sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

TERÇOS – VÍDEOS

TERÇO DA DIVINA PROVIDÊNCIA
 

TERÇO DE CURA E LIBERTAÇÃO
 

TERÇO DA FÉ
 

TERÇO DO ESPÍRITO SANTO
 

TERÇO DA LIBERTAÇÃO CANTADO - JOÃO GREGÓRIO

TERÇO DA MISERICÓRDIA - VÍDEOS






"Quando rezarem este Terço junto aos agonizantes, Eu me colocarei entre o Pai e a alma agonizante, não como justo Juiz, mas como Salvador misericordioso".

JESUS, EU CONFIO EM VÓS!!!

Oração do Angelus - Padre Antonello - VÍDEO


LITURGIA DAS HORAS

Clique no ícone abaixo
para acesso à Hora Canônica

Mensagens diárias prá vc

Terço - Mistérios Dolorosos - Terça-feira e Sexta-Feira.




Terço do Rosário: Mistérios Dolorosos





São João Evangelista - 27 de Dezembro




O Apocalipse e as três cartas de João testemunham igualmente que o autor vivia na Ásia e lá gozava de extraordinária autoridade
O nome deste evangelista significa: "Deus é misericordioso":uma profecia que foi se cumprindo na vida do mais jovem dos apóstolos. Filho de Zebedeu e de Salomé, irmão de Tiago Maior, ele também era pescador, como Pedro e André; nasceu em Betsaida e ocupou um lugar de primeiro plano entre os apóstolos.

HOMÍLIA DIÁRIA, COMENTÁRIO E REFLEXÃO DO EVANGELHO DO DIA 27/12/2013

27 de Dezembro de 2013

ANO A


Jo 20,2-8

Comentário do Evangelho

O salto da fé.

Há uma tristeza que imobiliza e impede de dar o salto da fé. As lágrimas impedem de ver com clareza a realidade própria da fé. Este relato deve ser a expressão da experiência feita do Cristo Ressuscitado, do itinerário pelo qual se chega à fé na ressurreição. Maria Madalena, que corre desesperada ao encontro de Simão Pedro e do discípulo que Jesus amava, tem razão de dizer que tiraram o Senhor do sepulcro e que ele não está lá (v. 2). O túmulo vazio não é prova da ressurreição de Jesus, e os sinais da presença do Ressuscitado não são evidentes, precisam ser sempre discernidos. Simão Pedro e o discípulo amado correm para o sepulcro; Pedro tem precedência, entra primeiro, depois entra o outro discípulo. Ambos viram a mesma realidade, mas ela não teve para os dois o mesmo significado, pois do discípulo que Jesus amava o narrador do evangelho diz que “viu e creu” (v. 8).
Carlos Alberto Contieri, sj
ORAÇÃO
Espírito de fé no Ressuscitado, a exemplo do discípulo amado, faze-me professar a fé no Senhor que está vivo e presente em nosso meio, sempre pronto a nos ajudar.

Vivendo a Palavra

Os escritos de João – Evangelho, Apocalipse e três Cartas – refletem sua profunda experiência do Senhor. Que nós, pela fé, possamos repetir com ele: meus olhos viram, meus ouvidos escutaram e minhas mãos tocaram a Palavra Criadora do Pai que se fez humana como nós e dela nós damos testemunho!

Recadinho


João e Pedro descobrem que o corpo de Jesus não está mais no túmulo.
João viu o túmulo vazio e, como num “estalo”, acreditou na Ressurreição. Eles deviam estar confusos com a ausência de Jesus. Tenho às vezes uma sensação de que Deus me abandonou?
O que faço diante de tais situações? - Procuro me instruir através dos Evangelhos para ter sempre em mente o verdadeiro sentido da vida? - Tenho consciência de que quanto mais me ocupo das coisas de Deus mais me aumentam suas bênçãos e graças? - Testemunho minha fé com atos?
Padre Geraldo Rodrigues, C.Ss.R

