quarta-feira, 24 de abril de 2013

Não temamos o Juízo Final e vivamos em oração e amor, exorta o Papa Francisco - Audiência Geral


VATICANO, 24 Abr. 13 / 02:00 pm (ACI/EWTN Noticias).- Em sua catequese da audiência geral ante mais de 80 mil fiéis congregados na Praça de São Pedro, o Papa Francisco exortou não ter medo ao juízo final e viver o amor para viver melhor o presente.
O Santo Padre dedicou sua catequese a refletir em três textos do Evangelho que ajudam a entrar no mistério de uma das verdades que se professam no Credo: que Jesus "de novo virá na glória para julgar os vivos e os mortos".

Dia da semana: Quinta-feira - Dedicado ao - Santíssimo Sacramento - JESUS- O PÃO VIVO DESCIDO DO CÉU




Ao Teu Encontro

O meu coração tem sede de amar,
Vim ao teu encontro ansiosa em Te adorar!

Meu Deus, eu creio e adoro, espero e Te amo,
Por aqueles que não Te amam!

O Céu se faz presente aqui e olhas para mim
Por que me amas sem igual!
[2x]


Tão Sublime Sacramento

Tão Sublime Sacramento, adoremos neste altar,
Pois o Antigo Testamento, deu ao Novo seu lugar,
Venha a fé, por suplemento
Os sentidos completar
Ao eterno Pai cantemos e a Jesus o Salvador,
Ao Espírito exaltemos na Trindade eterno amor.
Ao Deus uno e trino demos a alegria (aleluia)do louvor.
Amém
Para adorar Jesus no Santíssimo Sacramento 
visite o Sacrário de sua Paróquia, lá a presença real.

TERÇO DA LIBERTAÇÃO CANTADO - JOÃO GREGÓRIO - VÍDEO

Terço do Espírito Santo - VÍDEO

Terço da Fé - VÍDEO

Terço de Cura e Libertação - VÍDEO

TERÇO DA DIVINA PROVIDÊNCIA - VÍDEO


TERÇO DA MISERICÓRDIA - VÍDEOS







JESUS, EU CONFIO EM VÓS!!!

Oração do Angelus - Padre Antonello - VÍDEO

LITURGIA DAS HORAS

Clique no ícone abaixo
para acesso à Hora Canônica

Oração desta Hora

Terço - Mistérios Luminosos - Quinta-Feira


Terço do Rosário: Mistérios Luminosos




São Marcos Evangelista - 25 de Abril






Celebramos com muita alegria a vida de santidade de um dos quatro Evangelistas: São Marcos. Era judeu de origem e de uma família tão cristã que sempre acolheu aos primeiros cristãos em sua casa: "Ele se orientou e dirigiu-se para a casa de Maria, mãe de João, chamado Marcos; estava lá uma numerosíssima assembléia a orar" (Atos 12,12).

HOMÍLIA, COMENTÁRIO E REFLEXÃO DO EVANGELHO DO DIA 25/04/2013

25 de Abril de 2013

Ano C

 

Marcos 16,15-20

Comentário do Evangelho


Segundo a tradição dos apóstolos

Sabemos que o autor do segundo evangelho é Marcos pelo testemunho do Bispo de Hierápolis, na Ásia Menor, em meados do século II d.C., testemunho retido na “História Eclesiástica”, de Eusébio de Cesareia. Não há no evangelho nenhum testemunho textual que nos pudesse fazer chegar a tal conclusão.
Eusébio de Cesareia (263-339 dC), referindo-se a Papias (~120 d.C.), afirma: “É exatamente isto que o presbítero tinha o hábito de dizer: Marcos, tendo sido intérprete de Pedro, escreveu com cuidado, ainda que sem ordem, tudo o que ele se lembrava dos ditos e feitos do Senhor. Porque não é o Senhor que ele tinha escutado e seguido, mas Pedro, e isto bem mais tarde somente, como eu disse. Este dava seu ensinamento segundo as necessidades, sem estabelecer uma sequência ordenada nas sentenças do Senhor…”.
Não foi, segundo o testemunho de Papias, a Jesus que ele seguiu, mas a Pedro. Era, provavelmente, uma espécie de intérprete de Pedro. O Evangelho escrito por ele é o mais antigo dos quatro. Data do ano de 70 d.C. Há, no Novo Testamento, várias menções de Marcos: At 12,12 fala de um João, de cognome Marcos; em At 12,25; 13,5.13; 15,37-39, ele acompanhava Paulo e Barnabé; em Cl 4,10, esteve em Roma; e 1Pd 5,13 apresenta-o como colaborador de Pedro.
Carlos Alberto Contieri, sj


