sexta-feira, 13 de dezembro de 2019

BOM DIA! BOA TARDE! BOA NOITE! Oração da noite, Oração da manhã e Oração do entardecer - Deus te abençoe!



Oração da Noite

Boa noite Pai.
Termina o dia e a ti entrego meu cansaço.
Obrigado por tudo e… perdão!!
Obrigado pela esperança que hoje animou meus passos, pela alegria que vi no rosto das crianças;
Obrigado pelo exemplo que recebi daquele meu irmão;
Obrigado também por isso que me fez sofrer…
Obrigado porque naquele momento de desânimo lembrei que tu és meu Pai; Obrigado pela luz, pela noite, pela brisa, pela comida, pelo meu desejo de superação…
Obrigado, Pai, porque me deste uma Mãe!
Perdão, também, Senhor!
Perdão por meu rosto carrancudo; Perdão porque não me lembrei que não sou filho único, mas irmão de muitos; Perdão, Pai, pela falta de colaboração e serviço e porque não evitei aquela lágrima, aquele desgosto; Perdão por ter guardado para mim tua mensagem de amor;
Perdão por não ter sabido hoje entregar-me e dizer: “sim”, como Maria.
Perdão por aqueles que deviam pedir-te perdão e não se decidem.
Perdoa-me, Pai, e abençoa os meus propósitos para o dia de amanhã, que ao despertar, me invada novo entusiasmo; que o dia de amanhã seja um ininterrupto “sim” vivido conscientemente.
Amém!!!

Oração da manhã

Bom-dia, Senhor Deus e Pai!
A ti, a nossa gratidão pela vida que desperta, pelo calor que
cria vida, pela luz que abre nossos olhos.
Nós te agradecemos por tudo que forma nossa vida, pela terra, pela água, pelo ar, pelas pessoas. Inspira-nos com teu Espírito Santo os pensamentos que vamos alimentar,as palavras que vamos dizer, os gestos que vamos dirigir,a comunicação que vamos realizar.
Abençoa as pessoas que nós encontramos, os alimentos que vamos ingerir.
Abençoa os passos que nós dermos, o trabalho que devemos fazer.
Abençoa, Senhor, as decisões que vamos tomar, a esperança que vamos promover,a paz que vamos semear,a fé que vamos viver, o amor que vamos partilhar.
Ajuda-nos, Senhor, a não fugir diante das dificuldades, mas a abraçar amor as pequenas cruzes deste dia.
Queremos estar contigo, Senhor, no início, durante e no fim deste dia.
Amém.

Oração do entardecer

Ó Deus!
Cai à tarde, a noite se aproxima.
Há neste instante, um chamado à elevação, à paz, à reflexão.
O dia passa e carregam os meus cuidados.
Quem fez, fez.
Também a minha existência material é um dia que se passa,
uma plantação que se faz, um caminho para algo superior.
Como fizeste a manhã, à tarde e a noite, com seus encantos,
fizeste também a mim, com os meus significados, meus resultados.
Aproxima de mim, Pai, a Tua paz para que usufrua desta
hora e tome seguras decisões para amanhã.
Que se ponha o sol no horizonte, mas que nasça
em mim o sol da renovação e da paz para sempre.
Obrigado, Deus, muito obrigado!
Amém!

