terça-feira, 24 de julho de 2012

Dia Nacional de Paz no Trânsito - 25 de julho

Dia Nacional de Paz no Trânsito

Para que haja a tão almejada paz
 no trânsito, é importante que
 toda a sociedade se
 comprometa. É dever do
 governo, de entidades públicas e
 privadas e dos diversos setores 
organizados da sociedade civil, 
unirem-se para que seja 
alcançado o objetivo maior: 
preservar vidas. 


Em 2 de julho de 1993, por meio da Portaria Ministerial 621, nasceu o Programa PARE, Programa de Redução de Acidentes no Trânsito, com o objetivo de combater os altos índices de acidentes de trânsito. Tem como base resgatar a postura de cidadania no trânsito, utilizando-se de alternativas que mudem o comportamento das pessoas, para que possam conviver de modo harmonioso no cotidiano das ruas e estradas. 

Dia do Colono - 25 de julho

Dia do Colono



Em 25 de julho de 1824, iniciou-se
 efetivamente a colonização, 
com a chegada de 39 alemães à 
Real Feitoria da Linha Cânhamo, 
atual cidade de São Leopoldo 
(RS). Em 1875, chegaram os 
italianos, que se estabeleceram
 nas serras gaúchas, sobretudo 
em Caxias do Sul, e depois se 
espalharam pelo Brasil, principalmente em São Paulo.

Em 1822, ano da Independência do Brasil, nosso país não tinha um exército capaz de controlar possível invasão espanhola nas províncias do Sul. Portanto, os colonos, naquela época, serviriam como exército de reserva para proteger nosso território. Em razão disso, o país passou a oferecer muitas vantagens aos imigrantes que se dispusessem a colonizar o Sul do Brasil: passagens pagas, direito à cidadania, isenção de impostos e direito à posse de uma ou duas colônias de terra (24 ou 48 hectares). 

Dia do Motorista -25 de julho

Dia do Motorista

O Dia do Motorista é festejado no
 dia de seu padroeiro, São 
Cristóvão, em 25 de julho, mas
 ao longo da semana ocorrem 
eventos de educação para
 motoristas e pedestres em todo
 o país.


 O Dia do Motorista é festejado no dia de seu padroeiro, São Cristóvão, em 25 de julho, mas ao longo da semana ocorrem eventos de educação para motoristas e pedestres em todo o país. Nesse, período, o santo é honrado pelos devotos, sobretudo pelos motoristas que agradecem e buscam sua especial proteção durante seu trabalho em meio ao trânsito.
A Festa é organizada pelas dioceses e escolas e pelo governo, municipal, estadual e federal, visando conscientizar a sociedade da necessidade de restaurar a paz no trânsito, em todo o território nacional.

LITURGIA DAS HORAS

Clique no ícone abaixo
para acesso à Hora Canônica

Oração desta Hora

Terço - Mistérios Gloriosos - Quarta-Feira e Domingo


Terço do Rosário: Mistérios Gloriosos  


São Cristóvão - 25 de julho



São Cristóvão

+250
A devoção a são Cristóvão é uma das mais antigas e populares da Igreja, tanto do Oriente como do Ocidente. São centenas de igrejas dedicadas a ele em todos os países do mundo. Também não faltam irmandades, patronatos, conventos e instituições que tomaram o seu nome, para homenageá-lo. Ele consta da relação dos "quatorze santos auxiliadores" invocados para interceder pelo povo nos momentos de aflições e dificuldades. Assim, o vigor desta veneração percorreu os tempos com igual intensidade e alcançou os nossos dias da mesma maneira. 

São Tiago Maior - 25 de Julho


Nascido em Betsaida, este apóstolo do Senhor era filho de Zebedeu e de Salomé e irmão do apóstolo João, o Evangelista.

Pescador juntamente com seu irmão João, foi chamado por Jesus a ser discípulo d'Ele. Aceitou o chamado do Mestre e, deixando tudo, seguiu os passos do Senhor.