Vivendo a Palavra

Jesus foi levado ao céu e deixou sua missão como legado para a Igreja: ir pelo mundo inteiro, anunciando a Boa Notícia do Reino de Deus, que já está presente em nós e entre nós, ainda que não em sua plenitude. Um dia nós o viveremos plenamente nos braços amorosos do Pai Misericordioso.

COMENTÁRIOS DO EVANGELHO

FAÇA UMA DOAÇÃO AO NPDBRASIL...

1. Marcos
(O comentário do Evangelho abaixo é feito pelo Diácono José da Cruz - Diácono da Paróquia Nossa Senhora Consolata – Votorantim – SP)

Na Festa de São Marcos Evangelista o evangelho do dia é dele próprio. Interessante porque nada diz sobre ele próprio mas o que está no centro das atenções é o mandato missionário que os discípulos recebem. Embora na sequência dos sinóticos Marcos aparece em segundo lugar, na verdade ele é o primeiro evangelho escrito. Segundo a tradição da igreja, Marcos sempre cedeu sua casa para a reunião dos primeiros cristãos da Igreja primitiva e até dizem que em sua casa teria acontecido a Santa Ceia. Foi um Missionário ardoroso e evangelizou o Egito, Chipre e Alexandria.

Nós olhamos para o fato lá há dois mil anos atrás e achamos muito natural que Marcos seja um grande Santo, e tenha evangelizado com tanto ardor missionário outras regiões ale da Palestina. Parece que tudo foi bem fácil...Mas não foi assim! O Cristianismo era algo novo e desconhecido pelo mundo. Das regiões evangelizadas tomemos como exemplo o Egito com todas as suas divindades, crenças e tradições. Marcos não inventou um Jesus para cada uma dessas Nações, mas foi fiel ao mandato recebido, não mudou uma só vírgula ou letra. Eis a bela mensagem desse dia de Festa em nossa Igreja...

A ordem de Jesus foi uma só : "Ide por todo mundo e pregai o evangelho a toda criatura". O jeito, a forma e o modo, compete a cada Cristão descobrir, de acordo com o seu tempo, como falar de Jesus para as pessoas. A Igreja desde o V CELAM resgatou e redescobriu a sua essência evangelizadora, a sua missão primária e a partir daí, inclusive no Documento de Aparecida, insiste na ideia de Discípulos Missionários, destacando as Urgências na evangelização, no Documento 94 das DGAE .

Tanto quanto naquele tempo, em nossos dias também, a missão de evangelizar é sempre desafiadora. Quanto aos sinais, expulsa-se demônios quando se estabelece Justiça, amor e igualdade nas relações fraternas, fala-se novas linguagens com novo ardor, para as gerações contemporâneas, serpentes e venenos da Pós Modernidade, Relativismo e outros contra valores, não conseguirão impedir de comprimirmos a nossa missão, e o homem enfermo da alma, pela descrença e indiferentismo religioso, será curado mediante essa Verdade, anunciada e Vivida pelos Cristãos.

Que São Marcos nos ajude e interceda por todos nós, Discípulos e Missionários do Senhor!

