forma de oração.
Quando Jesus cura o menino, ele fica como morto, porque faz parte deste processo levantar-se, recuperar da queda. "Mas Jesus pegou o menino pela mão e o ajudou a ficar de pé."
Peçamos a Graça de ter humildade e ir em busca de mais fé, com súplicas e orações, pois àquele que tem fé, tudo é possível. Que busquemos sempre mais uma vida de oração. E principalmente, quando algum mau nos acometer, tenhamos força, fé e humildade para acolher a mão de Jesus, que vem nos levantar sempre.
Pai, reforça minha fé, de modo a me predispor a ser beneficiado por teu filho Jesus, por meio do qual tua misericórdia chega até a mim.

Fonte Homilia Padre Bantu Mendonça Katchipwi Sayla
HOMILIA DIÁRIA
Que Deus nos ajude a vencermos a inveja que há em nosso coração!
A inveja é um mal terrível, destrói famílias, destrói relacionamentos, destrói amizades, destrói comunidades e cria rivalidade!
”Por outra parte, a sabedoria que vem do alto é, antes de tudo, pura, depois pacífica, modesta, conciliadora, cheia de misericórdia e de bons frutos, sem parcialidade e sem fingimento” (Tg 3, 17).


A Palavra de Deus hoje nos chama a combater dentro de nós a maldita inveja e o maldito ciúme, porque se, em nosso coração, nós alimentamos o amargor do ciúme e a rivalidade dentro de nós crescem os piores sentimentos e desordens de toda espécie. Ciúmes e inveja não são uma coisa simples, são difíceis, porque eles agem em nossa vida de várias formas: veja que, por inveja do diabo, o pecado entrou no mundo, e foi por inveja e ciúmes do seu irmão que Caim matou Abel.
Sabem aquelas fofocas, aquelas conversas que começam a surgir no meio de nós, aquelas intrigas e picuinhas, depois se transformam em brigas e em verdadeiras desordens em nossas casas, nossas famílias, nas nossas Igrejas. Tudo isso começa a nascer de um coração profundamente invejoso e ciumento.
Muitas vezes, nós não percebemos a inveja em nós, não percebemos como ela cresce em nós; mas ela é um veneno amargo que vai crescendo por dentro e nos deixando pessoas azedas; e nós vamos contaminando uns aos outros com a inveja venenosa e maldosa que há dentro do nosso coração. Ela é um mal terrível, destrói famílias, destrói relacionamentos, destrói amizades, destrói comunidades; ela cria rivalidade, cria parcialidades e não age com imparcialidade.
Meus irmãos e minhas irmãs, em um profundo ato de contrição, de humildade, nós precisamos descobrir e olhar para dentro de nós e perceber os estragos que a própria inveja causou em nosso coração. Quando nós invejamos alguém, nós não queremos bem essa pessoa e, uma vez que nós não a queremos bem, nós começamos a falar mal dela; falar dela para um e para outro. E não pense que a fofoca, a calúnia, a difamação são coisas simples; não, não são! São pecados terríveis!
A maledicência é um pecado que destrói relacionamentos e reputações, é uma verdadeira injustiça contra a pessoa do próximo. Por isso Deus, hoje, está nos convidando a sermos sinceros e retos, a não sermos mais semeadores de discórdia, de brigas e fofocas; mas, pelo contrário, a sermos os semeadores da paz, da conciliação e da reconciliação!
Só pode semear a paz, só pode semear o bem, o coração que conseguiu vencer dentro de si o mal do rancor e da inveja!
Deus abençoe você!

Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Facebook Twitter
LEITURA ORANTE

Marcos 9,14-29 - "Tudo é possível a quem tem fé!"


Tudo é possível para quem tem fé"

Preparo-me para a Leitura Orante, rezando com Jacques Lebret:
Pai, fonte de luz e de calor,
envia-nos hoje a tua Palavra viva, e faze que
aceitemos sem medo o sermos por ela abrasados.

