terça-feira, 6 de março de 2012

"AS SETE PALAVRAS DE JESUS NA CRUZ"

"AS SETE PALAVRAS DE
JESUS NA CRUZ"

Face de Jesus
estrela azul
1ª palavra:
"PAI, perdoa-lhes porque não sabem o que fazem!"
Jesus na cruz_1
estrela azul
2ª palavra:
"Ainda hoje estarás comigo no paraíso".
Jesus na cruz_2
estrela azul
3ª palavra:
"Mulher, eis aí o teu filho. Filho, eis aí a tua mãe!"
Jesus na cruz_3
estrela azul
4ª palavra:
"Tenho sede!"
Jesus na cruz_4
estrela azul
5ª palavra:
"Meu Deus, meu Deus, por que me abandonaste?"
Jesus na cruz_5
estrela azul
6ª palavra:
"Tudo está consumado."
Jesus na cruz_6
estrela azul
7ª palavra:
"Pai, em tuas mãos entrego o meu espírito."
Jesus na cruz_7

Que ElE esteja sempre contigo!

estrela azul

O Terço - Mistérios Dolorosos - Terça-feira e Sexta-Feira.



Terço do Rosário: Mistérios Dolorosos 


Santa Rosa de Viterbo - 6 de Março



Santa Rosa de ViterboA santidade é uma graça que o Espírito Santo quer dar a todos, porém, é Ele que vai no tempo d'Ele manifestando para o mundo este dom dado a quem luta diariamente. Por exemplo, Santa Rosa - que lembramos neste dia - muito cedo começou a externar atitudes extraordinárias de coragem e amor ao Senhor.

Nasceu em Viterbo, no ano de 1233, numa pobre e humilde família; quando tinha apenas três anos conta-se que pela sua oração Jesus reviveu uma tia. Com sete anos, Rosa pegou uma forte doença que acabou sendo um meio para sua vida de consagração, pois Nossa Senhora apareceu a ela, restituindo sua saúde e chamando-a à uma total entrega de vida.

Santa Rosa, antes mesmo de alcançar idade, resolveu livremente vestir um hábito franciscano, já que sua meta era entrar na Ordem de Santa Clara de Assis. Menina cheia do Espírito Santo, não ficou parada diante dos hereges cátaros, que semeavam a rejeição às autoridades.

Com apenas doze anos, era instrumento eficaz nas mãos do Pai Celeste, por isso anunciava o Evangelho e denunciava as artimanhas de satanás. Banida pelo imperador, continuou profetizando. Com o falecimento do imperador, ela voltou como heroína para Viterbo. Mesmo sem ser aceita com dezesseis anos pelas Irmãs Clarissas, Santa Rosa perseverou no caminho da santidade e, aos dezoito anos, foi acometida de uma doença que a levou para a Eterna Morada de Deus.

Santa Rosa de Viterbo, rogai por nós!

FONTE DE PESQUISA: Canção Nova

HOMÍLIA, COMENTÁRIO E REFLEXÃO DO EVANGELHO DO DIA 06/03/2012

6 de Março de 2012 

Mateus 23,1-12

Comentário do Evangelho

A hipocrisia na prática da lei

Mateus, inserindo este discurso de Jesus em seu evangelho, chama a atenção para a hipocrisia dos escribas e fariseus e reforça as advertências às suas comunidades para que não se deixem seduzir por suas doutrinas. Eles impõem pesados e insuportáveis fardos aos outros, porém, eles mesmos não os tocam, nem sequer com o dedo. Pedro, diante da Igreja de Jerusalém, defendeu a liberdade da fé dos gentios, sem a imposição da Lei, afirmando: "Por que tentais a Deus, impondo ao pescoço dos discípulos um jugo que nem nossos pais, nem mesmo nós pudemos suportar?" (At 15,10). 
Porém, o jugo de Jesus é leve e suave: é a humildade e o serviço, na alegria da comunhão de vida com o próximo e com Deus.



Vivendo a Palavra

O seguimento de Jesus é uma experiência de vida no Amor. Não se trata de ouvir ensinamentos para aumentar nosso conhecimento, mas de exercitar com generosidade o cuidado e o carinho com os companheiros que foram colocados em nosso caminho pelo Pai Misericordioso. Sempre a partir dos mais pobres...



