segunda-feira, 18 de maio de 2015

LITURGIA DIÁRIA - 19/05/2015


Tema do Dia

«Pai, chegou a hora. Glorifica o teu Filho.»

Paulo se despede dos discípulos de Éfeso, intuindo que seria o último encontro com eles. O Apóstolo antevia no seu futuro perseguições e sofrimentos, mas o que lhe importava não era sua vida, era manter a fé em Jesus de Nazaré, o Cristo ressuscitado.

Oração para antes de ler a Bíblia


Meu Senhor e meu Pai! Envia teu Santo Espírito para que eu compreenda e acolha tua Santa Palavra! Que eu te conheça e te faça conhecer, te ame e te faça amar, te sirva e te faça servir, te louve e te faça louvar por todas as criaturas. Fazei, ó Pai, que pela leitura da Palavra os pecadores se convertam, os justos perseverem na graça e todos consigam avida eterna. Amém.

3ª-feira da 7ª Semana da Páscoa
Cor: Branco

Conheça a história de


Primeira Leitura (At 20,17-27)
7ª Semana da Páscoa - Terça-feira 19/05/2015

Leitura dos Atos dos Apóstolos.

Naqueles dias, 17de Mileto, Paulo mandou um recado a Éfeso, convocando os anciãos da Igreja. 18Quando os anciãos chegaram, Paulo disse-lhes: “Vós bem sabeis de que modo me comportei em relação a vós, durante todo o tempo, desde o primeiro dia em que cheguei à Ásia. 19Servi ao Senhor com toda a humildade, com lágrimas e no meio das provações que sofri por causa das ciladas dos judeus.
20Nunca deixei de anunciar aquilo que pudesse ser de proveito para vós, nem de vos ensinar publicamente e também de casa em casa. 21Insisti, com judeus e gregos, para que se convertessem a Deus e acreditassem em Jesus nosso Senhor.
22E agora, prisioneiro do Espírito, vou para Jerusalém sem saber o que aí me acontecerá. 23Sei apenas que, de cidade em cidade, o Espírito Santo me adverte, dizendo que me aguardam cadeias e tribulações. 24Mas, de modo nenhum, considero a minha vida preciosa para mim mesmo, contanto que eu leve a bom termo a minha carreira e realize o serviço que recebi do Senhor Jesus, ou seja, testemunhar o Evangelho da graça de Deus.
25Agora, porém, tenho a certeza de que vós não vereis mais o meu rosto, todos vós entre os quais passei anunciando o Reino. 26Portanto, hoje dou testemunho diante de todos vós: eu não sou responsável se algum de vós se perder, 27pois não deixei de vos anunciar todo o projeto de Deus a vosso respeito”.

- Palavra do Senhor.
- Graças a Deus.


Responsório (Sl 67)
7ª Semana da Páscoa - Terça-feira 19/05/2015

— Reinos da terra, cantai ao Senhor.
— Reinos da terra, cantai ao Senhor.

— Derramastes lá do alto uma chuva generosa, e vossa terra, vossa herança, já cansada, renovastes; e ali vosso rebanho encontrou sua morada; com carinho preparastes essa terra para o pobre.
— Bendito seja Deus, bendito seja cada dia, o Deus da nossa salvação, que carrega os nossos fardos! Nosso Deus é um Deus que salva, é um Deus libertador; o Senhor, só o Senhor, nos poderá livrar da morte!


Evangelho (Jo 17,1-11a)
7ª Semana da Páscoa - Terça-feira 19/05/2015

Ouça: 


Pai, glorifica-me junto de ti mesmo

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 1Jesus ergueu os olhos ao céu e disse: “Pai, chegou a hora. Glorifica o teu Filho, para que o teu Filho te glorifique a ti, 2e, porque lhe deste poder sobre todo homem, ele dê a vida eterna a todos aqueles que lhe confiaste.
3Ora, a vida eterna é esta: que eles te conheçam a ti, o único Deus verdadeiro, e àquele que tu enviaste, Jesus Cristo. 4Eu te glorifiquei na terra e levei a termo a obra que me deste para fazer. 5E agora, Pai, glorifica-me junto de ti, com a glória que eu tinha junto de ti antes que o mundo existisse.
6Manifestei o teu nome aos homens que tu me deste do meio do mundo. Eram teus, e tu os confiaste a mim, e eles guardaram a tua palavra. 7Agora eles sabem que tudo quanto me deste vem de ti, 8pois dei-lhes as palavras que tu me deste, e eles as acolheram, e reconheceram verdadeiramente que eu saí de ti e acreditaram que tu me enviaste.
9Eu te rogo por eles. Não te rogo pelo mundo, mas por aqueles que me deste, porque são teus. 10Tudo o que é meu é teu e tudo o que é teu é meu. E eu sou glorificado neles. 11aJá não estou no mundo, mas eles permanecem no mundo, enquanto eu vou para junto de ti”.

— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor.


Oração para depois de ler a Bíblia


Dou-Te graças, meu Deus, pelos bons propósitos, afetos e inspirações que me comunicastes nesta meditação; peço-Te ajuda para colocá-los  em prática. Minha Mãe Imaculada, meu protetor São José e Anjo da minha guarda, intercedem todos por mim. Amém.