1.Leitura (Verdade)
- O que a Palavra diz?
Leio, na minha Bíblia,  Marcos 9,14-29.
Quando eles chegaram perto dos outros discípulos, viram uma grande multidão em volta deles e alguns mestres da Lei discutindo com eles. Quando o povo viu Jesus, todos ficaram admirados e correram logo para o cumprimentarem. Jesus perguntou aos discípulos:
- O que é que vocês estão discutindo com eles?
Um homem que estava na multidão respondeu:
- Mestre, eu trouxe o meu filho para o senhor, porque ele está dominado por um espírito mau e não pode falar. Sempre que o espírito ataca o meu filho, joga-o no chão, e ele começa a espumar e a ranger os dentes; e ele está ficando cada vez mais fraco. Já pedi aos discípulos do senhor que expulsassem o espírito, mas eles não conseguiram.
Jesus disse:
- Gente sem fé! Até quando ficarei com vocês? Até quando terei de aguentá-los? Tragam o menino aqui.
Quando o levaram, o espírito viu Jesus e sacudiu com força o menino. Ele caiu e começou a rolar no chão, espumando pela boca.
Aí Jesus perguntou ao pai:
- Quanto tempo faz que o seu filho está assim?
O pai respondeu:
- Ele está assim desde pequeno. Muitas vezes o espírito o joga no fogo e na água para matá-lo. Mas, se o senhor pode, então nos ajude. Tenha pena de nós!
Jesus respondeu:
- Se eu posso? Tudo é possível para quem tem fé.
Então o pai gritou:
- Eu tenho fé! Ajude-me a ter mais fé ainda!
Quando Jesus viu que muita gente estava se juntando ao redor dele, ordenou ao espírito mau:
- Espírito surdo-mudo, saia desse menino e nunca mais entre nele!
O espírito gritou, sacudiu o menino e saiu dele, deixando-o como morto. Por isso todos diziam que ele havia morrido. Mas Jesus pegou o menino pela mão e o ajudou a ficar de pé.
Quando Jesus entrou em casa, os seus discípulos lhe perguntaram em particular:
- Por que foi que nós não pudemos expulsar aquele espírito?
Jesus respondeu:
- Este tipo de espírito só pode ser expulso com oração.

Um homem levou a Jesus seu filho, que estava com um “espírito mudo”, dizendo que os discípulos não tinham conseguido expulsá-lo. O menino ficava agitado por causa do demônio. Jesus afirmou que "tudo é possível ao que crê".
“Eu creio”, disse o homem, e confessou sua fé insuficiente. Jesus expulsou o demônio
Em casa, os discípulos perguntaram por que eles não tinham conseguido expulsar o demônio. Jesus respondeu que aquele tipo de demônio só se expulsava com oração.

2. Meditação (Caminho)
- O que a Palavra diz para mim?
Neste texto, a fé aparece como dom de Deus que se conquista pela oração.A oração do pai do menino pode ser modelo de nossa oração: “Eu creio, senhor, mas ajuda-me na minha falta de fé”.No final, Jesus explica aos discípulos que também nós cristãos só podemos agir com plena força se pedirmos esta força ao Pai, em oração.
Como é a minha oração?
Freqüente?
Confiante?
Humilde?
Disseram os bispos, em Aparecida: " Cremos e anunciamos “a boa nova de Jesus, Messias, Filho de Deus” (Mc 1,1). Como filhos obedientes á voz do Pai queremos escutar a Jesus (cf. Lc 9,35) porque Ele é o único Mestre (cf. Mt 23,8). Como seus discípulos sabemos que suas palavras são Espírito e Vida (cf. Jo 6,63.68). Com a alegria da fé somos missionários para proclamar o Evangelho de Jesus Cristo e, n’Ele, a boa nova da dignidade humana, da vida, da família, do trabalho, da ciência e da solidariedade com a criação." (DAp 103).

3. Oração (Vida)
- O que a Palavra me leva a dizer a Deus?
Reze ainda com Jacques Lebret:
Venha a tua Palavra, Senhor, e,
uma vez aceso em nossos corações o teu fogo inextinguível,
nós mesmos seremos portadores deste fogo uns para os outros.
Torna-nos, Senhor, palavras quentes e luminosas,
capazes de incendiar o mundo,
a fim de que cada pessoa possa sentir-se cercada
pelas chamas infinitas do teu amor. Amém.

4. Contemplação e Missão
- Qual o meu novo olhar a partir da Palavra? (Vida).
Quero transformar minha vida em oração para  comunicar a força, a bondade e a misericórdia de Deus.

nção
- Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
- Ele nos mostre a sua face e se compadeça de nós. Amém.
- Volte para nós o seu olhar e nos dê a sua paz. Amém.
- Em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo. Amém.
Ir. Patrícia Silva, fsp
Oração Final
Pai Santo, ensina-nos o caminho da verdadeira oração. Ajuda-nos a descobrir a tua presença paterna nos dons que nos emprestas nesta vida – os irmãos, a natureza, os sinais dos tempos – todos eles mensageiros do teu amor inefável que devemos testemunhar ao mundo. Pelo Cristo Jesus, teu Filho e nosso Irmão, na unidade do Espírito Santo.

Oração do Angelus - Padre Antonello - VÍDEO - Como rezar o Ângelus






Como rezar o Ângelus:

1) O Anjo do Senhor anunciou a Maria
- E Ela concebeu pelo poder do Espírito Santo.
Ave Maria...

2) Eis aqui a serva do Senhor.
- Faça-se em Mim segundo a vossa palavra.
Ave Maria...

3) E o Verbo Divino se fez homem,
- e habitou entre nós.
Ave Maria...

4) Rogai por nós, Santa Mãe de Deus,
- para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

Oremos: Derramai ó Deus, a Vossa graça em nossos corações, para que, conhecendo pela mensagem do anjo a encarnação do Vosso filho, cheguemos por Sua Paixão e Cruz à glória da ressurreição. Por Cristo, Senhor nosso. Amém.

Glória ao Pai... (repete-se 3 vezes)

TERÇO DA MISERICÓRDIA - VÍDEOS - APRENDA A REZAR O TERÇO DA MISERICÓRDIA






"Quando rezarem este Terço junto aos agonizantes, Eu me colocarei entre o Pai e a alma agonizante, não como justo Juiz, mas como Salvador misericordioso".

JESUS, EU CONFIO EM VÓS!!!

APRENDA A REZAR O TERÇO DA MISERICÓRDIA



Para ser rezado nas contas do terço

No começo:

Pai nosso, que estais no céus, santificado seja o vosso nome; venha a nós o vosso reino, seja feita a vossa vontade, assim na terra como no céu. O pão nosso de cada dia nos dai hoje; perdoai-nos as nossas ofensas, assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido e não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal. Amém.

Ave, Maria, cheia de graça, o Senhor é convosco; bendita sois vós entre as mulheres e bendito é o fruto do vosso ventre, Jesus. Santa Maria, Mãe de Deus, rogai por nós, pecadores, agora e na hora de nossa morte. Amém.

Creio em Deus Pai, todo poderoso, criador do Céu e da Terra; e em Jesus Cristo, seu único Filho, nosso Senhor; que foi concebido pelo poder do Espírito Santo; nasceu da Virgem Maria, padeceu sob Pôncio Pilatos, foi crucificado, morto e sepultado; desceu à mansão dos mortos; ressuscitou ao terceiro dia; subiu aos céus, está sentado à direita de Deus Pai todo-poderoso, de onde há de vir a julgar os vivos e os mortos. Creio no Espirito Santo, na santa Igreja Católica, na comunhão dos santos, na remissão dos pecados, na ressurreição da carne, na vida eterna Amém.

Nas contas de Pai Nosso, dirás as seguintes palavras usando o terço de Maria:

Eterno Pai, eu Vos ofereço o Corpo e o Sangue, a Alma e a Divindade de Vosso diletíssimo Filho, Nosso Senhor Jesus Cristo, em expiação dos nossos pecados e dos do mundo inteiro.

Nas contas de Ave Maria rezarás as seguintes palavras:

Pela Sua dolorosa Paixão, tende misericórdia de nós e do mundo inteiro.

No fim, rezarás três vezes estas palavras:

Deus Santo, Deus Forte, Deus Imortal, tende piedade de nós e do mundo inteiro” 
(Diário, 476).

LITURGIA DAS HORAS

Clique no ícone abaixo
para acesso à Hora Canônica

Mensagens diárias prá vc