COMENTÁRIOS DO EVANGELHO

FAÇA UMA DOAÇÃO AO NPDBRASIL...


1. "A cadeira do Padre"(O comentário do Evangelho abaixo é feito pelo Diácono José da Cruz - Diácono da Paróquia Nossa Senhora Consolata – Votorantim – SP)

Já vi muitas discussões inúteis sobre a questão do uso da cadeira chamada presidencial, utilizada nas celebrações, e que só podem ser ocupadas pelos Ministros Ordenados. Em primeiro lugar precisamos saber o que significa a tal cadeira do Padre, embora se pareça com um trono, pois o layout dos nossos presbitérios lembram uma reunião da corte, onde havia a cadeira do trono ladeada por outras cadeiras, reservadas aos ministros do primeiro escalão, ou seja, aqueles que, de certa forma "mandavam" junto com o rei.

Embora não seja a nossa realidade atual, a verdade é que as cadeiras aveludadas e de grande tamanho, colocadas no centro do presbitério, enchem a cabeça de muitos leigos de grandes fantasias, onde o ego se enche de soberba e a pessoa começa a se achar muito importante porque no exercício do seu ministério ocupa uma das cadeiras durante a Santa Missa ou a Celebração da palavra, e se for Ministro da Palavra, irá sentar-se na cadeira do padre e daí a sede de poder é ainda mais forte. Não é qualquer um que pode sentar-se na cadeira do padre e nas igrejas das grandes metrópoles a concorrência é ainda muito maior...

Claro que não é disso que fala a reflexão do evangelho, mas poderíamos usar a expressão "Sentar-se na cadeira do padre", para entender a crítica de Jesus contra os Escribas e Fariseus naquele tempo...

Sentar-se na cadeira de Moisés (expressão colocada pelo evangelista) ou sentar-se na cadeira do padre, significa serem os Donos da Verdade e os detentores de todas as informações importantes da comunidade. É fácil saber se isso está acontecendo na sua comunidade, se lá você tem ouvido muito essa expressão: "Pergunte para FULANO porque isso é só ele quem sabe", pronto! A comunidade é igualzinha a de Mateus, tem gente que sabe ou pensa saber demais, e sem eles nenhuma decisão poderá ser tomada. Eis aí aqueles sobre os quais os corneteiros de plantão dizem jocosamente "Este quer mandar mais que o padre".

Os que se sentam na cadeira do padre, criam regras e mil norminhas na pastoral, no movimento e na liturgia, quando "apertados" por alguém que os enfrentam, terminam com a conhecida frase "Ah... são ordens do nosso padre... Isso é colocar fardos pesados nas costas dos irmãos e irmãs.

Claro que estes, que gostam de sentarem-se na cadeira do padre, automaticamente procuram os primeiros lugares em tudo, na Festa do Padroeiro, equipe de eventos, conselhos paroquiais ou pastorais, CAAE, etc. Qualquer decisão para ser tomada tem que passar pelo crivo deles. Conheci alguém que exercia um ministério há muitos anos e ninguém tinha coragem de tirá-lo do cargo, nem o padre que achava melhor não criar caso com o idoso Senhor, que entre outras coisas era quem escalava os ministros da Eucaristia, e ainda indicava para o padre quem poderia ser ministro.

São críticas severas para nossas comunidades? Sem dúvida alguma. Nas comunidades cristãs há muita riqueza e santidade autêntica de tantos irmãos e irmãs, mas não podemos nos iludir achando que Escribas e Fariseus só havia no tempo de Jesus, ou em uma DIOCESE lá da Patagônia. A conclusão do evangelho nos aponta quem é o único e Verdadeiro Centro das atenções em nossa Igreja: Jesus Cristo, tudo é nele, com ele e por ele. Exatamente por isso que Jesus se apresenta como sendo ele o único Mestre, o único que tem autoridade, o único que é o centro de todas as atenções, sem ele, todo e qualquer ministério não tem nem razão de ser.

E o que fez esse Mestre Supremo? Rebaixou-se à condição de um escravo, sendo ele o maior de todos os maiorais, se fez Servo e ao se humilhar com a morte vergonhosa da cruz, foi exaltado pelo Pai. O Lava-Pés consolida a ação servidora de Jesus.

