sábado, 4 de outubro de 2014

FRASES E PENSAMENTOS DE SÃO FRANCISCO DE ASSIS


Comece fazendo o que é necessário, depois o que é possível, e de repente você estará fazendo o impossível. São Francisco de Assis

O que temer? Nada.
A quem temer? Ninguém.
Por quê? Porque aqueles que se unem a Deus obtêm três grandes privilégios: onipotência sem poder; embriaguez, sem vinho e vida sem morte.
São Francisco de Assis

Onde há amor e sabedoria, não tem temor e nem ignorância. São Francisco de Assis

BOM DIA! BOA TARDE! BOA NOITE! - OREMOS: Senhor Deus, nosso Pai, nós cremos em vós. Nós esperamos em Vós. Nós Vos amamos. Nós Vos agradecemos este dia que começa. Nós Vos damos graças, por que estamos com vida e nós Vos oferecemos este dia com todas as nossas alegrias e sofrimentos, com todos os nossos trabalhos e divertimentos. Guardai-nos do pecado e fazei de nós um instrumento de Vossa paz e de Vosso amor. Ajudai-nos a observar Vossos mandamentos. Amém.






OREMOS:

Senhor Deus, nosso Pai, nós cremos em vós.

Nós esperamos em Vós.

Nós Vos amamos.

Nós Vos agradecemos este dia que começa.

Nós Vos damos graças, por que estamos com vida e nós

Vos oferecemos este dia com todas as nossas

alegrias e sofrimentos, com todos os nossos trabalhos e divertimentos.

Guardai-nos do pecado e fazei de nós um instrumento

de Vossa paz e de Vosso amor.

Ajudai-nos a observar Vossos mandamentos.

Amém.


TERÇOS – VÍDEOS


Acesse:

1 - Terço da Divina Providência - http://youtu.be/5mzUbLl_P48

2 - Terço de Cura e Libertação - http://youtu.be/TWmZ47JoC0I

3 - Terço da FÉ - http://youtu.be/-I1tuBSDtkU

4 - Terço do Espírito Santo - http://youtu.be/BJqMkwQsOeQ

5 - Terço da Libertação Cantado - http://youtu.be/9ofE4VoEZPU


TERÇO DA MISERICÓRDIA - VÍDEOS - APRENDA A REZAR O TERÇO DA MISERICÓRDIA






"Quando rezarem este Terço junto aos agonizantes, Eu me colocarei entre o Pai e a alma agonizante, não como justo Juiz, mas como Salvador misericordioso".

JESUS, EU CONFIO EM VÓS!!!

APRENDA A REZAR O TERÇO DA MISERICÓRDIA



Para ser rezado nas contas do terço

No começo:

Pai nosso, que estais no céus, santificado seja o vosso nome; venha a nós o vosso reino, seja feita a vossa vontade, assim na terra como no céu. O pão nosso de cada dia nos dai hoje; perdoai-nos as nossas ofensas, assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido e não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal. Amém.

Ave, Maria, cheia de graça, o Senhor é convosco; bendita sois vós entre as mulheres e bendito é o fruto do vosso ventre, Jesus. Santa Maria, Mãe de Deus, rogai por nós, pecadores, agora e na hora de nossa morte. Amém.

Creio em Deus Pai, todo poderoso, criador do Céu e da Terra; e em Jesus Cristo, seu único Filho, nosso Senhor; que foi concebido pelo poder do Espírito Santo; nasceu da Virgem Maria, padeceu sob Pôncio Pilatos, foi crucificado, morto e sepultado; desceu à mansão dos mortos; ressuscitou ao terceiro dia; subiu aos céus, está sentado à direita de Deus Pai todo-poderoso, de onde há de vir a julgar os vivos e os mortos. Creio no Espirito Santo, na santa Igreja Católica, na comunhão dos santos, na remissão dos pecados, na ressurreição da carne, na vida eterna Amém.

Nas contas de Pai Nosso, dirás as seguintes palavras usando o terço de Maria:

Eterno Pai, eu Vos ofereço o Corpo e o Sangue, a Alma e a Divindade de Vosso diletíssimo Filho, Nosso Senhor Jesus Cristo, em expiação dos nossos pecados e dos do mundo inteiro.

Nas contas de Ave Maria rezarás as seguintes palavras:

Pela Sua dolorosa Paixão, tende misericórdia de nós e do mundo inteiro.

No fim, rezarás três vezes estas palavras:

Deus Santo, Deus Forte, Deus Imortal, tende piedade de nós e do mundo inteiro” 
(Diário, 476).

