segunda-feira, 29 de julho de 2013

TERÇOS – VÍDEOS

TERÇO DA DIVINA PROVIDÊNCIA
 

TERÇO DE CURA E LIBERTAÇÃO
 

TERÇO DA FÉ
 

TERÇO DO ESPÍRITO SANTO
 

TERÇO DA LIBERTAÇÃO CANTADO - JOÃO GREGÓRIO

TERÇO DA MISERICÓRDIA - VÍDEOS






"Quando rezarem este Terço junto aos agonizantes, Eu me colocarei entre o Pai e a alma agonizante, não como justo Juiz, mas como Salvador misericordioso".

JESUS, EU CONFIO EM VÓS!!!

Oração do Angelus - Padre Antonello - VÍDEO

LITURGIA DAS HORAS

Clique no ícone abaixo
para acesso à Hora Canônica

Oração desta Hora

Terço - Mistérios Dolorosos - Terça-feira e Sexta-Feira.


Terço do Rosário: Mistérios Dolorosos




HOMÍLIA, COMENTÁRIO E REFLEXÃO DO EVANGELHO DO DIA 30/07/2013

30 de Julho de 2013

Ano C


Mt 13,36-43

Comentário do Evangelho

Em Cristo, o mal é vencido


À parte, em casa, os discípulos pedem uma explicação da parábola do joio (vv. 24-30). Trata-se de uma aplicação posterior da parábola que anteriormente explicamos.
É bastante provável que a explicação da parábola não remonte a Jesus, mas às necessidades da pregação cristã posterior.
Jesus explicita um a um os termos da parábola (vv. 37-39). Apoiado por imagens de Sofonias 1,3 e de Daniel 12,3, Jesus compara a colheita ao juízo final (vv. 40-42). O versículo final afirma que o mal não triunfará: “Os justos brilharão como o sol no Reino de seu Pai” (v. 43).
É preciso tirar para vida cristã a conclusão e as consequências desta afirmação. Para os cristãos perseguidos e ameaçados por causa de sua fé, é preciso manter viva a esperança de que, em Cristo, o mal já foi vencido, por isso não há o que temer, por que ele mesmo nos faz participantes de sua vitória sobre o mal e a morte.

Carlos Alberto Contieri, sj


Vivendo a Palavra

Não poucas vezes nós sentimos a tentação de arrancar o joio antes do tempo. Diante dos acontecimentos do mundo, em que vemos irmãos maltratando e até matando irmãos, temos o desejo de fazer justiça com as próprias mãos. Lembremos do Evangelho, que nos ensina a aguardar o tempo da colheita. Mais do que justo, nosso Pai é misericordioso.
Reflexão

Jesus contou a parábola do trigo e do joio para toda a multidão, mas depois, os discípulos o procuram para uma maior compreensão da parábola. Assim, existem aquelas pessoas que apenas ouvem o que Jesus tem a dizer e se dão por satisfeitas, porém, existem aquelas pessoas que querem sabem mais, querem aprofundar a fé. Existem as pessoas que não valorizam plenamente a fé, então aprendem o mínimo e se dão por satisfeitas. Para quem quer verdadeiramente ser discípulo de Jesus, sempre há oportunidade para ir além no conhecimento das verdades da fé com a finalidade de agir melhor segundo os critérios do Evangelho.

Meditação

Deus é infinitamente paciente! E eu? Procuro praticar a paciência? - Procuro ser trigo ou... sou uma verdadeira “cizânia” no mundo? - Há “cizânias” entre os que convivem comigo? - Há muito “trigo” também? - Contribuo para que meus irmãos sejam “trigo” no grande campo de Deus?
Padre Geraldo Rodrigues, C.Ss.R

COMENTÁRIOS DO EVANGELHO

FAÇA UMA DOAÇÃO AO NPDBRASIL...

1. Casa, lugar do conhecimento
(O comentário do Evangelho abaixo é feito pelo Diácono José da Cruz - Diácono da Paróquia Nossa Senhora Consolata – Votorantim – SP)

A palavra “Casa” que aparece no início do evangelho, não é apenas um advérbio de lugar, mas é uma referência importante tratando-se de um lugar especial onde os discípulos estão sequiosos por um conhecimento mais aprofundado da Palavra anunciada por Jesus, que agora, deixando de lado a linguagem comparativa das parábolas, fala as claras sobre o significado do ensinamento, poderíamos dizer que, depois de dar “mingau”  ou “papinha” a multidão, vai dar aos seus discípulos um alimento mais sólido.

A nossa Igreja só recentemente é que vem valorizando a formação dos leigos, em cursos organizados pela arquidiocese, ou nas próprias paróquias, e assim, comunidade é essa “Casa” onde na nossa experiência com o Senhor, vamos aprofundando o seu ensinamento nas verdades reveladas por Deus. Comunidade não deve ser só o lugar do SENTIR, mas também do PENSAR, para que se tenha o discernimento mais preciso sobre o Reino de Deus, que em forma de semente foi plantado por Jesus no coração do homem.

Quando não se aprofunda esse rico ensinamento, e se prefere ficar só na “papinha ou mingau”, a nossa Fé não é tão consistente e acabamos confundindo joio com o trigo e este Jôio, plantado em nós pelo Malígno, nos desfigura totalmente, tornando-nos imagem do Malígno e não de Deus e quanto menos conhecimento tem,os da palavra, mais vamos perdendo a capacidade de discernir, e mais vamos cultivando o joio em nosso coração, confundindo-o com o trigo.

Daí que um belo dia seremos surpreendidos, no dia da colheita, quando o Senhor mandar recolher o trigo em seus celeiros, quando descobrirmos que perdemos tempo em nossa vida, cultivando joio, iremos então sentir um ódio mortal por termos sido enganados pelo Mal, mas aí será muito tarde e só nos restará remoer o nosso ódio, com um choro amargo e o ranger de dentes.

Que tal começar agora, a fazer uma limpeza no jardinzinho do nosso coração, arrancando sem piedade o joio, e cultivando com alegrias o trigo bom? Para isso é preciso buscar o conhecimento da Palavra, nessa casa que é a nossa comunidade, onde o Senhor nos fala direto ao coração.

2. Em Cristo, o mal é vencido
(O comentário do Evangelho abaixo é feito por Carlos Alberto Contieri, sj - e disponibilizado no Portal Paulinas)
VIDE ACIMA
ORAÇÃO
Pai, que as pressões dos filhos do Maligno jamais sejam suficientemente fortes para me levar a renunciar à minha condição de filho do Reino. Quero estar sempre a teu serviço.

3. EXPLICAÇÃO NECESSÁRIA
(O comentário do Evangelho abaixo é feito pelo Pe. Jaldemir Vitório – Jesuíta, Doutor em Exegese Bíblica, Professor da FAJE – e disponibilizado no Portal Dom Total a cada mês).
Os discípulos não compreenderam a parábola do joio e do trigo. Sendo assim, como acontecera com a parábola do semeador, Jesus percebeu ser necessário dar-lhes uma explicação. E o fez, identificando cada elemento da parábola, a partir do horizonte religioso dos discípulos.
A perspectiva escatológica é patente na interpretação de Jesus. Ou seja, decifra-se o sentido da parábola, a partir do fim do mundo. Só então não haverá dúvida de quem, ao longo da vida, comportou-se como filho do Reino, identificado com o trigo, e quem se comportou como filho do Maligno, identificado com o joio. A diversidade de filiação depende do direcionamento do coração humano. Quem dirigiu seu coração para Jesus e permitiu que a semente plantada por ele pruduzisse frutos de amor e justiça, haverá de brilhar como Sol, junto do Pai. Quem, pelo contrário, optou por abrir o coração ao demônio e deixá-lo plantar aí sua semente e, por conseguinte, entregou-se a uma vida de escândalos e iniqüidades, pode contar com a condenação.
A parábola visava alertar os discípulos. Nada impedia que o demônio lançasse sua semente também em seus corações, desviando-os do caminho do amor e lançando-os nas sendas da injustiça. Se fossem suficientemente inteligentes, não teriam dificuldade em reconhecer para onde estavam caminhando.
Oração
Senhor Jesus, dá-me inteligência para reconhecer e repelir a ação do maligno, como também para acolher, com amor, a boa semente que queres plantar em meu coração.
Evitemos o mal da fofoca
A primeira coisa a ser evitada é o mal da fofoca. Não fale daquilo que você não sabe. Não diga daquilo que você não tenha a certeza. 
Jesus, hoje, veio explicar para nós a maravilha que é a parábola do joio. E o próprio Senhor mostra para nós que a boa semente é Ele mesmo. O campo é o mundo onde nós vivemos. A boa semente, o trigo, são os que pertencem ao Reino. E o joio são aqueles que pertencem ao Maligno.
Mas o inimigo, aquele que semeia o joio, a coisa ruim, esse é o diabo. E a colheita onde vai se separar o joio do trigo será o fim dos tempos.
Mas deixa eu dizer uma coisa a você: quem semeia o joio é o Maligno, e nós não podemos compartilhar da sua ação, das suas maldades, das coisas ruins que ele faz na vida das pessoas.
E você sabe o quanto o joio nos atrapalha. E mais do que isso: o quanto o joio nos destrói! O joio que o Maligno semeia em nosso meio são as intrigas, as fofocas, as divisões, as mentiras. E as consequências depois serão desastrosas. Nós já fomos vítimas, e percebemos o quanto as pessoas também são vítimas da ação do Maligno, porque ele veio – e está agindo – para separar, dividir, corroer e destruir aquilo que a boa semente, que a Palavra de Deus, faz em nossa vida.
A bondade de Deus que existe no mundo, o joio muitas vezes – quando não é combatido – entra com força e faz a sua obra.
Quero chamar a sua atenção para que eu e você não sejamos objetos do mal, não sejamos usados para semear primeiramente a discórdia.
Então, a primeira coisa a ser evitada é o mal da fofoca. Não fale daquilo que você não sabe. Não diga daquilo que você não tenha a certeza. E mesmo que você saiba, que tenha a certeza, não fale se isso não fará bem.
Muito cuidado com essas falsas pretensões de querer ajudar mas, no fundo, nós estamos semeando o mal e a discórdia em nosso meio. Não sejamos instrumentos do mal. Sejamos o bom trigo do Coração de Jesus.
Que Deus abençoe você.

Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova.Facebook Twitter
LEITURA ORANTE

Mt 13,36-43 - A vida é uma tensão:joio-trigo



Preparo-me para a Leitura Orante, rezando, com todos os internautas:
Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.
Espírito Santo
que procede do Pai e do Filho,
tu estás em mim, falas em mim,
rezas em mim, ages em mim.
Ensina-me a fazer espaço à tua Palavra,
tua oração,à tua ação em mim
para que eu possa conhecer
o mistério da vontade do Pai.
Amém.

1. Leitura (Verdade)
O que diz o texto do dia?
Leio atentamente o texto: Mt 13,36-43
Então Jesus deixou a multidão e voltou para casa. Os discípulos chegaram perto dele e perguntaram: 
- Conte para nós o que quer dizer a parábola do joio. 
Jesus respondeu: 
- Quem semeia as sementes boas é o Filho do Homem. O terreno é o mundo. As sementes boas são as pessoas que pertencem ao Reino; e o joio, as que pertencem ao Maligno. O inimigo que semeia o joio é o próprio Diabo. A colheita é o fim dos tempos, e os que fazem a colheita são os anjos. Assim como o joio é ajuntado e jogado no fogo, assim também será no fim dos tempos. O Filho do Homem mandará os seus anjos, e eles ajuntarão e tirarão do seu Reino todos os que fazem com que os outros pequem e também todos os que praticam o mal. Depois os anjos jogarão essas pessoas na fornalha de fogo, onde vão chorar e ranger os dentes de desespero. Então o povo de Deus brilhará como o sol no Reino do seu Pai. Se vocês têm ouvidos para ouvir, então ouçam.Jesus, como bom Mestre, explica aos apóstolos a parábola do joio e do trigo. E é claro: Deus semeia boas sementes. O inimigo semeia o joio. O joio (em grego zizanion, cizânia) é uma gramínea que parecia muito com trigo até que amadurecesse. A "cizânia, capim-cevadinha, uma erva perturbadora nos trigais, parecida com trigo" acaba sendo trigo bastardo, com seus grãos são pretos.
O terreno é o mundo. Juntos são semeados: o trigo e o joio. O bem e o mal. Crescem juntos. Fala também da colheita. É nesta ocasião que o joio será queimado. Então, o Mestre diz que o joio são as pessoas que praticam o mal. Estas vão chorar e sofrer o desespero, enquanto que os bons, o povo de Deus brilharão como o sol no Reino de Deus. 

2. Meditação (Caminho)
O que o texto diz para mim, hoje?
A vida é uma tensão contínua. E por que o joio, essa erva perturbadora não é removida logo? Não porque não está sugando o solo, e desafiando o trigo por nutrimento. Não porque não seja facilmente identificável, mas porque qualquer esforço para arrancar as ervas, crescidas, enraizadas e misturadas com o trigo, arranca também o trigo. É melhor esperar "até a colheita". O final desta tensão será conforme as opções de cada um em ser trigo ou joio.
Faço parte do campo de Deus. Onde reconheço no mundo de hoje, o trigo e a cizânia?
Quais cizânias e quais trigos convivem comigo?
Os bispos na V Conferência, afirmaram: "A nova escala mundial do fenômeno humano traz conseqüências em todos os campos de atividade da vida social, impactando a cultura, a economia, a política, as ciências, a educação, o esporte, as artes e também, naturalmente, a religião. Interessa-nos, como pastores da Igreja, saber como este fenômeno afeta a vida de nossos povos e o sentido religioso e ético de nossos irmãos que buscam infatigavelmente o rosto de Deus, e que, no entanto, devem fazê-lo, agora desafiados por novas linguagens do domínio técnico, que nem sempre revelam, mas que também ocultam o sentido divino da vida humana redimida em Cristo. Sem uma clara percepção do mistério do Deus, torna-se opaco também o desígnio amoroso e paternal de uma vida digna para todos os seres humanos." (DAp 35).

3.Oração (Vida)
O que o texto me leva a dizer a Deus?
Rezo, com o bem-aventurado Tiago Alberione:
Jesus, Mestre,
que eu pense com a tua inteligência, 
com a tua sabedoria.
Que eu ame com o teu coração. 
Que eu veja com os teus olhos.
Que eu fale com a tua língua. 
Que eu ouça com os teus ouvidos.
Que as minhas mãos sejam as tuas. 
Que os meus pés estejam sobre as tuas pegadas.
Que eu reze com as tuas orações. 
Que eu celebre como tu te imolaste.
Que eu esteja em ti e tu em mim. Amém.

4.Contemplação (Vida e Missão)
Qual meu novo olhar a partir da Palavra?
Meu novo olhar é para identificar e cultivar o trigo na minha vida e na dos demais.Também para detectar o joio, o mal, o que me afasta de Deus.

Bênção 

- Deus nos abençoe e nos guarde. Amém. 
- Ele nos mostre a sua face e se compadeça de nós. Amém. 
- Volte para nós o seu olhar e nos dê a sua paz. Amém. 
- Abençoe-nos Deus misericordioso, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém. 

Ir. Patrícia Silva, fsp

Oração Final

Pai Santo, não permitas que duvidemos, por um momento sequer, de que estás presente na nossa história. Livra-nos da ansiedade diante das aparentes injustiças da sociedade dos homens e mantém-nos perseverantes no caminho da conversão. Nós te pedimos pelo Cristo Jesus, teu Filho e nosso Irmão, que contigo reina na unidade do Espírito Santo.


LITURGIA DIÁRIA 30/07/2013




Tema do Dia

Mais do que justo, nosso Pai é misericordioso.


A lembrança do Senhor que se encontra com Moisés na Tenda da Reunião permanece nos filhos de Israel, deixando-lhes a certeza de um Deus próximo, presente e participativo em sua vida. Bem diferente dos ídolos mudos adorados pelos povos vizinhos.

Oração para antes de ler a Bíblia



Meu Senhor e meu Pai! Envia teu Santo Espírito para que eu compreenda 
e acolha tua Santa Palavra! Que eu te conheça e te faça conhecer, te ame
 e te faça amar, te sirva e te faça servir, te louve e te faça louvar por
 todas as criaturas. Fazei, ó Pai, que pela leitura da Palavra os pecadores
se convertam, os justos perseverem na graça e todos consigamos
a vida eterna. Amém.

Verde. 3ª-feira da 17ª Semana Tempo Comum


Primeira Leitura (Ex 33,7-11;34,5b-9.28)
17ª Semana Comum
Terça-feira 30/07/13

Leitura do Livro do Êxodo.

Naqueles dias, Moisés levantou a tenda e armou-a longe, fora do acampamento, e deu-lhe o nome de Tenda da Reunião. Assim, todo aquele que quisesse consultar o Senhor, saía pra a Tenda da Reunião, que estava fora do acampamento. Quando Moisés se dirigia para lá, o povo se levantava e ficava de pé à entrada da própria tenda, seguindo Moisés com os olhos até ele entrar. Logo que Moisés entrava na Tenda, a coluna de nuvem baixava e ficava parada à entrada, enquanto o Senhor falava com Moisés. 10 Ao ver a coluna de nuvem parada à entrada da Tenda, todo o povo se levantava e cada um se prostrava à entrada da própria tenda. 11 O Senhor falava com Moisés face a face, como um homem fala com seu amigo. Depois, Moisés voltava para o acampamento, mas o seu jovem ajudante, Josué, o filho de Nun, não se afastava do interior da Tenda.
34,5b Moisés permaneceu diante de Deus invocando o nome do Senhor. O Senhor passou diante de Moisés, proclamando: “O Senhor, o Senhor, Deus misericordioso e clemente, paciente, rico em bondade e fiel, que conserva a misericórdia por mil gerações, e perdoa culpas, rebeldias e pecados, mas não deixa nada impune, pois castiga a culpa dos pais nos filhos e netos, até à terceira e quarta geração!” 8Imediatamente, Moisés curvou-se até o chão e, prostrado por terra, disse: “Senhor, se é verdade que gozo de teu favor, peço-te, caminha conosco; embora este seja um povo de cabeça dura, perdoa nossas culpas e nossos pecados e acolhe-nos como propriedade tua”. 28 Moisés esteve ali com o Senhor quarenta dias e quarenta noites, sem comer pão nem beber água, e escreveu nas tábuas as palavras da aliança, os dez mandamentos.

- Palavra do Senhor.
- Graças a Deus.


Responsório (Sl102)
17ª Semana Comum
Terça-feira 30/07/13

— O Senhor é indulgente, é favorável.
— O Senhor é indulgente, é favorável.

— O Senhor realiza obras de justiça e garante o direito aos oprimidos; revelou os seus caminhos a Moisés, e aos filhos de Israel, seus grandes feitos.
— O Senhor é indulgente, é favorável, é paciente, é bondoso e compassivo. Não fica sempre repetindo as suas queixas, nem guarda eternamente o seu rancor. Não nos trata como exigem nossas faltas, nem nos pune em proporção às nossas culpas. Quanto os céus por sobre a terra se elevam, tanto é grande o seu amor aos que o temem;
— quanto dista o nascente do poente, tanto afasta para longe nossos crimes. Como um pai se compadece de seus filhos, o Senhor tem compaixão dos que o temem.


Evangelho (Mt 13,36-43)
17ª Semana Comum
Terça-feira 30/07/13


A vida é uma tensão entre joio-trigo

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 36 Jesus deixou as multidões e foi para casa. Seus discípulos aproximaram-se dele e disseram: “Explica-nos a parábola do joio!” 37 Jesus respondeu: “Aquele que semeia a boa semente é o Filho do Homem. 38 O campo é o mundo. A boa semente são os que pertencem ao Reino. O joio são os que pertencem ao Maligno. 39O inimigo que semeou o joio é o diabo. A colheita é o fim dos tempos. Os ceifadores são os anjos. 40 Como o joio é recolhido e queimado ao fogo, assim também acontecerá no fim dos tempos: 41 O Filho do Homem enviará os seus anjos e eles retirarão do seu Reino todos os que fazem outros pecar e os que praticam o mal; 42 e depois os lançarão na fornalha de fogo. Ali haverá choro e ranger de dentes. 43 Então os justos brilharão como o sol no Reino de seu Pai. Quem tem ouvidos, ouça”.

— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor.


Oração para depois de ler a Bíblia


Dou-Te graças, meu Deus, pelos bons propósitos, afetos e inspirações
que me comunicastes nesta meditação; peço-Te ajuda para colocá-los  em prática.
Minha Mãe Imaculada, meu protetor São José e Anjo da minha guarda, intercedeis todos por mim. Amém

TENHA UM DIA PLENO DE PENSAMENTOS POSITIVOS, IDÉIAS LUMINOSAS, OTIMISMO E BOM HUMOR! MOMENTOS DE HARMONIA, OPORTUNIDADES DE AMOR E PAZ EM SEU CORAÇÃO... BOM DIA

"SOU UM DEVOTO DE SANTA TERESINHA" PAPA FRANCISCO


Papa Francisco, explicando o que tinha dentro da maleta que trouxe ao Brasil,disse que entre outras coisas,trazia uns livros de Orações e" um livro de S.Teresinha, porque sou um devoto de S.Teresinha".

FONTE: Mensagem que recebo no FACEBOOK 
de minha grande amiga:

Elza Pereira que compartilhou a foto de História de uma alma.

TENHA UMA ÓTIMA TERÇA-FEIRA! - "Sem sonhos, a vida não tem brilho. Sem metas, os sonhos não têm alicerces. Sem prioridades, os sonhos não se tornam reais. Sonhe, trace metas, estabeleça prioridades e corra riscos para executar seus sonhos. Melhor é errar por tentar do que errar por omitir!" Augusto Cury

BOA NOITE! - Nada como uma boa noite de sono para repor as energias. Amigo, tenha uma boa noite!

As postagens no Twitter do Papa Francisco desde 26/07/2013 - @Pontifex_pt


Vaticano elogia organização local da JMJ Rio2013

Avaliação
SEGUNDA-FEIRA, 29 DE JULHO DE 2013, 13H52


O porta-voz do Vaticano elogiou a organização local da Jornada, principalmente durante a transferência dos eventos de sábado e domingo para Copacabana
rio2013.com


Padre Federico Lombardi, porta-voz do Vaticano

Na última coletiva antes da partida da comitiva papal de volta a Roma, o diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé, padre Federico Lombardi, fez um breve balanço da Jornada Mundial da Juventude e da passagem do Papa Francisco ao Brasil. O momento com os jornalistas aconteceu na tarde de domingo, 28, após a Missa de Envio da JMJ Rio2013, Ato Central que fecha a programação do evento.