quinta-feira, 12 de maio de 2016

Nossa Senhora de Fátima - 13 de Maio






Nossa Senhora de Fátima, graça e a misericórdia

A Virgem de Fátima nos convoca à vivência do Evangelho, centralizado no mistério da Eucaristia
Segundo as memórias da Irmã Lúcia, podemos dividir a mensagem de Fátima em três ciclos: Angélico, Mariano e Cordimariano.
O Ciclo Angélico se deu em três momentos: quando o anjo se apresentou como o Anjo da Paz, depois como o Anjo de Portugal e, por fim, o Anjo da Eucaristia.

BOM DIA! - "Que Deus ilumine seus caminhos, dirija seus passos, te instrua em suas decisões, te fortaleça, renove sua fé e te faça vencer, conquistar, prosperar e ser muito feliz."Cecília Stalsiu

Obaaa! Chegou Sexta-feira!!! um... Lindo Final de Semana para você!!! - "É sempre bom lembrar que a idéia de família é originada em Deus, de onde provêm apenas boas e saudáveis idéias. De onde, por natureza e essência, não pode surgir algo que não seja excelente e perfeito." Pra você com carinho.

LEITURA ORANTE DO DIA 12/05/2016



LEITURA ORANTE

Jo 17,20-26 - Jesus ora pelos que vão crer


Estamos na Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos
Começamos nossa oração rezando pela unidade
Para pedir o Espírito Santo
C: Espírito Santo, Dom do Pai no seu Filho Jesus Cristo, permanece em nós, abre nossos
corações e torna-nos atentos a tua voz.
A: Espírito Santo, vem sobre nós.
C: Espírito Santo, Divino Amor, fonte de unidade e de santidade, mostra-nos o amor do Pai.
A: Espírito Santo, vem sobre nós.
C: Espírito Santo, Fogo de Amor, purifica-nos fazendo desaparecer toda divisão dos nossos corações, de nossas comunidades e do mundo, para que sejamos um em nome de Jesus.
A: Espírito Santo, vem sobre nós.
C: Espírito Santo, fortalece nossa fé em Jesus, verdadeiro Deus e verdadeiro homem, Ele que carregou nossos pecados de divisões até a cruz e nos conduziu à comunhão por sua Ressurreição.
A: Espírito Santo, vem sobre nós.
C: Pai, Filho e Espírito Santo, permanecei em nós para nos transformar em comunhão de amor e de santidade. Que sejamos um em Vós, que viveis e reinais nos séculos dos séculos.
A: Amém.

1. Leitura (Verdade)
O que diz o texto do dia?
Leio atentamente, na Bíblia,  o texto: Jo 17,20-26, e observo as palavras de Jesus na sua oração ao Pai.
Jesus continuou:
— Não peço somente por eles, mas também em favor das pessoas que vão crer em mim por meio da mensagem deles. E peço que todos sejam um. E assim como tu, meu Pai, estás unido comigo, e eu estou unido contigo, que todos os que crerem também estejam unidos a nós para que o mundo creia que tu me enviaste. A natureza divina que tu me deste eu reparti com eles a fim de que possam ser um, assim como tu e eu somos um. Eu estou unido com eles, e tu estás unido comigo, para que eles sejam completamente unidos, a fim de que o mundo saiba que me enviaste e que amas os meus seguidores como também me amas.
— Pai, quero que, onde eu estiver, aqueles que me deste estejam comigo a fim de que vejam a minha natureza divina, que tu me deste; pois me amaste antes da criação do mundo. Pai justo, o mundo não te conhece, mas eu te conheço; e aqueles que me deste sabem que tu me enviaste. Eu fiz com que eles te conheçam e continuarei a fazer isso para que o amor que tens por mim esteja neles e para que eu também esteja unido com eles.
Refletindo
Jesus pede pelo que ainda vão crer nele, por meio da pregação dos apóstolos. Também estes ele os quer junto de si, na comunhão e na unidade.

2. Meditação (Caminho)
O que o texto diz para mim, hoje?
Aprendo de Jesus Mestre a orar ao Pai e faço minhas as suas intenções: pelos que vão crer e para que todos sejam um e conheçam o Pai.
Meditando
 Relembro as palavras do bispos na Conferência de Aparecida: “Como resposta generosa à oração do Senhor “para que todos sejam um” (Jo 17,21), os Papas nos tem incentivado a avançar pacientemente no caminho da unidade(..) Bento XVI abriu seu pontificado dizendo: “Não bastam as manifestações de bons sentimentos. Fazem falta gestos concretos que penetrem nos espíritos e sacudam as consciências, impulsionando cada um à conversão interior, que é o fundamento de todo progresso no caminho do ecumenismo”(DAp 234).