HOMÍLIA DIÁRIA, COMENTÁRIO E REFLEXÃO DO EVANGELHO DO DIA 14/12/2019

ANO A


Mt 17,10-13

Comentário do Evangelho


A rejeição e morte de João são a prefiguração da rejeição e morte de Jesus

Nosso texto do evangelho de hoje é a sequência do relato da transfiguração (Mt 17,1-8). Tendo contemplado Elias com Moisés (cf. v. 3), os discípulos se perguntam sobre o retorno de Elias (cf. v. 10). A subtração surpreendente do profeta Elias numa carruagem de fogo dará lugar a uma crença popular segundo a qual a sua volta precederia a vinda do Messias: “E eu vos enviarei o profeta Elias, antes que chegue o dia do Senhor, grande e terrível: ele reconciliará pais com filhos, filhos com pais, e assim eu não virei para exterminar a terra” (Ml 3,23-24; Eclo 48,10). Se Elias não voltou, segundo esta crença, Jesus não é o Messias. Mas Jesus responde: “Elias já veio, e não o reconheceram” (v. 12). Jesus identifica a missão de João Batista com a do profeta Elias (cf. v. 13); João Batista não só foi rejeitado, mas maltratado e morto (cf. Mt 14,3-12; Mc 6,17-29; Lc 3,19-20). A rejeição e morte de João são a prefiguração da rejeição e morte de Jesus: “Assim também o Filho do Homem será maltratado por eles” (v. 12).
Carlos Alberto Contieri, sj
Oração
Pai, desfaze tudo quanto me impede de reconhecer em teu Filho Jesus, despojado de qualquer ambição mundana, a manifestação de teu amor pela humanidade.
Fonte: Paulinas em 14/12/2013

Vivendo a Palavra

A tradição em Israel afirmava que antes da chegada do Messias viria um Precursor – simbolizado na figura de Elias. Jesus revela que João Batista, vivendo o papel de testemunha do Cristo e O precedendo, fora o Elias esperado. Para nós fica o alerta: não esperemos novos sinais, pois Jesus de Nazaré é o Cristo, Unigênito do Pai, a Palavra Criadora Encarnada.
Fonte: Arquidiocese BH em 14/12/2013

VIVENDO A PALAVRA

A tradição em Israel afirmava que antes da chegada do Messias viria um Precursor – simbolizado na figura de Elias. Jesus revela que João Batista, vivendo o papel de testemunha do Cristo e O precedendo, fora o Elias esperado. Para nós fica o alerta: não esperemos novos sinais, pois Jesus de Nazaré é o Cristo, Unigênito do Pai, a Palavra Criadora Encarnada.

Reflexão

O Profeta Elias foi aquele que, na sua época, lutou contra os profetas de Baal na tentativa de restabelecer o culto a Javé e reconduzir os corações do povo para Deus. Assim também era a função de João Batista, que deveria pregar a conversão para preparar um povo disposto para a vinda de Jesus. Neste sentido, João Batista realiza a promessa da volta de Elias, que não foi a sua ressurreição ou reencarnação ou ainda a carruagem de fogo o trouxe de volta do alto, mas o profetismo segundo o espírito de Elias se fez presente em João Batista.
Fonte: CNBB em 14/12/2013

Reflexão

O profeta Elias foi um homem repleto do Espírito de Deus e cheio de coragem e valentia. Enfrentou inimigos do seu povo e de sua fé no Deus único de Israel. Nos dias de Jesus, outro profeta se apresenta com as características de Elias. É João Batista, dotado de fortaleza, coragem e zelo pela causa do Senhor. A João Batista, precursor do Messias, as autoridades puseram na prisão e em seguida o mataram, cortando-lhe a cabeça. A Jesus, o Messias esperado, tratarão de modo semelhante: vão condená-lo e eliminá-lo com a morte na cruz. Os discípulos de Cristo sabem que correm o risco de terem a mesma sorte que seu Mestre: “Se perseguiram a mim, vão perseguir a vocês também” (Jo 15,20).
(Dia a dia com o Evangelho 2019 - Pe. Luiz Miguel Duarte, ssp)

O tempo que antecede o Natal é propício para que nós, também, estejamos de coração aberto a fim de que aconteçam em nós as grandes transformações que Deus quer operar na nossa vida. Estou atento a isso? Que tipo de presente vou poder dar a Deus? - João Batista anunciou e testemunhou a presença de Deus. Faço o mesmo? João Batista preparou os caminhos do Senhor. Posso fazer alguma coisa por alguém que precisa conhecer melhor os caminhos de Deus? Nossa Senhora está presente em sua caminhada para o Natal?
Padre Geraldo Rodrigues, C.Ss.R
Fonte: a12 - Santuário Nacional em 14/12/2013