Oração do Angelus - Padre Antonello - VÍDEO - Como rezar o Ângelus






Como rezar o Ângelus:

1) O Anjo do Senhor anunciou a Maria
- E Ela concebeu pelo poder do Espírito Santo.
Ave Maria...

2) Eis aqui a serva do Senhor.
- Faça-se em Mim segundo a vossa palavra.
Ave Maria...

3) E o Verbo Divino se fez homem,
- e habitou entre nós.
Ave Maria...

4) Rogai por nós, Santa Mãe de Deus,
- para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

Oremos: Derramai ó Deus, a Vossa graça em nossos corações, para que, conhecendo pela mensagem do anjo a encarnação do Vosso filho, cheguemos por Sua Paixão e Cruz à glória da ressurreição. Por Cristo, Senhor nosso. Amém.

Glória ao Pai... (repete-se 3 vezes)

LITURGIA DAS HORAS

Clique no ícone abaixo
para acesso à Hora Canônica

Mensagens diárias prá vc

Terço - Mistério Gozosos - Segunda-Feira e Sábado


Terço do Rosário: Mistérios Gozosos




HOMÍLIA DIÁRIA, COMENTÁRIO E REFLEXÃO DO EVANGELHO DO DIA 04/10/2014

ANO A


Lc 10,17-24

Comentário do Evangelho

O importante é viver os valores do Reino.

Os setenta e dois discípulos voltaram da missão cheios de entusiasmo. A missão havia sido um sucesso. Eles puderam ver a palavra de Jesus se realizar e o poder do Espírito Santo atuar, libertando as pessoas de seus males. Puderam fazer a experiência do poder do Senhor que agia por meio deles, prolongando o “hoje” da salvação, anunciado no discurso inaugural de Jesus, na sinagoga de Nazaré (Lc 4,21), através da vitória sobre o poder demoníaco que tira do coração do ser humano o brilho originário da criação (vv. 18-19; Ap 12,7-12; Dn 12,1-3). A alegria e o entusiasmo dos discípulos são para Jesus ocasião de ensiná-los a não se deixarem enganar pelo sucesso, seduzir pela fama ou ceder à tentação do prestígio mundano. Se isso viesse a acontecer, Satanás teria triunfado. Para não se perderem ou viverem a ilusão do sucesso, Jesus alerta que o importante é viver os valores do Reino, pois a alegria verdadeira do discípulo vem de sua comunhão com Deus (v. 20; Ex 32,32; Is 4,3). Ademais, é necessária uma profunda humildade, pois se algum bem eles fizeram, se o mal foi submetido e vencido, é porque Deus estava com eles e, como dissemos, agia por meio deles (cf. Jo 15,5).
Carlos Alberto Contieri, sj
Oração
Pai, por ter meu nome inscrito no céu e por estar unido a ti, única fonte de vida e de libertação, ajuda-me a lutar contra o mal que mantém a humanidade cativa do egoísmo.

Vivendo a Palavra

Como aqueles setenta e dois discípulos que voltavam alegres da missão cumprida, nós pensamos hoje em Francisco de Assis – no seu exemplo de fé, coragem, na entrega total de sua vida ao Reino do Pai. Francisco foi a árvore boa cujos frutos bons permanecem na Igreja e no mundo pelos tempos afora.

Reflexão

Muitas vezes, podemos perguntar: por que as pessoas mais simples e humildes recebem com maior facilidade a mensagem do evangelho do que as sábias e inteligentes? A resposta, à luz do evangelho de hoje, parece fácil: é porque Deus revela as coisas a elas e as esconde aos sábios e inteligentes. Será que foi exatamente isso que Jesus quis dizer? Parece que não, pois nos mostraria um Deus injusto, que faz distinção de pessoas. Para os inteligentes e sábios, que confiam nos próprios conhecimentos, a abertura aos mistérios da fé é algo de primitivo e irracional e, com isso, o mistério fica oculto a eles, não porque Deus escondeu, mas porque eles se recusam a ver. Os simples e humildes submetem a inteligência à fé e Deus pode, assim, lhes revelar seus mistérios.