3.Oração (Vida)
O que o texto me leva a dizer a Deus?
Rezo com os que participam da Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos com mais um gesto.

Oração de esperança
C: Como filhos de Deus, conscientes da nossa dignidade e da nossa missão,
façamos subir nossas orações,
confirmando nosso desejo de ser para Deus um povo santo.
C: Pai amadíssimo, transforma nossos corações, nossas famílias,
nossas comunidades e nossa sociedade.
A: Tornai-nos todos santos e um em Cristo.
C: Fonte de vida, sacia a sede da qual sofre nossa sociedade:
sede de dignidade, de amor, de comunhão e de santidade.
A: Torna-nos todos santos e um em Cristo.
C: Espírito Santo, Espírito de alegria e de paz, cura as divisões que um mal uso do
poder e do dinheiro gera em nós, e reconcilia-nos nas nossas diversidades de
culturas e de línguas. Como filhos de Deus, realiza a nossa unidade.
A: Torna-nos todos santos e um em Cristo.
C: Trindade de amor, ajuda-nos a passar das trevas à tua maravilhosa luz.
A: Torna-nos todos santos e um em Cristo.
C: Senhor Jesus Cristo, pelo batismo, nos tornamos um contigo. Por isso, unimos a nossa oração a tua, retomando as palavras que tu mesmo nos ensinaste:
A: Pai Nosso ...

4.Contemplação (Vida e Missão)
Qual meu novo olhar a partir da Palavra?
Com Bento XVI também eu penso que “não bastam as manifestações de bons sentimentos. Fazem falta gestos concretos que penetrem nos espíritos e sacudam as consciências, impulsionando cada um à conversão interior, que é o fundamento de todo progresso no caminho do ecumenismo(DAp 234).

Bênção final
Partilha da Paz

C: Jesus disse:
Vós sois o sal da terra.
Vós sois a luz do mundo.
Que a vossa luz brilhe diante dos outros,
a fim de que vendo vossas boas obras,
eles glorifiquem o vosso Pai
que está no céu.
Sejam o sal da terra.
Sejam a luz do mundo.
Que a paz do Senhor esteja sempre convosco.
A: E com teu espírito.
C: Demo-nos um sinal de paz.

Irmã Patrícia Silva, fsp
patricia.silva@paulinas.com.br
http://leituraorantedapalavra.blogspot.com.br/

HOMÍLIA DIÁRIA - Jo 17,20-26 - (CANÇÃO NOVA) - 12/05/2016


OUÇA E/OU LEIA AGORA A HOMÍLIA DIÁRIA

O Espírito Santo opera a comunhão entre nós

A união com Cristo exige de nós uma vida mística de oração, intimidade e comunhão com Deus e Sua Palavra
“Eu rogo por aqueles que vão crer em mim pela sua palavra; para que todos sejam um como tu, Pai estás em mim e eu em ti, e para que eles estejam em nós, a fim de que o mundo creia que tu me enviaste” (João 17,20-21).


Padre Roger Araújo
Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova
http://homilia.cancaonova.com/homilia/o-espirito-santo-opera-a-comunhao-entre-nos/

ABENÇOE A NOSSA NOITE MÃE QUERIDA! AMÉM!

TRÍDUO DE ORAÇÃO EM PREPARAÇÃO PARA O DIA DE PENTECOSTES - "Vem, Espírito Santo!"


A Igreja se prepara para uma grande festa no próximo domingo: é dia de Pentecostes, quando juntos fazemos memória do derramar-se do Espírito Santo sobre os apóstolos, no Cenáculo com a Virgem Maria.

É tempo de clamor por um novo avivamento do Espírito Santo! A solução para nossas vidas e para o nosso país é o Espírito Santo!

Que tal nos prepararmos juntos para esse dia tão especial? Nós queremos propor a você um tríduo de oração. Hoje, amanhã e sábado, reze conosco a Consagração ao Espírito Santo, pedindo para que Deus apronte nosso coração para a graça de um renovo do Espírito!