Comentário do Evangelho

O DISCÍPULO AMADO

A acolhida de Jesus e sua mensagem deram à comunidade de discípulos aos quais foi confiada a tarefa de levar adiante a missão do Mestre: estender, a toda humanidade, os benefícios da salvação. A convivência com Jesus como também o testemunho de seu modo de ser e de agir predispunham os corações dos discípulos para o aprofundamento da adesão a ele, explicitada no ato de fé.
A profundidade do relacionamento com Jesus variava de discípulo para discípulo. Esta é uma dinâmica própria da realidade humana. A figura do discípulo amado evocava um tipo de relacionamento profundamente afetivo com o Senhor. Relacionamento de confiança, de entrega da própria vida nas mãos do Mestre, de comunhão de sentimentos, de transparência mútua. Não se tratava, porém, de uma escolha arbitrária de Jesus, privilegiando, indiscriminadamente, certas pessoas e marginalizando outras. Antes, foi este discípulo que se deixou amar por Jesus e soube corresponder ao amor que lhe fora oferecido. Todos os discípulos poderiam ter feito o mesmo.
Ser discípulo amado, de certa forma depende do próprio discípulo, uma vez que o Mestre quer fazer morada no mais íntimo de cada um de seus seguidores. Deixar-se amar por Jesus comportava deixar-se plasmar e transformar por ele. Por isso, muitos se recusaram!
Oração
Senhor Jesus, quero viver a experiência de ser amado por ti, a ponto de toda minha existência ser plasmada e transformada por tua presença em mim.
(O comentário do Evangelho é feito pelo Pe. Jaldemir Vitório – Jesuíta, Doutor em Exegese Bíblica, Professor da FAJE – e disponibilizado neste Portal a cada mês)
Oração
Ó Deus, que pelo apóstolo são João nos revelastes os mistérios do vosso Filho, tornai-nos capazes de conhecer e amar o que ele nos ensinou de modo incomparável. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

REFLEXÕES DE HOJE


27 de DEZEMBRO – SEXTA


HOMILIA
O DISCÍPULO AMADO Jo 20,2-8
A liturgia de hoje traz o testemunho de São João, o discípulo amado que conta todas as coisas que aconteceram com Jesus para que nós também acreditemos. Por isso, hoje nós meditamos no Evangelho em que é narrada a ressurreição de Jesus e que tem em São João um dos protagonistas deste acontecimento. Quando Maria Madalena deu aos discípulos a notícia de que tiraram o Senhor do túmulo e não sabemos onde o colocaram, nós verificamos que os primeiros a correrem ao túmulo, foram Simão Pedro, que se afigurava como líder de todos e o discípulo que se considerava o mais amado por Jesus, no caso, João.
Jesus já os havia advertido e anunciado a eles o que iria lhe acontecer, porém eles estavam ainda como que cegos. Mesmo diante de tantas evidências, de tantos sinais eles ainda não tinham tido o entendimento completo. Por isso, nós imaginamos o que não se passava dentro dos seus corações e qual não deve ter sido a sua surpresa quando chegaram ao túmulo de Jesus. Estavam agora em busca do corpo de Jesus. Procuravam um morto, mas Jesus estava vivo. Porém o fato de eles terem ido rapidamente a busca do que “ouviam falar” comprova para nós a fé que os movia. A surpresa transformou-se em alegria depois que eles viram Jesus e puderam perceber que tudo que Jesus lhes anunciara estava se comprovando. E nós? O que estamos esperando para assumirmos de vez a nossa condição de homens e mulheres salvos em Jesus Cristo? Aonde O temos procurado? Será que nós conseguimos vê-Lo na hora da escuridão? Será que, a fé e a esperança ainda nos movem ou ainda estamos parados, inertes esperando alguma coisa que já aconteceu?
Será que você tem procurado Jesus no túmulo quando lá só existem os vestígios? Onde verdadeiramente Jesus está na sua vida? Você também acredita como se estivesse estado presente? Você se considera um discípulo amado? Por que?
Espírito de fé no Ressuscitado, a exemplo do discípulo amado, faze-me professar a fé no Senhor que está vivo e presente em nosso meio, sempre pronto a nos ajudar.
Postado há 27th December 2010 por Bantu Mendonça Katchipwi Sayla
 HOMÍLIA DIÁRIA
É preciso viver e encontrar o sentido para a vida!
Não basta estar vivo, não basta caminhar, respirar. É preciso viver e encontrar o sentido para a vida!
”De fato, a Vida manifestou-se e nós a vimos, e somos testemunhas, e a vós anunciamos a Vida eterna, que estava junto do Pai e que se tornou visível para nós” (1Jo 1, 2).
Celebrando a alegria do Natal do Senhor, nós celebramos hoje o apóstolo São João. O João evangelista, o autor das três cartas, um dos prováveis autores do Livro do Apocalipse. João, aquele que recebeu Maria como mãe e a levou para casa, João o discípulo amado. João, o discípulo poeta, apaixonado por Jesus. João, o discípulo da espiritualidade mística e profunda que nos leva aos mais significativos ensinamentos da vida do Mestre.
João, o poeta, é aquele que nos escreve o relato do nascimento de Jesus em forma de poesia, falando-nos sobre o relato da vida, aquela vida que estava no princípio junto do Pai. Aquela vida, então, se revelou a nós e se manisfestou a nós, porque a vida, que era a Luz do mundo, agora se manifesta a nós. O Verbo se fez carne e habitou no meio de nós. E agora é essa vida que nós anunciamos; essa vida, que estava no Pai, se torna visível a nós.
Entre tantas coisas que poderíamos falar a respeito do anúncio de João –, aquele que foi uma testemunha bem próxima do Senhor, afinal de contas, foi ele quem repousou no peito de Jesus, durante a última ceia –,  ele experimentou a vida. A vida em plenitude que Deus trouxe a nós.
É sobre essa vida que nós queremos refletir. Não basta estar vivo, não basta caminhar, respirar. É preciso viver e encontrar o sentido para a vida! Encontrar o sentido para a vida não é o mesmo que dizer: ”Não vamos mais sofrer, ter dificuldades ou problemas”. As nossas dificuldades, os nossos problemas, sofrimentos, tormentos e as nossas alegrias têm um ”porquê”.
Essa vida, que nos é revelada, se chama Jesus: a vida plena de Deus no meio de nós. Hoje, contemplamos a vida encarnada no meio de nós. E então questionamos a nossa própria vida: Como é que a estamos vivendo? Como é que estamos levando a nossa vida? Qual é o sentido que estamos dando à nossa vida e à nossa existência?
Nós contemplamos Jesus Cristo e perguntamos: Jesus é o sentido da minha vida? Jesus trouxe sentido para a minha vida? Eu levo uma vida de acordo com a vida que Cristo trouxe a mim?
Como nós precisamos dar, cada vez mais, um sentido à nossa existência, aos nossos dias aqui na terra, à nossa possibilidade de viver! E o que Deus nos deu foi a vida, que estava n’Ele; essa vida está entre nós para dar pleno sentido àquilo que nós somos.
Que Deus abençoe você!

Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova.Facebook Twitter
LEITURA ORANTE

Jo 20,2-8 - O discípulo amado


Viu e creu!

Preparo-me para a Leitura Orante, rezando:
Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.
Creio, Senhor Jesus, que sou parte de seu Corpo.
Trindade Santíssima
- Pai, Filho, Espírito Santo -
presente e agindo na Igreja e na profundidade do meu ser.
Eu vos adoro, amo e agradeço.

1. Leitura (Verdade)
- O que a Palavra diz?
Leio atentamente o texto do Evangelho, na Bíblia: Jo 20,2-8
Então (Maria Madalena) foi correndo até o lugar onde estavam Simão Pedro e outro discípulo, aquele que Jesus amava, e disse:
- Tiraram o Senhor Jesus do túmulo, e não sabemos onde o puseram!
Então Pedro e o outro discípulo foram até o túmulo. Os dois saíram correndo juntos, mas o outro correu mais depressa do que Pedro e chegou primeiro. Ele se abaixou para olhar lá dentro e viu os lençóis de linho; porém não entrou no túmulo. Mas Pedro, que chegou logo depois, entrou. Ele também viu os lençóis colocados ali e a faixa que tinham posto em volta da cabeça de Jesus. A faixa não estava junto com os lençóis, mas estava enrolada ali ao lado. Aí o outro discípulo, que havia chegado primeiro, também entrou no túmulo. Ele viu e creu.

Maria Madalena vai bem cedo, quando ainda era escuro, ao túmulo. Isto simboliza a crença de que as trevas apagaram a luz.  Sua caminhada em direção ao túmulo significa  as buscas das comunidades que anseiam a vida, mas que a procuram  em lugar errado.
Já  o "outro discípulo", João, o discípulo amado, viu o túmulo vazio e creu. Quem ama acredita, o amor dá créditos, gera a fé.

2. Meditação(Caminho)
- O que a Palavra diz para mim?
Pergunto-me:
para onde caminho?
Para o túmulo vazio, no escuro?
Ou sob o impulso do amor que me leva a descobrir a vida nova, Jesus Cristo vivo na minha comunidade?
Creio como o discípulo amado, João?
Leio em voz alta para mim e para mais alguém que estiver comigo, a mensagem dos bispos, inspirada, no convite dos discípulos de Emaús:
"“Fica conosco, pois cai a tarde e o dia já se declina” (Lc 24,29).
Fica conosco, Senhor, acompanha-nos ainda que nem sempre tenhamos sabido reconhecer-te.
Fica conosco, porque ao redor de nós as mais densas sombras vão se fazendo, e Tu és a Luz; em nossos corações se insinua  a falta de esperança, e tu os faz arder com a certeza da Páscoa. Estamos cansados do caminho, mas tu nos confortas na fração do pão para anunciar a nossos irmãos que na verdade tu tens ressuscitado e que nos tem dado a missão de ser testemunhas de tua ressurreição.
Fica conosco, Senhor, quando ao redor de nossa fé católica surgem as névoas da dúvida, do cansaço ou da dificuldade: tu, que és a própria Verdade como revelador do Pai, ilumina nossas mentes com tua Palavra; ajuda-nos a sentir a beleza de crer em ti.
Fica em nossas famílias, ilumina-as em suas dúvidas, sustenta-as em suas dificuldades, consola-as em seus sofrimentos e no cansaço de cada dia, quando ao redor delas se acumulam sombras que ameaçam sua unidade e sua natureza. Tu que és a Vida, fica em nossos lares, para que continuem sendo ninhos onde nasça a vida humana abundante e generosamente, onde se acolha, se ame, se respeite a vida desde a sua concepção até seu término natural.
Fica, Senhor, com aqueles que em nossas sociedade são os mais vulneráveis; fica com os pobres e humildes, com os indígenas e afro-americanos, que nem sempre encontram espaços e apoio para expressar a riqueza de sua cultura e a sabedoria de sua identidade. Fica, Senhor, com nossas crianças e com nossos jovens, que são a esperança e a riqueza de nosso Continente, protege-os de tantas armadilhas que atentam contra sua inocência e contra suas legítimas esperanças. Oh bom Pastor, fica com nossos anciãos e com nossos enfermos! Fortalece a todos em sua fé para que sejam teus discípulos e missionários!" (DAp 554).

3. Oração (Vida)
- O que a Palavra me leva a dizer a Deus?
Jesus Mestre Verdade, Caminho e Vida
Jesus Mestre, santificai minha mente e aumentai minha fé.
Jesus, Mestre vivo na Igreja, atraí todos à vossa escola.
Jesus Mestre, libertai-me do erro, dos pensamentos inúteis
e das trevas eternas.
Jesus Mestre, caminho entre o Pai e nós, tudo vos ofereço e de vós tudo espero.
Jesus, caminho da santidade,
tornai-me vosso fiel seguidor.
Jesus caminho, tornai-me perfeito
como o Pai que está nos céus.
Jesus vida, vivei em mim, para que eu viva em vós.
Jesus vida, não permitais que eu me separe de vós.
Jesus vida, fazei-me viver eternamente na alegria do vosso amor.
Jesus verdade, que eu seja luz para o mundo.
Jesus caminho, que eu seja vossa testemunha autêntica diante dos homens.
Jesus vida, fazei que minha presença contagie a todos com o vosso amor e a vossa alegria.

4. Contemplação(Vida/ Missão)
- Qual o meu novo olhar a partir da Palavra?
Vou cultivar um olhar que descobre  na comunidade a Vida, os sinais de Vida, a presença do Ressuscitado.

Bênção 
- Deus nos abençoe e nos guarde. Amém. 
- Ele nos mostre a sua face e se compadeça de nós. Amém.
 
-Volte para nós o seu olhar e nos dê a sua paz. Amém.
 
- Abençoe-nos Deus misericordioso, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.


