terça-feira, 22 de maio de 2018

Santa Rita de Cássia - 22 de Maio









Santa Rita de Cássia, conhecida como Santa dos Impossíveis

Santa Rita de Cássia, viveu os impossíveis de sua vida se refugiando no Senhor
Nasceu na Itália, em Cássia, no ano de 1380. Seu grande desejo era consagrar-se à vida religiosa. Mas, segundo os costumes de seu tempo, ela foi entregue em matrimônio para Paulo Ferdinando.

Terço de Santa Rita


HINO Á SANTA RITA DE CASSIA


Tríduo de Santa Rita de Cássia - 3º Dia - de 20 a 22 de Maio


Tríduo de Santa Rita de Cássia - 3º Dia

Oração para todos os dias

Pelo sinal da Santa Cruz, livrai-nos Deus, nosso Senhor, dos nossos inimigos!

Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém!

Ato de contrição

Meu Senhor Jesus Cristo, Deus e homem verdadeiro, em quem creio e a quem amo sobre todas as coisas, pesa-me de todo Coração de vos ter ofendido com tantas e tão repetidas culpas, porque sois infinitamente bom e digníssimo de ser amado.
Soe já em minha alma o eco de vossa voz dulcíssima toda poderosa, para que a desperte do sono de morte, distraída pelas coisas deste mundo.
Muito vos tenho ofendido, amorosíssimo Pai meu; fazei, pois, que me arrependa e chore meus erros passados afim de que mereça amar-vos e alcançar o céu.
Amém.
Terceiro Dia

Novena a Santa Rita de Cássia - NONO DIA - 22/05/2018 - FESTA: 22 DE MAIO


Novena a Santa Rita de Cássia - NONO DIA - 22/05/2018

Santa Rita de Cássia, advogada das causas impossíveis

Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Nono dia

Tema: Santa Rita, padroeira das causas impossíveis.

Ó admirável Santa Rita de Cássia, em virtude dos prodígios que conseguiste de Deus, foste escolhida como padroeira de todas as causas impossíveis. Ajuda-nos a sempre mais confiar no milagre maravilhoso do amor que faz o maior de todos os prodígios sobre a terra: a conversão de todos os corações para Deus.

Rezar 1 Pai-Nosso; 10 Ave-Marias e 1 Glória ao Pai

Oração final

Deus Pai de bondade, Vós nos dais o exemplo dos santos para que, imitando-os na terra, possamos chegar, um dia, às alegrias do céu. Dai-me, peço-Vos, por intercessão de Santa Rita de Cássia, padroeira dos casos desesperados e impossíveis, que tanto Vos amou nesta vida, as graças que tão ardentemente Vos suplico.
Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

segunda-feira, 21 de maio de 2018

BOM DIA! BOA TARDE! BOA NOITE! Oração da noite, Oração da manhã e Oração do entardecer - Deus te abençoe!



Oração da Noite

Boa noite Pai.
Termina o dia e a ti entrego meu cansaço.
Obrigado por tudo e… perdão!!
Obrigado pela esperança que hoje animou meus passos, pela alegria que vi no rosto das crianças;
Obrigado pelo exemplo que recebi daquele meu irmão;
Obrigado também por isso que me fez sofrer…
Obrigado porque naquele momento de desânimo lembrei que tu és meu Pai; Obrigado pela luz, pela noite, pela brisa, pela comida, pelo meu desejo de superação…
Obrigado, Pai, porque me deste uma Mãe!
Perdão, também, Senhor!
Perdão por meu rosto carrancudo; Perdão porque não me lembrei que não sou filho único, mas irmão de muitos; Perdão, Pai, pela falta de colaboração e serviço e porque não evitei aquela lágrima, aquele desgosto; Perdão por ter guardado para mim tua mensagem de amor;
Perdão por não ter sabido hoje entregar-me e dizer: “sim”, como Maria.
Perdão por aqueles que deviam pedir-te perdão e não se decidem.
Perdoa-me, Pai, e abençoa os meus propósitos para o dia de amanhã, que ao despertar, me invada novo entusiasmo; que o dia de amanhã seja um ininterrupto “sim” vivido conscientemente.
Amém!!!