2. A hipocrisia na prática da lei(O comentário do Evangelho abaixo é feito por José Raimundo Oliva - e disponibilizado no Portal Paulinas)

VIDE ACIMA

Oração


Pai, que os maus exemplos jamais me influenciem, fazendo-me desviar de teu caminho. Seja teu Filho Jesus meu único modelo de vida.



3. A FALTA DE MISERICÓRDIA(O comentário do Evangelho abaixo é feito pelo Pe. Jaldemir Vitório – Jesuíta, Doutor em Exegese Bíblica, Professor da FAJE – e disponibilizado no Portal Dom Total a cada mês).

A sensibilidade de Jesus para a falta de misericórdia, no trato mútuo, era evidente. A menor atitude de menosprezo ou insensibilidade, em relação ao próximo, chamava-lhe a atenção. Por isso, aproveitava estas ocasiões para advertir os discípulos.

Os escribas e fariseus estavam, constantemente, na mira de Jesus. Eles tinham certos comportamentos com os quais o Mestre não podia compactuar, por não serem movidos pela misericórdia. Assim, impunham, às pessoas de boa-fé, um acúmulo de prescrições, ao passo que eles mesmos não se sentiam obrigados a cumpri-las. Igualmente, com ar de importância, exigiam que as pessoas lhes deixassem os primeiros lugares nos banquetes, nas sinagogas e nas praças, e que as chamassem com o título honroso de "rabi". E muitas coisas mais! Toda essa maneira de se comportar é que os discípulos deveriam evitar. O Mestre foi explícito: "Não imiteis suas ações!", pois não primam pela misericórdia.

O discípulo espelha-se no modo de agir de Jesus. Contrariamente aos escribas e fariseus, o Mestre não se prevaleceu dos pequenos e fracos, antes, procurou agir com extrema humildade e discrição, jamais buscando grandezas e honrarias mundanas. Seu agir misericordioso desmascarava a arrogância de seus adversários.

Oração


Espírito de misericórdia, livra-me de seguir o mau exemplo de quem, no trato com o próximo, prima pela arrogância e pela insensibilidade.





Cuidemos para que nossos atos e palavras não entrem em contradição


Postado por: homilia

março 6th, 2012



No Evangelho, Jesus censura os escribas e os fariseus, homens responsáveis pelo ensino da Escritura e da Lei, porque eram hipócritas. Arrogavam-se  “mestres” tal como Moisés para impor medidas pesadas aos outros, mas eles não as cumpriam. Fingiam ser bons cumpridores da Lei e, para tal, metiam algumas palavras essenciais dessa Lei em pequenos estojos e os colocavam no braço esquerdo ou na fronte – as chamadas “filactérias” -, alargavam as pontas dos mantos que colocavam sobre os ombros para fazer oração; as bordas eram muito compridas por vaidade.
Jesus critica, veementemente, a pretensão desses homens à posse exclusiva da verdade, a sua incoerência, o seu exibicionismo, a sua insensibilidade ao amor e à misericórdia.
O texto de hoje é um convite a todos nós, para que não deixemos que atitudes semelhantes às dos escribas e fariseus se introduzam em nosso meio e destruam a fraternidade, fundamento da comunidade.
Jesus nos fala para fazermos e observarmos tudo o que os mestres da Lei e os fariseus dizem, pois eles têm bastante conhecimento da Palavra de Deus e falam com propriedade sobre o que deve ser feito de acordo com a vontade do Pai. Mas o Senhor conhece o coração de cada pessoa e, com coerência, nos pede que sigamos os ensinamentos deles, mas não imitemos suas atitudes, pois seus ensinamentos e atitudes se contradizem.
Estejamos atentos, pois quando ouvirmos alguém nos falando o que deve ser feito de bom, não devemos deixar de fazê-lo só porque quem falou não tem “moral” ou “credibilidade” sobre determinada atitude.
Por outro lado, é muito fácil dizer aos outros o que fazer e de que forma agir, mostrar os erros cometidos, mesmo quando eles estão presentes em nós mesmos. O interessante é que sempre falamos com propriedade, pois sabemos realmente que essa ou aquela situação são erradas e que devemos agir de um modo diferente. Entretanto, nós não as corrigimos em nossas próprias vidas. Desta forma, dar testemunho do que falamos torna-se algo difícil.
Quando estamos servindo a Deus, é necessário darmos um testemunho fiel de nossas palavras para que as pessoas reflitam sobre nosso modo de agir, já que uma atitude vale mais que mil palavras. Se você diz para seu filho: “Não beba, porque vai lhe fazer mal”. Mas, no dia seguinte, você está com um copo de bebida na mão. Seu filho não vai dar credibilidade ao que você falou, mas no exemplo que você deu!
Ao ler o Evangelho de hoje, lembramo-nos logo do famoso ditado popular que diz: “Faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço”. É fundamental nos colocarmos naquilo que fazemos, até porque as nossas obras dirão aquilo que somos. “Se vos amardes uns aos outros, o mundo reconhecerá que sois meus discípulos”, disse Jesus.
Pessoas que muito falam e pouco fazem criam uma “capa de ilusões”. Fazem com que as outras pessoas pensem que ela é o que diz ser e que pratica o que diz fazer. Mas, no fundo, esta pessoa é vazia por dentro, pois não tem nada de verdadeiro na vida dela. Tudo não passa de “palavras soltas ao vento”. Querem aparecer, serem reconhecidas publicamente, mas nem elas mesmas se conhecem. Desejam ser chamadas de “mestres”, mas, nisto, Jesus nos adverte: “não existe outro mestre, pai ou guia, que não seja o próprio Deus”.
Cristo também nos deixa uma mensagem que nos fará verdadeiramente importantes para Deus: “O maior dentre vós deve ser aquele que vos serve. Quem se exaltar será humilhado, e quem se humilhar será exaltado”.
Padre Bantu Mendonça