Recadinho


Quando faz algo de bom para alguém fica esperando agradecimento? - Sabe ser grato a Deus pelas maravilhas que realiza em sua vida? - Conhece gente que só sabe se lamentar da vida? - Procure ver o que há de positivo em seu coração. - Veja também seus defeitos.
Padre Geraldo Rodrigues, C.Ss.R

Comentário do Evangelho

A ALEGRIA DO APÓSTOLO

A missão dos discípulos de Jesus teve seu lado bonito de eficácia e acolhida. Eles foram testemunhas da ação da palavra de Deus na vida das pessoas e como elas se transformavam. Perceberam, igualmente, como as forças demoníacas que mantinham as pessoas cativas, seja do pecado seja da doença, eram vencidas. Viram o Reino expandir-se e se implantar na vida de muita gente. Por isso, voltavam cheios de alegria para junto de Jesus.
Jesus, porém, temperou o entusiasmo desses missionários, chamando-lhes a atenção para algo que lhes passava despercebido: sua alegria deveria consistir em saber que seus nomes estavam inscritos no céu, ou seja, que eram cidadãos do Reino, cujo Senhor era o Pai. O que faziam, portanto, só tinha sentido enquanto compreendido como serviço desinteressado e gratuito à causa do Reino. Os Apóstolos foram, também, alertados para não se deixarem enredar pela glória mundana provinda do sucesso da missão, e sim, descobrir a raiz verdadeira da alegria, que consistia em saber-se instrumento nas mãos do Pai para levar a salvação a toda humanidade.
A alegria e a felicidade despontaram, também, no coração de Jesus. Ele exultou, porque o Pai revelou a pessoas tão simples, como eram os Apóstolos, os mistérios do Reino, e contou com eles para serem seus servidores. Eis um grande motivo para louvar e agradecer!
Oração
Senhor Jesus, que meu coração exulte de alegria por saber que o Pai conta comigo para ser servidor de seu Reino.
(O comentário do Evangelho é feito pelo Pe. Jaldemir Vitório – Jesuíta, Doutor em Exegese Bíblica, Professor da FAJE – e disponibilizado neste Portal a cada mês)
Oração
Ó Deus, que fizestes são Francisco de Assis assemelhar-se ao Cristo por uma vida de humildade e pobreza, concedei que, trilhando o mesmo caminho, sigamos fielmente o vosso filho, unindo-nos convosco na perfeita alegria. Por nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

REFLEXÕES DE HOJE


DIA 04 DE OUTUBRO – SÁBADO


Ficai alegres porque vossos nomes
estão escritos no céu.


HOMILIA
A VOLTA DOS SETENTA E DOIS DISCÍPULOS Lc 10,17-24
Os setenta e dois discípulos voltam «cheios de ale¬gria» e Jesus revela-lhes o conteúdo profundo daquilo que fizeram.
O tema é tratado em duas secções ligeiramente diferentes, mas unitárias. Temos, em primeiro lugar a missão, considerada pelos 72 discípulos uma vitória na luta contra Satanás; depois, a vitória sobre Satanás, que evidencia a capacidade dos discípulos em vencer o mal que há no mundo. Por isso são chamados «Felizes» e os seus nomes estão «escritos no Céu»; em terceiro lugar, o evangelho faz notar que «os pequenos» estão abertos ao mistério e recebem a verdade de Jesus; finalmente, Jesus louva o Pai pelo dom concedido «aos pequenos» e revela a união de amor entre Ele e o Pai: «Tudo me foi entregue por meu Pai; e ninguém conhece quem é o Filho senão o Pai…».
Pode dizer-se que a missão é irradiação do amor que une o Pai e o Filho. Este amor, revelado «aos pequenos» é a força que destrói o mal. Os discípulos são «felizes» porque vêem e saboreiam desde já o amor do Pai e do Filho.
“Porém não fiquem alegres porque os espíritos maus lhes obedecem, mas sim porque o nome de cada um de vocês está escrito no céu." É para mim e para ti que Jesus está se dirigindo agora. Será que o meu e o teu nome também já está escrito no céu? Os nomes de todos os Apóstolos e santos, eu sei que já estão. O que temos feito para que eles estejam escrito neste livro? Sei que estou tentando anunciar o Reino de Deus, já há um bom tempo. E tu?
Pai, por ter meu nome inscrito no céu e por estar unido a Ti, única fonte de vida e de libertação, ajuda-me a lutar contra o mal que mantém a humanidade cativa do egoísmo.
Fonte Padre Bantu Mendonça Katchipwi Sayla

Oração Final
Pai Santo, faze-nos simples como Francisco, dá-nos a sua força, coragem e sua generosidade para entregarmos tudo o que somos e temos aos irmãos, seguindo o seu exemplo. Nós pedimos, Pai amado, pelo mesmo Cristo Jesus, teu Filho, nosso Irmão e modelo de Francisco, na unidade do Espírito Santo.

LITURGIA DIÁRIA 04/10/2014


Tema do Dia

São Francisco de Assis: seu nome está escrito no céu.

Diz-se que o homem aprende o que lhe ensinam, mas só sabe mesmo o que descobre. Aconteceu com Jó: ele, que conhecia Javé só por ouvir falar, faz a experiência de Sua Presença, fica encantado e lança seu grito de alegria. Agora, meus olhes Te vêem!

