quinta-feira, 23 de dezembro de 2021

BOM DIA! BOA TARDE! BOA NOITE! Oração da noite, Oração da manhã e Oração do entardecer - Deus te abençoe!



Oração da Noite

Boa noite Pai.
Termina o dia e a ti entrego meu cansaço.
Obrigado por tudo e… perdão!!
Obrigado pela esperança que hoje animou meus passos, pela alegria que vi no rosto das crianças;
Obrigado pelo exemplo que recebi daquele meu irmão;
Obrigado também por isso que me fez sofrer…
Obrigado porque naquele momento de desânimo lembrei que tu és meu Pai; Obrigado pela luz, pela noite, pela brisa, pela comida, pelo meu desejo de superação…
Obrigado, Pai, porque me deste uma Mãe!
Perdão, também, Senhor!
Perdão por meu rosto carrancudo; Perdão porque não me lembrei que não sou filho único, mas irmão de muitos; Perdão, Pai, pela falta de colaboração e serviço e porque não evitei aquela lágrima, aquele desgosto; Perdão por ter guardado para mim tua mensagem de amor;
Perdão por não ter sabido hoje entregar-me e dizer: “sim”, como Maria.
Perdão por aqueles que deviam pedir-te perdão e não se decidem.
Perdoa-me, Pai, e abençoa os meus propósitos para o dia de amanhã, que ao despertar, me invada novo entusiasmo; que o dia de amanhã seja um ininterrupto “sim” vivido conscientemente.
Amém!!!

Oração da manhã

Bom-dia, Senhor Deus e Pai!
A ti, a nossa gratidão pela vida que desperta, pelo calor que
cria vida, pela luz que abre nossos olhos.
Nós te agradecemos por tudo que forma nossa vida, pela terra, pela água, pelo ar, pelas pessoas. Inspira-nos com teu Espírito Santo os pensamentos que vamos alimentar,as palavras que vamos dizer, os gestos que vamos dirigir,a comunicação que vamos realizar.
Abençoa as pessoas que nós encontramos, os alimentos que vamos ingerir.
Abençoa os passos que nós dermos, o trabalho que devemos fazer.
Abençoa, Senhor, as decisões que vamos tomar, a esperança que vamos promover,a paz que vamos semear,a fé que vamos viver, o amor que vamos partilhar.
Ajuda-nos, Senhor, a não fugir diante das dificuldades, mas a abraçar amor as pequenas cruzes deste dia.
Queremos estar contigo, Senhor, no início, durante e no fim deste dia.
Amém.

Oração do entardecer

Ó Deus!
Cai à tarde, a noite se aproxima.
Há neste instante, um chamado à elevação, à paz, à reflexão.
O dia passa e carregam os meus cuidados.
Quem fez, fez.
Também a minha existência material é um dia que se passa,
uma plantação que se faz, um caminho para algo superior.
Como fizeste a manhã, à tarde e a noite, com seus encantos,
fizeste também a mim, com os meus significados, meus resultados.
Aproxima de mim, Pai, a Tua paz para que usufrua desta
hora e tome seguras decisões para amanhã.
Que se ponha o sol no horizonte, mas que nasça
em mim o sol da renovação e da paz para sempre.
Obrigado, Deus, muito obrigado!
Amém!

AO ENTRAR QUE VENHA COM DEUS... AO SAIR QUE DEUS TE ACOMPANHE…

NOVENA DE NATAL DOS DIAS 16/12/2020 A 24/12/2020 - NONO DIA


NOVENA DE NATAL - NONO DIA

9º Dia - Ser Missionário
1. Canto

Vem, Senhor, Jesus, o mundo precisa de ti (bis)
Ao mundo falta AMOR. Tu és AMOR.
Vem, Senhor Jesus!

2. Saudação

Com. - A graça e a paz do Senhor estejam conosco
Todos - Ele está no meio de nós!

Somos discípulos e missionários daquele que vem!

Com. - Senhor Jesus Cristo, Caminho, Verdade e Vida.
Todos - Tende piedade de nós..

3. Motivação: Documento de Aparecida

Com. - Em sintonia com a V Conferência de Aparecida, hoje o tema de nossa novena é SER MISSIONÁRIO.