Leitura Orante 


Preparo-me para a Leitura Orante, cumprimentando, 
com todos os internautas, 
a Jesus, como Mestre: 


Em nome do Pai, e do Filho e do Espírito Santo. 


Jesus Mestre, santificai minha mente e aumentai minha fé. 
Jesus, Mestre vivo na Igreja, atraí todos à vossa escola. 
Jesus Mestre, libertai-me do erro, dos pensamentos inúteis e das trevas eternas. 
Jesus Mestre, caminho entre o Pai e nós, tudo vos ofereço e de vós tudo espero. 
Jesus, caminho da santidade, tornai-me vosso fiel seguidor. 
Jesus caminho, tornai-me perfeito como o Pai que está nos céus. 
Jesus vida, vivei em mim, para que eu viva em vós. 
Jesus vida, não permitais que eu me separe de vós. 
Jesus Vida, fazei-me viver eternamente na alegria do vosso amor.
Jesus verdade, que eu seja luz para o mundo. 
Jesus caminho, que eu seja vossa testemunha autêntica diante dos homens. 
Jesus vida, fazei que minha presença contagie a todos com o vosso amor e a vossa alegria. 
Bem-aventurado Tiago Alberione 


1. Leitura (Verdade) 


- O que a Palavra diz? 


Leio com atenção, na Bíblia, o texto de hoje em 
Mt 23,1-12. 


Jesus se apresenta como um Mestre diferente. A maior preocupação do bem-aventurado Tiago Alberione sempre foi levar todos a Cristo: "A Família Paulina tem uma só espiritualidade: viver integralmente o Evangelho, seguir o Divino Mestre Caminho, Verdade e Vida. Esta espiritualidade ele assim definiu: " viver 'em Cristo', santificando: a mente, porque ele é a Verdade; a vontade, porque ele é o Caminho; o coração, porque ele é a Vida". 


2. Meditação (Caminho) 


- O que a Palavra diz para mim? 