Consagração ao Espírito Santo

Oh, Divino Espírito Santo, luz eterna e brilhantíssima, cuja magnificência enche o Céu e a Terra, eis-nos aqui, humildemente, prostrados antes a Vossa Divina presença para nos consagrar a Vós para sempre.
Adoramos o brilho de Vossa pureza, Vossa imutável justiça e o poder do Vosso amor. É por Vós, força e luz de nossas almas, que nós pensamos, vivemos e trabalhamos.
Não permitais que pequemos contra Vós, nem resistamos aos suaves impulsos de Vossa graça, mas dirigi todos os nossos pensamentos para que estejamos atentos a voz de Vossas inspirações, sigamo-las fielmente e encontremos na Vossa misericórdia, auxílio para as nossas fraquezas.
Adorável Espírito, compadecei-Vos de nossa indigência, preservai-nos de todo erro e obtende-nos o perdão, se chegarmos a cair em pecado. Pedimo-Vos, aos pés de Jesus crucificado, contemplando e adorando, cheios de confiança, as suas chagas sagradas, seu lado aberto, seu coração transpassado.
Espírito do Pai e do Filho, fazei que, com Vossa Graça, possamos dizer em tudo sempre: “Falai, Senhor, que vossos servos Vos ouvem!”.
Espírito de sabedoria e entendimento, dissipai nossa ignorância. Espírito de conselho, dirigi a nossa inexperiência. Espírito de força, fazei-nos perseverantes no serviço de Deus, dai-nos a força de proceder em tudo com bondade e benevolência. Espírito de temor de Deus, livrai-nos de todo mal. Espírito de paz, dai-nos a Vossa Paz. Espírito de santidade, ornai com as celestes virtudes da pureza e da modéstia o templo que escolhestes para Vossa morada, e por Vossa Graça poderosíssima, preservai constantemente minha alma da mancha do pecado. Assim Seja!

Divino Espírito Santo, nos vos ofereço todas as preces da Santíssima Virgem e dos apóstolos reunidos no Cenáculo, e a estas unimos todas as nossas orações, suplicando-Vos que Vos apresseis em vir renovar a face da Terra.

– Enviai o Vosso Espírito e tudo será criado.
– E renovareis a face da Terra.

Rezar três Ave-Marias a Nossa Senhora de Pentecostes, com a invocação “Rainha dos Apóstolos, rogai por nós”

Oremos: Ó Deus, que instruístes os corações dos fiéis com a luz do Espírito Santo, dai-nos pelo mesmo Espírito o conhecimento e o amor da justiça e que gozemos sempre da sua consolação. Amém!
http://blog.cancaonova.com/lavrinhas/tag/triduo/

Pentecostes: Efusão do Espírito



Pentecostes: Efusão do Espírito

Recebei o Espírito Santo

Papa João Paulo II

1. Na última ceia Jesus dissera aos Apóstolos: “Contudo, digo-vos a verdade: convém-vos 
 que Eu vá; porque, se Eu não for, enviar-vo-Lo-ei” (Jo 16,7).
Na tarde do dia da Páscoa Jesus mantém a promessa: aparece aos Onze reunidos no cenáculo, sopra sobre eles e diz: “Recebei o Espírito Santo” (Jo 20,22).  Cinqüenta dias depois, no Pentecostes, tem-se “a definitiva manifestação daquilo que se realizara no mesmo cenáculo já no Domingo de Páscoa” (Dom. et. viv. 25). O livro dos Atos dos Apóstolos conservou-nos a descrição do evento (cf. 2,1-4).
Ao refletirmos sobre este texto, podemos perceber algum traço da misteriosa identidade do Espírito Santo.

2. É importante, antes de tudo, captar o nexo entre a festa judaica do Pentecostes e o primeiro Pentecostes cristão.

HOMÍLIA, COMENTÁRIO E REFLEXÃO DO EVANGELHO DOS DIAS 13/05/2016 E 14/05/2016

ANO C



13 de Maio de 2016

Jo 21,15-19

Comentário do Evangelho

A missão de Pedro.