Leitor 1 - "O chamado que Jesus, o Mestre faz, implica numa grande novidade. Na antiguidade, os mestres convidavam seus discípulos a se vincular com algo transcendente e os mestres da Lei propunham a adesão à Lei de Moisés. Jesus convida a nos encontrar com Ele e a que nos vinculemos estreitamente a Ele porque é a fonte da vida (cf. Jo 15,1-5) e só Ele tem palavra de vida eterna (cf. Jo 6,68). Na convivência cotidiana com Jesus e na confrontação com os seguidores de outros mestres, os discípulos logo descobrem duas coisas originais no relacionamento com Jesus. Por um lado, não foram eles que escolheram seu mestre foi Cristo quem os escolheu. E por outro lado, eles não foram convocados para algo (purificar-se, aprender a Lei...), mas para Alguém, escolhidos para se vincular intimamente a sua pessoa (cf. Mc 1,17; 2,14). Jesus os escolheu para “que estivessem com Ele e para enviá-los a pregar” (Mc 3,14), para que o seguissem com a finalidade de “ser d’Ele” e fazer parte “dos seus” e participar de sua missão. O discípulo experimenta que a vinculação íntima com Jesus no grupo dos seus é participação da Vida saída das entranhas do Pai, é se formar para assumir seu estilo de vida e suas motivações (cf. Lc 6,40b), viver seu destino e assumir sua missão de fazer novas todas as coisas.". (DAp 131).

4. Palavra de Deus

Com. - Tomemos agora a Palavra de Deus onde Ele se revela a nós.

Canto - Envia tua Palavra, Palavra de salvação, que vem trazer esperança, aos pobres, libertação.

Leitor 2 - Leitura bíblica (Ler na Bíblia: Jo 20,21-22).

(Alguns momentos de silêncio)

5. Partilha

Com. - Ouvimos na palavra de Jesus Mestre Ressuscitado que chama e nos envia em missão e para isto nos dá o Espírito Santo. Partilhe com a comunidade a sua experiência de missionário, missionária no seu ambiente de trabalho, na família, entre os amigos. Coloque sua palha na manjedoura. Conforme formos partilhando, vamos acrescentando palhas na manjedoura.

(Momentos para partilha dos participantes).

Canto: Ave Maria, Ave Maria, Ave Maria, Mãe de Jesus.


6. Oração

Com. - Rezemos com toda a Igreja

- Senhor Jesus Cristo, Caminho, Verdade e Vida, rosto humano de Deus e rosto divino do homem, acendei em nossos corações o amor ao Pai que está no céu e a alegria de sermos cristãos.

- Vinde ao nosso encontro e guiai nossos passos para seguir-vos e amar-vos na comunhão de vossa Igreja, celebrando e vivendo o dom da Eucaristia, carregando nossa cruz, e ungidos por vosso envio.

- Dai-nos sempre o fogo de vosso Santo Espírito, que ilumine nossas mentes e desperte entre nós o desejo de contemplar-vos, o amor aos irmãos, sobretudo aos aflitos, e o ardor por anunciar-vos no início deste século.

- Discípulos e missionários vossos, queremos remar mar adentro, para que nossos povos tenham em Vós vida abundante, e com solidariedade construam a fraternidade e a paz.

Todos: Senhor Jesus, vinde e enviai-nos!

Maria, Mãe da Igreja, rogai por nós. Amém.

7. Canto

Enquanto se canta, coloca-se na manjedoura a imagem de Jesus menino e as demais figuras do presépio.

Envia tua Palavra, Palavra de salvação, que vem trazer esperança, aos pobres, libertação.


8. Despedida e Bênção

Jesus Divino Mestre seja para ti a verdade que ilumina, o caminho da santidade, a vida plena e eterna. Que ele te guarde e defenda. Plenifique de todos os bens a ti e a todos os que amas. (Alberione)

Todos cantam NOITE FELIZ e se cumprimentam

Noite feliz, noite feliz,
O Senhor, Deus de amor
Pobrezinho nasceu em Belém.
Eis na lapa Jesus nosso bem.
Dá-nos paz, ó Jesus!
Dá-nos paz, ó Jesus!



Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Sugestões de atitudes concretas:

- Visitar alguém levando uma mensagem de Natal, um pequeno presente.
- Participar com a comunidade das celebrações do Natal.
- Imprimir e pintar o desenho, que será postado após, e as pessoas que participam da novena podem escrever uma mensagem de Natal para alguém (um vizinho, um amigo, parentes etc)

UM DOS GESTOS CONCRETOS - PARA CRIANÇA

Imprimir e pintar o desenho abaixo e as pessoas que participam da novena podem escrever uma mensagem de Natal para alguém (um vizinho, um amigo, parentes etc




LEITURA ORANTE DO DIA 23/12/2021



LEITURA ORANTE

Lc 1,57-66 - O nome dele é "João"


Em união com todos que se encontram neste ambiente  digital,
iniciamos nossa Leitura Orante do Advento, com a
Canção do Advento

Ó vem, Senhor, não tardes mais!
Vem saciar nossa sede de Paz!