Oração da manhã

Bom-dia, Senhor Deus e Pai!
A ti, a nossa gratidão pela vida que desperta, pelo calor que
cria vida, pela luz que abre nossos olhos.
Nós te agradecemos por tudo que forma nossa vida, pela terra, pela água, pelo ar, pelas pessoas. Inspira-nos com teu Espírito Santo os pensamentos que vamos alimentar,as palavras que vamos dizer, os gestos que vamos dirigir,a comunicação que vamos realizar.
Abençoa as pessoas que nós encontramos, os alimentos que vamos ingerir.
Abençoa os passos que nós dermos, o trabalho que devemos fazer.
Abençoa, Senhor, as decisões que vamos tomar, a esperança que vamos promover,a paz que vamos semear,a fé que vamos viver, o amor que vamos partilhar.
Ajuda-nos, Senhor, a não fugir diante das dificuldades, mas a abraçar amor as pequenas cruzes deste dia.
Queremos estar contigo, Senhor, no início, durante e no fim deste dia.
Amém.

Oração do entardecer

Ó Deus!
Cai à tarde, a noite se aproxima.
Há neste instante, um chamado à elevação, à paz, à reflexão.
O dia passa e carregam os meus cuidados.
Quem fez, fez.
Também a minha existência material é um dia que se passa,
uma plantação que se faz, um caminho para algo superior.
Como fizeste a manhã, à tarde e a noite, com seus encantos,
fizeste também a mim, com os meus significados, meus resultados.
Aproxima de mim, Pai, a Tua paz para que usufrua desta
hora e tome seguras decisões para amanhã.
Que se ponha o sol no horizonte, mas que nasça
em mim o sol da renovação e da paz para sempre.
Obrigado, Deus, muito obrigado!
Amém!

HOMÍLIA DIÁRIA, COMENTÁRIO E REFLEXÃO DO EVANGELHO DO DIA 22/05/2018

ANO B


Mc 9,30-37

Comentário do Evangelho

Na vida cristã é maior quem serve

O Jesus apresentado por Marcos é um Mestre que continuamente ensina seus discípulos e a multidão (cf. 6,34). Marcos não nos informa, em geral, explicitamente acerca do conteúdo do ensinamento de Jesus. Aqui, em concreto, o ensinamento diz respeito à sua Páscoa (v. 31). Os discípulos, porém, não compreendiam (cf. v. 32).
O anúncio da paixão-morte-ressurreição não é previsão de futuro. Ele tem, no relato, uma função específica: preparar o ouvinte e/ou leitor do evangelho para entrar, sem esmorecer e sem medo, na paixão e morte de Jesus, iluminado pela certeza de sua ressurreição.
A discussão dos discípulos acerca de quem era o maior entre eles (cf. vv. 33-34) revela a incompreensão deles, não somente acerca do destino de Jesus, mas também de sua própria condição.
No seguimento de Cristo e na vida cristã, o mais é quem serve, a exemplo do Senhor que se fez Servo de todos (cf. vv. 35-36). Serviço que tem que se traduzir no acolhimento de todos, sobretudo, dos que precisam de mais cuidado (cf. v. 37).
Carlos Alberto Contieri,sj
Oração
Senhor Jesus, tira do meu coração todo ideal humano de grandeza, e faze-me compreender que ela consiste em fazer-me servidor.
Fonte: Paulinas em 21/05/2013

Vivendo a Palavra

Nós, que vivemos a pobre realidade de nossa humanidade, com seus limites e imperfeições, somos consolados pela narração evangélica das disputas por prestígio entre os apóstolos. E, ainda mais, somos encorajados pelo exemplo que eles nos deixaram: venceram seus limites e perseveraram até o martírio final.
Fonte: Arquidiocese BH em 21/05/2013

VIVENDO A PALAVRA

O mundo contemporâneo valoriza muito o saber, reconhecido com solenes títulos acadêmicos e louvores universitários. Até mesmo nos assuntos da fé… Nós dificilmente nos lembramos da advertência de Jesus para recebermos as crianças como se a Ele estivéssemos recebendo. E para acolhê-las bem, temos que nos tornar simples e alegres como elas são...

Reflexão

O que faz com que na maioria das vezes não compreendamos corretamente a mensagem de Jesus geralmente são as diferenças que existem entre os nossos interesses e os dele. Enquanto Jesus estava pensando na necessidade da cruz para a realização do Reino de Deus, seus discípulos estavam pensando em um reino com critérios humanos, fundamentado principalmente nas diferenças, nas relações de poder e na hierarquia social, econômica e política. Sempre que não nos colocamos em sintonia com o projeto de Jesus e não colocamos o amor como o critério último das nossas vidas, podemos nos equivocar na compreensão do Evangelho e buscar interpretações que existem muito mais para legitimar os nossos interesses do que para nos conduzir à verdade e ao Reino.
Fonte: CNBB em 21/05/2013

Reflexão

Os discípulos de Jesus discutem sobre um tema corriqueiro na sociedade de todos os tempos. Conversam sobre negócios: compras, vendas, lucros, sucesso… Sabe-se que, em vista de se tornarem ricas e poderosas, algumas pessoas não hesitam em explorar as outras, lançando mão de propinas e roubos camuflados. Por vezes, usando a posição social, a influência e muito dinheiro. Formam uma sociedade opressora, desprovida de valores éticos e morais. Jesus caminha na direção contrária. Para todos ele quer vida digna, relações fraternas, espírito de partilha e igualdade. Esse é o projeto do Pai. Essa é a bandeira erguida e sustentada pelo Filho do Homem que, por defender essa causa, morre na cruz. Confirmando que Jesus lutou por uma causa justa, o Pai o ressuscita dos mortos. Sua luta não foi em vão.
(Dia a dia com o Evangelho 2018 – Pe. Luiz Miguel Duarte, ssp)

Meditando o evangelho

QUEM É O MAIOR?

Os discípulos de Jesus deixaram-se contaminar pela busca de grandeza. Por isso, discutiam para saber quem, dentre eles, seria o maior. Mas o ponto de partida deste debate revelava um equívoco. Pensavam na grandeza do Reino que Jesus inauguraria e na possibilidade de ocupar posições de destaque junto ao monarca. De antemão, esses discípulos faziam a partilha dos futuros cargos disponíveis. Jesus, porém, deu um basta a estas considerações indignas de quem quer ser seu um discípulo.
O ensinamento de Jesus centra-se no tema do serviço, bem característico do Reino. A grandeza do discípulo está em sua capacidade de colocar-se a serviço do próximo. Ocupa o primeiro lugar quem se predispõe a servir a todos, sem distinção, vivendo a condição de servo, de maneira plena. A quem é reticente no servir e não prima pela generosidade, estão reservados os últimos lugares no Reino. Portanto, se os discípulos quisessem realmente disputar os primeiros lugares, que o fizessem motivados por um ideal elevado e não por ambições mesquinhas, sem sentido para quem vive a dinâmica do Reino.
Os discípulos tinham em Jesus um exemplo consumado de servidor do Reino. Sua vida definia-se como serviço generoso e gratuito às multidões oprimidas e atribuladas de tantas maneiras. Bastava que se espelhassem no Mestre.
(O comentário do Evangelho abaixo é feito pelo Pe. Jaldemir Vitório – Jesuíta, Doutor em Exegese Bíblica, Professor da FAJE – e disponibilizado no Portal Dom Total).
Oração
Senhor Jesus, não permitas que eu me lance na busca das grandezas deste mundo. Que eu busque, antes, a grandeza do serviço generoso, e gratuito.

COMENTÁRIOS DO EVANGELHO

1. SERVIR E ACOLHER
(O comentário do Evangelho abaixo é feito pelo Diácono José da Cruz - Diácono da Paróquia Nossa Senhora Consolata – Votorantim – SP)