Hoje, há um amplo acordo entre os especialistas de João de que o capítulo 21 é um acréscimo posterior, inserido para legitimar a missão de Pedro de ser o primeiro entre os iguais e, ainda, para fundar a sua missão num mandato do Senhor. Pedro não é apresentado ao longo de todo o quarto evangelho como o exemplo do homem de fé. Ele quer impedir Jesus de lavar-lhe os pés, nega o Senhor durante a paixão, depende sempre do “discípulo que Jesus amava” para reconhecê-lo presente e atuante na vida deles. A missão de Pedro, como a missão de toda a Igreja, está fundada num amor que antecede tudo e todos. Somente o amor incondicional à pessoa de Jesus, provado pela paixão e morte do Senhor, experimentado como força de vida, pode permitir que o seguimento e a missão confiada pelo Senhor de apascentar as ovelhas sejam vividos na gratuidade e na entrega generosa. Somente a experiência desse amor que perdoa é que pode conceder a Pedro a disponibilidade de ir aonde quer que o Senhor deseje que ele vá. Um dos sinais da maturidade da fé é deixar-se conduzir generosamente pelo Senhor.
Carlos Alberto Contieri, sj
Oração
Pai, torna cada vez mais consistente meu amor a teu Filho Jesus, e confirma minha condição de discípulo que deseja dar testemunho autêntico de sua fé.
FONTE: Paulinas em 06/06/2014

Vivendo a Palavra

Jesus perguntou a Pedro e nos pergunta ainda hoje: ‘tu me amas?’ Mas, cada vez que repete a pergunta, Ele quer que respondamos de forma sempre nova e mais profunda. As palavras são as mesmas, mas a responsabilidade da nossa resposta é mais comprometida: amar, no Cristo, os irmãos e dedicar-lhes nossa vida.
FONTE: ARQUIDIOCESE BH EM 06/06/2014

Reflexão

O amor a Jesus é a condição fundamental para que possamos participar da missão evangelizadora da Igreja. Qualquer outra motivação é insuficiente para tal e está fadada ao fracasso. Não é a toa que Jesus pergunta três vezes a Pedro se ele o ama. Isso quer dizer que todos os que querem de fato participar da missão evangelizadora da Igreja devem se questionar constantemente sobre o seu amor a Jesus, renovar este amor a cada dia e buscar formas de aprofundar ainda mais este amor, principalmente através da participação na Eucaristia, leitura e meditação da Palavra, cultivo da vida interior e vivência cada vez maior do amor para com os pobres e necessitados.
http://liturgiadiaria.cnbb.org.br/app/user/user/UserView.php?ano=2016&mes=5&dia=13

Meditando o Evangelho

TU SABES QUE TE AMO!

O emocionante diálogo entre o Ressuscitado e Pedro está carregado de evocações. A tríplice pergunta – "Tu me amas?" –, e as sucessivas respostas – "Tu sabes que te amo!" – funcionam como uma forma de reabilitação de Pedro, após sua vergonhosa experiência de negação do Mestre, quando se viu pressionado a confessar sua condição de discípulo.
O interrogatório a que foi submetido funcionou como uma espécie de sondagem para verificar se, arrependido, possuía aquele amor abnegado, necessário para quem deveria assumir a tarefa de liderança da comunidade. Seria imprudente confiá-la a alguém de fé fraca e inconsistente.
A transformação de Pedro revela-se nas respostas dadas às perguntas de Jesus: "Tu sabes que te amo!" O discípulo apelou para o conhecimento que Jesus tinha a seu respeito. Seria inútil querer dar grandes explicações, ou justificar seu comportamento censurável. Bastava-lhe saber que o Mestre conhecia muito bem o grande amor que lhe devotava. Não havia por que duvidar de sua sinceridade.
Tendo confessado seu amor pelo Mestre, Pedro foi confirmado, por três vezes, em sua missão de guia da comunidade dos discípulos de Jesus. O tempo se encarregaria de mostrar a lealdade deste apóstolo. Seu amor a Jesus seria selado com a entrega da própria vida.
(O comentário do Evangelho abaixo é feito pelo Pe. Jaldemir Vitório – Jesuíta, Doutor em Exegese Bíblica, Professor da FAJE – e disponibilizado no Portal Dom Total - http://www.domtotal.com/religiao/eucaristia/liturgia_diaria.php).
Oração
Pai, torna cada vez mais consistente meu amor a teu Filho Jesus, e confirma minha condição de discípulo que deseja dar testemunho autêntico de sua fé.
http://domtotal.com/religiao-meu-dia-com-deus.html?data=2016-05-13


14 de Maio de 2016

LITURGIA DIÁRIA DOS DIAS 13/05/2016 a 14/05/2016


Oração para antes de ler a Bíblia


Meu Senhor e meu Pai! Envia teu Santo Espírito para que eu compreenda e acolha tua Santa Palavra! Que eu te conheça e te faça conhecer, te ame e te faça amar, te sirva e te faça servir, te louve e te faça louvar por todas as criaturas. Fazei, ó Pai, que pela leitura da Palavra os pecadores se convertam, os justos perseverem na graça e todos consigam a vida eterna. Amém.