Meditando o evangelho

QUESTIONANDO UMA DOUTRINA

Os mestres da Lei prenunciavam a vinda de Elias como sinal de realização das esperanças messiânicas. Esta doutrina fundava-se na crença de que haveria uma restauração gloriosa de Israel, por obra do Messias. Este triunfalismo foi questionado por Jesus.
A tarefa atribuída ao profeta Elias – "colocar tudo em ordem" – fora desempenhada por João Batista. Sua vida humilde e ascética impediu que os triunfalistas o reconhecessem. Só os simples foram capazes de perceber a importância da pregação do Precursor, e se deixaram batizar por ele, confessando seus pecados, dispostos a se converterem.
O destino cruel reservado ao Batista revelou a leviandade dos esquemas religiosos e políticos de seu tempo. Esperando uma manifestação espalhafatosa de Deus, que a eximisse da responsabilidade de estar sempre vigilante e em discernimento, a liderança religiosa fez-se surda aos apelos de quem exigia dela uma decisão responsável e livre. Desta forma, ela desprezou a oportunidade oferecida por Deus.
O caminho trilhado por Jesus foi idêntico ao do Batista. Despojado de qualquer pretensão mundana, fez-se solidário com os pobres e marginalizados, os deserdados deste mundo. Por isso, quem cultivava a mesma mentalidade triunfalista dos adversários do Batista jamais poderia confessá-lo como Messias. Só quem entendia que a obra de Deus acontece na contramão da mentalidade humana estava em condições de tornar-se discípulo.
(O comentário do Evangelho é feito pelo Pe. Jaldemir Vitório – Jesuíta, Doutor em Exegese Bíblica, Professor da FAJE – e disponibilizado neste Portal a cada mês)
Oração
Pai, desfaze tudo quanto me impede de reconhecer em teu Filho Jesus, despojado de qualquer ambição mundana, a manifestação de teu amor pela humanidade.

COMENTÁRIOS DO EVANGELHO

1. Apresentação
(O comentário do Evangelho abaixo é feito pelo Diácono José da Cruz - Diácono da Paróquia Nossa Senhora Consolata – Votorantim – SP)

Na minha vizinhança nos primeiros tempos de casado, meu sogro gostava de se divertir com uma “Trucada”, um jovem que frequentava a nossa casa se divertia jogando com os mais velhos, e quando fazia alguma jogada que punha o adversário em aperto, usava um bordão para expressar sua valentia “Sou neto do Túfi e sobrinho do Caluda”, Tufi era seu avô, famoso naquela Vila por ser hábil truqueiro, Caluda era o apelido do tio, também com a mesma fama.
Neste evangelho Jesus rasga o Verbo ao falar de Elias e João Batista, é como se ele dissesse “Sou da mesma linha do Profeta Elias e de João Batista”. É até bonito entendermos esse evangelho, pois Jesus está dizendo a seus discípulos que ele não fugirá da “Raia” e que como seus dois predecessores também será perseguido, torturado e morto, mas o anúncio será feito á todas as categorias de pessoas, gente simples ou importante, ricos e pobres, jutos e pecadores, pessoas que iriam se admirar dele e passariam a ser seus seguidores, mas outros que passariam a odiá-lo até a morte na cruz.
A pregação do Evangelho de Cristo não é um show como querem alguns, não são discursos e palavras bonitas para agradar algumas pessoas, não são palavras para gerar emoção e lágrimas, como muitos gostam de fazer, ao contrário, tem uma vertente profética que jamais pode ser deixada de lado, uma linha dura que anuncia a Justiça e denuncia a Injustiça, que requer uma mudança de vida e uma adesão ao Reino como uma opção radical.
E diante de perseguições, incompreensões que possam surgir, basta lembrar-se do modo de ser daquele jovem jogador de truco “Somos seguidores de Jesus, Cristãos da “Gema”, que traz a linha profética no sangue, na alma e no coração”.

2. Não o reconheceram - Mt 17,10-13
(O comentário do Evangelho abaixo é feito por Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2017’, Paulinas e disponibilizado no Portal Paulinas - http://comeceodiafeliz.com.br/evangelho)