No mundo de hoje são servidas e acolhidas apenas as pessoas muito importantes, que detêm algum poder no âmbito social, econômico – político, e até religioso. Jesus inverte este quadro quando coloca no meio dos seus discípulos uma criança que é por ele acolhida e abraçada, para exemplificar o ensinamento de que “quem quiser ser o primeiro, que seja o último e o servo de todos”.
Essa lição, precedida de um exemplo, foi necessária porque os discípulos não compreendem o ensinamento da lógica do Reino, que se fundamenta em uma relação diferente das demais e pelo caminho se questionam quem será entre eles o maior, pensando em uma relação a partir do poder e domínio sobre o grupo.
Podemos nos relacionar com as pessoas segundo a lei, as normas ou o formalismo, tratando-as como cada uma merece ser tratada, mas não é este o modo do justo se relacionar, porque ele pauta suas relações a partir da justiça de Deus, que nunca nos tratou segundo nossas faltas, pois a sua misericórdia e o seu amor são sempre sem medida.
Essa relação justa que sempre compreende e aceita o outro em suas necessidades, desmascara o amor da mediocridade, que não é gratuito e nem incondicional, põe em evidência a frieza das relações formais, marcadas pela aparência e farisaísmo. É um modo de viver que acaba pondo a descoberto toda a maldade que o ímpio traz escondido dentro de si “Eis que este menino foi posto para se revelar os pensamentos íntimos de muitos corações” – dirá o velho Simeão aos pais de Jesus, na apresentação no templo.
Por isso vemos, na primeira leitura, que a presença do justo incomoda porque o seu modo de viver e de se relacionar com as pessoas não segue os padrões normais estabelecidos pelo interesse e conveniência, mas sim segundo a Justiça de Deus. O justo não precisa de nenhuma garantia prévia para agir assim, ele confia totalmente em Deus, que o libertará das mãos dos seus inimigos. Enquanto os homens constroem seus projetos a partir da firmeza das relações com os outros, o justo só precisa e tem necessidade de uma coisa: Deus!
O tema do sofrimento, no segundo anúncio da paixão nos introduz no evangelho desse domingo onde os discípulos não compreendem e têm medo de perguntar.
Jesus, o Mestre de Israel, só fez o bem a todos que o buscaram. Os discípulos esperam talvez por um reconhecimento público o que poderia então dar início a uma “virada” na história. Mas as palavras de Jesus causam um certo desconforto e mal estar entre eles.
A Fé coerente com o evangelho, diante da qual precisamos mudar nossa mentalidade e nosso agir, não é de fácil compreensão. Temos medo de pensar no sofrimento e no transtorno que isso nos irá trazer. Podemos ser alvo de perseguições e incompreensões. A conversão não é um bom negócio para quem colocou sua expectativa de felicidade nos valores do mundo, na fama, no prestígio e no poder.
No tempo de Jesus crianças e mulheres nem eram contados no censo, e ao abraçar uma criança, Jesus está mostrando que os pequenos e sem valor, sem vez e nem voz, são os mais importantes diante de Deus, invertendo a ordem estabelecida, pois estes que nunca são lembrados, que nunca são servidos e acolhidos, são sempre os primeiros no Reino de Deus e quem quiser ser discípulo fiel do Senhor deverá adotar a linha do serviço aos pequenos, para que o seu seguimento seja autêntico.
Para isso temos de contar com a sabedoria que vem de cima que é pura, pacífica, condescendente, cheia de misericórdia e de bons frutos, sem parcialidade ou fingimento, como nos ensina Tiago na segunda leitura. Que a nossa Igreja – Assembléia dos que crêem – seja para toda essa massa de excluídos de nossa sociedade, uma porta aberta para acolher e os servir. Assim seja!

2. Que discutíeis pelo caminho?
(O comentário do Evangelho abaixo é feito por Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2017’, Paulinas e disponibilizado no Portal Paulinas - http://comeceodiafeliz.com.br/evangelho)

Jesus faz o segundo anúncio da sua Paixão, preparando os discípulos para o que vai acontecer depois. Ele anuncia a sua Morte, mas anuncia também a sua Ressurreição. Não é bem compreendido pelos discípulos, que têm receio de perguntar, porque viram a chamada que Jesus deu em Pedro depois do primeiro anúncio. Não perguntam nada, mas discutem entre eles para saber quem era o maior. A busca do primeiro lugar e do poder estava também presente na vida dos primeiros discípulos. Jesus ensina que daqui para frente o primeiro será o último, será o servidor de todos, e dá o exemplo da criança. Embora a criança represente o futuro de uma família e de uma nação, a ela, enquanto criança, não se dá a devida importância. Jesus se identifica com a criança e enfatiza que, quem acolhe a criança, acolhe a ele e ao Pai que o enviou. A criança representa todos os pequenos deste mundo, inclusive os discípulos.

HOMÍLIA DIÁRIA

Cuidado com o sentimento de grandeza!

Todo esse sentimento de grandeza nos leva a “pisar” uns nos outros e a não tratá-los como irmãos.
“Jesus sentou-se, chamou os doze e lhes disse: ‘Se alguém quiser ser o primeiro, que seja o último de todos e aquele que serve a todos!’. Em seguida, pegou uma criança, colocou-a no meio deles, e, abraçando-a, disse: ‘Quem acolher em meu nome uma destas crianças, é a mim que estará acolhendo. E quem me acolher, está acolhendo, não a mim, mas àquele que me enviou’”(Mc 9,35-37).
Nós adultos somos muito complicados. A nossa cabeça, infelizmente, é muito complicada, pois temos nossas ambições, competições, vaidades, nosso orgulho e nossa autossuficiência. Isso tudo cria muitos problemas em torno de nós. Muitas vezes, queremos ser mais do que o outro nos gestos, nas atitudes e naquilo que fazemos. Mas não é assim que se comporta um discípulo do Senhor.
Um discípulo tem de ter o espírito de uma criança na pureza, na ingenuidade, sobretudo nas atitudes. “Quem quiser ser o maior, que seja o menor de todos.” Ser maior quer dizer ser mais importante; e ser importante, na concepção de Jesus, quer dizer servir ao outro, ao próximo, lavar os pés uns dos outros, cuidar deles.
Que Deus quebre essa nossa mentalidade egoísta, nosso orgulho, nossa autossuficiência e toda essa vontade que temos de ser mais que os outros. Todo esse sentimento de grandeza nos leva a “pisar” uns nos outros e a não tratá-los como irmãos.
O desejo e a vontade de Deus é que sejamos irmãos uns dos outros. Que o Evangelho, então, nos ensine que ninguém pode pisar em ninguém, nem querer ser maior do que ninguém. Se alguém se achar melhor ou mais importante, que isso seja demonstrado pelo serviço, pela doação.
Deus abençoe você!
Padre Roger Araújo – Comunidade Canção Nova
Fonte: Canção Nova em 21/05/2013

Oração Final
Pai Santo, ensina-nos o amor pela pobreza, o desejo de servir a todos e de nos colocarmos nos últimos lugares. Queremos construir uma Igreja fraterna e acolhedora, que seja sinal do teu Reino de Amor. Pelo Cristo Jesus, teu Filho e nosso Irmão, que contigo reina na unidade do Espírito Santo.
Fonte: Arquidiocese BH em 21/05/2013

ORAÇÃO FINAL
Pai Santo, ajuda-nos a esquecer cargos e títulos para assumir a simplicidade e a ternura das crianças. Que não racionalizemos a fé, mas nos quedemos diante de Ti, Pai amado, com gratidão, confiança e alegria – próprias de filhos que se sabem muito amados pelo Pai. Pelo Cristo, teu Filho Unigênito, feito nosso Irmão em Jesus de Nazaré, que contigo reina na unidade do Espírito Santo.

LITURGIA DIÁRIA - 22/05/2018


Tema do dia

«O PRIMEIRO SERÁ O ÚLTIMO, O QUE SERVE A TODOS.»

É oportuno lembrar que o apóstolo Tiago era a figura mais respeitada na Igreja nascente em Jerusalém. É com vista a esta autoridade que devemos ler e reler o texto de sua carta proposto hoje. São recomendações paternais para a Igreja de todos os tempos.

Oração para antes de ler a Bíblia


Meu Senhor e meu Pai! Envia teu Santo Espírito para que eu compreenda e acolha tua Santa Palavra! Que eu te conheça e te faça conhecer, te ame e te faça amar, te sirva e te faça servir, te louve e te faça louvar por todas as criaturas. Fazei, ó Pai, que pela leitura da Palavra os pecadores se convertam, os justos perseverem na graça e todos consigamos a vida eterna. Amém.

3ª-feira da 7ª Semana do Tempo Comum
Cor: Verde


Primeira Leitura (Tg 4,1-10)
7ª Semana do Tempo Comum - Terça-feira - 22/05/2018

Leitura da Carta de São Tiago.

Caríssimos, 1de onde vêm as guerras? De onde vêm as brigas entre vós? Não vêm, justamente, das paixões que estão em conflito dentro de vós? 2Cobiçais, mas não conseguis ter. Matais e cultivais inveja, mas não conseguis êxito. Brigais e fazeis guerra, mas não conseguis possuir. E a razão está em que não pedis.
3Pedis, sim, mas não recebeis, porque pedis mal. Pois só quereis esbanjar o pedido nos vossos prazeres. 4Adúlteros, não sabeis que a amizade com o mundo é inimizade com Deus? Assim, todo aquele que pretende ser amigo do mundo torna-se inimigo de Deus.
5Ou julgais ser em vão que a Escritura diz: “Com ciúme anela o espírito que nos habita”? 6Mas ele nos dá uma graça maior. Por isso, a Escritura diz: “Deus resiste aos soberbos, mas concede a graça aos humildes”. 7Obedecei pois a Deus, mas resisti ao diabo, e ele fugirá de vós. 8Aproximai-vos de Deus, e ele se aproximará de vós. Purificai as mãos, ó pecadores, e santificai os corações, homens dúbios.
9Ficai tristes, vesti o luto e chorai. Transforme-se em luto o vosso riso, e a vossa alegria em desalento. 10Humilhai-vos diante do Senhor, e ele vos exaltará.

- Palavra do Senhor.
- Graças a Deus.


Responsório (Sl 54)
7ª Semana do Tempo Comum - Terça-feira - 22/05/2018

— Confia teus cuidados ao Senhor, e ele há de ser o teu sustento!
— Confia teus cuidados ao Senhor, e ele há de ser o teu sustento!

— É por isso que eu digo na angústia: “Quem me dera ter asas de pomba e voar para achar um descanso! Fugiria, então, para longe, e me iria esconder no deserto.
— Acharia depressa um refúgio contra o vento, a procela, o tufão”. Ó Senhor, confundi as más línguas.
— Dispersai-as, porque na cidade só se vê violência e discórdia! Dia e noite circundam seus muros.
— Lança sobre o Senhor teus cuidados, porque ele há de ser teu sustento, e jamais ele irá permitir que o justo para sempre vacile!


Evangelho (Mc 9,30-37)
7ª Semana do Tempo Comum - Terça-feira - 22/05/2018


Que discutíeis pelo caminho?

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Marcos.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 30Jesus e seus discípulos atravessaram a Galileia. Ele não queria que ninguém soubesse disso, 31pois estava ensinando a seus discípulos. E dizia-lhes: “O Filho do Homem vai ser entregue nas mãos dos homens, e eles o matarão, mas, três dias após sua morte, ele ressuscitará”.
32Os discípulos, porém, não compreendiam estas palavras e tinham medo de perguntar. 33Eles chegaram a Cafarnaum. Estando em casa, Jesus perguntou-lhes: “Que discutíeis pelo caminho?” 34Eles, porém, ficaram calados, pois pelo caminho tinham discutido quem era o maior.
35Jesus sentou-se, chamou os doze e lhes disse: “Se alguém quiser ser o primeiro, que seja o último de todos e aquele que serve a todos!” 36Em seguida, pegou uma criança, colocou-a no meio deles, e abraçando-a disse: 37“Quem acolher em meu nome uma dessas crianças, é a mim que estará acolhendo. E quem me acolher, está acolhendo, não a mim, mas aquele que me enviou”.

— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor.


Oração para depois de ler a Bíblia


Dou-Te graças, meu Deus, pelos bons propósitos, afetos e inspirações que me comunicastes nesta meditação; peço-Te ajuda para colocá-los em prática. Minha Mãe Imaculada, meu protetor São José e Anjo da minha guarda, intercedem todos por mim. Amém.

TERÇOS – VÍDEOS


Acesse:

1  Terço da Divina Providência - http://youtu.be/5mzUbLl_P48

2 - Terço de Cura e Libertação  http://youtu.be/TWmZ47JoC0I

3  Terço da FÉ  http://youtu.be/-I1tuBSDtkU

4 - Terço do Espírito Santo - http://youtu.be/BJqMkwQsOeQ

5 - Terço da Libertação Cantado - http://youtu.be/9ofE4VoEZPU

6 - Terço da Sagrada Face de Nosso Senhor Jesus Cristo - http://youtu.be/dr_BtsQtRvo

7 - Terço de São Bento - http://youtu.be/p-iD6TySLmY

8 - TERÇO DE CURA E LIBERTAÇÃO (PADRE JOÃOZINHO)  http://youtu.be/hUuaQk1ydWw