HOMÍLIA, COMENTÁRIO E REFLEXÃO DO EVANGELHO DO DIA 25/07/2012

25 de Julho de 2012 


Mateus 20,20-28

Comentário do Evangelho

A novidade do Reino

Tiago e João são os filhos de Zebedeu. Eles são a segunda dupla a ser chamada por Jesus no início de seu ministério, conforme os evangelhos sinóticos. Eles aparecem, ainda, com frequência, junto com Pedro, como um trio mais próximo a Jesus. O evangelho de João não menciona o nome de Tiago. Tiago foi decapitado por Herodes Agripa em 42 d.C. 
Há uma menção do apóstolo Paulo a "Tiago, irmão do Senhor" (Gl 1,19). Trata-se de Tiago "Menor", parente de Jesus, que foi chefe da Igreja de Jerusalém e foi martirizado por apedrejamento em 62 d.C. 
Neste evangelho evidencia-se como até os discípulos mais próximos de Jesus se equivocavam quanto à novidade do seu anúncio. Eles pensam no Reino de Jesus como a tomada do poder em Jerusalém, e querem lugares de honra. Jesus repudia o domínio dos chefes das nações e reafirma aos seus discípulos que é no serviço e no dom da vida, no amor, que se constitui o Reino dos Céus.

José Raimundo Oliva


Vivendo a Palavra

O Evangelho mostra como a gratuidade é essencial no seguimento de Jesus. Não se trata de assegurar lugares privilegiados no Reino do Céu: nós devemos aprender que viver o Amor, como Jesus viveu, é participar, desde agora, da festa eterna que Ele tem preparada para nós junto ao Pai Misericordioso.

Reflexão

Estamos vivendo em uma época que é marcada pela diferença vista não pelo critério da complementariedade, mas pelo critério da oposição e da hierarquia. Esta fato faz com que vivamos em uma sociedade marcada pelo conflito e pela disputa constante de supremacia sobre os demais, de modo que o outro é sempre um concorrente, não é nunca irmão ou irmã, companheiro de caminhada na construção do Reino de Deus. O Evangelho de hoje nos mostra que esses valores que fundamentam a vida das pessoas não vêm de Deus e nem conduzem para Deus. Somente a fraternidade, a justiça e o amor vão possibilitar um mundo marcado pela convivência pacífica entre os seres humanos.


COMENTÁRIOS DO EVANGELHO

FAÇA UMA DOAÇÃO AO NPDBRASIL...

1.  “Não seja assim entre vós...”
(O comentário do Evangelho abaixo é feito pelo Diácono José da Cruz - Diácono da Paróquia Nossa Senhora Consolata – Votorantim – SP)

Um dia alguém me fez uma observação interessante, se hoje é Festa de São Tiago Apóstolo, porque um evangelho que depõe contra ele? Pois fala que a Mãe foi pedir a Jesus para que seus filhos, entre eles o nosso apóstolo Tiago, ocupassem os lugares principais junto a Jesus, na inauguração do seu Reino. Ainda que Mateus amenizasse, ao dizer que foi a Mãe que pediu, mas outro evangelista afirma que foram eles mesmos. De fato, se a gente olhar por esse ângulo assim nos parece, porém há aqui algo muito belo, o evangelho não esconde a realidade, não dissimula a fraqueza e oi pecado dos discípulos, mas nos mostra como eles foram se abrindo á graça de Deus, a mente e o coração, e mesmo não sendo super homens buscaram a Deus e dele receberam o Dom da Santidade.

Também nós não somos super homens e super mulheres, membros de uma comunidade perfeita e Santa, mas mesmo em nossas misérias e pecados, Deus não deixa de agir em nossa Igreja, nas pequenas ou nas grandes comunidades, nas Basílicas, Catedrais ou nas singelas capelas, a sua Graça vai nos moldando, nos refazendo como fez com o grupo doze.
Vejam que essa atitude dos dois irmãos provocou uma crise no grupo, pois os demais se revoltaram, porque também possivelmente pretendessem algum cargo importante. O Reino anunciado por Jesus não segue ou depende de esquemas humanos, pois nos esquemas humanos sempre selecionamos os melhores, os mais inteligentes, comportados, capacitados, piedosos.

