quarta-feira, 6 de março de 2013

Você sabia que:

A palavra penitência vem da tradução latina do grego metanoia, que significa conversão ou "mudança de espírito".

Podcast - Ouça a história do santo do dia

Podcast

Podcast - Ouça a Homilia do Evangelho do dia

Podcast

Homilia do dia

Lucas 11,14-23

Homilia
Data
03/07/13
03/06/13
03/05/13

Podcast - Ouça o Evangelho do Dia

Podcast

Evangelho do dia

Lucas 11,14-23

Evangelho
Data
03/07/13
03/06/13
03/05/13

Tão Sublime Sacramento - Anjos de Resgate

ao chegar ao Mosteiro de São Bento (São Paulo-SP), em 09/05/2007




Tão Sublime Sacramento


Tão Sublime Sacramento, adoremos neste altar,
Pois o Antigo Testamento, deu ao Novo seu lugar,
Venha a fé, por suplemento
Os sentidos completar
Ao eterno Pai cantemos e a Jesus o Salvador,
Ao Espírito exaltemos na Trindade eterno amor.
Ao Deus uno e trino demos a alegria (aleluia)do louvor.
Amém
Para adorar Jesus no Santíssimo Sacramento 
visite o Sacrário de sua Paróquia, lá a presença real.

Terço da Fé

Dia da semana: Quinta-feira - Dedicado ao - Santíssimo Sacramento - JESUS, O PÃO VIVO DESCIDO DO CÉU.

Eucaristia - Mensagens em Power Point (PPS)



Eucaristia
Mensagens em Power Point (PPS)

Os slides estão disponíveis gratuitamente.
Para salvá-los clique com o botão direito do mouse e escolha a opção salvar.
Ao enviar, por favor, mantenha a formatação e o nome do autor.
Não comercialize.
Obrigada.


Terço da Sagrada Eucaristia


Terço da Sagrada Eucaristia

Início
Creio, Pai Nosso, três Glória ao Pai.

Nas contas grandes:

Socorrei-nos Jesus Eucarístico e não afasteis do meio de nós o Vosso Corpo Glorioso.

Nas contas pequenas:

Deus Altíssimo, o Vosso Corpo Eucarístico seja sempre o nosso Alimento Glorioso.

No lugar da Salve Rainha, rezar três vezes:

Doce Eucaristia vem em nosso coração.
Doce Eucaristia, sede a nossa salvação. Amém.

Terço diante do Santíssimo Sacramento


Nas contas grandes:

"Oh! Coração Eucarístico de Jesus, por aquela chama de amor na qual ardeste no momento solene, no qual vos deste a todos nós, na Santíssima Eucaristia, humildemente vos suplicamos que vos digneis livrar-nos incólumes de todo poder, laço, engano e malvadeza dos espíritos infernais. Amém!

Nas contas pequenas:

Terço de Cura e Libertação - VÍDEO

TERÇO DA DIVINA PROVIDÊNCIA

TERÇO DA MISERICÓRDIA - VÍDEOS




JESUS, EU CONFIO EM VÓS!!!

Oração do Angelus - Padre Antonello - VÍDEO

LITURGIA DAS HORAS

Clique no ícone abaixo
para acesso à Hora Canônica

Oração desta Hora

Terço - Mistérios Luminosos - Quinta-Feira


Terço do Rosário: Mistérios Luminosos  


Santas Perpétua e Felicidade - 7 de Março




Santas Perpétua e Felicidade – Mártires do segundo século

Jovens mães que foram até as últimas consequências defendendo a fé que professavam

Numa perseguição que se desencadeou em Cartago, foram presos nesta cidade cinco catecúmenos, entre os quais uma escrava chamada Felicidade e uma mulher, ainda nova e de posição, chamada Perpétua. A primeira estava grávida de oito meses e a segunda tinha uma criança de peito. Receberam o batismo enquanto estavam presas.