Entre os judeus se dizia que primeiro viria o profeta Elias e depois o Messias. A vinda de Elias era sinal de que o Messias prometido estava chegando. No fim do livro de Malaquias está escrito: “Eis que vos enviarei Elias, o profeta, antes que chegue o Dia do Senhor, grande e terrível. Ele fará voltar o coração dos pais para os filhos e o coração dos filhos para os pais, para que eu não venha exterminar a terra”. Elias foi levado ao céu num carro de fogo e voltará. Os discípulos perguntam a Jesus “por que os escribas ensinam que Elias deve vir primeiro?”. Eles não perguntam porque querem uma resposta. A pergunta afirma que Elias não veio e Jesus não é o Messias. E jogam a responsabilidade da afirmação sobre os escribas. A pergunta que fazem levanta dúvidas sobre a messianidade de Jesus. Jesus é mesmo o Messias? Eles esperavam um Messias glorioso, vencedor dos romanos e restaurador do reino de Davi, e não um “Filho do Homem maltratado”. Daí a pergunta: “Onde está Elias?” Eles estavam vivendo um momento de dificuldade de aceitação de Jesus. Aquele Jesus não era bem o que esperavam. Na verdade, porém, Elias já tinha vindo, mas na pessoa de João Batista. João Batista exerce a missão de Elias. Ele não é reencarnação de Elias, nem precisa ser. Desempenhando o papel do profeta, sua presença é sinal de que o Salvador está vindo.

HOMILIA

EU AFIRMO A VOCÊS QUE ELIAS JÁ VEIO

João Batista veio movido pelo mesmo espírito, isto é, com a mesma missão profética de Elias de levar o povo de Deus a uma conversão interior. Assim, ele abriu os caminhos para o Senhor e anunciou a todos a salvação de Jesus Cristo. O anúncio de Elias, assim como o de João Batista tinha como finalidade levar o povo a uma verdadeira conversão.
A exemplo de João Batista, vamos nos preparar a todos para receber JESUS CRISTO que está vindo. Como sabemos Jesus não vai nascer de novo na noite de 25 de dezembro. Mas esta é a data em que relembramos e comemoramos o seu nascimento, a sua vinda ao mundo, ou seja, o mistério da encarnação. O próprio Deus assumiu a natureza humana para nos deixar tudo o que precisamos para a nossa salvação.
Precisamos mostrar ao mundo a pessoa de Cristo que está vindo diariamente a cada um de nós. Batendo a nossa porta. E para isso devemos estar preparados. Discutir e refletir com as pessoas, no como devemos fazer e agir para estarmos preparados. Explicar o que significa preparar os nossos caminhos para a vinda do Senhor. Precisamos mostrar aos nossos irmãos em Cristo, que o Natal não é somente comprar, presentear, comer e beber. O Natal é tempo de conversão e mudança interior começando por cada um de nós, para depois proceder a mudança exterior, começando na nossa casa, no ambiente de trabalho, na escola, na faculdade, etc. O momento é agora. Vamos começar?
Esse tempo que antecede o Natal é propício para que nós, também, estejamos de coração aberto a fim de que aconteçam em nós as grandes transformações que Deus quer operar na nossa vida. Elias, foi arrebatado num carro de fogo e, voltará, ele mesmo, “para colocar tudo em ordem”, antes que venha o grande dia do Senhor. É o próprio Jesus quem assim afirma. Portanto, toda hora é hora para que nós nos preparemos para a vinda do Senhor, que virá uma segunda vez para criar novos céus e uma nova terra. “Vinde, Senhor Jesus!”
Pai, desfaze tudo quanto me impede de reconhecer em teu Filho Jesus, despojado de qualquer ambição mundana, a manifestação de teu amor pela humanidade.
Padre Bantu Mendonça Katchipwi Sayla
Fonte: Liturgia da Palavra em 14/12/2013

HOMÍLIA DIÁRIA

Que a mensagem de Jesus encontre lugar dentro do seu coração

Hoje desejo que, profundamente, a mensagem de Jesus encontre lugar dentro do seu coração. Desejo que verdadeiramente, na sua casa, o Senhor seja acolhido!

“Ora, eu vos digo: Elias já veio, mas eles não o reconheceram. Ao contrário, fizeram com ele tudo o que quiseram. Assim também o Filho do Homem será maltratado por eles” (Mt 17,12).