13 de Maio de 2016

6ª-feira da 7ª Semana da Páscoa
Cor: Branco

Primeira Leitura (At 25,13b-21)
7ª Semana da Páscoa - Sexta-feira 13/05/2016

Leitura dos Atos dos Apóstolos.

Naqueles dias, 13bo rei Agripa e Berenice chegaram a Cesareia e foram cumprimentar Festo. 14Como ficassem alguns dias aí, Festo expôs ao rei o caso de Paulo, dizendo: “Está aqui um homem que Félix deixou como prisioneiro. 15Quando eu estive em Jerusalém, os sumos sacerdotes e os anciãos dos judeus apresentaram acusações contra ele e pediram-me que o condenasse. 16Mas eu lhes respondi que os romanos não costumam entregar um homem antes que o acusado tenha sido confrontado com os acusadores e possa defender-se da acusação.
17Eles vieram para cá e, no dia seguinte, sem demora, sentei-me no tribunal e mandei trazer o homem. 18Seus acusadores compareceram diante dele, mas não trouxeram nenhuma acusação de crimes de que eu pudesse suspeitar. 19Tinham somente certas questões sobre a sua própria religião e a respeito de um certo Jesus que já morreu, mas que Paulo afirma estar vivo. 20Eu não sabia o que fazer para averiguar o assunto. Perguntei então a Paulo se ele preferia ir a Jerusalém, para ser julgado lá. 21Mas Paulo fez uma apelação para que a sua causa fosse reservada ao juízo do Augusto Imperador. Então ordenei que ficasse preso até que eu pudesse enviá-lo a César.

- Palavra do Senhor.
- Graças a Deus.

Responsório (Sl 102)
7ª Semana da Páscoa - Sexta-feira 13/05/2016

— O Senhor pôs o seu trono lá nos céus.
— O Senhor pôs o seu trono lá nos céus.

— Bendize, ó minha alma, ao Senhor, e todo o meu ser, seu santo nome! Bendize, ó minha alma, ao Senhor, não te esqueças de nenhum de seus favores!
— Quanto os céus por sobre a terra se elevam, tanto é grande o seu amor aos que o temem; quanto dista o nascente do poente, tanto afasta para longe nossos crimes.
— O Senhor pôs o seu trono lá nos céus, e abrange o mundo inteiro seu reinado. Bendizei ao Senhor Deus, seus anjos todos, valorosos que cumpris as suas ordens.

Evangelho (Jo 21,15-19)
7ª Semana da Páscoa - Sexta-feira 13/05/2016


Simão, tu me amas?

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.
— Glória a vós, Senhor.

Jesus manifestou-se aos seus discípulos 15e, depois de comerem, perguntou a Simão Pedro: “Simão, filho de João, tu me amas mais do que estes?” Pedro respondeu: “Sim, Senhor, tu sabes que eu te amo”. Jesus disse: “Apascenta os meus cordeiros”.
16E disse de novo a Pedro: “Simão, filho de João, tu me amas?” Pedro disse: “Sim, Senhor, tu sabes que eu te amo”. Jesus disse-lhe: “Apascenta as minhas ovelhas”. 17Pela terceira vez, perguntou a Pedro: “Simão, filho de João, tu me amas?” Pedro ficou triste, porque Jesus perguntou três vezes se ele o amava. Respondeu: “Senhor, tu sabes tudo; tu sabes que eu te amo”. Jesus disse-lhe: “Apascenta as minhas ovelhas. 18Em verdade, em verdade te digo: quando eras jovem, tu te cingias e ias para onde querias. Quando fores velho, estenderás as mãos e outro te cingirá e te levará para onde não queres ir”.
19Jesus disse isso, significando com que morte Pedro iria glorificar a Deus. E acrescentou: “Segue-me”.

— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor.


14 de Maio de 2016