HOMÍLIA, COMENTÁRIO E REFLEXÃO DO EVANGELHO DO DIA 07/03/2013

7 de Março de 2013

Ano C

 

Lucas 11,14-23

Comentário do Evangelho

O mal impede de falar as maravilhas de Deus


Na subida para a sua Páscoa, Jesus vai fazendo as pessoas viverem. Sua presença na vida das pessoas comunica o Espírito Santo e arranca o mal que desfigura, no homem, o brilho originário da imagem de Deus.
A mudez era considerada possessão demoníaca. O mal impede de falar, de bem falar; o mal distorce a linguagem. Expulsando o demônio, que impedia de falar, Jesus faz o mudo renascer para a palavra. Ora, o próprio Lucas, na segunda parte da sua obra, os Atos dos Apóstolos, diz que é o Espírito Santo quem faz falar as maravilhas de Deus (cf. At 2,1-11). À admiração da multidão, opõe-se a resistência de alguns. O leitor do evangelho já sabe que Jesus possui o Espírito de Deus (Lc 3,21-22; 4,1.18). Dizer que é por Beelzebu que Jesus expulsa os demônios é falta de discernimento, é confundir o Espírito Santo com Beelzebu - eis aí o mal!
Carlos Alberto Contieri, sj

http://www.paulinas.org.br/diafeliz/?system=evangelho&action=busca_result&data=07%2F03%2F2013

Vivendo a Palavra

Nós projetamos no outro nossas próprias motivações. Alguns dos presentes atribuíam a Jesus o poder de Belzebu, por estarem eles mesmos sob o poder do mal. Coloquemo-nos e nos mantenhamos sempre nos braços do Senhor para seremos fraternos nas relações com o próximo. 
http://www.arquidiocesebh.org.br/mdo/pg05.php

Reflexão

Estamos vivendo uma época em que as posições em relação a Satanás são contraditórias. Existem algumas pessoas que dizem que o demônio não existe, que é uma espécie de personificação das más tendências e inclinações das pessoas e que essa história de anjo decaído não passa de mitologia. Por outro lado, existem os que absolutizam a ação do demônio, de modo que tudo é o inimigo agindo, é fruto do maligno e outras coisas do gênero. A Igreja afirma a existência do demônio, mas também afirma que o poder de Deus é infinitamente superior ao dele. No Evangelho de hoje, Jesus nos mostra o seu poder sobre o maligno, poder que se manifesta na totalidade no Mistério Pascal, que é a derrota definitiva do antigo inimigo. 
http://www.cnbb.org.br/liturgia/app/user/user/UserView.php?ano=2013&mes=3&dia=7

COMENTÁRIOS DO EVANGELHO

FAÇA UMA DOAÇÃO AO NPDBRASIL...

1. A Verdadeira Proteção
(O comentário do Evangelho abaixo é feito pelo Diácono José da Cruz - Diácono da Paróquia Nossa Senhora Consolata – Votorantim – SP)

Tive uma pessoa de minhas relações que enveredou pelos caminhos do mal e tornou-se traficante. Morávamos no mesmo bairro e quando nos encontrávamos de vez em quando, ele me oferecia proteção e segurança, dizendo que se alguém importunasse a mim ou a minha família, bastava dizer que era amigo dele, e o delinquente não nos faria nenhum mal, porque ele era muito temido no mundo do crime. Hoje em dia vem sendo muito comum essa inversão de valores, e nas grandes favelas os traficantes tornam-se ídolos da população, por oferecer segurança e proteção a todos.

As pessoas que aceitam isso estão subestimando as forças do bem e se aliando as forças do mal, é a inversão de valores onde aquele que pratica o mal explicitamente, toma a aparência do bem.

No evangelho de hoje os adversários de Jesus, não tendo argumentos diante dos seus ensinamentos e prodígios realizados, solidificando a supremacia do Bem que é o Reino de Deus, atribuem suas obras as Forças do Mal, sendo imediatamente desmascarados por Jesus.

Também podemos em uma releitura mais detalhada, percebermos aqui a crítica contundente de Jesus contra as Lideranças Religiosas daquele tempo, que não falavam uma mesma linguagem e era como se eles lhes dissesse “Até as Forças do Mal são unidas e têm uma mesma e única meta“. Nas nossas comunidades e nas do evangelista Lucas isso também acontece: somos todos batizados, cremos em um único Deus manifestado em Jesus, uma única Fé e uma única Igreja entretanto, nem sempre prevalece a comunhão de Vida e o Espírito Comunitário e certas pastorais e Movimentos não estão ali para SOMAR, mas sim para dividir, e não é culpa da Pastoral ou do Movimento, são as pessoas com aquilo que trazem no coração e na mente.

A Comunidade age em nome e no Poder de Cristo Jesus e todo e qualquer trabalho deve ser sempre direcionado para o Bem e não para o Mal. O que acontece é que muitas vezes o Mal se infiltra na Comunidade e como esses interlocutores de Jesus, começam a criticar tudo de bom que há na comunidade, querendo inverter o quadro e alegando que são ações do Mal. Jesus desmascara as Forças do Mal, que dividem e hostilizam o Reino...

Sejamos prudentes e fiquemos de olhos bem abertos, pois nem a comunidade escapa da ação do Malígno...

2. O mal impede de falar as maravilhas de Deus
(O comentário do Evangelho abaixo é feito por Carlos Alberto Contieri, sj - e disponibilizado no Portal Paulinas)
VIDE ACIMA
ORAÇÃO
Pai, transforma-me em instrumento de teu amor misericordioso, a exemplo de Jesus. Por onde eu passar, possa ser testemunha de que teu Reino já chegou para nós.

3. O REINO ESTÁ ENTRE NÓS
(O comentário do Evangelho abaixo é feito pelo Pe. Jaldemir Vitório – Jesuíta, Doutor em Exegese Bíblica, Professor da FAJE – e disponibilizado no Portal Dom Total a cada mês).

A presença do Reino de Deus na história da humanidade revelava-se no poder de Jesus de expulsar os demônios, libertando todo ser humano desse poder opressor. Essa libertação significava a retomada do senhorio de Deus na vida de quem era dominado pelo maligno, possibilitando-lhe, novamente, a vivência do amor e da solidariedade.

Jesus personificava o Reino de Deus na medida em que estava todo centrado no Pai, cujas obras buscava realizar. Em suas ações, revelava-se "o dedo de Deus" na vida de tantas pessoas privadas de sua dignidade.

Contudo, isto não era evidente! Só quem estava sintonizado com Jesus tinha condições de perceber Deus agindo por meio dele. Caso contrário, corria-se o risco de interpretá-lo mal e fazê-lo objeto de falsas acusações.

Foi o que aconteceu quando o acusaram de agir com o poder de Belzebu, o chefe dos demônios. Ou quando exigiam dele sinais sempre mais mirabolantes, como prova da autenticidade do seu messianismo.

O fato de ser incompreendido não impedia Jesus de seguir adiante. Movia-o somente a consciência de dever ser fiel ao Pai. Por isso, não cessava de dar testemunho do amor que Deus derramava sobre a humanidade.
Oração
Pai, transforma-me em instrumento de teu amor misericordioso, a exemplo de Jesus. Por onde eu passar, possa ser testemunha de que teu Reino já chegou para nós.

http://www.npdbrasil.com.br/religiao/evangelho_do_dia_semana.htm#d5
Jesus sempre age no momento certo


Postado por: homilia

março 7th, 2013


Diante de um bem realizado por Jesus, testemunhas oculares questionam: “Em nome e poder de quem Jesus estaria atuando?” Ele acabara de libertar um homem endemoniado. Vendo o homem curado e liberto, uma parte da multidão exclama impávida e pasmada: “É por Belzebu, o príncipe dos demônios, que ele expulsa os demônios” (Lc 11,15).
Outros, querendo conseguir alguma prova contra Jesus, pediam que Ele fizesse um milagre para mostrar que Seu poder vinha de Deus.
E a atitude de Cristo – como sempre – é aconchegante e oportuna. Ele sempre age na hora e no momento certo.
“Mas, conhecendo seus pensamentos, Jesus disse-lhes: ‘Todo reino dividido contra si mesmo será destruído; e cairá uma casa por cima da outra. Ora, se até satanás está dividido contra si mesmo, como poderá sobreviver o seu reino? Vós dizeis que é por belzebu que eu expulso os demônios. Se é por meio de belzebu que eu expulso demônios, vossos filhos os expulsam por meio de quem? Por isso, eles mesmos serão vossos juízes. Mas, se é pelo dedo de Deus que eu expulso os demônios, então chegou para vós o Reino de Deus. Quando um homem forte e bem armado guarda a própria casa, seus bens estão seguros. Mas, quando chega um homem mais forte do que ele, vence-o, arranca-lhe a armadura na qual ele confiava, e reparte o que roubou. Quem não está comigo está contra mim. E quem não recolhe comigo dispersa’” (Lc 11,17-23).
A prática libertadora de Jesus, restaurando a dignidade e a liberdade das pessoas suscita, por um lado, a admiração das multidões e, por outro, a repressão dos chefes religiosos de Israel.
Jesus afirma que veio para libertar todos que estão retidos sob o poder do encardido, ou seja, em poder daqueles chefes religiosos, pois é preciso que todos saibam que é em nome e no poder de Deus que Ele veio, tornando presente o Reino de Deus, Seu Pai, entre nós.
Padre Bantu Mendonça
http://blog.cancaonova.com/homilia/2013/03/07/
LEITURA ORANTE

Lc 11,14-23 - A favor ou contra?



Preparo-me para a Leitura Orante rezando,
com todos os internautas:

Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.
Creio, Senhor Jesus, que sou parte de seu Corpo.
Espírito Santo,
tu que habitas, pela fé, nos nossos corações,
abre-nos à Palavra!
Seja a nossa inteligência e a nossa vontade,
terreno bom,
onde tu possas trabalhar com liberdade,
de modo que a nossa vida
seja sinal da tua caridade.
Amém.

1. Leitura (Verdade

O que diz o texto do dia?
Leio atentamente, na Bíblia,  o texto: Lc 11,14-23 , e observo pessoas, o que pensam e o que esperam de Jesus.
Jesus estava expulsando de certo homem um demônio que não o deixava falar. Quando o demônio saiu, o homem começou a falar. A multidão ficou admirada, mas alguns disseram: 

- É Belzebu, o chefe dos demônios, que dá poder a este homem para expulsar demônios. 

Outros, querendo conseguir alguma prova contra Jesus, pediam que ele fizesse um milagre para mostrar que o seu poder vinha de Deus. Mas Jesus, conhecendo os pensamentos deles, disse: 

- O país que se divide em grupos que lutam entre si certamente será destruído; a família que se divide em grupos que lutam entre si também será destruída. Se o reino de Satanás tem grupos que lutam entre si, como continuará a existir? Vocês dizem que é Belzebu que me dá poder para expulsar demônios. Mas, se é assim, quem dá aos seguidores de vocês o poder para expulsar demônios? Assim, os seus próprios seguidores provam que vocês estão completamente enganados. Na verdade é pelo poder de Deus que eu expulso demônios, e isso prova que o Reino de Deus já chegou até vocês. 

- Quando um homem forte e bem armado guarda a sua própria casa, tudo o que ele tem está seguro. Mas, quando um homem mais forte o ataca e vence, leva todas as armas em que o outro confiava e reparte tudo o que tomou dele. 

- Quem não é a meu favor é contra mim; e quem não me ajuda a ajuntar está espalhando.
Um exorcismo e a expulsão de um demônio que era mudo causou admiração na multidão. A admiração era frequente diante dos milagres, mas não significava ainda, atitude de fé. Alguns até atribuem o exorcismo a um pacto com Belzebu! São os que têm reservas fundamentadas em dois aspectos: a dificuldade em compreender a origem e o poder de Jesus e a necessidade do sinal. Conhecendo seus pensamentos, Jesus fala da destruição da família e do país dividido. Diz ainda que quem não é a seu favor é contra ele e quem não o ajuda a reunir, ajuntar, está espalhando. Da pregação de Jesus, entendemos também que uniremos quando nos amamos e dividiremos quando nos apegamos a nós mesmos e não nos preocupamos com o próximo.

2. Meditação (Caminho) 

O que o texto diz para mim, hoje?

Sinto que promovo a comunhão na minha família, no meu trabalho, na Igreja?

Os bispos, em Aparecida, na V Conferência, falaram da comunhão entre os cristãos: “A vocação ao discipulado missionário é con-vocação à comunhão em sua Igreja. Não há discipulado sem comunhão. Diante da tentação, muito presente na cultura atual de ser cristãos sem Igreja e das novas buscas espirituais individualistas, afirmamos que a fé em Jesus Cristo nos chegou através da comunidade eclesial e ela “nos dá uma família, a família universal de Deus na Igreja Católica. A fé nos liberta do isolamento do eu, porque nos conduz à comunhão”. Isto significa que uma dimensão constitutiva do acontecimento cristão é o fato de pertencer a uma comunidade concreta na qual podemos viver uma experiência permanente de discipulado e de comunhão com os sucessores dos Apóstolos e com o Papa.” (DAp 156). 



Tenho a tentação de contradizer, dividir, criticar, colocar obstáculos?

 Qual é a minha comunidade concreta? 

Como vivo nesta comunidade?

3.Oração (Vida)
O que o texto me leva a dizer a Deus?
Rezo, espontaneamente, com salmos ou outras orações e concluo, com a

Oração oficial da CF 2013

Pai santo, vosso Filho Jesus,

conduzido pelo Espírito

e obediente à vossa vontade,

aceitou a cruz como prova de amor à humanidade.

Convertei-nos e, nos desafios deste mundo,

tornai-nos missionários

a serviço da juventude.
Para anunciar o Evangelho como projeto de vida,
enviai-nos, Senhor;
para ser presença geradora de fraternidade,
enviai-nos, Senhor;
para ser profetas em tempo de mudança,
enviai-nos, Senhor;
para promover a sociedade da não violência,
enviai-nos, Senhor;
para salvar a quem perdeu a esperança,
enviai-nos, Senhor;
para...

4. Contemplação (Vida e Missão)
Qual meu novo olhar a partir da Palavra?
Meu novo olhar é de comunhão, de promoção da união de todos por onde passo.


Bênção

 - Deus nos abençoe e nos guarde. Amém. 

- Ele nos mostre a sua face e se compadeça de nós. Amém. 

- Volte para nós o seu olhar e nos dê a sua paz. Amém. 

- Abençoe-nos Deus misericordioso, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.



Sugestões:

- Campanha da Fraternidade 2013 - Veja informações no blog:

http://comunicacatequese.blogspot.com.br/

- Veja a mensagem do Papa Bento XVI para a Quaresma em 

http://paulinascomunica.blogspot.com/

- Faça o Retiro de Quaresma e Páscoa seguindo o blog

http://viverecomunicarcristo.blogspot.com


Ir. Patrícia Silva, fsp
http://leituraorantedapalavra.blogspot.com.br/

http://www.paulinas.org.br/diafeliz/?system=evangelho
Oração Final
Pai Santo, assim como Tu és Um com o Filho e o Espírito Santo, faze de toda a humanidade uma Igreja solidária acolhedora, sem discriminações, julgamentos ou privilégios. Queremos seguir os passos do Cristo Jesus, teu Filho que se fez nosso Irmão e contigo reina na unidade do Espírito Santo.
http://www.arquidiocesebh.org.br/mdo/pg06.php

 

Podcast - Ouça a Homilia do dia

Homilia do dia

Lucas 11,14-23

Homilia
Data
03/07/13
03/06/13
03/05/13