E se Tiago e seu irmão, Filhos de Zebedeu, que pensavam e agiam tão diferente dos ensinamentos de Jesus, conseguiram chegar à santidade servindo o Reino e dando por ele suas vidas, nós também, comunidades deste terceiro milênio, com todas as nossas imperfeições, dificuldades, não desanimemos pois Deus não para de agir e levará a bom termo a sua obra através da sua Igreja.

Somos todos convidados a nos unir a paixão do Senhor, dando o nosso testemunho cristão nos dias de hoje, não porém para buscarmos uma recompensa, mas apenas para sermos fiéis á missão que ele nos confiou, tal qual Jesus foi Fiel ao Pai...

São Tiago, rogai e intercedei por todos nós e nossas comunidades

2. A novidade do Reino
(O comentário do Evangelho abaixo é feito por José Raimundo Oliva - e disponibilizado no Portal Paulinas)

VIDE ACIMA

Oração
Pai, transforma-me em servidor de meus semelhantes, fazendo-me sempre pronto a doar minha vida para que o teu amor chegue até eles.


3. SÃO TIAGO MAIOR
(O comentário do Evangelho abaixo é feito pelo Pe. Jaldemir Vitório – Jesuíta, Doutor em Exegese Bíblica, Professor da FAJE – e disponibilizado no Portal Dom Total a cada mês).

Tiago e João são os filhos de Zebedeu. O Evangelho de Marcos nomeia os dois, explicitamente, nesta cena; porém, Mateus menciona a mãe deles como sendo quem faz o pedido a Jesus. Talvez Mateus queira eximir os homens de tal pedido equivocado, que reflete a ambição do poder, quando Jesus dá pleno testemunho de que veio para servir humildemente, com amor. Em resposta, ele rejeita o comum abuso de poder em vigor nas sociedades, propondo um novo relacionamento entre as pessoas. Além de Tiago, irmão de João, identificado como "Tiago Maior", no Segundo Testamento é mencionado outro Tiago, "o irmão do Senhor", ou "Tiago Menor", que foi o chefe da Igreja de Jerusalém.

Não se deixe arrastar pela inveja e vaidade

Postado por: homilia

julho 25th, 2012


“O Filho do homem veio, não para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate por uma multidão” disse Cristo, para encerrar um triste incidente que se deu entre os apóstolos.
Vale a pena recordar este fato: a mãe dos filhos de Zebedeu aproximou-se de Jesus e prostrou-se para lhe fazer um pedido. Quer ver a fé desta mulher? Considera o momento em que ela faz o seu pedido. Quando apresenta sua súplica, quais são as circunstâncias de sua petição? A cruz estava preparada, a Paixão se aproximava, a milícia dos judeus já organizara suas fileiras. O Senhor fala de Sua morte, os discípulos se agitam à vista da Paixão, tremem ao seu anúncio, perturbam-se com o que ouvem, sua coragem vacila. É então que aquela mãe aparece e penetra no meio dos apóstolos. Tenta captar o favor real, implorando um trono para seus filhos.
Fazendo uma leitura positiva deste episódio poderíamos dizer que, com os olhos da fé, a mulher vê o futuro e antecipa as palavras do ladrão. Na cruz, este dizia: “Lembra-te de mim, quando entrares em teu Reino” (Lc 23, 42). Ela, antes da cruz, suplica em vista do Reino. Aquela mulher via a Paixão mas, em espírito, percebia a Ressurreição. Via erguer-se a cruz, mas também abrir-se o céu. Via os cravos e contemplava já o trono de glória.
A mãe adotou um ar solene, um olhar suplicante: “Prostrou-se diante de Jesus, para lhe fazer um pedido”. E o que ela pediu? O melhor para os filhos, como é próprio de uma mãe:“Ordena que estes meus dois filhos se sentem no teu Reino, um à tua direita e outro à tua esquerda”. Nada menos! Pedia os dois primeiros lugares naquele Reino que – tanto ela como os filhos – ainda imaginavam como um reino terreno.
Jesus olhou-a, imagino que carinhosamente divertido. Sorrindo, dirigiu-se aos dois que tinham vindo com a mãe, e disse-lhes: “Não sabeis o que pedis. Podeis vós beber o cálice que eu devo beber?” Cristo ia ser Rei, mas o Seu Reino seria conquistado pela Cruz, por meio da Sua entrega redentora. Eles não sabiam ainda o que isso significava, saberiam mais tarde; mas, mesmo assim, com simplicidade inconsciente, respondem sem hesitar:“Podemos!” Como que a dizer: “Estamos dispostos a tudo, contanto que nos tenhas, no Reino, como homens de confiança, bem perto de Ti”.
Foi aí que irrompeu o conflito. Os outros apóstolos, que tinham ouvido tudo, indignaram-se contra os dois irmãos. Pronto, já estava armada a briga! O Evangelho não a descreve com detalhes, mas todos sabem as caras que fazemos, as palavras que pronunciamos e o tom com que falamos quando estamos morrendo de raiva. No caso, morrendo de inveja: “Quem pensam que são esses dois, que querem passar à frente de todos nós, e ainda por cima com intercessão materna?”
Jesus, calmo e entristecido pelo espetáculo, chamou-os. E disse-lhes: “Sabeis que os chefes das nações as subjugam, e que os grandes as governam com autoridade. Não seja assim entre vós. Todo aquele que quiser tornar-se grande entre vós faça-se vosso servo. E o que quiser tornar-se entre vós o primeiro faça-se vosso escravo. Assim como o Filho do homem – o próprio Jesus – veio, não para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate por uma multidão”.
A ambição dos dois irmãos e a explosão irritada dos outros dez apóstolos, deram ensejo ao Senhor para expor uma das lições mais belas do Evangelho: o espírito de serviço. Não nos podemos comparar, para ver se um é mais do que o outro. Não devemos nos deixar arrastar pela inveja e uma competitividade vaidosa. Pelo contrário, a nossa ambição deve ser dar-se totalmente e servir, por amor, como Jesus faz. Aí encontraremos a felicidade. Porque é dando que se recebe, é perdoando que se é perdoado e é morrendo para si que se ressuscita para a Vida Eterna.
Padre Bantu Mendonça
Leitura Orante 

Inicio este momento orando com todos os que estão neste ambiente virtual, a oração de Bento XVI: 

Senhor, dai-nos sempre o fogo de vosso Santo Espírito, 
que ilumine as nossas mentes 
e desperte entre nós o desejo de contemplar-vos, 
o amor aos irmãos, especialmente aos aflitos, 
e o ardor por anunciar-vos no início deste século. 

1. Leitura (Verdade) 

- O que a Palavra diz?
 
Leio atentamente, na Bíblia, o texto de hoje: 
Mt 20,20-28. 
No caminho para Jerusalém Jesus anuncia a sua morte como consequência de toda a sua vida. Enquanto isso, Tiago e João sonham com poder e honrarias, suscitando discórdia e competição entre os outros discípulos. O "cálice" de que fala Jesus é o da sua paixão e morte. João e Tiago dizem que podem beber deste cálice também. Tiago realmente passará pelo martírio. Em Atos 12,2 é narrado que o rei Herodes "mandou degolar Tiago, o irmão de João". Não se concretizou porém, em João. Sabe-se que existe paixão, sofrimento sem chegar ao martírio. Jesus, ao chamar os dez discípulos para perto, fala-lhes que a única coisa importante para o discípulo é segui-lo: servir e não ser servido. Na nova sociedade que Jesus projeta, a autoridade não é exercício de poder, mas serviço que se exprime na entrega de si mesmo para o bem comum. 

2. Meditação(Caminho) 

- O que a Palavra diz para mim?
O meu ser discípulo é conforme o Evangelho? 
Sou aquela pessoa que serve porque segue Jesus? 
Sou capaz de viver a radicalidade do Evangelho? 

Os bispos, em Aparecida, lembraram o serviço de muitos que, inclusive, dão a própria vida serviço dos demais, como Jesus: 
"Apesar das deficiências e ambigüidades de alguns de seus membros, a Igreja tem dado testemunho de Cristo, anunciado seu Evangelho e oferecido seu serviço de caridade principalmente aos mais pobres, no esforço por promover sua dignidade e também no empenho de promoção humana nos campos da saúde, da economia solidária, da educação, do trabalho, do acesso à terra, da cultura, da habitação e assistência, entre outros. Com sua voz, unida à de outras instituições nacionais e mundiais, tem ajudado a dar orientações prudentes e a promover a justiça, os direitos humanos e a reconciliação dos povos. Isto tem permitido que a Igreja seja reconhecida socialmente em muitas ocasiões como uma instância de confiança e credibilidade. Seu empenho a favor dos mais pobres e sua luta pela dignidade de cada ser humano tem ocasionado, em muitos casos, a perseguição e, inclusive, a morte de alguns de seus membros, os quais consideramos testemunhas da fé. Queremos recordar o testemunho valente de nossos santos e santas, e aqueles que, inclusive sem haver sido canonizados, tem vivido com radicalidade o evangelho e oferecido sua vida por Cristo, pela Igreja e por seu povo." 
(DAp 98). 

3. Oração (Vida)

- O que a Palavra me leva a dizer a Deus?
 
Rezo (ou canto) com o Pe. Zezinho, scj: 

Põe teu coração no meu 

Põe teu coração no meu 
e o meu coração no teu 
Não tenhas medo de abraçar a cruz 
Tens também meu ombro e minha força, eu sou Jesus. 
Vem comigo, vem que eu sei, a jornada é longa 
E eu direi quais os perigos de me acompanhar 
É um caminho estreito, 
mas é o feito pra chegar 
Segue os passos que eu darei. 
Prende a tua cruz na minha 
Vai servir meu povo, faça como eu. 
Ele sofre menos quando encontra um Cireneu 
Vai ao povo como irmão, 
se preciso estende a mão 
Não tenhas medo do meu verbo amar 
Tem seus contratempos mas o tempo é de ajudar 
Teu projeto eu já tracei, 
vai ao povo que eu te ensinarei 
O jeito certo de me anunciar, 
basta que me peças que eu te ajudo a não errar 
Usa a fé com mais razão, 
busca mais sabedoria 
Pra chegar ao povo sê um aprendiz 
Do que o povo fala e do que a minha Igreja diz. 
Do CD Quando me chamaste - Paulinas COMEP 

4. Contemplação(Vida/ Missão) 

- Qual o meu novo olhar a partir da Palavra?
 
Nas relações onde devo exercer alguma autoridade vou fazer aquele exercício de serviço, como Jesus. 

Bênção
 
- Deus nos abençoe e nos guarde. 
Amém. 
- Ele nos mostre a sua face e se compadeça de nós. 
Amém. 
- Volte para nós o seu olhar e nos dê a sua paz. 
Amém. 
- Abençoe-nos Deus misericordioso, 
Pai e Filho e Espírito Santo. 
Amém. 

Ir. Patrícia Silva, fsp
Oração Final
Pai Santo, que colocaste Tiago tão próximo de Jesus de Nazaré e fizeste dele um pilar para a Igreja que nascia, dá-nos a fé e a perseverança que deste ao Apóstolo, para que sejamos sempre peregrinos no Caminho do Cristo Jesus, teu Filho e nosso Irmão, que contigo reina na unidade do Espírito Santo.



LITURGIA DIÁRIA - 25/07/2012



Tema do Dia

S. Tiago, Apóstolo: «Acreditei, por isso falei»

A vida de Tiago mostra que o desejo manifestado por sua mãe no Evangelho do dia foi um marco ultrapassado em seu caminho. O Apóstolo foi modelo de doação, gratuidade, força e fidelidade ao Mestre e ao Reino do Céu que Ele viveu e anunciou ao mundo.

Oração para antes de ler a Bíblia


Meu Senhor e meu Pai! Envia teu Santo Espírito para que eu compreenda 

e acolha tua Santa Palavra! Que eu te conheça e te faça conhecer, te ame

 e te faça amar, te sirva e te faça servir, te louve e te faça louvar por

 todas as criaturas. Fazei, ó Pai, que pela leitura da Palavra os pecadores

se convertam, os justos perseverem na graça e todos consigamos 

a vida eterna. Amém.


Vermelho. São Tiago, Apóstolo, Festa


Primeira leitura (2º Coríntios 4,7-15)

Quarta-Feira, 25 de Julho de 2012
São Tiago Maior


Leitura da Segunda Carta de São Paulo aos Coríntios.

Irmãos, 7trazemos esse tesouro em vasos de barro, para que todos reconheçam que este poder extraordinário vem de Deus e não de nós.
8Somos afligidos de todos os lados, mas não vencidos pela angústia; postos entre os maiores apuros, mas sem perder a esperança; 9perseguidos, mas não desamparados; derrubados, mas não aniquilados; 10por toda parte e sempre levamos em nós mesmos os sofrimentos mortais de Jesus, para que também a vida de Jesus seja manifestada em nossos corpos.
11De fato, nós, os vivos, somos continuamente entregues à morte, por causa de Jesus, para que também a vida de Jesus seja manifestada em nossa natureza mortal. 12Assim, a morte age em nós, enquanto a vida age em vós. 13Mas, sustentados pelo mesmo espírito de fé, conforme o que está escrito: “Eu creio e, por isso, falei”, nós também cremos e, por isso, falamos, 14certos de que aquele que ressuscitou o Senhor Jesus nos ressuscitará também com Jesus e nos colocará ao seu lado, juntamente convosco. 15E tudo isso é por causa de vós, para que a abundância da graça em um número maior de pessoas faça crescer a ação de graças para a glória de Deus.

- Palavra do Senhor.
- Graças a Deus.


Salmo (Salmos 125)

Quarta-Feira, 25 de Julho de 2012
São Tiago Maior


— Os que lançam as sementes entre lágrimas, ceifarão com alegria.
— Os que lançam as sementes entre lágrimas, ceifarão com alegria.

— Quando o Senhor reconduziu nossos cativos, parecíamos sonhar; encheu-se de sorriso nossa boca, nossos lábios de canções.
— Entre os gentios se dizia: “Maravilhas fez com eles o Senhor!” Sim, maravilhas fez conosco o Senhor, exultemos de alegria!
— Mudai nossa sorte, ó Senhor, como torrentes no deserto. Os que lançam as sementes entre lágrimas, ceifarão com alegria.
— Chorando de tristeza sairão, espalhando suas sementes; cantando de alegria voltarão, carregando os seus feixes!


Evangelho (Mateus 20,20-28)

Quarta-Feira, 25 de Julho de 2012
São Tiago Maior




Seguir Jesus sem ambições

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.

20Naquele tempo, a mãe dos filhos de Zebedeu aproximou-se de Jesus com seus filhos e ajoelhou-se com a intenção de fazer um pedido. 21Jesus perguntou: “O que tu queres?” Ela respondeu: “Manda que estes meus dois filhos se sentem, no teu Reino, um à tua direita e outro à tua esquerda”.
22Jesus, então, respondeu-lhes: “Não sabeis o que estais pedindo. Por acaso podeis beber o cálice que eu vou beber?” Eles responderam: “Podemos”. 23Então Jesus lhes disse: “De fato, vós bebereis do meu cálice, mas não depende de mim conceder o lugar à minha direita ou à minha esquerda. Meu Pai é quem dará esses lugares àqueles para os quais ele os preparou”.
24Quando os outros dez discípulos ouviram isso, ficaram irritados contra os dois irmãos.25Jesus, porém, chamou-os e disse: “Vós sabeis que os chefes das nações têm poder sobre elas e os grandes as oprimem. 26Entre vós não deverá ser assim. Quem quiser tornar-se grande, torne-se vosso servidor; 27quem quiser ser o primeiro, seja vosso servo.28Pois, o Filho do Homem não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida como resgate em favor de muitos”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.


Oração para depois de ler a Bíblia


Dou-Te graças, meu Deus, pelos bons propósitos, afetos e inspirações
que me comunicastes nesta meditação; peço-Te ajuda para colocá-los  em prática. Minha Mãe Imaculada, meu protetor São José e Anjo da minha guarda, intercedeis todos por mim. Amém.


BOM DIA

QUARTA-FEIRA

MINHA IGREJA NÃO É ÓRFÃ: TEM PAI E TEM MÃE! - TUDO POR JESUS, NADA SEM MARIA!

Sacerdotes: filhos prediletos da Virgem Maria


Padre Paulo Ricardo fala sobre a atual crise no clero e o que podemos fazer em relação a esta crise.

Padre Paulo nos fala sobre a crise no clero e o que podemos fazer para vencer esta crise

Meus queridos irmãos e irmãs, chegamos ao momento mais importante do nosso dia, no qual nos dedicamos a uma meditação detida, demorada, tranquila, a respeito do método de consagração a Virgem Santíssima, segundo São Luís Maria Grignion de Montfort. Estamos no décimo terceiro domingo do Tempo Comum, no qual gostaria de fazer uma reflexão sobre o Evangelho de Hoje e logo em seguida fazer a ligação com a Virgem Santíssima. O Evangelho de hoje é o capítulo décimo de São Mateus.

BOA NOITE!

FRASE DE GANDHI

NATUREZA - LINDA IMAGEM

+ COISAS DO CORAÇÃO

MENSAGEM QUE RECEBI NO GOOGLE+ DO MEU AMIGO - +COISAS DO CORAÇÃO 

♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥

Quando o amor é verdadeiro, nem o tempo e muito menos a distância conseguem destruí-lo...
O amor supera qualquer barreira, contorna todos os obstáculos...
Basta que você esteja disposto(a)...

AME... ENTREGUE-SE... PERMITA-SE...

♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥




♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥

Hoje ascenda o fogo do amor...
Deixe esse sentimento divino tomar conta do seu dia..
Quem ama, vive melhor...

AME... ENTREGUE-SE... PERMITA-SE...

♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥

TODOS GOSTAM DE SOMBRA... POUCOS PLANTAM ÁRVORES



"SÓ PODEMOS VENCER O ADVERSÁRIO COM O AMOR, NUNCA COM O ÓDIO." MAHATMA GANDHI

ORAÇÃO A SÃO CHARBEL

Casa da Missão Canção Nova Campos Goytacazes (RJ)


Nova Casa de Missão

Nosso novo endereço é: 

Rua: 7 de setembro nº275, centro

Telefone: (22) 2738-1020

FRASE DE SANTO AGOSTINHO

Observatório da Nova Evangelização para a América Latina é inaugurado em Bogotá


Bogotá (Terça-feira, 24-07-2012, Gaudium Press) Na manhã desta terça-feira, 24, o Secretário do Pontifício Conselho para a Promoção da Nova Evangelização, Dom Octávio Ruiz Arenas, inaugurou em Bogotá (Colômbia), o "Observatório da Nova Evangelização para a América Latina".
Dom Octávio Ruiz Arenas.jpg
Dom Octávio Ruiz Arenas
 Secretário do Pontifício Conselho
para a Promoção da Nova Evangelização

"Com a finalidade de cumprir os objetivos do Santo Padre ao instituir o Pontifício Conselho para a Promoção da Nova Evangelização, considerou-se oportuno criar um Observatório para América Latina. O intuito é analisar permanentemente as realidades operantes neste âmbito e os diversos ambientes culturais em que se desenvolve", declarou Dom Ruiz Arenas.
O prelado ainda explicou que a ideia da inauguração do Observatório é "colocar em ato uma plataforma de informação, de pesquisa e de estudo das diversas experiências e processos de nova evangelização já existentes em toda a América Latina e no Caribe, para acompanhá-las em sua caminhada e estimular um intercâmbio recíproco de experiências".
O Observatório buscará aprofundar o conhecimento sobre os grandes desafios apresentados à Igreja Católica para o cumprimento de sua missão evangelizadora.

O Presidente do Pontifício Conselho para a Promoção da Nova Evangelização Dom Rino Fisichella, participou do evento desde Roma. (EPC)

Quando se abusa sexualmente de uma criança e/ou adolescente prejudica-se uma vida inteira! DIGA NÃO A PEDIFILIA

FRASE DE PADRE FÁBIO DE MELO

FRASE DE MADRE TERESA DE CALCUTÁ

BOA TARDE