1. Ó vem, como chega a brisa do vento,
Trazendo aos pobres justiça e bom tempo!

2. Ó vem, como chega a chuva no chão
Trazendo fartura de vida e de pão!

3. Ó vem, como chega a luz que faltou
Só tua palavra nos salva Senhor!

4. Ó vem, como chega a carta querida
Bendito carteiro do Reino da Vida!

5. Ó vem, como chega o filho esperado
Caminha conosco Jesus Bem amado!

6. Ó vem, como chega o Libertador
Das mãos do inimigo nos salva Senhor

1. Leitura (Verdade)
O que diz o texto do dia?
Lemos atentamente o texto: Lc 1,57-66 e observamos pessoas,
palavras, relações, lugares.
Chegou o tempo de Isabel ter a criança, e ela deu à luz um menino. Os vizinhos e parentes ouviram falar da grande bondade do Senhor para com Isabel, e todos ficaram alegres com ela. Quando o menino estava com oito dias, vieram circuncidá-lo e queriam lhe dar o nome do pai, isto é, Zacarias. Mas a sua mãe disse:
- Não. O nome dele vai ser João.
Então disseram:
- Mas você não tem nenhum parente com esse nome!
Aí fizeram sinais ao pai, perguntando que nome ele queria pôr no menino. Zacarias pediu uma tabuinha de escrever e escreveu: "O nome dele é João." E todos ficaram muito admirados. Nesse momento Zacarias pôde falar novamente e começou a louvar a Deus. Os vizinhos ficaram com muito medo, e as notícias dessas coisas se espalharam por toda a região montanhosa da Judéia. Todos os que ouviam essas coisas e pensavam nelas perguntavam:
- O que será que esse menino vai ser?
Pois, de fato, o poder do Senhor estava com ele.
Refletindo
É um grande acontecimento o nascimento de João, o precursor do Messias. Zacarias, que estivera mudo desde o anúncio do nascimento de seu filho, começou a falar. Tinha emudecido por não crer. Recuperou  a fala quandoo que Deus anunciou se cumpriu. Isto é para todos um grande sinal. Sua língua se soltou, e ele começou a louvar a Deus. João Batista recebeu de Deus a vocação de profeta e sua primeira profecia foi, abrir a boca do pai Zacarias. O profeta fala de Deus e faz com que os outros também falem.

2. Meditação (Caminho)
O que o texto diz para nós, hoje?
Pela graça do Batismo cada um de nós é profeta.
Todos os batizados têm a missão de abrir a boca como Zacarias,
como João Batista para apontar o Messias, Jesus Cristo.
Esta é também a minha missão.
Meditando
Como disseram os bispos em Aparecida: "Os fiéis leigos são “os cristãos que estão incorporados a Cristo pelo batismo, que formam o povo de Deus e participam das funções de Cristo: sacerdote, profeta e rei. Eles realizam, segundo sua condição, a missão de todo o povo cristão na Igreja e no mundo”. São “homens da Igreja no coração do mundo, e homens do mundo no coração da Igreja”. (DAp 209).

3. Oração (Vida)
O que o texto nos leva a dizer a Deus?
Rezo com Zacarias:

"Bendito o Senhor Deus de Israel
Ele veio para salvar o seu povo
Ele nos elevará ao poderoso Senhor
Nascido da casa de seu servo David
Através de seus poderosos profetas Ele prometeu
Que nos salvará de nossos inimigos
Das mãos daqueles que nos odeiam
Ele prometeu misericórdia ao nosso pais e
Lembrar do sua sagrado convenção
Este foi o juramento que ele jurou ao nosso pai Abraão
Nos livrar das mãos dos nossos inimigos
Nos livrar para adora-lo sem medo
Integro e santamente a sua vista
Todos os dias de nossa vida
Você meu filho será chamado o profeta do mais elevado
Porque você irá preparar a chegado do Senhor
E preparar seu caminho
Para dar ao seu povo o conhecimento da salvação e
O perdão de seus pecados
Na terna compaixão de nosso Deus
A alvorada das alturas cairá sobre nós
Para iluminar aqueles que estão nas trevas e nas
Sombras da morte, e guiar nossos passos
Para o caminho da paz". ( Cf  Lc 1,68-79).

4. Contemplação (Vida e Missão)
Qual nosso novo olhar a partir da Palavra?
Nosso novo olhar é iluminado pelo testemunho de João Batista e pelas palavras dos Bispos em Aparecida:
Bento XVI nos recorda que: “o discípulo, fundamentado assim na rocha da Palavra de Deus, sente-se motivado a levar a Boa Nova da salvação a seus irmãos. Discipulado e missão são como os dois lados de uma mesma moeda: quando o discípulo está enamorado de Cristo, não pode deixar de anunciar ao mundo que só Ele salva (cf. At 4,12). Na realidade, o discípulo sabe que sem Cristo não há luz, não há esperança, não há amor, não há futuro”. Esta é a tarefa essencial da evangelização, que inclui a opção preferencial pelos pobres, a promoção humana integral e a autêntica libertação cristã.” (DAp 146)

Bênção
Bênção natalina do papa Francisco
Iluminado pela esperança evangélica que provém da gruta humilde de Belém,
invoco os dons natalícios da alegria e da paz para todos:
para as crianças e os idosos,
para os jovens e as famílias,
para os pobres e os marginalizados.
Nascido para nós,
Jesus conforte quantos suportam a prova da doença e da tribulação;
sustente aqueles que se dedicam ao serviço dos irmãos mais necessitados.
Em nome do Pai...

Ir. Patrícia Silva, fsp

Palavra se fez carne - 23 de dezembro, 5ª feira da quarta semana do Advento


23 de dezembro, 5ª feira da quarta semana do Advento


- Hoje é dia 23 de dezembro, 5ª feira da quarta semana do Advento.

- “No mesmo instante, sua boca se abriu, a língua se soltou, e ele começou a louvar a Deus.” Zacarias, tendo recebido uma visão de Deus no interior do templo, perde a fala por duvidar da ação de Deus em sua família e na história. Quando o menino nasce, ao confirmar o seu nome como João, que significa, “Deus tem piedade”, Zacarias recupera a fala e louva a Deus pela missão confiada a seu filho. Procure em sua mente e seu coração as ocasiões em que, talvez, tenha duvidado da ação de Deus em sua vida ou em meios aos desafios do mundo.

- Com abertura interior, acolha o Evangelho de Jesus Cristo Segundo Lucas, Capítulo 1º, versículos 57 a 64:

“Quando se completou o tempo da gravidez, Isabel deu à luz um filho. Os vizinhos e os parentes ouviram quanta misericórdia o Senhor lhe tinha demonstrado, e alegravam-se com ela. No oitavo dia, foram circuncidar o menino e queriam dar-lhe o nome de seu pai, Zacarias. A mãe, porém, disse: “Não. Ele vai se chamar João”. Disseram-lhe: “Ninguém entre os teus parentes é chamado com este nome!” Por meio de sinais, então, perguntaram ao pai como ele queria que o meninos e chamasse. Zacarias pediu uma tabuinha e escreveu: “João é o seu nome!” E todos ficaram admirados. No mesmo instante, sua boca se abriu, a língua se soltou, e ele começou a louvar a Deus.” [...] De fato, a mão do Senhor estava com ele.

- Na dinâmica do Reino, quando duvidamos de Deus, podemos ter fartura de palavras, muitos argumentos e raciocínios bem elaborados. No entanto o discurso e a fala ficam vazios, sem sentido. À semelhança de Zacarias, ficamos mudos, palavras ao vento que não encontram terreno fecundo para produzir frutos. O que diz respeito a Deus, para frutificar tem de nascer da fé e nela ser cultivado. Quando nos abrimos à fé, a boca se abre, a língua se solta e Deus age em nós e por meio de nossas ações e decisões. Converse com Deus sobre a sua vida de fé e sobre a missão que Ele tem para você neste momento de sua vida...

- Como você percebe a mão do Senhor em sua vida? Responda a Ele, com sinceridade e gratidão.

- Disse o homem: “De fato, a mão do Senhor estava com ele”, diz o evangelho de hoje sobre Zacarias. Veja o que diz o Canto de Zacarias também no evangelho de Lucas:

“E tu, menino, serás chamado profeta do Altíssimo,
porque irás à frente do Senhor, preparando os seus caminhos,
dando a conhecer a seu povo a salvação, com o perdão dos pecados,
graças ao coração misericordioso de nosso Deus,
que envia o sol nascente do alto para nos visitar,
para iluminar os que estão nas trevas, na sombra da morte,
e dirigir nossos passos no caminho da paz”.

- Termine sua oração dando graças ao Senhor pelas descobertas neste encontro com Sua Palavra. Peça a graça de sempre preparar os caminhos para o Senhor...

- O Senhor nos abençoe e nos guarde. O Senhor nos mostre o Seu rosto brilhante. O Senhor nos conceda sempre a sua paz. O Senhor nos abençoe e nos guarde hoje e sempre. Amém!


A fé desatou o que tinha atado a incredulidade | (Lc 1, 57-66) #613 - Meditação da Palavra - Frei Gilson



Publicado em 23 de dez. de 2021

Mãe Maria | Dom Walmor – 23/12/2021


Canal do Youtube: TV Horizonte

Publicado em 23 de dez. de 2021

Homilia Diária | Deus é graça! (Quinta-feira da 4.ª Semana do Advento) - Padre Paulo Ricardo


Canal do Youtube: Padre Paulo Ricardo

Publicado em 22 de dez. de 2021

Para que víssemos o quanto ele nos ama e como meio de nos salvar, Deus assumiu nossa humanidade. Foi a Encarnação. Deus tomou para si uma natureza humana, para que o amor infinito que ele mesmo é pudesse manifestar-se também de forma humana. Deus veio, por assim dizer, falar “na nossa língua”, para que o compreendêssemos. Ele desceu até nós, como uma mãe que se reclina sobre a fragilidade do filho; como uma mãe, inclinada sobre o berço, põe o rosto bem perto do da criança, para que esta, vendo o da mãe, sorria e fique com o seu iluminado. Assista a homilia do Padre Paulo Ricardo para esta quinta-feira, dia 23 de dezembro, e nos alegremos com a proximidade da solenidade do Natal do Senhor!

HOMILIA DIÁRIA - (CANÇÃO NOVA) - Lc 1,57-66 - 23/12/2021


Solte a sua língua para bendizer o nome do Senhor

“Completou-se o tempo da gravidez de Isabel, e ela deu à luz um filho” (Lucas 1,57).


Conteúdo em áudio:

Contemplamos hoje, na Liturgia, o nascimento de João Batista, o filho de Isabel e de Zacarias. A própria Palavra nos mostra que Zacarias estava mudo, desde que o Anjo o visitou e ele duvidara. A dúvida nos coloca na incerteza, a dúvida nos coloca na esterilidade da fé, a dúvida daquilo de que Deus é capaz, a dúvida de duvidar do que Deus pode fazer.
É preciso se voltar para o silêncio da escuta para não ficarmos estéreis e mudos na vida, e sim para que a graça de Deus aconteça em nós. Por isso, neste tempo, Zacarias ficou recolhido, ele ficou tentando compreender no seu coração aquilo que Deus realizara; um  sacerdote como ele, de idade avançada, uma esposa estéril de idade avançada e, nós, muitas vezes, temos mais porquês, dúvidas, questionamentos sobre a ação de Deus, do que a submissão a Deus, do que obediência a Deus, do que se colocar, de fato, nas mãos de Deus e confiar na Sua graça que faz nova todas as coisas.

Solte a sua língua para louvar, agradecer, para bendizer, para reconhecer tudo aquilo que Deus realiza no meio de nós

A ação de Deus na nossa vida vai para além dos nossos porquês, a ação de Deus ultrapassa a nossa compreensão humana e intelectual. Quando João nasceu, no mesmo instante, a boca de Zacarias se abriu, sua língua se soltou e ele, que antes duvidava, agora louvava, estava bendizendo, agradecendo e exaltando o nome do Senhor, Nosso Deus.
Passamos boa parte da vida cheios de porquês, perguntando, questionando, duvidando e não permitindo que a graça de Deus se realize em nós. Abra a sua boca, solte a sua língua para louvar, agradecer, para bendizer, para reconhecer tudo aquilo que Deus realiza no meio de nós.
Você já parou para louvar a Deus pela própria vida? Já louvou a Deus pelos filhos que você tem? Não é apenas um louvor de pensamento, é um louvor onde realmente a língua se solta. Porque, infelizmente, nossa língua tem se soltado para reclamar, murmurar, para falar mal. Bendita é a língua que se solta para louvar e para engrandecer o Senhor. Às vezes, a nossa língua mal se solta para dizer “amém”, mas a língua que se coloca a serviço da graça, ela se abre para louvar, bendizer e glorificar o Senhor, Nosso Deus que nos visita com Seu amor.
Deus abençoe você!
Padre Roger Araújo
Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova.