segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

São Vicente Maria Strambi - 1 de janeiro


Santo Vicente Maria Strambi
1745-1824
Vicente Maria Strambi, nasceu no dia 1 de janeiro de 1745, em Civitavechia, na Itália, onde seu pai era dono de uma farmácia. Estudou no seminário desde a infância. Aos quinze anos, venceu a resistência dos pais ingressando no noviciado da Ordem menor dos capuchinhos.

São Fulgêncio - 1 de janeiro


Santo Fulgêncio
465-533
Fábio Cláudio Gordiano Fulgêncio nasceu em Cartago, na atual Tunísia, África, no ano 465. Nasceu numa rica família cristã , seu pai era um senador romano e a mãe era de uma família local influente. Teve uma formação intelectual excelente, com caráter firme, espírito de liderança e habilidade para os negócios. Na juventude se destacou na administração dos bens da família, o que o levou a ocupar altos postos no setor público. Fulgêncio era muito culto e educado, interessava-se tanto pela religião quanto pelas artes e literatura. Freqüentava um mosteiro vizinho, onde orava com os monges e vasculhava sua biblioteca. Os biógrafos afirmam que após ler os comentários de Santo Agostinho sobre o salmo 36, decidiu-se pela vida de austeridade e de solidão.

Circuncisão de N. S. Jesus Cristo - 1 de Janeiro



Circuncisão de N. S. Jesus Cristo

Comemoração Litúrgica: 01 de janeiro.

Também nesta data - Santa Maria Mãe de Deus e Santo Odilão

Ao Rei dos Santos, ao autor de toda a justiça e santidade, a Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo é dedicado o primeiro dia do novo ano. A Igreja celebra neste a memória da Circuncisão de Nosso Senhor, mistério que, com  diz São Bernardo, merece nossa admiração e amor. O Evangelho relata o acontecimento do modo seguinte: “Oito dias depois de nascido, circuncidaram o menino e deram-lhe o nome de Jesus; nome, que o Anjo já lhe tinha dado antes de concebido”. Quatrocentos anos antes da promulgação da lei mosaica, Deus tinha prescrito a circuncisão a Abraão e seus descendentes. Devia ser: 1) o selo da aliança feita entre Deus e Abraão e seus filhos; 2) a confirmação das promessas que Deus fizera a Abraão, ao pai dos fiéis; 3) o sinal distintivo dos judeus, no meio dos infiéis.

Solenidade de Santa Maria Mãe de Deus - 1 de Janeiro





Solenidade de Santa Maria Mãe de Deus

Oitavas de Natal de Nosso Senhor Jesus Cristo. Que graça para nós começarmos o primeiro dia do ano contemplando este mistério da encarnação que fez da Virgem Maria a Mãe de Deus!

HOMÍLIA DIÁRIA, COMENTÁRIO E REFLEXÃO DO EVANGELHO DO DIA 01/01/2014

1 de Janeiro de 2014



ANO A


Lc 2,16-21

Comentário do Evangelho

O Verbo assumiu nossa humanidade

Hoje, ao comemorarmos o início do ano civil, celebramos a solenidade litúrgica de Santa Maria, Mãe de Deus. A expressão “mãe de Deus” é, num primeiro momento, ambígua, pois poderia afirmar a precedência de Maria em relação ao Verbo eterno de Deus. No entanto, o Concílio de Éfeso (431) declara que Maria é a theotókos (mãe de Deus) “segundo a carne”. A cada Ave-Maria, repetimos a afirmação da maternidade divina de Maria ao dizermos: “Santa Maria, mãe de Deus”. Nesse sentido, o dogma da maternidade divina de Maria é um apoio para a afirmação de que o Verbo assumiu a nossa humanidade (cf. Jo 1,14). O texto do evangelho deste dia é parte dos assim chamados relatos da infância (Lc 1–2), dos últimos relatos evangélicos a serem escritos. A menção dos “pastores” destinatários do anúncio dos anjos, que “às pressas” vão à Belém, é um modo de afirmar a universalidade da salvação de Deus e, por isso, que ninguém está excluído dessa graça oferecida no Verbo encarnado, nascido para a vida de todo ser humano. A atitude de Maria, modelo do discípulo, nos põe diante da exigência do seguimento de Jesus Cristo: contemplação e escuta do Mistério de Deus são condições indispensáveis para fazer a vontade de Deus.
Carlos Alberto Contieri, sj
ORAÇÃO
Pai, dá-me a luz do teu Espírito, para que, como Maria, eu possa compreender o desígnio de amor que tens para mim, e ser-lhe fiel.

Reflexão

Assim que os anjos se afastaram dos pastores, eles foram para Belém a fim de conhecer o Salvador que havia nascido e, assim que o encontraram, passaram a anunciar a todos quem ele era. Deste modo. a presença do Salvador não ficou sendo apenas algo que os pastores ficaram sabendo, mas foram conhecê-lo pessoalmente, mostrando para nós que o conhecimento sobre Jesus não é suficiente para a nossa salvação, mas precisamos ir ao seu encontro para conhecê-lo pessoalmente e também nos tornar evangelizadores, mostrando a todos quem é Jesus, de modo que a sua salvação possa chegar a todos os cantos da terra.

Recadinho


Que lição lhe dá Maria? - Qual a lição de José? - Os pastores também nos ensinam e muito! - Como Isabel, que elogia Maria, você elogia seu próximo quando surge ocasião? - Você se faz de “anjo de Deus” levando a mensagem de esperança ao próximo?
Padre Geraldo Rodrigues, C.Ss.R

Comentário do Evangelho

O MISTÉRIO DE DEUS EM MARIA

A figura de Maria foi toda envolvida pelo mistério de Deus. Ao aceitar ser a mãe do "Filho do Altíssimo", ela estabeleceu um relacionamento profundo com a divindade. Lenta e gradativamente, Maria foi compreendendo a real dimensão desta experiência, que exigiu dela empenho e discernimento.
A visita dos pobres pastores ao Menino Jesus, na gruta de Belém, ofereceu a Maria elementos de reflexão. Eles falavam do que lhes fora revelado sobre o recém-nascido, sua identidade e sua missão de Salvador, o Messias esperado. Sua origem divina evidenciava-se pela presença do Anjo do Senhor. Ele estava todo envolvido pelo mistério divino.
A história do Menino ligava-se radicalmente à existência de Maria. Foi com ela que o Pai havia contado para a gestação física de seu filho amado, que haveria de ser, também, filho dela. A vida de Maria, portanto, definia-se pela relação com o Pai e com o filho Jesus, redundando em serviço exclusivo a ambos.
Por que Deus escolheu aquela pobre mulher de Nazaré, para concretizar seu plano de amor em relação à humanidade? Nem mesmo Maria deve ter sabido dar uma resposta definitiva a esta questão. Por isso, ela guardava, no coração, todas as palavras dos pastores, tentando discernir o sentido e as exigências da presença de Deus em sua vida. 
Oração
Senhor Jesus, que o Pai conte comigo, como contou com Maria, para que a salvação chegue a toda a humanidade.
(O comentário do Evangelho é feito pelo Pe. Jaldemir Vitório – Jesuíta, Doutor em Exegese Bíblica, Professor da FAJE – e disponibilizado neste Portal a cada mês)
Oração
Ó Deus, que pela virgindade fecunda de Maria destes à humanidade a salvação eterna, dai-nos contar sempre com a sua intercessão, pois ela nos trouxe o autor da vida. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

REFLEXÕES DE HOJE


01 de JANEIRO - QUARTA



LEITURA ORANTE

ORAÇÃO INICIAL
reparo-me para a Leitura, rezando com todas as pessoas que circulam por este ambiente virtual, desejando a todas um ano de 2014 pleno da graça e da paz de Deus, Com elas, rezo:

Oração pela paz

Cristo, quero ser instrumento de Tua
Paz e do Teu infinito amor
Onde houver ódio e rancor, que eu
Leve a concórdia, que eu leve o amor

Onde há ofensa que dói
Que eu leve o perdão
Onde houver a discórdia,
Que eu leve a união e Tua paz

Onde encontrar um irmão
a chorar de Tristeza
sem ter voz e nem vez
Quero bem no seu coração
semear alegria
pra florir gratidão

Mestre, que eu saiba amar
Compreender, consolar
e dar sem receber
Quero sempre mais perdoar
trabalhar na conquista
e vitória da paz

1- LEITURA (VERDADE)
Leio atentamente, na Bíblia, o texto: Lc 2,16-21
Neste primeiro dia do ano, celebramos Maria, Mãe de Deus. Com ela contemplamos Jesus e meditamos no nosso coração, deixando-o plenificar pelo amor de Deus. Esta foi a primeira Festa Mariana que apareceu na Igreja Ocidental. Sua celebração começou em Roma no século VI.
Em 431, o herege Nestório afirmou que Maria não era Mãe de Deus. Por isso, reuniram-se os 200 bispos do mundo em Éfeso -a cidade onde a Santíssima Virgem passou seus últimos anos- e iluminados pelo Espírito Santo declararam: "A Virgem Maria sim é Mãe de Deus porque seu Filho, Cristo, é Deus". E acompanhados por toda a multidão da cidade que os rodeava levando tochas acesas, fizeram uma grande procissão cantando: "Santa Maria, Mãe de Deus, roga por nós pecadores agora e na hora de nossa morte. Amém".
Na cruz, Jesus nos deu Maria como Mãe, ao dizer a João: "eis a tua Mãe".
Em nossa Mãe Maria encontramos o caminho seguro que nos introduz na vida do Senhor Jesus, nos ajuda a nos conformar com Ele e poder dizer como o Apóstolo "vivo eu mas não eu, é Cristo quem vive em mim".


2- MEDITAÇÃO (CAMINHO)
O que o texto diz para mim, hoje?

Devo crescer na minha devoção a Maria, minha querida Mãe.


3- ORAÇÃO (VIDA)
O que o texto me leva a dizer a Deus?
Sendo hoje, Dia Mundial da Paz, cantamos ou rezamos a canção "Grito de Paz", Pe. Zezinho, scj

Um grito de paz
Pe Zezinho scj
De todos os cantos do mundo
Se ouviu um canto de paz
De todos os povos do mundo
Se ouviu um grito de paz

E todos os pés caminhavam
Em busca da paz
E todos os povos marchavam
Em busca da paz
E todas as bocas cantavam
Um canto de paz
Senhor dá-nos a paz
E todos partiam o pão e se davam as mãos
E todos sentiam de fato que eram irmãos
E o lobo e o cordeiro bebiam do mesmo riacho
Senhor dá-nos paz

Novo céu e nova terra
por causa do pão repartido
E todos davam gloria, gloria a Deus
Glória, glória, glória, glória a Deus
Batiam palmas pro céu
Batiam palmas pra terra
Palmas para um tempo sem guerra

4- CONTEMPLAÇÃO (VIDA E MISSÃO)
Qual meu novo olhar a partir da Palavra?
Vou olhar o mundo e a vida com os olhos de Deus. Contemplarei toda a criação com o olhar de paz, olhar do Criador que ama a cada uma de suas criaturas.

NÇÃO
Deus nos abençoe e nos guarde todos os dias do novo ano. Amém.
- Ele nos mostre a sua face e se compadeça de nós. Amém.
- Volte para nós o seu olhar e nos dê a sua paz. Amém.
- Abençoe-nos Deus misericordioso, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.

Ir. Patrícia Silva, fsp



LITURGIA DIÁRIA 01/01/2014


Oração para antes de ler a Bíblia


Meu Senhor e meu Pai! Envia teu Santo Espírito para que eu compreenda
e acolha tua Santa Palavra! Que eu te conheça e te faça conhecer, te ame
 e te faça amar, te sirva e te faça servir, te louve e te faça louvar por
 todas as criaturas. Fazei, ó Pai, que pela leitura da Palavra os pecadores
se convertam, os justos perseverem na graça e todos consigamos
a vida eterna. Amém.

Branco. Oitava do Natal: Solenidade da Santa Mãe de Deus, Maria Natal



Primeira Leitura (Nm 6,22-27)
Solenidade da Santa Mãe de Deus
Quarta-feira 01/01/14

Leitura do Livro dos Números:

22O Senhor falou a Moisés, dizendo: 23“Fala a Aarão e a seus filhos: ao abençoar os filhos de Israel, dizei-lhes: 24‘O Senhor te abençoe e te guarde! 25O Senhor faça brilhar sobre ti a sua face, e se compadeça de ti! 26O Senhor volte para ti o seu rosto e te dê a paz!’ 27Assim invocarão o meu nome sobre os filhos de Israel, e eu os abençoarei”.

- Palavra do Senhor.
- Graças a Deus.


Responsório (Sl 66)
Solenidade da Santa Mãe de Deus
Quarta-feira 01/01/14

— Que Deus nos dê a sua graça e sua bênção.
— Que Deus nos dê a sua graça e sua bênção!

— Que Deus nos dê a sua graça e sua bênção,/ e sua face resplandeça sobre nós!/ Que na terra se conheça o seu caminho/ e a sua salvação por entre os povos.
— Exulte de alegria a terra inteira,/ pois julgais o universo com justiça;/ os povos governais com retidão,/ e guiais, em toda a terra, as nações.
— Que as nações vos glorifiquem, ó Senhor,/ que todas as nações vos glorifiquem!/ Que o Senhor e nosso Deus nos abençoe,/ e o respeitem os confins de toda a terra!


Segunda Leitura (Gl 4,4-7)
Solenidade da Santa Mãe de Deus
Quarta-feira 01/01/14

Leitura da Carta de São Paulo aos Gálatas:

Irmãos: 4Quando se completou o tempo previsto, Deus enviou o seu Filho, nascido de uma mulher, nascido sujeito à Lei, 5a fim de resgatar os que eram sujeitos à Lei e para que todos recebêssemos a filiação adotiva. 6E porque sois filhos, Deus enviou aos nossos corações o Espírito do seu Filho, que clama: Abá — ó Pai!
7Assim, já não és escravo, mas filho; e, se és filho, és também herdeiro: tudo isso por graça de Deus.

- Palavra do Senhor.
- Graças a Deus.


Anúncio do Evangelho (Lc 2,16-21)
Solenidade da Santa Mãe de Deus
Quarta-feira 01/01/14


Os pastores e os anjos


— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo  segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 16os pastores foram às pressas a Belém e encontraram Maria e José, e o recém-nascido deitado na manjedoura.
17Tendo-o visto, contaram o que lhes fora dito sobre o menino. 18E todos os que ouviram os pastores ficaram maravilhados com aquilo que contavam.
19Quanto a Maria, guardava todos esses fatos e meditava sobre eles em seu coração.
20Os pastores voltaram, glorificando e louvando a Deus por tudo que tinham visto e ouvido, conforme lhes tinha sido dito. 21Quando se completaram os oito dias para a circuncisão do menino, deram-lhe o nome de Jesus, como fora chamado pelo anjo antes de ser concebido.

— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor.


Oração para depois de ler a Bíblia


Dou-Te graças, meu Deus, pelos bons propósitos, afetos e inspirações

que me comunicastes nesta meditação; peço-Te ajuda para colocá-los  em prática.

Minha Mãe Imaculada, meu protetor São José e Anjo da minha guarda, intercedeis todos por mim. Amém



Santa Catarina Labouré - 31 de dezembro

A chamada "medalha milagrosa" é

fruto de uma visão que a religiosa

vicentina Catarina Labouré teve da

Virgem Maria em 1830. Na visão, a

Imaculada apareceu como está na

imagem e pronunciou a oração "Ó

Maria concebida sem pecado, rogai

por nós,
A chamada "medalha milagrosa" é fruto de uma visão que a religiosa vicentina Catarina Labouré teve da Virgem Maria em 1830. Na visão, a Imaculada apareceu como está na imagem e pronunciou a oração "Ó Maria concebida sem pecado, rogai por nós, que recorremos a vós", exatamente como a conhecemos.

São Silvestre I - 31 de Dezembro




Este Papa dos inícios da nossa Igreja era um homem piedoso e santo, mas de personalidade pouco marcada. São Silvestre I apagou-se ao lado de um Imperador culto e ousado como Constantino, o qual, mais que servi-lo se terá antes servido dele, da sua simplicidade e humanidade, agindo por vezes como verdadeiro Bispo da Igreja, sobretudo no Oriente, onde recebe o nome deIsapóstolo, isto é, igual aos apóstolos.

HOMÍLIA DIÁRIA, COMENTÁRIO E REFLEXÃO DO EVANGELHO DO DIA 31/12/2013

31 de Dezembro de 2013

ANO A


Jo 1,1-18

Comentário do Evangelho

Hino à Palavra

Quanto à origem e à estrutura do prólogo segundo João, há pouco acordo entre os estudiosos. Seja como for, o Prólogo do quarto evangelho antecipa os temas fundamentais que serão desenvolvidos ao longo de todo o evangelho. Mais parece um hino em que o tema principal é o “Logos”. O Logos preexistente do v. 1 é identificado com o Filho único de Deus, que é quem revela o Pai (v. 18; cf. 14,9-10).
Carlos Alberto Contieri, sj
ORAÇÃO
Pai, em teu Filho Jesus tu te fazes presente no meio de nós. Que eu saiba reconhecer-te e acolher-te na fragilidade humana do Verbo encarnado.

Recadinho


Dou testemunho da Luz que é Jesus?
Meu modo de viver ilumina, inspira a vida de Deus? - Dou espaço para que Jesus possa iluminar meus caminhos?
Reconheço Deus como o Pai que cuida de mim? - Aceito ser iluminado e guiado pelo Espírito Santo?
Padre Geraldo Rodrigues, C.Ss.R

Comentário do Evangelho

NÓS VIMOS SUA GLÓRIA

Pouco a pouco, a comunidade cristã foi compreendendo a verdadeira identidade de Jesus. Até então, na história da salvação, ninguém havia se apresentado como Messias Filho de Deus. Na verdade, os reis de Israel eram considerados filhos de Deus. Entretanto, jamais alguém havia manifestado tal proximidade com Deus, no falar e no agir, como acontecia com Jesus. Ninguém havia chamado Deus de Pai, servindo-se de um termo familiar, Abba, usado pelas crianças para se referirem a seus genitores. Ninguém se apresentara com o poder de perdoar pecados, restituir a vida aos mortos e enfermos, libertar as pessoas da opressão do demônio. Ninguém, como Jesus, mostrava-se livre diante da Lei e das tradições religiosas.
Na raiz da ação de Jesus, estava sua condição divina. Esta conferia-lhe a liberdade para não se submeter ao legalismo religioso da época, muitas vezes incapaz de levar as pessoas a uma real experiência de Deus; levava-o a desbaratar as forças do anti-Reino, por cuja ação os indivíduos se tornavam cativos do mal e do pecado; dava-lhe um coração misericordioso, como o de Deus, para amar os pecadores e abrir-lhes os caminhos da salvação; tornava-o sensível e solícito aos sofrimentos da humanidade.
Nestas ações humanas de Jesus, resplandecia sua glória de Filho de Deus.
Oração
Senhor Jesus, que eu veja tua glória de Filho de Deus resplandecer em teus gestos misericordiosos em favor da humanidade.
(O comentário do Evangelho é feito pelo Pe. Jaldemir Vitório – Jesuíta, Doutor em Exegese Bíblica, Professor da FAJE – e disponibilizado neste Portal a cada mês)
Oração
Deus eterno e todo-poderoso, que estabelecestes o princípio e a plenitude de toda a religião na encarnação do vosso Filho, concedei que sejamos contados entre os discípulos daquele que é toda a salvação da humanidade. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

REFLEXÕES DE HOJE


31 de DEZEMBRO – TERÇA

Liturgia comentada
Dar testemunho da Luz... (Jo 1, 1-18)
João Batista, o precursor de Jesus, veio ao mundo com uma missão específica: apontar para o Cordeiro de Deus, o Cristo, e identificá-lo como o Messias esperado. E de fato, logo após reconhecer Jesus, às margens do Jordão, o Batizador é preso por Herodes e sai de cena para sempre. A figura de João Batista tem sido habitualmente des-figurada, quando o vêem como um lobo ululante a proferir maldições e ameaças. Ora – comenta o Ir. Éphraim, fundador das Beatitudes -, um homem que se alimenta de mel só pode proferir doçuras... Aquele que deve apontar o Cordeiro não pode uivar como um coiote do deserto, mas deve ser impregnado da mesma suavidade.
Nada disto, no entanto, impede que João (em hebraico, “Deus me fez graça” – reconhece Isabel!) realize sua tarefa: dar testemunho da Luz. Luz que é um dos nomes de Cristo: “Eu sou a luz do mundo” (Jo 9, 5). É assim que João Batista prepara as veredas do Salvador e, ao mesmo tempo, nos ensina que todo evangelizador deve desempenhar o mesmo papel: abrir caminho para o Salvador.
O trabalho educativo dos pais é este: apontar para a luz. Insistentemente, sem cansaço, orientar os filhos. (Note que o verbo “orientar” liga-se ao Oriente, exatamente o lado de onde nasce o Sol!) Claro, isto supõe que os pais estejam “orientados”. Que sua vida seja mergulhada na luz pascal de Cristo. Que os próprios pais não caminhem nas trevas do erro e nos atalhos do mundo pagão. Os filhos têm direito a ver a luz de Cristo refletida na face e nos gestos de seus pais...
A legião que perambula pela noite, sem rumo e direção, denuncia as trevas de seus lares. Ali, os pais não se reúnem para rezar, não buscam a graça dos sacramentos, não se alimentam da Palavra de Deus. Sem a luz diurna que emana do Ressuscitado, resta aos jovens o luar sombrio do néon, a luz negra das casas noturnas, as sombras dos becos e dos corações. Pobres filhos! Pobres pais! Cegos e guias de cegos! Fecharam os olhos à Fonte de Luz e vagueiam sem norte, sem ter aonde ir... A droga letal e o sexo sem amor são amargas compensações para quem não descobriu a Vida...
Mas no fundo da noite ainda brilha uma chama: é a Luz de Cristo, acesa na Vigília Pascal, que insiste em irradiar suas cintilações para todos os quadrantes. E nós, cristóforos – portadores de Cristo -, temos a missão de João: testemunhar diante do mundo que a Luz ainda brilha e quer iluminar as trevas de nossa sociedade.
Quando o faremos?
Orai sem cessar: “Em tua luz vemos a luz!” (Sl 36 [35], 10)
Texto de Antônio Carlos Santini, da Comunidade Católica Nova Aliança.
santini@novaalianca.com.br




LEITURA ORANTE

ORAÇÃO INICIAL
- A todos nós que nos encontramos neste ambiente virtual,
paz de Deus, nosso Pai,
a graça e a alegria de Nosso Senhor Jesus Cristo,
no amor e na comunhão do Espírito Santo.
- Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo!
Preparo-me para a Leitura, rezando ou cantando:
Vinde, cristãos, vinde a porfia
1. Vinde, cristãos, vinde à porfia, cantar um hino de louvor,/
Hino de paz e de harmonia,/ Que os anjos cantam ao Senhor:

Glória a Deus nas alturas! (2x)
2. Foi nesta noite venturosa, em que nasceu o Salvador/
Que os anjos com voz amorosa,/ Deram no céu este clamor:


1- LEITURA (VERDADE)
O que diz o texto do dia?
Leio atentamente, na Bíblia, o texto: Jo 1,1-18
O Evangelho de João lembra o Gênesis quando introduz: “no começo”. Antes da criação, o Filho de Deus – a Palavra – já existia. E foi por meio da Palavra que tudo foi criado. João diz que a Palavra é a fonte da vida e essa Palavra trouxe luz para todas as pessoas. O evangelista diz ainda que “A Palavra estava no mundo, e por meio dela Deus fez o mundo, mas o mundo não a conheceu. “Os que nela creram se tornaram filhos de Deus. E, para se aproximar mais ainda de todas as pessoas “a Palavra se tornou um ser humano e morou entre nós”, na pessoa de Jesus Cristo. Só esta verdade é suficiente para tornar nosso coração imensamente agradecido.


2- MEDITAÇÃO (CAMINHO)
O que o texto diz para mim, hoje?
Pelo poder do Espírito, tenho muito a agradecer ao Pai.
O que o texto me diz no momento?
Os bispos, na Conferência de Aparecida, disseram os motivos da nossa alegria:
“Conhecer a Jesus Cristo pela fé é nossa alegria; segui-lo é uma graça, e transmitir este tesouro aos demais é uma tarefa que o Senhor, ao nos chamar e nos eleger, nos confiou. Com os olhos iluminados pela luz de Jesus Cristo ressuscitado podemos e queremos contemplar o mundo, a história, os nossos povos da América Latina e do Caribe e cada um de seus habitantes.” (DAp 18).
Hoje, vou me retirar por uns bons momentos e recordar tudo que Deus realizou na minha vida, na minha família, no meu trabalho, no estudo, no mundo, no ano que passou.