 

Santo Ivo Hélory de Kermartin - 19 de Maio






Santo Ivo, um santo advogado, juiz e sacerdote

Nasceu em Bretanha, região administrativa do oeste da França, em 1253.
Ivo recebeu uma ótima formação, formando-se em Filosofia, Teologia, Direito Eclesiástico e Civil. Um santo advogado, juiz e sacerdote.

Anjos de Resgate - Maria e o Anjo





Dia da semana: Terça-feira - Dedicado aos: Santos - Anjos - Senhor, Põem Teus Anjos Aqui





BOM DIA... MEU ANJO! QUE CADA MINUTO DO SEU DIA SEJA DE MUITAS ALEGRIAS.

BOM DIA! “Mantenha o FOCO no OBJETIVO; Centralize a FORÇA para LUTAR; Utilize a FÉ para VENCER!”

ÓTIMA TERÇA-FEIRA. - Aprendi que são os pequenos acontecimentos diários que tornam a vida espetacular.

ÓTIMA TERÇA-FEIRA! "Como é belo o olhar de Jesus dirigido a nós! Quanta ternura! Não percamos jamais a confiança na paciente misericórdia de Deus!" Papa Francisco

HOMÍLIA DIÁRIA, COMENTÁRIO E REFLEXÃO DO EVANGELHO DO DIA 18/05/2015

ANO B


Jo 16,29-33

Comentário do Evangelho

É preciso, pela fé, vencer o medo da morte.

Os discípulos passam da incredulidade e da incompreensão à fé e à compreensão da origem de Jesus. A reação de Jesus ante a observação dos discípulos parece um tanto irônica: “Credes agora?”. A pergunta de Jesus pode ter ao menos dois significados: pode denunciar a pretensão dos discípulos de imaginarem ter compreendido o mistério de Jesus Cristo, enviado do Pai, ou, ainda, declarar que eles permanecem mergulhados na ignorância. O que os discípulos precisam compreender é que somente a experiência mediada pelo Espírito Santo pode fazer compreender o mistério presente nas palavras e nos gestos de Jesus. É exatamente nisso que consiste a promessa de Jesus para depois da ressurreição (cf. Jo 16,12-15). A falta de fé é uma das causas do medo. É preciso, pela fé, vencer o medo da morte. Os discípulos terão de passar pela dura prova da paixão e morte de Jesus para poder chegar à verdadeira fé. Se Jesus, que conhece profundamente os seus discípulos, prevê que estes o abandonarão, ele também sabe por experiência que o Pai estará sempre com ele. A vitória do Cristo ressuscitado deve sustentar o testemunho e a missão dos discípulos ante as dificuldades e as resistências que deverão enfrentar.
Pe. Carlos Alberto Contieri
Oração
Pai, fica comigo, assim como estiveste com Jesus, e sê meu protetor quando se levantarem contra mim as forças hostis a teu Reino. E que eu seja capaz de vencê-las!

Vivendo a Palavra

Durante esta semana saboreamos a promessa do Espírito Santo, cuja chegada celebraremos no próximo domingo – Pentecostes. A Presença do Espírito em nós está sempre ligada à Paz, mas não a paz que o mundo pode dar: a Paz verdadeira que nasce da opção radical de vida pelo Reino do Pai e sua justiça.

Reflexão

Muitas vezes proclamamos com orgulho a nossa fé e procuramos vivê-la da melhor forma possível através da prática da caridade e da participação na vida comunitária. Mas seria um grande engano acreditarmos que estamos prontos para vencer todos os desafios que poderão ser propostos para a nossa fé. Os discípulos acreditaram em Jesus, no entanto fraquejaram diante da cruz. Nós devemos ter consciência que Jesus venceu o mundo, mas nós não o vencemos, e nem poderemos vencê-lo. A vitória sobre o mundo é obra de Jesus, temos que acreditar nisso e participar da sua obra para que, com ele, também nós sejamos vencedores.

Meditando o Evangelho

TENHAM CONFIANÇA!

Os discípulos, nem de longe, podiam imaginar o futuro que teriam pela frente. Intelectualmente, deram mostras de ter entendido os ensinamentos de Jesus, chegando mesmo a proclamar sua condição de enviado de Deus. E depois, quando se apresentasse a ocasião de dar testemunho público desta verdade, estariam preparados para tal desafio?
O Mestre não tinha nenhuma dúvida a este respeito. Ao chegar a hora de se declararem discípulos seus, haveriam de debandar e deixá-lo sozinho. Triste constatação para quem se julgava sintonizado com Jesus!
O realismo do Mestre não lhe permite desesperar, por causa disto. Embora sabendo que seria vítima do abandono do grupo escolhido e preparado por levar adiante sua missão, exorta-o à confiança.
Seguros quanto ao poder de Jesus sobre o mundo, os discípulos se julgavam em condições de enfrentá-lo, sem temer suas investidas e ameaças de morte. O gesto mesquinho da fuga poderá ser irrelevante, se forem capazes de retomar o projeto do Senhor e levá-lo destemidamente adiante.
A morte e a ressurreição de Jesus significam sua vitória sobre o mundo, e a desarticulação dos esquemas mundanos. Quem se confia ao Ressuscitado, apesar da ferocidade do inimigo, pode estar certo de que irá vencê-lo. A vitória de Jesus sobre o mundo foi definitiva.
Oração
Espírito de luta, que eu não me deixe intimidar pelo mundo; antes, dá-me suficiente coragem para que eu possa enfrentá-lo e vencê-lo.

Oração Final
Pai Santo, ajuda-nos a permanecermos crianças para nos entregar desarmados ao teu Espírito. Ensina-nos a ouvir o seu silêncio, a perceber sua presença discreta, a agradecer o seu Amor inefável por nós. Pelo Cristo Jesus, teu Filho e nosso Irmão, na unidade do mesmo Espírito Santo.

LITURGIA DIÁRIA - 18/05/2015


Tema do Dia

«Tenham coragem; Eu venci o mundo.»

Em Éfeso, Paulo esclarece a passagem do batismo de João – que era sinal de arrependimento e esperança naquele que devia vir depois dele – para o batismo no Espírito, em nome de Jesus, o Cristo, que nos faz sacerdotes, profetas e servidores do povo.

Oração para antes de ler a Bíblia


Meu Senhor e meu Pai! Envia teu Santo Espírito para que eu compreenda e acolha tua Santa Palavra! Que eu te conheça e te faça conhecer, te ame e te faça amar, te sirva e te faça servir, te louve e te faça louvar por todas as criaturas. Fazei, ó Pai, que pela leitura da Palavra os pecadores se convertam, os justos perseverem na graça e todos consigam avida eterna. Amém.

2ª-feira da 7ª Semana da Páscoa
Cor: Branco

Conheça a história de


Primeira Leitura (At 19,1-8)
7ª Semana da Páscoa - Segunda-feira 18/05/2015

Leitura dos Atos dos Apóstolos.

1Enquanto Apolo estava em Corinto, Paulo atravessou as regiões montanhosas e chegou a Éfeso. Aí encontrou alguns discípulos e perguntou-lhes: 2“Vós recebestes o Espírito Santo quando abraçastes a fé?” Eles responderam: “Nem sequer ouvimos dizer que existe o Espírito Santo!”
3Então Paulo perguntou: “Que batismo vós recebestes?” Eles responderam: “O batismo de João”. 4Paulo disse-lhes: “João administrava um batismo de conversão, dizendo ao povo que acreditasse naquele que viria depois dele, isto é, em Jesus”. 5Tendo ouvido isso, eles foram batizados no nome do Senhor Jesus.
6Paulo impôs-lhes as mãos e sobre eles desceu o Espírito Santo. Começaram então a falar em línguas e a profetizar.7Ao todo, eram uns doze homens. 8Paulo foi então à sinagoga e, durante três meses, falava com toda convicção, discutindo e procurando convencer os ouvintes sobre o reino de Deus.

- Palavra do Senhor.
- Graças a Deus.


Responsório (Sl 67)
7ª Semana da Páscoa - Segunda-feira 18/05/2015

— Reinos da terra, cantai ao Senhor.
— Reinos da terra, cantai ao Senhor.

— Eis que Deus se põe de pé, e os inimigos se dispersam! Fogem longe de sua face os que odeiam o Senhor! Como a fumaça se dissipa, assim também os dissipais, como a cera se derrete, ao contato com o fogo, assim pereçam os iníquos ante a face do Senhor!
— Mas os justos se alegram na presença do Senhor; rejubilam satisfeitos e exultam de alegria! Cantai a Deus, a Deus louvai, cantai um salmo a seu nome! O seu nome é Senhor: exultai diante dele!
— Dos órfãos ele é pai, e das viúvas protetor; é assim o nosso Deus em sua santa habitação. É o Senhor quem dá abrigo, dá um lar aos deserdados, quem liberta os prisioneiros e os sacia com fartura.



Evangelho (Jo 16,29-33)
7ª Semana da Páscoa - Segunda-feira 18/05/2015

Ouça: 


Tende coragem. Eu venci o mundo!

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 29os discípulos disseram a Jesus: “Eis, agora falas claramente e não usas mais figuras. 30Agora sabemos que conheces tudo e que não precisas que alguém te interrogue. Por isto cremos que vieste da parte de Deus”. 31Jesus respondeu: “Credes agora? 32Eis que vem a hora – e já chegou – em que vos dispersareis, cada um para seu lado, e me deixareis só. Mas eu não estou só; o Pai está comigo. 33Disse-vos estas coisas para que tenhais paz em mim. No mundo, tereis tribulações. Mas tende coragem! Eu venci o mundo!”

— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor.


Oração para depois de ler a Bíblia


Dou-Te graças, meu Deus, pelos bons propósitos, afetos e inspirações que me comunicastes nesta meditação; peço-Te ajuda para colocá-los  em prática. Minha Mãe Imaculada, meu protetor São José e Anjo da minha guarda, intercedem todos por mim. Amém.