Considero, como refletem os bispos na Conferência de Aparecida, Jesus como único Mestre que tem palavras de vida eterna: 

"O chamado que Jesus, o Mestre faz, implica numa grande novidade. Na antiguidade, os mestres convidavam seus discípulos a se vincular com algo transcendente e os mestres da Lei propunham a adesão à Lei de Moisés. Jesus convida a nos encontrar com Ele e a que nos vinculemos estreitamente a Ele porque é a fonte da vida (cf. Jo 15,1-5) e só Ele tem palavra de vida eterna (cf. Jo 6,68). Na convivência cotidiana com Jesus e na confrontação com os seguidores de outros mestres, os discípulos logo descobrem duas coisas originais no relacionamento com Jesus. Por um lado, não foram eles que escolheram seu mestre foi Cristo quem os escolheu. E por outro lado, eles não foram convocados para algo (purificar-se, aprender a Lei...), mas para Alguém, escolhidos para se vincular intimamente a sua pessoa (cf. Mc 1,17; 2,14). Jesus os escolheu para "que estivessem com Ele e para enviá-los a pregar" (Mc 3,14), para que o seguissem com a finalidade de "ser d'Ele" e fazer parte "dos seus" e participar de sua missão. O discípulo experimenta que a vinculação íntima com Jesus no grupo dos seus é participação da Vida saída das entranhas do Pai, é se formar para assumir seu estilo de vida e suas motivações (cf. Lc 6,40b), viver seu destino e assumir sua missão de fazer novas todas as coisas." 
(DAp 131). 


3. Oração (Vida) 


- O que a Palavra me leva a dizer a Deus? 


Rezo a 


Oração da Campanha da Fraternidade 2012 


Senhor Deus de amor, 
Pai de bondade, 
nós vos louvamos e agradecemos 
pelo dom da vida, 
pelo amor com que cuidais de toda a criação. 


Vosso Filho Jesus Cristo, 
em sua misericórdia, assumiu a cruz dos enfermos 
e de todos os sofredores, 
sobre eles derramou a esperança de vida em plenitude. 


Enviai-nos, Senhor, o Vosso Espírito. 
Guiai a vossa Igreja, para que ela, pela conversão 
se faça sempre mais, solidária às dores e enfermidades do povo, 
e que a saúde se difunda sobre a terra. 
Amém. 


4. Contemplação(Vida/ Missão) 


- Qual o meu novo olhar a partir da Palavra? 


Vou vivenciar o meu ser discípulo de Jesus Mestre vivendo a fraternidade. E colocarei no cume de todas as minhas «referências» Jesus Mestre. 


Bênção 


- Deus nos abençoe e nos guarde. 
Amém. 
- Ele nos mostre a sua face e se compadeça de nós. 
Amém. 
- Volte para nós o seu olhar e nos dê a sua paz. 
Amém. 
- Abençoe-nos Deus misericordioso, Pai e Filho e Espírito Santo.
 Amém. 

I. Patrícia Silva, fsp 


Oração Final

Pai Santo, faze-nos mansos e humildes de coração, assim como manso e humilde foi Jesus de Nazaré. Que a nossa presença junto aos que estiverem perto de nós seja leve, fonte de alegria e esperança, sem a imposição de outra Lei que não seja simplesmente o Amor. Por Jesus Cristo, teu Filho e nosso Irmão, na unidade do Espírito Santo.


LITURGIA DIÁRIA - 06/03/2012




“Nunca se deixem chamar mestre.”

Isaías anuncia o perdão: Javé é capaz de tornar alvas como a neve as culpas pelas maldades praticadas. E indica o caminho a seguir: fazer o bem, praticar o direito, socorrer os oprimidos, levar justiça aos órfãos e defender a causa das viúvas.



Oração para antes de ler a Bíblia


orkut e hi5, Religiosos, palavras do Senhor Jesus, imagens de biblia, recados de Jesus, gifs de religião para orkut

Meu Senhor e meu Pai! Envia teu Santo Espírito para que eu compreenda 

e acolha tua Santa Palavra! Que eu te conheça e te faça conhecer, te ame

 e te faça amar, te sirva e te faça servir, te louve e te faça louvar por

 todas as criaturas. Fazei, ó Pai, que pela leitura da Palavra os pecadores

se convertam, os justos perseverem na graça e todos consigamos 

a vida eterna. Amém.



ROXO – OFÍCIO DO DIA




Primeira leitura (Isaías 1,10.16-20)

Terça-Feira, 6 de Março de 2012
2ª Semana da Quaresma


Leitura do Livro do Profeta Isaías.

