segunda-feira, 6 de dezembro de 2021

BOM DIA! BOA TARDE! BOA NOITE! Oração da noite, Oração da manhã e Oração do entardecer - Deus te abençoe!



Oração da Noite

Boa noite Pai.
Termina o dia e a ti entrego meu cansaço.
Obrigado por tudo e… perdão!!
Obrigado pela esperança que hoje animou meus passos, pela alegria que vi no rosto das crianças;
Obrigado pelo exemplo que recebi daquele meu irmão;
Obrigado também por isso que me fez sofrer…
Obrigado porque naquele momento de desânimo lembrei que tu és meu Pai; Obrigado pela luz, pela noite, pela brisa, pela comida, pelo meu desejo de superação…
Obrigado, Pai, porque me deste uma Mãe!
Perdão, também, Senhor!
Perdão por meu rosto carrancudo; Perdão porque não me lembrei que não sou filho único, mas irmão de muitos; Perdão, Pai, pela falta de colaboração e serviço e porque não evitei aquela lágrima, aquele desgosto; Perdão por ter guardado para mim tua mensagem de amor;
Perdão por não ter sabido hoje entregar-me e dizer: “sim”, como Maria.
Perdão por aqueles que deviam pedir-te perdão e não se decidem.
Perdoa-me, Pai, e abençoa os meus propósitos para o dia de amanhã, que ao despertar, me invada novo entusiasmo; que o dia de amanhã seja um ininterrupto “sim” vivido conscientemente.
Amém!!!

Oração da manhã

Bom-dia, Senhor Deus e Pai!
A ti, a nossa gratidão pela vida que desperta, pelo calor que
cria vida, pela luz que abre nossos olhos.
Nós te agradecemos por tudo que forma nossa vida, pela terra, pela água, pelo ar, pelas pessoas. Inspira-nos com teu Espírito Santo os pensamentos que vamos alimentar,as palavras que vamos dizer, os gestos que vamos dirigir,a comunicação que vamos realizar.
Abençoa as pessoas que nós encontramos, os alimentos que vamos ingerir.
Abençoa os passos que nós dermos, o trabalho que devemos fazer.
Abençoa, Senhor, as decisões que vamos tomar, a esperança que vamos promover,a paz que vamos semear,a fé que vamos viver, o amor que vamos partilhar.
Ajuda-nos, Senhor, a não fugir diante das dificuldades, mas a abraçar amor as pequenas cruzes deste dia.
Queremos estar contigo, Senhor, no início, durante e no fim deste dia.
Amém.

Oração do entardecer

Ó Deus!
Cai à tarde, a noite se aproxima.
Há neste instante, um chamado à elevação, à paz, à reflexão.
O dia passa e carregam os meus cuidados.
Quem fez, fez.
Também a minha existência material é um dia que se passa,
uma plantação que se faz, um caminho para algo superior.
Como fizeste a manhã, à tarde e a noite, com seus encantos,
fizeste também a mim, com os meus significados, meus resultados.
Aproxima de mim, Pai, a Tua paz para que usufrua desta
hora e tome seguras decisões para amanhã.
Que se ponha o sol no horizonte, mas que nasça
em mim o sol da renovação e da paz para sempre.
Obrigado, Deus, muito obrigado!
Amém!

LEITURA ORANTE DO DIA 06/12/2021



LEITURA ORANTE

Lc 5,17-26 - Livre por dentro e por fora


Em união com todos que se encontram nas redes sociais
iniciamos nossa Leitura Orante do Advento, com a
Canção do Advento

Ó vem, Senhor, não tardes mais!
Vem saciar nossa sede de Paz!

1. Ó vem, como chega a brisa do vento,
Trazendo aos pobres justiça e bom tempo!

2. Ó vem, como a chuva no chão
Trazendo fartura de vida e de pão!

3. Ó vem, como chega a luz que faltou
Só tua palavra nos salva Senhor!

4. Ó vem, como chega a carta querida
Bendito carteiro do Reino da Vida!

5. Ó vem, como chega o filho esperado
Caminha conosco Jesus Bem amado!

6. Ó vem, como chega o Libertador
Das mãos do inimigo nos salva Senhor
(Zé Vicente)

1. Leitura (Verdade)
O que diz o texto do dia?
Lemos atentamente  o texto: Lc 5,17-26, e observamos pessoas, palavras, relações, lugares.
Um dia Jesus estava ensinando, e alguns fariseus e alguns mestres da Lei estavam sentados perto dele. Eles tinham vindo de todas as cidades da Galileia e da Judeia e também de Jerusalém. O poder do Senhor estava com Jesus para que ele curasse os doentes. Alguns homens trouxeram um paralítico deitado numa cama e estavam querendo entrar na casa e colocá-lo diante de Jesus. Porém, por causa da multidão, não conseguiram entrar com o paralítico. Então o carregaram para cima do telhado. Fizeram uma abertura nas telhas e o desceram na sua cama em frente de Jesus, no meio das pessoas que estavam ali. Jesus viu que eles tinham fé e disse ao paralítico:
- Meu amigo, os seus pecados estão perdoados!
Os mestres da Lei e os fariseus começaram a pensar:
- Quem é este homem que blasfema contra Deus desta maneira? Ninguém pode perdoar pecados; só Deus tem esse poder.
Porém Jesus sabia o que eles estavam pensando e disse:
- Por que vocês estão pensando assim? O que é mais fácil dizer ao paralítico: "Os seus pecados estão perdoados" ou "Levante-se e ande"? Pois vou mostrar a vocês que eu, o Filho do Homem, tenho poder na terra para perdoar pecados.
Então disse ao paralítico:
- Eu digo a você: levante-se, pegue a sua cama e vá para casa.
No mesmo instante o homem se levantou diante de todos, pegou a cama e foi para casa, louvando a Deus. Todos ficaram muito admirados; e, cheios de medo, louvaram a Deus, dizendo:
- Que coisa maravilhosa nós vimos hoje!
Refletindo
Naquela época, a doença era entendida como causada pelo pecado. Assim pensavam: o pecado invisível era causador dos males visíveis. Para curar aquele paralítico Jesus vai direto à raiz: “os seus pecados são perdoados”, diz ao paralítico. Em seguida, reagem os mestres da Lei. Para eles, Jesus estava blasfemando contra Deus, pois só Deus pode perdoar pecados. Jesus, sabendo o que eles estavam pensando, os questionou e lhes deu mais uma prova de sua divindade, mandando ao paralítico se levantar e andar. O homem, curado, obedeceu e foi para sua casa, louvando a Deus. Foi curado por dentro e por fora. Conquistou, pela graça, a capacidade de caminhar por si.

2. Meditação (Caminho)
O que o texto diz para nós, hoje?
Meditando
Nossos bispos na Conferência de Aparecida, confirmaram esta certeza de que Jesus Cristo liberta toda pessoa de todo pecado:
“Nossa alegria baseia-se no amor do Pai, na participação no mistério pascal de Jesus Cristo que, pelo Espírito Santo, faz-nos passar da morte para a vida, da tristeza para a alegria, do absurdo para o sentido profundo da existência, do desalento para a esperança que não engana. Esta alegria não é um sentimento artificialmente provocado nem um estado de ânimo passageiro. O amor do Pai nos foi revelado em Cristo que nos convida a entrar em seu reino.” (DAp 17).
Creio que Jesus Cristo me liberta de todos os males?
Onde o encontro?

3. Oração (Vida)
O que o texto nos leva a dizer a Deus?
Fazemos nossa oração pessoal e depois, rezamos a
Oração a Nossa Senhora da Anunciação

Todas as gerações vos proclamem bem-aventurada, 
ó Maria!
Crestes na mensagem celeste,
e em vós se cumpriram grandes coisas,
como vos fora anunciado.
Maria, eu vos louvo!
Crestes na encarnação do Filho de Deus
no vosso seio virginal
e vos tornastes Mãe de Deus.
Raiou então o dia mais feliz da história da humanidade!
Os homens tiveram o Mestre divino,
o Sacerdote único e eterno,
a Hóstia de reparação,
o Rei universal!
A fé é dom de Deus e fonte de todo bem.
Maria, alcançai-me a graça de uma fé viva,
forte, atuante; uma fé que salva e santifica!
Fé no Evangelho, na Igreja, na vida eterna.

4. Contemplação (Vida e Missão)
Qual nosso novo olhar a partir da Palavra?
Vamos olhar o mundo e a vida com os olhos de Deus.
A cada instante, buscaremos em Jesus, a nossa libertação de todo mal.

Bênção natalina do papa Francisco
Iluminado pela esperança evangélica,
que provém da gruta humilde de Belém,
invoco os dons natalícios da alegria e da paz para todos:
para as crianças e os idosos,
para os jovens e as famílias,
para os pobres e os marginalizados.
Nascido para nós,
Jesus conforte quantos suportam a prova da doença e da tribulação;
sustente aqueles que se dedicam ao serviço dos irmãos mais necessitados.
Em nome do Pai...

Irmã Patrícia Silva, fsp

LEITURA ORANTE DO DIA 05/12/2021



LEITURA ORANTE

Lc 3,1-6 – Preparem o caminho


- A todos nós que nos encontramos neste ambiente de oração,
paz de Deus, nosso Pai,
a graça e a alegria de Nosso Senhor Jesus Cristo,
no amor e na comunhão do Espírito Santo.
- Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo!
Preparamo-nos para a Leitura, rezando:
Jesus Mestre, que dissestes:
"Onde dois ou mais estiverem reunidos em meu nome,
eu aí estarei no meio deles",
ficai conosco, aqui reunidos, pela grande rede das midias sociais,
para melhor meditar e comungar com a vossa Palavra.
Sois o Mestre e a Verdade: iluminai-nos, para que melhor compreendamos
as Sagradas Escrituras.
Sois o Guia e o Caminho: fazei-nos dóceis ao vosso seguimento.
Sois a Vida: transformai nosso coração em terra boa,
onde a Palavra de Deus produza frutos
abundantes de santidade e missão.
(Bv. Alberione)

1. Leitura (Verdade)
O que diz o texto do dia?
Lemos atentamente o texto:
Lc 3,1-6, e observamos pessoas, palavras, relações, lugares.
Fazia quinze anos que Tibério era o Imperador romano. Nesse tempo Pôncio Pilatos era o governador da Judeia, Herodes governava a Galileia, o seu irmão Filipe governava a região da Itureia e Traconites, e Lisânias era o governador de Abilene. E Anás e Caifás eram os Grandes Sacerdotes. Foi nesse tempo que a mensagem de Deus foi dada, no deserto, a João, filho de Zacarias. E João atravessou toda a região do rio Jordão, anunciando esta mensagem:
- Arrependam-se dos seus pecados e sejam batizados, que Deus perdoará vocês.
Isso aconteceu como o profeta Isaías tinha escrito no seu livro:
"Alguém está gritando no deserto:
Preparem o caminho para o Senhor passar!
Abram estradas retas para ele!
Todos os vales serão aterrados,
e todos os morros e montes
serão aplanados.
Os caminhos tortos serão endireitados,
e as estradas esburacadas
serão consertadas.
E todos verão a salvação que Deus dá."
Refletindo
João Batista é a figura de um profeta. É um profeta que prepara a vinda do Messias, anunciando por toda a região do Jordão o arrependimento dos pecados e o batismo para o perdão.
A água corrente do rio tinha o simbolismo de “lavar”, “purificar”. O rito de imersão nas águas do Jordão selava o perdão de Deus. Como o profeta Isaías, a quem cita, usa um tom imperativo de exortação: “preparem o caminho”, “abram estradas retas”. Numa palavra: “mudem de vida!”.
O "deserto", região árida, de areia e pedras é descrito em Deuteronômio como "grande e terrível"  cheio de serpentes e escorpiões e era um lugar onde não se encontrava água. No entanto, na Bíblia, o deserto é uma barreira e um meio de comunicação. Perder-se no deserto é quase sinônimo de morte. De outro lado, foi no deserto que  Israel encontrou Deus pela primeira vez.  A caminhada histórica, de 40 anos, pelo deserto, representa o encontro do povo com Deus, especialmente em momentos de dificuldade.
Israel carregou o sentimento de que não teria atravessado o deserto se não fosse a manifestação de Deus.(Dt 8,14ss).
Jesus também passou 40 dias no deserto (Mt 4,1ss). Período de tentações.
Paulo passou também pelo deserto depois de sua conversão (Gl 1,17).
"Todos os vales serão aterrados,
e todos os morros e montanhas
serão aplanados.
Os caminhos tortuosos serão endireitados",
Os vales serão aterrados. Estes "vales" simbolizam a opressão. As "montanhas", o poder político que explora. Os "caminhos tortuosos" são o bloqueio do relacionamento por meio da injustiça.
Este texto de Isaías inserido no Evangelho de Lucas simboliza a salvação de Deus que chega por meio de Jesus Cristo.
Assim, diz João: “todos verão a salvação que Deus dá”. Salvação tem o mesmo sentido de Salvador: “Todos verão o Salvador!”

2. Meditação (Caminho)
O que o texto diz para nós, hoje?
Temos também nós que preparar o caminho.
Devemos abrir estradas.
Quais?
O que o texto nos diz no momento?
Meditando
Os bispos, na Conferência de Aparecida, nos ajudaram a entender o sentido de conversão. Disseram:
"A Conversão: É a resposta inicial de quem escutou o Senhor com admiração, crê n’Ele pela ação do Espírito, decide-se ser seu amigo e ir após Ele, mudando sua forma de pensar e de viver, aceitando a cruz de Cristo, consciente de que morrer para o pecado é alcançar a vida. No Batismo e no sacramento da reconciliação se atualiza para nós a redenção de Cristo." (DAp 278,b).

3. Oração (Vida)
O que o texto nos leva a dizer a Deus?
Fazemos nossa oração pessoal e depois,
rezamos o Salmo 126:
SALMO 126 (125)

Deus transforma o sofrimento em alegria
R. Maravilhas fez conosco o Senhor. Exultemos de alegria

1 - Quando o Senhor  mudou a sorte de Sião, parecíamos sonhar:

2 - a nossa boca se encheu de riso, e a nossa língua de canções.
Até entre as nações se comentava: «Javé foi grande com eles!»

3 - Sim, o Senhor  foi grande conosco, e por isso estamos alegres.

4 - Que o Senhor  mude a nossa sorte, como as torrentes do deserto.

5 - Os que semeiam com lágrimas, ceifam em meio a canções.

6 - Vão andando e chorando ao levar a semente.
Ao regressar, voltam cantando, trazendo seus feixes.

4. Contemplação (Vida e Missão)
Qual nosso novo olhar a partir da Palavra?
Vamos olhar o mundo e a vida com a decisão de nos converter, mudando nossa forma de pensar e de viver.

Bênção
- Abençoe-nos Deus misericordioso, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.

Ir. patricia Silva, fsp

Palavra se fez carne - 06 de dezembro, 2ª feira da segunda semana do Advento


06 de dezembro, 2ª feira da segunda semana do Advento


- Hoje é dia 06 de dezembro, segunda feira da segunda semana do Advento.

- “É à sua volta estavam sentados fariseus e doutores da Lei, vindos de todas as aldeias da Galileia, da Judéia e de Jerusalém”, diz o evangelho de hoje. Jesus estava ensinando e o poder de Deus agia através D’Ele. Ao perceber a fé dos que traziam um paralítico, os elogiou e perdoou os pecados do paralítico. Diante da murmuração dos fariseus e doutores da Lei, Jesus não só perdoou os pecados do paralítico, mas também lhe disse: “pega o teu leito e anda”. Peça ao Senhor a graça do dom da fé e a capacidade de acolher a sua misericórdia que cura e traz vida nova.

- Escuta o Evangelho de São Lucas, capítulo 5, versículos 17 a 26:

“Um dia Jesus estava ensinando. É sua volta estavam sentados fariseus e doutores da Lei, vindos de todas as aldeias da Galileia, da Judéia e de Jerusalém. E a virtude do Senhor o levava a curar. Uns homens traziam um paralítico num leito e procuravam fazê-lo entrar para apresentá-lo. Mas, não achando por onde introduzi-lo, devido à multidão, subiram ao telhado e por entre as telhas o desceram com o leito no meio da assembleia diante de Jesus. Vendo-lhes a fé, ele disse: Homem, teus pecados estão perdoados. Os escribas e fariseus começaram a murmurar, dizendo: Quem é este que assim blasfema? Quem pode perdoar os pecados senão Deus? Conhecendo-lhes os pensamentos, Jesus respondeu, dizendo: 'Por que murmurais em vossos corações? O que é mais fácil dizer: 'teus pecados estão perdoados', ou dizer: 'levanta-te e anda'? Pois, para que saibais que o Filho do homem tem na terra poder de perdoar os pecados - disse ao paralítico - eu te digo: levanta-te, pega o leito e vai para casa'. Imediatamente, diante deles, ele se levantou, tomou o leito e foi para casa, louvando a Deus. Todos ficaram fora de si, glorificavam a Deus e cheios de temor diziam: 'Hoje vimos coisas maravilhosas!

- “Quem é este que assim blasfema”? , murmuravam os escribas e fariseus ao ouvir Jesus que dizia: “teus pecados estão perdoados”. Em Jesus Cristo, o Reino de Deus foi anunciado e testemunhado. O Reino de Deus é vida e liberdade de toda forma de opressão, de morte, de escravidão, de paralisia. Por outro lado, os fariseus e escribas não estavam a favor da vida, mas da morte e escravidão através das leis, do sistema corrupto que excluía, marginalizava e paralisava as pessoas julgando-as e condenando-as até mesmo pela religião. Converse com o Senhor pedindo a graça de estar sempre a favor da vida comprometido com Ele e o Reino que veio anunciar.

- À luz do evangelho de hoje, deixe-se questionar: como você se posiciona diante das injustiças geradoras de muitas paralisias na vida das pessoas? como você pode ajudar no processo de libertação da vida das pessoas que se encontram oprimidas, escravizadas, exploradas, marginalizadas, paralisadas?

- “Imediatamente, diante deles, ele se levantou, tomou o leito e foi para casa, louvando a Deus” (Lc 5, 25). Jesus mostrou, através de sua ação, que existem outras formas de ver e de viver sem dependências libertando as pessoas de todo tipo de escravidão. Ouçamos o poema de Dom Pedro Casaldáliga chamado “Profecia extrema”:

“Por meu povo em luta, vivo. Com meu povo em marcha, vou. Tenho fé de guerrilheiro e amor de revolução. E entre Evangelho e canção sofro e digo o que quero. Se escandalizo, primeiro queimei o próprio coração ao fogo desta paixão, cruz de seu mesmo madeiro”

- Termine sua oração dando graças a Deus pela semente de sua palavra lançada em seu coração. Peça a Ele que, com a força do seu Espírito de amor, você possa viver comprometido com a vida e libertação de todas as pessoas que encontrar no caminho de sua vida, dando testemunho de sua palavra libertadora.

- Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo: assim como era no princípio, agora e sempre. Amém.


Palavra se fez carne - 05 de dezembro, 2º Domingo do Advento


05 de dezembro, 2º Domingo do Advento

- Hoje é dia 05 de dezembro, 2º Domingo do Advento.

- “Preparai o caminho do Senhor.” O Tempo do Advento é marcado pela alegre espera da chegada do Senhor. Ele vem ao nosso encontro para nos trazer esperança, alegria e paz. Porém, precisamos nos preparar para a sua chegada. Recuperar em nós, e no meio em que vivemos, a prática do amor, da justiça e da solidariedade. Eis a missão de cada um de nós: “preparar os caminhos do Senhor”. Busque em sua mente e seu coração o caminho que Deus espera que você faça neste tempo fecundo do Advento.

- Com abertura interior, acolha o Evangelho de Jesus Cristo Segundo Lucas, Capítulo 3º, versículos 1 a 6:

“No décimo quinto ano do império de Tibério César, quando Pôncio Pilatos era governador da Judéia; Herodes, tetrarca da Galileia; [...], a palavra de Deus veio a João, o filho de Zacarias, no deserto. Ele percorreu toda a região do Jordão, pregando um batismo de conversão para o perdão dos pecados, como está escrito no livro dos oráculos do profeta Isaías: “Voz de quem clama no deserto: Preparai o caminho do Senhor, endireitai as veredas para ele. Todo vale será aterrado; toda montanha e colina serão rebaixadas; as passagens tortuosas serão endireitadas, e os caminhos esburacados, aplanados. E todos verão a salvação que vem de Deus”.

- O Evangelho de Lucas insere Jesus no contexto de seu tempo. Apresenta as autoridades da época e destaca a figura profética de João Batista. A Palavra de Deus vem a ele e lhe dá a missão de despertar a todos para uma mudança radical de vida. Não basta uma mudança interior é preciso que ela atinja as situações humanas e sociais. A chegada de Jesus inaugura um tempo novo, tempo de justiça, de paz, de fraternidade e de esperança para o povo. É preciso “endireitar os caminhos”... Neste tempo de preparação para o Natal somos chamados a essa mudança radical anunciada por João Batista. Só assim o Natal se revestirá de verdadeira luz e será fonte de esperança para o povo. Converse com Deus sobre a sua missão de preparar os caminhos do Senhor no hoje de nossa realidade.

- Contemple a cena Bíblica da pregação feita por João Batista, coloque-se no lugar dele, peça a Deus o dom da profecia. O dom de anunciar o bem e denunciar as injustiças, para que chegue a todos a salvação que vem de Deus. Como você percebe o chamado do Senhor para esta missão, hoje?

- “Voz de quem clama no deserto: Preparai o caminho do Senhor, endireitai as veredas para ele” (Lc 1,4b). Responda a Ele, colocando-se à disposição do Senhor, com sinceridade e gratidão. Num trecho do poema musicado chamado “João Batista”, o poeta Alberto Luiz diz assim:

“No meio da poeira, desses séculos em vão,
Ficou pelos caminhos, a figura de João.
E a sua voz ressoa, nas imensas catedrais,
Seu povo ainda espera, as profecias imortais.
Corre, João, apanha seu violão, enfrenta essa multidão
Não deixa ninguém morrer pagão.
Deus do céu, o mundo é um carrossel, é inútil você parar,
Se a vida não para de rodar”.

- Termine sua oração dando graças ao Senhor pelas descobertas neste encontro com Sua Palavra. Peça a graça de sempre preparar os caminhos para o Senhor...

- O Senhor nos abençoe e nos guarde. O Senhor nos mostre o Seu rosto brilhante. O Senhor nos conceda sempre a sua paz. O Senhor nos abençoe e nos guarde hoje e sempre. Amém!


Cura do pecado | (Lc 5, 17-26) #596- Meditação da Palavra - Frei Gilson



Publicado em 6 de dez. de 2021

Batismo de conversão | (Lc 3, 1-6) #595- Meditação da Palavra - Frei Gilson



Publicado em 5 de dez. de 2021

Mãe Maria | Dom Walmor – 06/12/2021


Canal do Youtube: TV Horizonte

Publicado em 6 de dez. de 2021

Mãe Maria | Dom Walmor – 05/12/2021


Canal do Youtube: TV Horizonte

Publicado em 6 de dez. de 2021