Oração para antes de ler a Bíblia


Meu Senhor e meu Pai! Envia teu Santo Espírito para que eu compreenda e acolha tua Santa Palavra! Que eu te conheça e te faça conhecer, te ame e te faça amar, te sirva e te faça servir, te louve e te faça louvar por todas as criaturas. Fazei, ó Pai, que pela leitura da Palavra os pecadores se convertam, os justos perseverem na graça e todos consigamos a vida eterna. Amém.

S. Francisco de Assis, Rlg, memória
Cor: Branco


Primeira Leitura (Jó 42,1-3.5-6.12-16)
São Francisco de Assis - Sábado 04/10/2014

Leitura do Livro de Jó.

1Jó respondeu ao Senhor, dizendo: 2“Reconheço que podes tudo e que para ti nenhum pensamento é oculto.  3Quem é esse que ofusca a Providência, sem nada entender?  Falei, pois, de coisas que não entendia, de maravilhas que ultrapassam a minha compreensão.5Conhecia o Senhor apenas por ouvir falar, mas, agora, eu o vejo com meus olhos. 6Por isso me retrato e faço penitência no pó e na cinza”.
12O Senhor abençoou a Jó no fim de sua vida mais do que no princípio; ele possuía agora catorze mil ovelhas, seis mil camelos, mil juntas de bois e mil jumentas.
13Teve outros sete filhos e três filhas: 14a primeira chamava-se “Rola”, a segunda “Cássia”, e a terceira “Azeviche”. 15Não havia em toda a terra mulheres mais belas que as filhas de Jó. Seu pai lhes destinou uma parte da herança, entre os seus irmãos. 16Depois desses acontecimentos, Jó viveu cento e quarenta anos, e viu seus filhos e os filhos de seus filhos até a quarta geração. E Jó morreu velho e repleto de anos.

- Palavra do Senhor.
- Graças a Deus.


Responsório (Sl 118)
São Francisco de Assis - Sábado 04/10/2014

— Fazei brilhar vosso semblante ao vosso servo e ensinai-me vossas leis e mandamentos.
— Fazei brilhar vosso semblante ao vosso servo e ensinai-me vossas leis e mandamentos.

— Dai-me bom senso, retidão, sabedoria, pois tenho fé nos vossos santos mandamentos!
— Para mim foi muito bom ser humilhado, porque assim eu aprendi vossa vontade!
— Sei que os vossos julgamentos são corretos, e com justiça me provastes, ó Senhor!
— Porque mandastes, tudo existe até agora; todas as coisas, ó Senhor, vos obedecem!
— Sou vosso servo: concedei-me inteligência, para que eu possa compreender vossa Aliança!
— Vossa palavra, ao revelar-se, me ilumina, ela dá sabedoria aos pequeninos.


Evangelho (Lc 10,17-24)
São Francisco de Assis - Sábado 04/10/2014


A volta dos setenta e dois.

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 17os setenta e dois voltaram muito contentes, dizendo: “Senhor, até os demônios nos obedeceram por causa do teu nome”.
18Jesus respondeu: “Eu vi Satanás cair do céu, como um relâmpago. 19Eu vos dei o poder de pisar em cima de cobras e escorpiões e sobre toda a força do inimigo. E nada vos poderá fazer mal. 20Contudo, não vos alegreis porque os espíritos vos obedecem. Antes, ficai alegres porque vossos nomes estão escritos no céu”.
21Naquele momento, Jesus exultou no Espírito Santo e disse: “Eu te louvo, Pai, Senhor do céu e da terra, porque escondeste essas coisas aos sábios e inteligentes, e as revelaste aos pequeninos. Sim, Pai, porque assim foi do teu agrado.
22Tudo me foi entregue pelo meu Pai. Ninguém conhece quem é o Filho, a não ser o Pai; e ninguém conhece quem é o Pai, a não ser o Filho e aquele a quem o Filho o quiser revelar”.
23Jesus voltou-se para os discípulos e disse-lhes em particular: “Felizes os olhos que veem o que vós vedes! 24Pois eu vos digo que muitos profetas e reis quiseram ver o que estais vendo, e não puderam ver; quiseram ouvir o que estais ouvindo, e não puderam ouvir”.

— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor.


Oração para depois de ler a Bíblia


Dou-Te graças, meu Deus, pelos bons propósitos, afetos e inspirações que me comunicastes nesta meditação; peço-Te ajuda para colocá-los  em prática.Minha Mãe Imaculada, meu protetor São José e Anjo da minha guarda, intercedeis todos por mim. Amém.