10Ouvi a palavra do Senhor, magistrados de Sodoma, prestai ouvidos ao ensinamento do nosso Deus, povo de Gomorra. 16Lavai-vos, purificai-vos. Tirai a maldade de vossas ações de minha frente. Deixai de fazer o mal! 17Aprendei a fazer o bem! Procurai o direito, corrigi o opressor. Julgai a causa do órfão, defendei a viúva. 18Vinde, debatamos — diz o Senhor. Ainda que vossos pecados sejam como púrpura, tornar-se-ão brancos como a neve. Se forem vermelhos como o carmesim, tornar-se-ão como lã. 19Se consentirdes em obedecer, comereis as coisas boas da terra. 20Mas se recusardes e vos rebelardes, pela espada sereis devorados, porque a boca do Senhor falou!

- Palavra do Senhor.
- Graças a Deus.




Salmo (Salmos 49)

Terça-Feira, 6 de Março de 2012
2ª Semana da Quaresma


— A todos que procedem retamente, eu mostrarei a salvação que vem de Deus.
— A todos que procedem retamente, eu mostrarei a salvação que vem de Deus.

— Eu não venho censurar teus sacrifícios, pois sempre estão perante mim teus holocaustos; não preciso dos novilhos de tua casa nem dos carneiros que estão nos teus rebanhos.
— Como ousas repetir os meus preceitos e trazer minha Aliança em tua boca? Tu que odiaste minhas leis e meus conselhos e deste as costas às palavras dos meus lábios!
— Diante disso que fizeste, eu calarei? Acaso pensas que eu sou igual a ti? É disso que te acuso e repreendo e manifesto essas coisas aos teus olhos.
— Quem me oferece um sacrifício de louvor, este sim é que me honra de verdade. A todo homem que procede retamente, eu mostrarei a salvação que vem de Deus.




Evangelho (Mateus 23,1-12)

Terça-Feira, 6 de Março de 2012
2ª Semana da Quaresma




Há um só Pai!

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor!

Naquele tempo, 1Jesus falou às multidões e aos seus discípulos e lhes disse: 2“Os mestres da Lei e os fariseus têm autoridade para interpretar a Lei de Moisés. 3Por isso, deveis fazer e observar tudo o que eles dizem. Mas não imiteis suas ações! Pois eles falam e não praticam.4Amarram pesados fardos e os colocam nos ombros dos outros, mas eles mesmos não estão dispostos a movê-los, nem sequer com um dedo.
5Fazem todas as suas ações só para serem vistos pelos outros. Eles usam faixas largas, com trechos da Escritura, na testa e nos braços, e põem na roupa longas franjas.
6Gostam de lugar de honra nos banquetes e dos primeiros lugares nas sinagogas. 7Gostam de ser cumprimentados nas praças públicas e de serem chamados de Mestre. 8Quanto a vós, nunca vos deixeis chamar de Mestre, pois um só é vosso Mestre e todos vós sois irmãos. 9Na terra, não chameis a ninguém de pai, pois um só é vosso Pai, aquele que está nos céus.10Não deixeis que vos chamem de guias, pois um só é vosso Guia, Cristo. 11Pelo contrário, o maior dentre vós deve ser aquele que vos serve. 12Quem se exaltar será humilhado, e quem se humilhar será exaltado”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.





Oração para depois de ler a Bíblia


orkut e hi5, Religiosos, mensagem religiosa, imagem da biblia, recados de religião, scraps religioso para orkut


Dou-Te graças, meu Deus, pelos bons propósitos, afetos e inspirações 

que me comunicastes nesta meditação; peço-Te ajuda para colocá-los

 em prática. Minha Mãe Imaculada, meu protetor São José e Anjo da

minha guarda, intercedeis todos por mim. Amém.


ORAÇÃO AO ANJO DA GUARDA


 

"Anjo de Luz, guardião da minha vida. A ti fui confiado pela santa misericórdia de Deus. Ilumina a minha alma, guarda-me dos males, orienta a minha inspiração, fortalece a minha sintonia com Deus e torna-me forte diante dos percalços. Lembra-me todos os dias de não julgar nem ferir. Tinge a minha mente de amor e harmonia, para que eu possa tornar o mundo melhor, agora e para todo o sempre. 

Amém."