3- ORAÇÃO (VIDA)
O que o texto me leva a dizer a Deus?
Faço minha oração pessoal e depois, canto o louvor a Deus com o Padre João Carlos.

Te Deum
A ti ó Deus, louvamos. A ti, Senhor, cantamos: louvor!
A ti, ó Pai eterno, Se prostra toda Terra: Senhor!
A ti, os anjos cantam, os céus a ti aclamam: louvor!
Proclamam céus e terra, a tua glória imensa, Senhor!
Santo (santo), Santo (santo),
Santo, Santo, Santo: É o Senhor! Deus dos Exércitos,
Deus do combate, Deus da vitória, Deus Sabaoh!
A ti com amor, celebram apóstolos, profetas, ó Pai!
O harmonioso coro dos mártires te louva, Senhor!
A ti, por toda a terra, proclama a Santa Igreja, ó Pai!
ó Pai onipotente de majestade imensa, Senhor!Santo
Ao Filho, adora a Igreja Deus vivo e verdadeiro, Jesus!
Também dá glória e viva ao Espírito Divino: Senhor!
O Rei da glória, ó Cristo, do Pai Eterno, Filho, Jesus,
Da virgem tu nasceste pra nos salvar vieste, Senhor! Santo
A morte tu sofreste, a morte tu venceste, Jesus,
Aos que têm fé abrindo dos céus o eterno reino, Senhor!
Sentaste à direita de Deus na glória eleito, Jesus!
Nós cremos na tua volta, Virás julgando o povo, Senhor! Santo
Portanto, te pedimos, escuta os que remiste, Jesus,
com sangue precioso. Nos salva, ó Deus bondoso, Senhor!
Alista-nos ó Cristo entre os teus escolhidos, Jesus!
Cantemos tua vitória um dia lá na glória, Senhor! Santo


4- CONTEMPLAÇÃO (VIDA E MISSÃO)
Qual meu novo olhar a partir da Palavra?
Vou olhar o mundo e a vida com os olhos de Deus e passar o dia com o coração agradecido ao Pai.


BÊNÇÃO
- Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
- Ele nos mostre a sua face e se compadeça de nós. Amém.
- Volte para nós o seu olhar e nos dê a sua paz. Amém.
- Abençoe-nos Deus misericordioso, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.

Ir. Patrícia Silva, fsp



:¦:-:¦:-:¦:-:¦:-:¦:-:¦:-:¦:-:¦:-:¦:-:¦:-:¦:-:¦:-:¦:-:¦:-:¦:-:¦:-:¦:

ORAÇÃO PARA O ANO NOVO

SENHOR!!! Ilumine meus olhos para
que eu veja os defeitos da minha alma,
e venda-os para que eu não comente
os defeitos alheios...

SENHOR!!! Leva de mim a tristeza e não
a entregueis a mais ninguém...
Encha meu coração com a Divina Fé,
para sempre louvar o Vosso nome...
Arranca de mim, o orgulho e a presunção...

SENHOR!!! Fazei de mim um ser humano
realmente justo...
Planta em meu coração a sementeira
do amor e ajuda-me a fazer feliz o
maior número de pessoas.
Transforma meus rivais em companheiros,
meus companheiros em amigos e meus
amigos em entes queridos...
Não permita que eu seja um cordeiro
perante os fortes nem um leão
perante os fracos...

FAZEI DE MIM SENHOR...
UM SER HUMANO REALMENTE JUSTO....
e FELIZ NESSE ANO QUE SE INICIA...

Amém!!!

Um Feliz Ano Novo para todos!!

:¦:-:¦:-:¦:-:¦:-:¦:-:¦:-:¦:-:¦:-:¦:-:¦:-:¦:-:¦:-:¦:-:¦:-:¦:-:¦:-:¦: