segunda-feira, 11 de março de 2013

A oração pelo Conclave – Veni Creator Spiritus

“Não é tempo de temor nem de especulação, é tempo de oração”, foram essas as palavras do fundador da Canção Nova, monsenhor Jonas Abib, ao definir este tempo em que a Igreja vive a Sé Vacante, na expectativa do Conclave, o qual deverá acontecer nos próximos dias.
Seguindo a orientação do nosso fundador, colocamo-nos em oração por toda a Igreja Católica durante esse importante período do Conclave, no qual os cardeais, reunidos em oração, escolherão o novo Sucessor de Pedro.

Oração pelo Conclave

Convidamos você a rezar conosco a oração do Veni Creator Spiritus (Vinde, Espírito Criador). Supliquemos, desta forma, a assistência do Espírito Santo sobre o Conclave:

Vinde Espírito Criador, a nossa alma visitai
e enchei os corações com vossos dons celestiais.

Vós sois chamado o Intercessor de Deus excelso dom sem par,
a fonte viva, o fogo, o amor, a unção divina e salutar.

Sois o doador dos sete dons e sois poder na mão do Pai,
por Ele prometido a nós, por nós seus feitos proclamai.

A nossa mente iluminai, os corações enchei de amor,
nossa fraqueza encorajai, qual força eterna e protetor.

Nosso inimigo repeli, e concedei-nos a vossa paz,
se pela graça nos guiais, o mal deixamos para trás.

Ao Pai e ao Filho Salvador, por vós possamos conhecer
que procedeis do Seu amor, fazei-nos sempre firmes crer.

Amém!

FONTE: http://papa.cancaonova.com/una-se-a-cancao-nova-em-oracao-pelo-conclave/?print=1

Oração pelo novo Papa


Convocado para o Conclave
«Estás a partir deste momento convocado para o conclave. Por amor a Jesus e à Santa Igreja somos chamados a rezar pelo Papa que o Espírito Santo nos quer dar, segundo a Providência de Deus. Por amor a Jesus e à Santa Igreja teremos o Papa que nos será dado, sucessor de Pedro, que nos guiará na fé para termos cada vez mais amor a Jesus e à Santa Igreja. Cada um de nós está chamado por Deus Nosso Senhor a participar neste momento tão importante da vida da Igreja de Cristo, pela oração, pela oferta dos nossos sacrifícios e contrariedades, as nossas alegrias e canseiras da vida,pelo bem que fizermos aos mais necessitados, no corpo e na alma, em tudo unidos a Nossa Senhora Mãe da Igreja. É tempo de quaresma, é tempo de oração, penitência e caridade, é tempo de conclave, estás convocado por Deus Nosso Senhor, o Espírito Santo quer-te lá e tu queres ir? Vem Espírito Santo, eu quero ir ao conclave.»

Na véspera do Conclave: Cardeais concluem congregações gerais

foto L'Osservatore Romano

VATICANO, 11 Mar. 13 / 01:34 pm (ACI/EWTN Noticias).- Na décima e última congregação precedente ao Conclave participaram 152 cardeais, incluindo os 115 eleitores. Durante a mesma foram sorteados os três novos membros da Congregação particular que ajuda o Camarlengo durante três dias e, portanto começarão a desempenhar sua função a partir do primeiro dia do Conclave.
Os novos membros são os cardeais: Antonios Naguib (Ordem dos Bispos); Marc Ouellet (Ordem dos Presbiteros) e Francesco Monterisi (Ordem dos Diáconos). Se o conclave durar mais de três dias, três novos nomes seriam.
"Houve 28 intervenções na manhã de hoje–informou em sua conferência de imprensa diária o diretor do Escritório de Imprensa da Santa Sé, Padre Federico Lombardi-, chegando assim a um total de 161 intervenções no curso das dez congregações. É uma ampla participação, embora se alguns cardeais desejaram falar mais vezes ou durante mais tempo, mas decidiu-se não fazer outra congregação pela tarde, em vista do traslado à (Casa) Santa Marta e à preparação do Conclave".

Cardeal Dolan revela o nome mais mencionado entre cardeais antes do Conclave

Cardeal Timothy Dolan

NOVA IORQUE, 11 Mar. 13 / 06:57 pm (ACI).- O Arcebispo de Nova Iorque e Presidente da Conferência Episcopal dos Estados Unidos, o Cardeal Timothy Dolan, revelou à imprensa o nome mais célebre entre os cardeais nos dias prévios ao Conclave que se inicia esta terça-feira 12 de março: o nome de Jesus.
Em uma missiva enviada aos fiéis de sua arquidiocese, o Cardeal Dolan contou que uma jornalista "perguntou se o novo Papa traria uma mudança radical à Igreja. Vi-a surpreendida quando lhe respondi ‘Sim!’ E eu recebi toda sua atenção".
"Logo expliquei que é um ‘grande momento’ da Igreja para a mudança, principalmente uma mudança no coração humano, à que Jesus chama ao arrependimento e à conversão. O ‘trabalho’ do Bispo de Roma é conservar a fé, as verdades reveladas a nós por Deus, especialmente através de seu Filho".

Terço da Fé

Vídeo - Rosário de São Miguel ou Terço dos Anjos (Completo) São Miguel, DEFENDEI-NOS NESTE COMBATE !!

Terço de Cura e Libertação - VÍDEO

TERÇO DA DIVINA PROVIDÊNCIA

TERÇO DA MISERICÓRDIA - VÍDEOS




JESUS, EU CONFIO EM VÓS!!!

Oração do Angelus - Padre Antonello - VÍDEO

LITURGIA DAS HORAS

Clique no ícone abaixo
para acesso à Hora Canônica

Oração desta Hora

Terço - Mistérios Dolorosos - Terça-feira e Sexta-Feira.


Terço do Rosário: Mistérios Dolorosos 


Santa Eulália - 12 de março

Santa Eulália

Lembramos neste dia a santidade de Eulália virgem e mártir. Viveu em Barcelona no fim do século III numa família que a educou para o bem e para a fé em Jesus Cristo. Quando pequena Eulália gostava da companhia das amigas cristãs , e por outro lado fugia do pecado e era inimiga da vaidade. Aconteceu que possuía apenas 14 anos quando chegou à Espanha a perseguição contra os cristãos por parte do terrível Diocleciano; Eulália soube dos fatos e desejou alegremente o martírio, para assim glorificar e estar com o Cristo.

São Gregório Magno, Papa - 12 de março

São Gregório Magno, Papa



Pontificado: 590 a 604

Comemoração litúrgica: 12 de março.

Também nesta data:  Santo Inocêncio I, e São Bernardo de Cápua

Gregório Magno, Papa e Doutor da Igreja, nasceu em Roma, em 540. O pai, Gordiano, era Senador e, como a mãe, Sílvia, pessoa muito religiosa. De mútuo acordo Gordiano e Sílvia se dedicaram ao serviço de Deus, ele abraçando o estado eclesiástico e ela, retirando-se à solidão, para servir unicamente a Deus. Gordiano recebeu o diaconato e prestou grandes serviços como Cardeal-diácono.

Santa Serafina ou Fina - 12 de Março

Santa Serafina ou Fina
1238-1253
São Geminiano é uma pequena, mas belíssima, cidade medieval, situada na região da Toscana, Itália. Essa cidade é curiosamente cercada por numerosas torres. No passado, as famílias nobres mandavam construir torres como símbolo de poder e riqueza. Assim, quanto mais alta ou mais bonita fosse a torre, mais aristocrata era essa família. A nobre família Ciardi também mandou erguer sua torre, mas, não foi ela que eternizou o nome da família, foi sua filha Serafina, a pequena e frágil "Fina", como era chamada.

São Luís Orione - 12 de Março


São Luís Orione
1872-1940

Fundou as Congregações:
Pequena Obra da Divina Providência
Congregação dos Padres Orionitas
Irmãzinhas Missionárias da Caridade
Irmãs Sacramentinas e
Eremitas de Santo Alberto
Luís Orione nasceu no dia 23 de junho de 1872, em Pontecuore, Itália. A família era pobre e honesta, de trabalhadores rurais. Sua mãe foi uma sábia e exemplar educadora que lhe serviu como modelo, mais tarde. Ao sair da adolescência aspirava ser sacerdote. Com o apoio da família entrou no Oratório salesiano em Turim, cujo fundador João Bosco, depois venerado pela Igreja, ainda estava vivo. O fundador dedicou ao jovem Orione grande estima e lançou no seu coração a semente da futura vocação.

Santo Inocêncio - 12 de Março




O santo recordado hoje foi Papa da nossa Igreja nos anos de 401 a 417; nasceu perto de Roma. Pertencia ao Clero até chegar à Cátedra de Pedro. Trabalhou na construção de muitas igrejas, no culto aos mártires, elaborou e definiu os livros consagrados e inspirados da Bíblia.

HOMÍLIA, COMENTÁRIO E REFLEXÃO DO EVANGELHO DO DIA 12/03/2013

12 de Março de 2013

Ano C

 

João 5,1-16

Comentário do Evangelho

Iniciativa de Jesus para com o enfermo

É o terceiro numa sucessão de sete sinais. A cura contrasta com o longo período de enfermidade. Se o narrador localiza, em Jerusalém, a piscina e diz da expectativa terapêutica que se depositava nela, ele não lhe dá nenhuma importância. Todo relato está centrado na iniciativa de Jesus e na sua palavra eficaz: "Levanta-te, pega tua maca e anda". Quando interpelado pelos judeus, o homem responderá evocando a palavra de Jesus que o arrancou da falta de esperança ("não tenho ninguém que me leve à piscina" - v. 7) e o fez viver. A rigidez num determinado modo de observância da Lei impedirá os judeus de reconhecerem nesta palavra eficaz o sinal que conduz a Deus.
Carlos Alberto Contieri, sj

http://www.paulinas.org.br/diafeliz/?system=evangelho&action=busca_result&data=12%2F03%2F2013

Vivendo a Palavra
Uma lição a ser aprendida e guardada: o cuidado com o próximo, a atenção, mesmo que não solicitada. Jesus se adianta e procura o doente. Não discrimina. Age com espontaneidade e sem buscar nenhum tipo de retribuição. Verdadeiro modelo a ser seguido por nós, que queremos ser discípulos evangelizadores em sua Igreja.
http://www.arquidiocesebh.org.br/mdo/pg05.php

Reflexão

Muitas vezes, as pessoas que sofrem diferentes formas de males possuem uma fé muito grande no poder de Deus, mas de algumas formas são impedidas de chegar até ele e receber as suas graças, condição indispensável para a superação de seus males e sofrimentos. É o caso do paralítico, que acreditava no poder de Deus e na cura que viria pela ação do anjo ao agitar a água, mas era impedido pelos outros que entravam primeiro na piscina. Assim também acontece hoje quando criamos uma série de regras e preceitos humanos que dificultam a participação de muitos na vida divina e um relacionamento pessoal com ele, que é a fonte de todas as graças que nos dão vida em abundância.
http://www.cnbb.org.br/liturgia/app/user/user/UserView.php?ano=2013&mes=3&dia=12

COMENTÁRIOS DO EVANGELHO

FAÇA UMA DOAÇÃO AO NPDBRASIL...

1. O Doente que não tinha acompanhante...
(O comentário do Evangelho abaixo é feito pelo Diácono José da Cruz - Diácono da Paróquia Nossa Senhora Consolata – Votorantim – SP)

Em Hospitais públicos, a pessoa do acompanhante é muito importante, ele ajuda a olhar o soro, atende as necessidades do doente, ajuda-o a mudar de posição, a tomar um banho, mesmo porque, os hospitais, não dispõe de um enfermeiro para cada doente. É um belo trabalho de caridade, que em nossa Igreja é desenvolvido pela Pastoral da Saúde que faz isso em hospitais e casas.

O enfermo do evangelho de hoje era um desses doentes pobre, que não tinha um acompanhante e foi essa a sua queixa a Jesus “Senhor, não tenho ninguém que me ponha no tanque, quando a água é agitada, enquanto vou lá, outro já desceu antes de mim”, pelo que se entende, era uma espécie de Olimpíada de Paraplégicos, ou Paraolimpíada como se denomina essa competição, entre Cadeirantes e outros deficientes, as águas agitadas curavam apenas um por vez.

A pergunta inicial de Jesus, que obteve essa resposta, parece até “tirada” de humor “Queres ficar curado”. Claro que o enfermo queria, parece uma pergunta bastante óbvia. Mas ele dependia das pessoas. Estava ali porque queria a cura, evidentemente. Todo homem quer também a Salvação, mas esta não depende de nós. O homem da pós-modernidade não pensa dessa forma. Ele acha que os recursos da ciência em todos os campos, e o avanço da tecnologia, são suficientes para salvar o homem. A Salvação, nesse caso, é um bem de consumo, assim como o próprio Jesus e aquilo que tem para oferecer. O homem procura, pede e exige, e o Cristo tem que atender, nas grandes Magazines Religiosas de home em dia.

A Salvação, que consiste na libertação de todos os males do egoísmo, que infectam o coração humano, é dom gratuito e imerecido, que Deus nos oferece em Jesus Cristo. Por isso a pergunta de Jesus tem lógica “Queres ser curado?” As vezes a nossa cura interior tem um preço, que nem sempre queremos pagar. É a mudança da nossa mentalidade, do nosso jeito de agir e de se relacionar com os outros. No espírito egoísta quem ganha somos nós, no Espírito Cristão de quem conheceu Jesus e o experimentou, quem ganha são os outros. Se Jesus pensasse em si, iria dar um jeito de carregar o homem até a piscina, á frente dos outros, seria o jeito mais prático e religiosamente correto de curá-lo.

Entretanto, ele veio para curar os enfermos e libertar os cativos, por isso disse ao homem “Levanta-se, toma o teu leito e anda”.  Mais tarde no templo, o orientou para que não tornasse a pecar...Quem está preso a tradições e ideologias humanas, jamais conseguirá ver em Jesus esse dom precioso da Salvação gratuita e incondicional que ele oferece, por isso, os Judeus, ao serem informados de que Jesus curava no sábado, passaram a persegui-lo com a intenção de condená-lo á morte.

2. Iniciativa de Jesus para com o enfermo
(O comentário do Evangelho abaixo é feito por Carlos Alberto Contieri, sj - e disponibilizado no Portal Paulinas)
VIDE ACIMA
ORAÇÃO
Pai, aproxima-me de Jesus, de quem jorra a fonte da vida, para que eu possa ser curado de todas as doenças e enfermidades que me afastam de ti.

3. VIDA E MORTE
(O comentário do Evangelho abaixo é feito pelo Pe. Jaldemir Vitório – Jesuíta, Doutor em Exegese Bíblica, Professor da FAJE – e disponibilizado no Portal Dom Total a cada mês).

O episódio evangélico está perpassado pelo tema da vida e da morte.

Aí se fala de doenças e de doentes: uma multidão de enfermos está postada na piscina de Betesda nutrindo no coração a esperança de recobrar a vida. Há entre eles uma verdadeira porfia nesta corrida pela vida, pois quem tocasse primeiro na água borbulhante, seria agraciado com a cura.

Neste contexto, Jesus é presença de vida que passa quase despercebida. Ele transita no meio da multidão abatida pela doença e pela morte. Seu poder vivificador será usado com comedimento e discrição. A vida jorrará não da água da piscina, e sim da força de sua palavra eficaz. Sua pessoa será a fonte da vida.

O pobre paralítico, impossibilitado de mover-se depressa, foi quem experimentou a ação vivificante desta nova fonte, Jesus. E recobrou, para além da vida física, sua vida social e religiosa. Superada a marginalização em que se encontrava, abriu-se para ele uma nova perspectiva de vida.

Entretanto, este cenário de vida foi transtornado pela perspectiva de morte que despontou no horizonte de Jesus. Os judeus decidiram matar quem dera a vida, eliminando-a no seu nascedouro. Quem dera a vida corria o risco de ser morto, pelo fato mesmo de ter-se posto a serviço da vida.
Oração
Pai, aproxima-me de Jesus, de quem jorra a fonte da vida, para que eu possa ser curado de todas as doenças e enfermidades que me afastam de ti.
http://www.npdbrasil.com.br/religiao/evangelho_do_dia_semana.htm#d3

Jesus, fonte do amor e da vida para todos


Postado por: homilia

março 12th, 2013


Segundo São João, por cinco vezes Jesus foi à Jerusalém por ocasião da grande festa do Templo. Enquanto para alguns a ida à Jerusalém é motivada pela participação nos ritos judaicos, para comer e beber. Para Jesus, o motivo é outro.
É sim o anúncio do seu projeto. Ele quer lançar “mãos à obra” diante da vontade de Deus, seu Pai, ou seja, dar a conhecer a todo o mundo que está chegando a hora em que o príncipe deste mundo será derrotado. Novos céus e a nova terra estão para chegar. E os verdadeiros adoradores já não dependerão das paredes do Templo de Jerusalém e nem tão pouco das sinagogas. Eles hão de adorar o Pai em espírito e em verdade.
Numa destas idas e voltas ao Templo – e precisamente na Porta das ovelhas onde costumavam estar os pagãos, negociadores, cambistas e outros, – Jesus se dá conta da enfermidade que infernizava a vida daquele homem. Curando um paralítico ali presente, Jesus revela ser a fonte do amor e da vida para todos. Em contradição, os judeus promotores da festa religiosa perseguem Jesus por sua prática misericordiosa.
Muitas vezes, as pessoas que sofrem diferentes formas de males possuem uma fé muito grande no poder de Deus, mas de algumas formas são impedidas de chegar até Ele e receber as suas graças, condição indispensável para a superação de seus males e sofrimentos. É o caso do paralítico, que acreditava no poder de Deus e na cura que viria pela ação do anjo ao agitar a água, mas era impedido pelos outros que entravam primeiro na piscina. Assim também acontece hoje quando criamos uma série de regras e preceitos humanos que dificultam a participação de muitos na vida divina e um relacionamento pessoal com Ele, que é a fonte de todas as graças que nos dão vida em abundância.
Apresente-se também a Jesus e diga a Ele: “Não tenho quem me ajude. Enquanto eu vou outros descem antes de mim…” E Ele que tudo pode lhe dirá: “Pega a tua maca e vai para a casa que tua fé te salvou”.
Padre Bantu Mendonça
http://blog.cancaonova.com/homilia/2013/03/12/

LEITURA ORANTE

Jo 5,1-16 -Cura do paralítico, símbolo do povo sem vida



Preparo-me para a Leitura Orante, rezando a bênção bíblica sobre todos os internautas:

A bênção do Deus de Sara, Abraão e Agar,

a bênção do Filho, nascido de Maria,
a bênção do Espírito Santo de amor,
que cuida com carinho,
qual mãe cuida da gente,
esteja sobre todos nós. Amém!

1. Leitura (Verdade) 
- O que a Palavra diz?
Leio de forma pausada e atenta a Palavra em Jo 5,1-16. Jesus cura um paralítico.

Depois disso, houve uma festa dos judeus, e Jesus foi até Jerusalém. Ali existe um tanque que tem cinco entradas e que fica perto do Portão das Ovelhas. Em hebraico esse tanque se chama "Betezata". Perto das entradas estavam deitados muitos doentes: cegos, aleijados e paralíticos. [Esperavam o movimento da água, porque de vez em quando um anjo do Senhor descia e agitava a água. O primeiro doente que entrava no tanque depois disso sarava de qualquer doença.] Entre eles havia um homem que era doente fazia trinta e oito anos. Jesus viu o homem deitado e, sabendo que fazia todo esse tempo que ele era doente, perguntou: 

- Você quer ficar curado? 

Ele respondeu: 
- Senhor, eu não tenho ninguém para me pôr no tanque quando a água se mexe. Cada vez que eu tento entrar, outro doente entra antes de mim. 
Então Jesus disse: 
- Levante-se, pegue a sua cama e ande! 
No mesmo instante, o homem ficou curado, pegou a cama e começou a andar. Isso aconteceu no sábado. Por isso os líderes judeus disseram a ele: 
- Hoje é sábado, e a nossa Lei não permite que você carregue a sua cama neste dia. 
Ele respondeu: 
- O homem que me curou me disse: "Pegue a sua cama e ande." 
Eles perguntaram: 
- Quem é o homem que mandou você fazer isso? 
Mas ele não sabia quem tinha sido, pois Jesus havia ido embora por causa da multidão que estava ali. 
Mais tarde Jesus encontrou o homem no pátio do Templo e disse a ele: 
- Escute! Você agora está curado. Não peque mais, para que não aconteça com você uma coisa ainda pior. 
O homem saiu dali e foi dizer aos líderes judeus que quem o havia curado tinha sido Jesus. Então eles começaram a perseguir Jesus porque ele havia feito essa cura no sábado. 
Então Jesus disse a eles: 
- O meu Pai trabalha até agora, e eu também trabalho. 
E, porque ele disse isso, os líderes judeus ficaram ainda com mais vontade de matá-lo. Pois, além de não obedecer à lei do sábado, ele afirmava que Deus era o seu próprio Pai, fazendo-se assim igual a Deus.
 texto apresenta o terceiro sinal de Jesus durante uma festa dos judeus: a cura de um paralítico.

O paralítico é símbolo do povo sem vida. O povo não está no templo, mas nos corredores, excluído da festa. Jesus está no meio do povo. Perto havia um tanque ou piscina com cinco entradas ou corredores que simbolizavam a Lei contida nos cinco primeiros livros da Bíblia (Pentateuco). No entanto, a Lei não produzia mais vida para o povo. Muitos doentes estavam ali, deitados, sem vida. O paralítico que Jesus vai curar é símbolo de todo povo paralisado pela falta de vida. O paralítico diz a Jesus: "não tenho ninguém", ou seja, falta solidariedade. As águas da piscina que se agitam simbolizam as falsas esperanças. Passam a imagem de um falso Deus, como se ele se lembrasse de vez em quando do povo. Esse não é o Deus de Jesus, nem a sua prática de vida. Deus é fiel sempre.

2. Meditação(Caminho)

- O que a Palavra diz para mim? 
Posso me perguntar tantas coisas. Hoje detenho-me só num aspecto: 
como é o meu Deus?
 Quem é Deus para mim?
 Ocasional ou de alguns momentos apenas. Ou é o Deus conosco, "todos os dias", como garante o próprio Jesus?( Cf Mt 28,20). 
Veja o que disseram os bispos em Aparecida:
“Por assim dizer, Deus Pai sai de si, para nos chamar a participar de sua vida e de sua glória. Mediante Israel, povo que fez seu, Deus nos revela seu projeto de vida. Cada vez que Israel procurou e necessitou de seu Deus, sobretudo nas desgraças nacionais, teve uma singular experiência de comunhão com Ele, que o fazia partícipe de sua verdade, sua vida e sua santidade. Por isso, não demorou em testemunhar que seu Deus – diferentemente dos ídolos – é o “Deus vivo” (Dt 5,26) que o liberta dos opressores (cf. Ex 3,7-10), que perdoa incansavelmente (cf. Ec 34,6; Eclo 2,11) e que restitui a salvação perdida quando o povo, envolvido “nas redes da morte” (Sl 116,3), dirige-se a Ele suplicante (Cf. Is 38,16). Deste Deus – que é seu Pai – Jesus afirmará que “não é um Deus de mortos, mas de vivos” (Mc 12,27). (DAp129).


3. Oração (Vida)- O que a Palavra me leva a dizer a Deus? 
Rezo com o Salmista:
Senhor, tu me mostras o caminho que leva à vida.
A tua presença me enche de alegria e me traz felicidade para sempre. (Sl 16,11).

4. Contemplação(Vida/ Missão)
- Qual o meu novo olhar a partir da Palavra? 

No momentos bons e também nos mais complicados terei a certeza do salmista:
Deus está aqui. O Senhor dirige a minha vida! Meu futuro está nas suas mãos. (Sl 16,5)

Bênção
- Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
- Ele nos mostre a sua face e se compadeça de nós. Amém.
- Volte para nós o seu olhar e nos dê a sua paz. Amém.
- Abençoe-nos Deus misericordioso, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.

Sugestões:


- Campanha da Fraternidade 2013 - Veja informações no blog:
http://comunicacatequese.blogspot.com.br/

- Veja a mensagem do Papa Bento XVI para a Quaresma em 
http://paulinascomunica.blogspot.com/

- Faça o Retiro de Quaresma e Páscoa seguindo o blog
http://viverecomunicarcristo.blogspot.com

Ir. Patrícia Silva, fsp
http://leituraorantedapalavra.blogspot.com.br/

http://www.paulinas.org.br/diafeliz/?system=evangelho&action=busca_result&data=12%2F03%2F2013
Oração Final
Pai Santo, faze-nos humildes, modestos e atentos às carências dos nossos companheiros do caminho. Que sejamos capazes de enxergar o próximo com olhar fraterno e disposição generosa para compartilhar com ele os dons que Tu, Pai amado, nos ofereces. Por Jesus Cristo, teu Filho e nosso Irmão, na unidade do Espírito Santo.
http://www.arquidiocesebh.org.br/mdo/pg06.php

 

Podcast

Homilia do dia

Juan 5,1-3.5-16

Homilia
Data
03/12/13
03/11/13

LITURGIA DIÁRIA - 12/03/2013




Tema do Dia

«Você quer ficar curado?»

Ezequiel apresenta a rica metáfora da fecundidade gerada pela água que nasce no santuário. Ela transforma o deserto em jardim. Assim deve ser a nossa presença no mundo: testemunho de vida que alimenta, cura, liberta e enche de esperança os irmãos.
http://www.arquidiocesebh.org.br/mdo/

Oração para antes de ler a Bíblia


Meu Senhor e meu Pai! Envia teu Santo Espírito para que eu compreenda 

e acolha tua Santa Palavra! Que eu te conheça e te faça conhecer, te ame

 e te faça amar, te sirva e te faça servir, te louve e te faça louvar por

 todas as criaturas. Fazei, ó Pai, que pela leitura da Palavra os pecadores

se convertam, os justos perseverem na graça e todos consigamos 

a vida eterna. Amém.


Roxo. 3ª-feira da 4ª Semana Quaresma

 

Primeira leitura (Ezequiel 47,1-9.12)
Terça-Feira, 12 de Março de 2013 
4ª Semana da Quaresma


Leitura da Profecia de Ezequiel.

Naqueles dias, 1o anjo fez-me voltar até a entrada do Templo e eis que saía água da sua parte subterrânea na direção leste, porque o Templo estava voltado para o oriente; a água corria do lado direito do Templo, ao sul do altar.
2Ele fez-me sair pela porta que dá para o norte, e fez-me dar uma volta por fora, até a porta que dá para o leste, onde eu vi a água jorrando do lado direito. 3Quando o homem saiu na direção leste, tendo uma corda de medir na mão, mediu quinhentos metros e fez-me atravessar a água: ela chegava-me aos tornozelos.
4Mediu mais quinhentos metros e fez-me atravessar a água: ela chegava-me aos joelhos.5Mediu mais quinhentos metros e fez-me atravessar a água: ela chegava-me à cintura. Mediu mais quinhentos metros, e era um rio que eu não podia atravessar. Porque as águas haviam crescido tanto, que se tornaram um rio impossível de atravessar, a não ser a nado. 
6Ele me disse: “Viste, filho do homem?” Depois fez-me caminhar de volta pela margem do rio. 7Voltando, eu vi junto à margem muitas árvores, de um e de outro lado do rio. 8Então ele me disse: “Estas águas correm para a região oriental, descem para o vale do Jordão, desembocam nas águas salgadas do mar, e elas se tornarão saudáveis.
9Onde o rio chegar, todos os animais que ali se movem poderão viver. Haverá peixes em quantidade, pois ali desembocam as águas que trazem saúde; e haverá vida onde chegar o rio. 12Nas margens junto ao rio, de ambos os lados, crescerá toda espécie de árvores frutíferas; suas folhas não murcharão e seus frutos jamais se acabarão: cada mês darão novos frutos, pois as águas que banham as árvores saem do santuário. Seus frutos servirão de alimento e suas folhas serão remédio”. 

- Palavra do Senhor. 
- Graças a Deus.


Salmo (Salmos 45)
Terça-Feira, 12 de Março de 2013 
4ª Semana da Quaresma


— Conosco está o Senhor do Universo! O nosso refúgio é o Deus de Jacó.
— Conosco está o Senhor do Universo! O nosso refúgio é o Deus de Jacó.

— O Senhor para nós é refúgio e vigor, sempre pronto, mostrou-se um socorro na angústia; assim não tememos, se a terra estremece, se os montes desabam, caindo nos mares.
— Os braços de um rio vêm trazer alegria à Cidade de Deus, à morada do Altíssimo. Quem pode abalar? Deus está no seu meio! Já bem antes da aurora, ele vem ajudá-la.
— Conosco está o Senhor do universo! O nosso refúgio é o Deus de Jacó! Vinde ver, con­templai os prodígios de Deus e a obra e
stupenda que fez no universo.


Evangelho (João 5,1-16)
Terça-Feira, 12 de Março de 2013 
4ª Semana da Quaresma


Jesus cura em dia de sábado 

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.
— Glória a vós, Senhor.

1Houve uma festa dos judeus, e Jesus foi a Jerusalém. 2Existe em Jerusalém, perto da porta das Ovelhas, uma piscina com cinco pórticos, chamada Betesda em hebraico.3Muitos doentes ficavam ali deitados — cegos, coxos e paralíticos. 4De fato, um anjo descia, de vez em quando, e movimentava a água da piscina, e o primeiro doente que aí entrasse, depois do borbulhar da água, ficava curado de qualquer doença que tivesse. 5Aí se encontrava um homem, que estava doente havia trinta e oito anos. 
6Jesus viu o homem deitado e sabendo que estava doente há tanto tempo, disse-lhe: “Queres ficar curado?” 7O doente respondeu: “Senhor, não tenho ninguém que me leve à piscina, quando a água é agitada. Quando estou chegando, outro entra na minha frente”.8Jesus disse: “Levanta-te, pega tua cama e anda”. 9No mesmo instante, o homem ficou curado, pegou sua cama e começou a andar. 
Ora, esse dia era um sábado. 10Por isso, os judeus disseram ao homem que tinha sido curado: “É sábado! Não te é permitido carregar tua cama”. 11Ele respondeu-lhes: “Aquele que me curou disse: ‘Pega tua cama e anda’”. 12Então lhe perguntaram: “Quem é que te disse: ‘Pega tua cama e anda’?” 13O homem que tinha sido curado não sabia quem fora, pois Jesus se tinha afastado da multidão que se encontrava naquele lugar. 
14Mais tarde, Jesus encontrou o homem no Templo e lhe disse: “Eis que estás curado. Não voltes a pecar, para que não te aconteça coisa pior”. 15Então o homem saiu e contou aos judeus que tinha sido Jesus quem o havia curado. 16Por isso, os judeus começaram a perseguir Jesus, porque fazia tais coisas em dia de sábado. 

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.


Oração para antes de ler a Bíblia


Meu Senhor e meu Pai! Envia teu Santo Espírito para que eu compreenda 

e acolha tua Santa Palavra! Que eu te conheça e te faça conhecer, te ame

 e te faça amar, te sirva e te faça servir, te louve e te faça louvar por

 todas as criaturas. Fazei, ó Pai, que pela leitura da Palavra os pecadores

se convertam, os justos perseverem na graça e todos consigamos 

a vida eterna. Amém.




Podcast

Evangelho do dia

Juan 5,1-3.5-16

Evangelho
Data
03/12/13
03/11/13