2. Segundo a tradição dos apóstolos
(O comentário do Evangelho abaixo é feito por Carlos Alberto Contieri, sj - e disponibilizado no Portal Paulinas)
VIDE ACIMA
ORAÇÃO
Senhor Jesus, contemplando tua ascensão para junto do Pai, assumo a tarefa de levar, ao mundo inteiro e a toda criatura, a mensagem do teu Evangelho.

3. MARCOS EVANGELISTA
(O comentário do Evangelho abaixo é feito pelo Pe. Jaldemir Vitório – Jesuíta, Doutor em Exegese Bíblica, Professor da FAJE – e disponibilizado no Portal Dom Total a cada mês).

A tradição identifica o autor deste Evangelho com João Marcos, que foi com Barnabé, seu primo, e com Paulo para a primeira viagem missionária a partir de Antioquia (At 13,2.5). Seria também o filho de Maria, em cuja casa Pedro se abrigou em Jerusalém (At 12,12).

Marcos escreveu seu Evangelho provavelmente no ano 65, sendo depois, nas décadas de 80 e 90, seguido pelos Evangelhos de Mateus, Lucas e João. Marcos, em seu texto, resgata as memórias históricas de Jesus de Nazaré, abandonadas pela visão cristológica que se concentrava no Jesus ressuscitado (Cristo).

Seu Evangelho termina com a narrativa das mulheres que encontram o túmulo de Jesus vazio e são avisadas pelo anjo de que "Jesus, de Nazaré, o crucificado... vos precede na Galiléia...".

As narrativas de aparições do ressuscitado (Mc 16,9-20) são acréscimos posteriores, feitos pela Igreja estruturada, provavelmente já no segundo século, a qual achou por bem reforçar neste Evangelho a dimensão do Cristo glorioso.

A certeza que nos alimenta e nos encoraja ao testemunho

Postado por: homilia

abril 25th, 2013


O anúncio do Evangelho obriga os homens a uma opção. Quem aderir à proposta que Jesus faz, chegará à vida plena e definitiva; mas quem recusar essa proposta, ficará à margem da salvação. A tarefa, ao qual os discípulos são chamados a fazer, atingirá “a toda criatura”.
Tornar-se discípulo é, em primeiro lugar, aprender os ensinamentos de Jesus a partir de Suas Palavras, dos Seus gestos, da Sua vida oferecida por amor.
É um tremendo desafio testemunhar, hoje no mundo, os valores do “Reino”. Com frequência, os discípulos de Jesus são objetos da irrisão e do escárnio dos homens, porque insistem em testemunhar que a felicidade está no amor e no dom da vida. Com frequência, os discípulos de Jesus são apresentados como vítimas de uma máquina de escravidão, que produz escravos, alienados, vítimas do obscurantismo, porque insistem em testemunhar que a vida plena está no perdão, no serviço, na entrega da vida.
A missão que Jesus confiou aos discípulos é uma missão universal: as fronteiras, as raças, a diversidade de culturas, não podem ser obstáculos para a presença da proposta salvífica de Jesus no mundo. Tenho consciência de que a missão confiada aos discípulos é universal? Tenho consciência de que Jesus me envia também a todos os homens – sem distinção de raças, etnias, diferenças religiosas, sociais ou econômicas – para lhes anunciar a salvação, a vida definitiva? Tenho consciência de que sou responsável pela vida, pela felicidade e pela liberdade de todos os meus irmãos – mesmo que eles habitem no outro lado do mundo?
O confronto com o mundo gera, muitas vezes, nos discípulos, desilusão, sofrimento e frustração. Nos momentos de decepção e desilusão, como tenho reagido? Se ainda algum dia tiver de chorar, consolar-me-á a certeza da presença de Jesus: “Eu estarei convosco até ao fim dos tempos”. Esta certeza deve nos alimentar e encorajar no testemunho d’Aquele que nos envia e em quem acreditamos: Jesus Cristo nosso Senhor!
Padre Bantu Mendonça
LEITURA ORANTE

Mc 16,15-20 - Ascensão e envio dos discípulos



Preparo-me para a Leitura Orante,
orando com todos que se encontram na rede da internet
Espírito de verdade,
a ti consagro a mente e meus pensamentos:
ilumina-me.
Que eu conheça Jesus Mestre
compreenda e me torne um/a anunciador/a
do seu Evangelho.

1. Leitura (Verdade)
O que diz o texto do dia?
Leio atentamente, na Bíblia, o texto: Mc 16,15-20, e releio as expressões mais fortes.
Então ele disse:- Vão pelo mundo inteiro e anunciem o evangelho a todas as pessoas. Quem crer e for batizado será salvo, mas quem não crer será condenado. Aos que crerem será dado o poder de fazer estes milagres: expulsar demônios pelo poder do meu nome e falar novas línguas; se pegarem em cobras ou beberem algum veneno, não sofrerão nenhum mal; e, quando puserem as mãos sobre os doentes, estes ficarão curados. Depois de falar com eles, o Senhor Jesus foi levado para o céu e sentou-se do lado direito de Deus. Os discípulos foram anunciar o evangelho por toda parte. E o Senhor os ajudava e, por meio de milagres, provava que a mensagem deles era verdadeira.

Jesus manda os discípulos irem ao encontro das pessoas, com um objetivo claro: anunciar o Evangelho. Não diz a eles para esperarem que as pessoas venham, mas para eles tomarem a iniciativa e irem comunicar a Boa Notícia.
Pela fé, coisas humanamente "impossíveis", aconteceriam. Os discípulos foram e o Senhor estava com eles, os ajudava.

2. Meditação (Caminho)
O que o texto diz para mim, hoje?
Também eu sou uma pessoa convocada para ser discípulo/a e missionário/a de Jesus.
. O encontro com Jesus Cristo, é o ponto de partida de um processo que culmina na minha maturidade como discípulo/a e deve renovar-se constantemente pelo meu testemunho pessoal, e pela missão: “Vão pelo mundo inteiro”.
• A conversão é a minha resposta inicial no seguimento de Jesus Cristo;
• O discipulado me leva ao amadurecimento no conhecimento, na fé e no seguimento de Jesus Mestre.
• Vivo a comunhão, pois não pode haver vida cristã fora da comunidade: na minha família, na paróquia, no meu grupo.
. Sou uma pessoa em missão, que vivo a partilha de minha experiência de Deus aos outros.

3.Oração (Vida)
O que o texto me leva a dizer a Deus? 
Rezo com Dom Pedro Casaldáliga:

Oração da Comunicação
Deus do Amor,
que te dás sempre em comunhão criadora,
Deus da Vida partilhada
frente aos processos de morte,
Deus da Palavra encarnada em Jesus de Nazaré,
a serviço da Verdade,
na convivência da Paz,
pelas veredas da História…
Ensina-nos a escutar
o silêncio e o clamor dos deserdados da Terra.
Ensina-nos a falar a Boa Nova do Reino
bem no alto dos telhados e no coração do mundo.
Que sejamos testemunhas da invencível Esperança,
que consagremos a mídia ao serviço do Evangelho
em abertura ecumênica,
em plenitude ecológica,
nos Povos da Nossa América,
em cultura solidária entre todas as culturas

4.Contemplação (Vida e Missão)
Qual meu novo olhar a partir da Palavra?
Com os bispos da América Latina e Caribe, sinto que posso procurar
“a) Conhecer e valorizar esta nova cultura da comunicação.
b) Promover a formação profissional na cultura da comunicação de todos os agentes e cristãos. c) Formar comunicadores profissionais competentes e comprometidos com os valores humanos e cristãos na transformação evangélica da sociedade, com particular atenção aos proprietários, diretores, programadores e locutores.
d) Apoiar e otimizar, por parte da Igreja, a criação de meios de comunicação social próprios, tanto nos setores televisivos e de rádio, como nos sites de Internet e nos meios impresso.
e) Estar presente nos meios de comunicação de massa: imprensa, rádio e TV, cinema digital, sites de Internet, fóruns e tantos outros sistemas para introduzir neles o mistério de Cristo.
f) Educar na formação crítica quanto ao uso dos meios de comunicação a partir da primeira idade;
g) Animar as iniciativas existentes ou a serem criadas neste campo, com espírito de comunhão.
h) Acompanhar leis protejam as crianças, jovens e as pessoas mais vulneráveis para que a comunicação não transgrida os valores e, ao contrário, criem critérios válidos de discernimento.
i) Ajudar tanto as pastorais de comunicação como os meios de comunicação de inspiração católica a encontrar seu lugar na missão evangelizadora da Igreja.“ (DAp, 486).

Bênção 
- Deus nos abençoe e nos guarde. Amém. 
- Ele nos mostre a sua face e se compadeça de nós. Amém. 
- Volte para nós o seu olhar e nos dê a sua paz. Amém. 
- Abençoe-nos Deus misericordioso, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém. 

Irmã Patrícia Silva, fsp

Oração Final
Pai Santo, dá-nos uma fé viva, eficaz, e a consciência da missão por realizar junto aos peregrinos desta terra. Não permitas, Pai amado, a acomodação de quem pensa já ter alcançado a vitória. Faze-nos discípulos missionários do teu Reino, seguidores do Cristo Jesus, teu Filho e nosso Irmão, que contigo reina na unidade do Espírito Santo.


LITURGIA DIÁRIA - 25/04/2013




Tema do Dia

São Marcos, Evangelista

O Evangelho de Marcos é o mais antigo, mais breve e de linguagem mais objetiva. Foi escrito em Roma e, entre seus leitores, certamente havia gentios. Sua palavra se dirigia também aos não judeus, mostrando a vocação universal da Igreja de Jesus.

Oração para antes de ler a Bíblia


Meu Senhor e meu Pai! Envia teu Santo Espírito para que eu compreenda 

e acolha tua Santa Palavra! Que eu te conheça e te faça conhecer, te ame

 e te faça amar, te sirva e te faça servir, te louve e te faça louvar por

 todas as criaturas. Fazei, ó Pai, que pela leitura da Palavra os pecadores

se convertam, os justos perseverem na graça e todos consigamos 

a vida eterna. Amém.


Vermelho. São Marcos, Evangelista, Festa


Primeira leitura (1º Pedro 5,5b-14)
Quinta-Feira, 25 de Abril de 2013 
São Marcos, evangelista

Leitura da Primeira Carta de São Pedro.

Caríssimos, 5brevesti-vos todos de humildade no relacionamento mútuo, porque Deus resiste aos soberbos, mas dá a sua graça aos humildes. 6Rebaixai-vos, pois, humildemente, sob a poderosa mão de Deus, para que, na hora oportuna, ele vos exalte.
7Lançai sobre ele toda a vossa preocupação, pois ele é quem cuida de vós. 8Sede sóbrios e vigilantes. O vosso adversário, o diabo, rodeia como um leão a rugir, procurando a quem devorar. 9Resisti-lhe, firmes na fé, certos de que iguais sofrimentos atingem também os vossos irmãos pelo mundo afora. 10Depois de terdes sofrido um pouco, o Deus de toda a graça, que vos chamou para a sua glória eterna, em Cristo, vos restabelecerá e vos tornará firmes, fortes e seguros.
11A ele pertence o poder, pelos séculos dos séculos. Amém. 12Por meio de Silvano, que considero um irmão fiel junto de vós, envio-vos esta breve carta, para vos exortar e para atestar que esta é a verdadeira graça de Deus, na qual estais firmes. 13A igreja que está em Babilônia, eleita como vós, vos saúda, como também, Marcos, o meu filho. 14Sau­dai-vos uns aos outros com o abraço do amor fraterno. A paz esteja com todos vós que estais em Cristo. 

- Palavra do Senhor. 
- Graças a Deus.


Salmo (Salmos 88)
Quinta-Feira, 25 de Abril de 2013 
São Marcos, evangelista

— Ó Senhor, eu cantarei eternamente o vosso amor.
— Ó Senhor, eu cantarei eternamente o vosso amor.

— Ó Senhor, eu cantarei eternamente o vosso amor, de geração em geração eu cantarei vossa verdade! Porque dissestes: “O amor é garantido para sempre!” E a vossa lealdade é tão firme como os céus.
— Anuncia o firmamento vossas grandes maravilhas, e o vosso amor fiel, a assembleia dos eleitos, pois, quem pode, lá nas nuvens ao Senhor se comparar e quem pode, entre seus anjos, ser a ele semelhante?
— Quão feliz é aquele povo que conhece a alegria; seguirá pelo caminho, sempre à luz de vossa fa
ce! Exultará de alegria em vosso nome dia a dia, e com grande entusiasmo exaltará vossa justiça.


Evangelho (Marcos 16,15-20)
Quinta-Feira, 25 de Abril de 2013 
São Marcos, evangelista


Anunciai a Boa-Nova a toda criatura! 

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Marcos.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, Jesus se manifestou aos onze discípulos, 15e disse-lhes: “Ide pelo mundo inteiro e anunciai o Evangelho a toda criatura! 16Quem crer e for batizado será salvo. Quem não crer será condenado. 17Os sinais que acompanharão aqueles que crerem serão estes: expulsarão demônios em meu nome, falarão novas línguas; 18se pegarem em serpentes ou beberem algum veneno mortal não lhes fará mal algum; quando impuserem as mãos sobre os doentes, eles ficarão curados”. 
19Depois de falar com os discípulos, o Senhor Jesus foi levado ao céu, e sentou-se à direita de Deus. 20Os discípulos então saíram e pregaram por toda parte. O Senhor os ajudava e confirmava sua palavra por meio dos sinais que a acompanhavam. 

- Palavra da Salvação. 
- Glória a vós, Senhor.


Oração para depois de ler a Bíblia


Dou-Te graças, meu Deus, pelos bons propósitos, afetos e inspirações
que me comunicastes nesta meditação; peço-Te ajuda para colocá-los  em prática.
Minha Mãe Imaculada, meu protetor São José e Anjo da minha guarda, intercedeis todos por mim. Amém.

BOM DIA!

Os bispos na Conferência de Aparecida, disseram: (DAp 18)


TROUXE FLORES PARA ALEGRAR SUA QUINTA-FEIRA!

BOA NOITE! QUE AS ESTRELAS SEJAM SUAS DOCES COMPANHIAS.

Milagre das Rosas de Santa Teresinha (assista até o fim, é emocionante)




SANTA TERESINHA DO MENINOS JESUS E DA SAGRADA FACE,
ROGAI POR NÓS!

"Eu e a minha casa serviremos ao Senhor." (Josué 14,15) - Uma Chuva de Bençãos Desça Sobre Sua Casa!

Uma Chuva de Bençãos Desça Sobre Sua Casa!
  (_....__..._) _(.. (  ...)
  /(_...._)(_...._..._)\
 // / / / / | \ \ \
 / / / / | \ \ 

O nosso pai São José


Homem que agradou a Deus

Não é sem razão que a Igreja, no meio da Quaresma, tira o roxo no dia 19 de março e coloca o branco na liturgia, para celebrar a festa de São José, esposo da Virgem Maria. Entre todos os homens do seu tempo, Deus escolheu o glorioso São José para ser pai adotivo de seu Filho divino e humanado. E Jesus lhe era submisso, como mostra São Lucas.

PECADO


Para muitos não há mais luta contra o pecado, mas uma inclinação a ele.

Para muitos, já não existe mais a luta contra o pecado uma vez que existe uma inclinação a ele, e muitas oportunidades para cometê-lo. Muitas vezes, quando existe um "amigo" que nos leva a fazer aquilo que é errado, nós, sem nos esforçarmos muito, já entramos no pecado e vamos “bebendo-o", nos amarrando nos sentidos, nos sentimentos e acabamos presos por ele [pecado], porque ele é muito mais do que uma doença.