Meus queridos irmãos e irmãs no seguimento de Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, dois personagens aos quais temos de prestar bastante atenção neste tempo em que vivemos: João Batista e Jesus. Jesus e João Batista.
Os judeus dizem: “Mas, para que venha o Messias, não é preciso que primeiro venha Elias? Porque Elias é aquele que vai nos mostrar quem é verdadeiramente o Messias!” E então Jesus responde: “Elias já veio” (Mt 17, 12b). Elias já passou no meio de vocês, mas ele não foi recebido nem reconhecido. Ao contrário, o maltrataram e o mataram. (cf. Mt 17, 10-13).
É claro que Elias, o profeta do Antigo Testamento, não voltou à vida – ou ainda como dizem alguns – ele também não “reencarnou”. Apenas que João Batista representou aquilo que Elias foi para o povo na sua época. João Batista agora veio com esse mesmo espírito: preparar o povo para que recebesse o Messias, preparar o povo para que recebesse Jesus, o Senhor e Salvador.
Você sabe como foi a pregação de João Batista, como ele foi incisivo, o quanto ele apontou o caminho da salvação, o quanto ele disse verdades. E por causa dessas verdades, esse santo foi maltratado e morreu decapitado. Mas, se não acolheram Elias na pessoa de João Batista, o mesmo irá acontecer com o Filho do Homem, que será rejeitado e maltratado. A indiferença do povo daquela época foi a grande causa da rejeição a Jesus e à mensagem d’Ele.
Sabe, meus irmãos, os anos se passaram, e ainda que nos preparemos para celebrar o Natal – o nascimento do Salvador – com tudo aquilo fazemos, ou seja, com as pompas, com as decorações, Jesus continua sendo o “rejeitado” de todos os tempos!
Ainda são muitos os lares que não O acolhem. Mesmo os lares que se preparam para celebrar o seu Natal não são capazes de acolher a vida que Jesus nos trouxe, não são capazes de acolher a Sua mensagem, o Seu Evangelho, e se comportam com uma verdadeira indiferença. Até fazem festa… Até recordam que é Natal, mas não são capazes de reconhecer que Jesus veio para trazer uma vida nova, baseada no Seu Evangelho e na Sua mensagem.
Hoje desejo que, profundamente, a mensagem de Jesus encontre lugar dentro do seu coração. Que dentro de você essa mensagem encontre lugar para nascer, para crescer e para fecundar vida. Eu desejo que verdadeiramente, na sua casa, o Senhor seja acolhido!
Que Deus abençoe você!
Padre Roger Araújo
Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova.
Fonte: Canção Nova em 14/12/2013

Oração Final
Pai Santo, faze-nos crianças de teu Reinado de Amor. Que não racionalizemos a nossa fé, mas nos entreguemos inteiros à maravilhosa aventura de crer no inefável Mistério do teu Amor, que nos ofereceu o Cristo – Filho Unigênito. Ele se fez carne, humana como a nossa, em Jesus de Nazaré, e contigo reina na unidade do Espírito Santo.
Fonte: Arquidiocese BH em 14/12/2013

ORAÇÃO FINAL
Pai Santo, faze-nos crianças de teu Reinado de Amor. Que não racionalizemos a nossa fé, mas nos entreguemos inteiros à maravilhosa aventura de crer no inefável Mistério do teu Amor, que nos ofereceu o Cristo – Filho Unigênito. Ele se fez carne, humana como a nossa, em Jesus de Nazaré; viveu fazendo o Bem a todos; foi condenado e morto, mas Tu o ressuscitaste e Ele agora reina contigo na unidade do Espírito Santo.

LITURGIA DIÁRIA - 14/12/2019



Tema do Dia

«Elias já veio, e eles não o reconheceram.»

O Livro do Eclesiástico fala hoje da grandeza do Senhor. Ninguém pode anunciar suas obras ou imaginar a sua majestade. Seus feitos são numerosos, comparáveis em número aos grãos de areia ou às gotas de água do oceano. Ele é amável e nos perdoa.
Fonte: Arquidocese BH em 14/12/2013

Tema do dia

PAI SANTO, FAZE-NOS CRIANÇAS EM TEU REINADO DE AMOR

O Livro do Eclesiástico exalta hoje a grandeza de Deus. Ninguém está apto para anunciar suas obras ou imaginar a sua majestade. Seus feitos são numerosos, comparáveis em número aos grãos de areia ou às gotas de água do oceano. Ele é amável e nos perdoa!
http://arquidiocesebh.org.br/para-sua-fe/espiritualidade/meu-dia-em-oracao/pai-santo-faze-nos-criancas-em-teu-reinado-de-amor/

Oração para antes de ler a Bíblia


Meu Senhor e meu Pai! Envia teu Santo Espírito para que eu compreenda e acolha tua Santa Palavra! Que eu te conheça e te faça conhecer, te ame e te faça amar, te sirva e te faça servir, te louve e te faça louvar por todas as criaturas. Fazei, ó Pai, que pela leitura da Palavra os pecadores se convertam, os justos perseverem na graça e todos consigamos a vida eterna. Amém.

Sábado da 2ª Semana do Advento
S. João da Cruz PresDr, memória
Cor: Branco


Primeira Leitura (Eclo 48,1-4.9-11)
2ª Semana do Advento - Sábado -  14/12/2019

Leitura do Livro do Eclesiástico.

Naqueles dias, 1o profeta Elias surgiu como um fogo, e sua palavra queimava como uma tocha. 2Fez vir a fome sobre eles e, no seu zelo, reduziu-os a pouca gente. 3Pela palavra do Senhor fechou o céu e de lá fez cair fogo por três vezes. 4Ó Elias, como te tornaste glorioso por teus prodígios! Quem poderia gloriar-se de ser semelhante a ti?
9Tu foste arrebatado num turbilhão de fogo, num carro de cavalos também de fogo, 10tu, nas ameaças para os tempos futuros, foste designado para acalmar a ira do Senhor antes do furor, para conduzir o coração do pai ao filho, e restabelecer as tribos de Jacó. 11Felizes os que te viram, e os que adormeceram na tua amizade!

- Palavra do Senhor.
- Graças a Deus.


Responsório (Sl 79)
2ª Semana do Advento - Sábado -  14/12/2019

— Convertei-nos, ó Senhor, resplandecei a vossa face e nós seremos salvos!
— Convertei-nos, ó Senhor, resplandecei a vossa face e nós seremos salvos!

— Pastor de Israel, prestai ouvidos. Vós que sobre os querubins vos assentais. Despertai vosso poder, ó nosso Deus, e vinde logo nos trazer a salvação!
— Voltai-vos para nós, Deus do universo! Olhai dos altos céus e observai. Visitai a vossa vinha e protegei-a! Foi a vossa mão direita que a plantou; protegei-a e ao rebento que firmastes!
— Pousai a mão sobre o vosso Protegido, o filho do homem que escolhestes para vós! E nunca mais vos deixaremos, Senhor Deus! Dai-nos vida, e louvaremos vosso nome!


Evangelho (Mt 17,10-13)
2ª Semana do Advento - Sábado -  14/12/2019


Não o reconheceram

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.

Ao descerem do monte, 10os discípulos perguntaram a Jesus: “Por que os mestres da Lei dizem que Elias deve vir primeiro?” 11Jesus respondeu: “Elias vem e colocará tudo em ordem. 12Ora, eu vos digo: Elias já veio, mas eles não o reconheceram. Ao contrário, fizeram com ele tudo o que quiseram. Assim também o Filho do Homem será maltratado por eles”. 13Então os discípulos compreenderam que Jesus lhes falava de João Batista.

— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor.


Oração para depois de ler a Bíblia


Dou-Te graças, meu Deus, pelos bons propósitos, afetos e inspirações que me comunicastes nesta meditação; peço-Te ajuda para colocá-los em prática. Minha Mãe Imaculada, meu protetor São José e Anjo da minha guarda, intercedem todos por mim. Amém.

Rosa de Saron e Eugênio Jorge - Só por ti Jesus (último show acustíco)


TERÇOS – VÍDEOS


Acesse:

1  Terço da Divina Providência - http://youtu.be/5mzUbLl_P48

2 - Terço de Cura e Libertação  http://youtu.be/TWmZ47JoC0I

3  Terço da FÉ  http://youtu.be/-I1tuBSDtkU

4 - Terço do Espírito Santo - http://youtu.be/BJqMkwQsOeQ

5 - Terço da Libertação Cantado - http://youtu.be/9ofE4VoEZPU

6 - Terço da Sagrada Face de Nosso Senhor Jesus Cristo - http://youtu.be/dr_BtsQtRvo

7 - Terço de São Bento - http://youtu.be/p-iD6TySLmY