Irmã Patrícia Silva, fsp
Oração Final
Pai Santo, a recordação do Apóstolo João nos conduz sempre para bem perto de tua Palavra Criadora. Ensina-nos a acolhê-la com gratidão e a fazer dela o nosso jeito de nos relacionarmos com os irmãos, com a Natureza e Contigo, Pai amado! Nós te pedimos pelo Cristo Jesus, teu Filho e nosso Irmão, na unidade do Espírito Santo.

LITURGIA DIÁRIA 27/12/2013


Tema do Dia

São João, apóstolo e evangelista

Lemos o início da Primeira Carta de João. Não poucos estudiosos aconselham às pessoas que desejam ler a Bíblia para que iniciem sua caminhada por esta Carta. De fato, nada mais profundo do que sua afirmação inicial: falamos da Palavra que é a Vida!

Oração para antes de ler a blia


Meu Senhor e meu Pai! Envia teu Santo Espírito para que eu compreenda
e acolha tua Santa Palavra! Que eu te conheça e te faça conhecer, te ame
 e te faça amar, te sirva e te faça servir, te louve e te faça louvar por
 todas as criaturas. Fazei, ó Pai, que pela leitura da Palavra os pecadores
se convertam, os justos perseverem na graça e todos consigamos
a vida eterna. Amém.

Branco. São João, Apóstolo e Evangelista, Festa


Primeira Leitura (1Jo 1,1-4)
São João, apóstolo e evangelista
Sexta-feira 27/12/13

Leitura da Primeira Carta de São João.

1Caríssimos, o que era desde o princípio, o que nós ouvimos, o que vimos com os nossos olhos, o que contemplamos e as nossas mãos tocaram da Palavra da Vida –2de fato, a Vida manifestou-se e nós a vimos, e somos testemunhas, e a vós anunciamos a Vida eterna, que estava junto do Pai e que se tornou visível para nós –;­3isso que vimos e ouvimos, nós vos anunciamos, para que estejais em comunhão conosco. E a nossa comunhão é com o Pai e com seu Filho, Jesus Cristo. 4Nós vos escrevemos estas coisas para que a nossa alegria fique completa.

- Palavra do Senhor.
- Graças a Deus.


Responsório (Sl 96)
São João, apóstolo e evangelista
Sexta-feira 27/12/13

— Ó justos, alegrai-vos no Senhor!
— Ó justos, alegrai-vos no Senhor!

— Deus é Rei! Exulte a terra de alegria, e as ilhas numerosas rejubilem! Treva e nuvem o rodeiam no seu trono, que se apoia na justiça e no direito.
— As montanhas se derretem como cera ante a face do Senhor de toda a terra; e assim proclama o céu sua justiça, todos os povos podem ver a sua glória.
— Uma luz já se levanta para os justos, e a alegria, para os retos corações. Homens justos, alegrai-vos no Senhor, celebrai e bendizei seu Santo nome!


Evangelho (Jo 20,2-8)
São João, apóstolo e evangelista
Sexta-feira 27/12/13


Em busca de vida


— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.
— Glória a vós, Senhor.

No primeiro dia da semana, 2Maria Madalena saiu correndo e foi encontrar Simão Pedro e o outro discípulo, aquele que Jesus amava, e lhes disse: “Tiraram o Senhor do túmulo, e não sabemos onde o colocaram”. 3Saíram, então, Pedro e o outro discípulo e foram ao túmulo. 4Os dois corriam juntos, mas o outro discípulo correu mais depressa que Pedro e chegou primeiro ao túmulo. 5Olhando para dentro, viu as faixas de linho no chão, mas não entrou. 6Chegou também Simão Pedro, que vinha correndo atrás, e entrou no túmulo. Viu as faixas de linho deitadas no chão 7e o pano que tinha estado sobre a cabeça de Jesus, não posto com as faixas, mas enrolado num lugar à parte.8Então entrou também o outro discípulo, que tinha chegado primeiro ao túmulo. Ele viu e acreditou.

— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor.


Oração para depois de ler a Bíblia


Dou-Te graças, meu Deus, pelos bons propósitos, afetos e inspirações
que me comunicastes nesta meditação; peço-Te ajuda para colocá-los  em prática.
Minha Mãe Imaculada, meu protetor São José e Anjo da minha guarda, intercedeis todos por mim. Amém