segunda-feira, 4 de dezembro de 2023

AO ENTRAR QUE VENHA COM DEUS... AO SAIR QUE DEUS TE ACOMPANHE…

Sorrindo Pra Vida - 04/12/2023


Canal do Youtube - Canção Nova Play

Publicado em 4 de dez. de 2023

LEITURA ORANTE DO DIA 04/12/2023



LEITURA ORANTE

Mt 8,5-11 - A "formosa aventura da fé"


Em união com todos que se encontram neste ambiente,
iniciamos nossa Leitura Orante com a
Canção do Advento 

Ó vem, Senhor, não tardes mais!
Vem saciar nossa sede de Paz!

1. Ó vem, como chega a brisa do vento,
Trazendo aos pobres justiça e bom tempo!
2. Ó vem, como a chuva no chão
Trazendo fartura de vida e de pão!
3. Ó vem, como chega a luz que faltou
Só tua palavra nos salva Senhor!
4. Ó vem, como chega a carta querida
Bendito carteiro do Reino da Vida!
5. Ó vem, como chega o filho esperado
Caminha conosco Jesus Bem amado!
6. Ó vem, como chega o Libertador
Das mãos do inimigo nos salva Senhor


1. Leitura (Verdade)
O que diz o texto do dia?
Lemos atentamente o texto: Mt 8,5-11 - Jesus cura  sem limites
Quando Jesus entrou na cidade de Cafarnaum, um oficial romano foi encontrar-se com ele e pediu que curasse o seu empregado. Ele disse:
- Senhor, o meu empregado está na minha casa, tão doente, que não pode nem se mexer na cama. Ele está sofrendo demais.
- Eu vou lá curá-lo! - disse Jesus. O oficial romano respondeu:
- Não, senhor! Eu não mereço que o senhor entre na minha casa. Dê somente uma ordem, e o meu empregado ficará bom. Eu também estou debaixo da autoridade de oficiais superiores e tenho soldados que obedecem às minhas ordens. Digo para um: "Vá lá", e ele vai. Digo para outro: "Venha cá", e ele vem. E digo também para o meu empregado: "Faça isto", e ele faz.
Quando Jesus ouviu isso, ficou muito admirado e disse aos que o seguiam:
- Eu afirmo a vocês que isto é verdade: nunca vi tanta fé, nem mesmo entre o povo de Israel! E digo a vocês que muita gente vai chegar do Leste e do Oeste e se sentar à mesa no Reino do Céu com Abraão, Isaque e Jacó.
Refletindo
O oficial romano, por ser pagão, era para os judeus “ impuro”, isto é, inaceitável. Um judeu observante não falava com um pagão e, muito menos, entrava na sua casa. Era o preconceito, por ser ele considerado impuro. O oficial romano é também chamado “centurião”, derivado de “cento”, ou seja, chefe de um batalhão de cem soldados. Pela  sua fé,  elogiada por Jesus, o centurião se torna representante de todos os pagãos que crerão em Jesus. Fica também entendido que as fronteiras do Reino de Deus vão muito além das fronteiras que criamos. A fronteira é a fé. Sem esta fé não se entra no Reino.

2. Meditação (Caminho)
O que o texto diz para nós?
O texto do Evangelho lido nos fala de não discriminar
a ninguém e também, de fé.
Meditação
Os bispos, em Aparecida, usaram uma expressão interessante: "a formosa aventura da fé": " A Igreja, como “comunidade de amor” é chamada a refletir a glória do amor de Deus que, é comunhão, e assim atrair as pessoas e os povos para Cristo. No exercício da unidade desejada por Jesus, os homens e mulheres de nosso tempo se sentem convocados e recorrem à formosa aventura da fé. “Que também eles vivam unidos a nós para que o mundo creia” (Jo 17,21). A Igreja cresce, não por proselitismo mas “por ‘atração’: como Cristo ‘atrai tudo a si’ com a força de seu amor”72. A Igreja “atrai” quando vive em comunhão, pois os discípulos de Jesus serão reconhecidos se amarem uns aos outros como Ele nos amou (cf. Rm 12,4-13; Jo 13,34)." (DAp 159 )

3. Oração (Vida)
Vivemos esta fé que cria também a comunhão?
O que o texto nos leva a dizer a Deus?
Rezamos, espontaneamente, com salmos e concluímos com a
Oração da Campanha para a Evangelização (do tempo do Advento)
Pai Santo,
quisestes que a vossa Igreja fosse no mundo
fonte de salvação para todas as nações,
a fim de que a obra do Cristo que vem
continue até o fim dos tempos.
Aumentai em nós o ardor da evangelização,
derramando o Espírito prometido,
e fazei brotar em nossos corações a resposta da fé.
Por Cristo, nosso Senhor.
Amém!

4. Contemplação (Vida e Missão)
Qual nosso novo olhar a partir da Palavra?
Na vida, vamos nos empenhar para lançar sobre cada situação ou pessoa um olhar de fé. Ele está no meio de nós. Queremos viver a "formosa aventura da fé".

Bênção Bíblica
O Senhor o abençoe e guarde!
O Senhor lhe mostre seu rosto brilhante e tenha piedade de você!
O Senhor lhe mostre seu rosto e lhe conceda a paz!’ (Nm 6,24-27).
Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Ir. Patrícia Silva, fsp

LEITURA ORANTE DO DIA 03/12/2023



LEITURA ORANTE

Mc 13,33-37 - 1º Domingo do Advento - Vigiai!


Formamos uma rede de comunicação
e comunhão em torno da Palavra
com todas as pessoas que circulam por este ambiente.
Rezamos em sintonia com a Santíssima Trindade.
Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém

Ó vem, Senhor, não tardes mais!
Vem saciar nossa sede de Paz!

1. Ó vem, como chega a brisa do vento,
Trazendo aos pobres justiça e bom tempo!
2. Ó vem, como a chuva no chão
Trazendo fartura de vida e de pão!
3. Ó vem, como chega a luz que faltou
Só tua palavra nos salva Senhor!
4. Ó vem, como chega a carta querida
Bendito carteiro do Reino da Vida!
5. Ó vem, como chega o filho esperado
Caminha conosco Jesus Bem amado!
6. Ó vem, como chega o Libertador
Das mãos do inimigo nos salva Senhor

1. Leitura (Verdade)
O que diz o texto do dia?
Lemos atentamente: Mc 13,33-37.
Vigiem e fiquem alertas, pois vocês não sabem quando chegará a hora. Será como um homem que sai de casa e viaja para longe; mas, antes de ir, dá ordens, distribui o trabalho entre os empregados e manda o porteiro ficar de vigia. Então vigiem, pois vocês não sabem quando o dono da casa vai voltar; se será à tarde, ou à meia-noite, ou de madrugada, ou de manhã. Se ele chegar de repente, que não encontre vocês dormindo! O que eu lhes digo digo a todos: fiquem vigiando!
Refletindo
Jesus recomenda nestes versículos, atenção e vigilância. Que estejam  "de pé", na presença do Filho de Deus, quando Ele vier. O bem-aventurado Alberione recomendava, e quis que estivesse escrito nas capelas paulinas, "vivam em contínua conversão". Isto é o mesmo que estar vigilante, atento. Iniciando o Advento, a primeira atitude recomendada é esta: vigilância! Qualquer alienação pode nos distrair e não nos deixar perceber o Senhor que vem nos visitar.

2. Meditação (Caminho)
O que o texto diz para nós, hoje?
Lembramo-nos de uma parábola que nos ajuda a entender a questão da "vigilância" e estar "atento".
Meditando
AS SETE MARAVILHAS DO MUNDO
Um grupo de estudantes estudava as sete maravilhas do mundo.
No final da aula, lhes foi pedido que fizessem uma lista do
que consideravam as sete maravilhas.
Embora houvesse algum desacordo, prevaleceram os votos:
1) O Taj Mahal
2) A Muralha da China
3) O Canal do Panamá
4) As Pirâmides do Egito
5) O Grand Canyon
6) O Empire State Building
7) A Basílica de São Pedro
Ao recolher os votos, o professor notou uma estudante muito quieta. A menina ainda não tinha virado sua folha. O professor, então, perguntou a ela se tinha problemas com sua lista.
Meio encabulada, a menina respondeu:
- Sim, um pouco. Eu não consigo fazer a lista, porque são muitas as maravilhas.
O professor disse:
- Bem, diga-nos o que você já tem e talvez nós possamos ajudá-la. A menina hesitou um pouco, então leu:
- Eu penso que as sete maravilhas do mundo sejam:
1 - VER
2 - OUVIR
3 - TOCAR
4 - PROVAR
5 - SENTIR
6 - PENSAR
7 - COMPREENDER
Penso que, muitas vezes não estamos atentos/as, porque, distraídos/as, não vemos, não ouvimos, não tocamos não provamos, não sentimos, não pensamos, nem compreendemos.
Os bispos, na Conferência de Aparecida, lembraram mais: "O encontro com Cristo, graças à ação invisível do Espírito Santo, realiza-se na fé recebida e vivida na Igreja. Faz-se, pois, necessário propor aos fiéis a Palavra de Deus como dom do Pai para o encontro com Jesus Cristo vivo, caminho de "autêntica conversão e de renovada comunhão e solidariedade". Esta proposta será mediação de encontro com o Senhor se for apresentada a Palavra revelada, contida na Escritura, como fonte de evangelização. Os discípulos de Jesus desejam se alimentar com o Pão da Palavra: querem chegar à interpretação adequada dos textos bíblicos, empregá-los como mediação de diálogo com Jesus Cristo e a que sejam alma da própria evangelização e do anúncio de Jesus a todos. (...) Isto exige por parte dos bispos, presbíteros, diáconos e ministros leigos da Palavra uma aproximação à Sagrada Escritura que não seja só intelectual e instrumental, mas com um coração "faminto de ouvir a Palavra do Senhor" (Am 8,11). (DAp 248)
E me interrogo:
Como me sinto neste caminho de conversão?
Tenho garantida a minha paz pela vigilância e pela oração?

3. Oração (Vida)
O que o texto me leva a dizer a Deus?
Rezo, espontaneamente, com salmos . acendendo a 1ª vela do 1º Domingo  do Advento.
Para marcar a passagem desse período, como também para buscar meios de cultivar o silêncio, a oração e a reflexão em família nesses dias que antecedem a comemoração do nascimento do Menino Jesus, pode-se fazer uma Coroa do Advento.
Com ramos de algum tipo de pinheiro ou cipreste, faz-se uma coroa circular onde são presas ou apoiadas quatro velas dispostas de forma simétrica. Pode-se decorar a coroa com fitas, bolas coloridas e sementes. Quatro velas representam cada semana do Advento.
Acende-se a 1ª vela roxa e se canta:
Coroa do Advento
1° Domingo
Uma vela, na coroa, acendemos,
Toda sombra se esvai com sua luz;
Vigilantes, o Senhor esperemos:
Chegou o tempo do Advento de Jesus!
Refrão:
Meus irmãos, penitência e oração!
Arrumemos nossa casa co'alegria!
Logo a ela, o Senhor vai chegar,
Pelo ventre imaculado de Maria!

4. Contemplação (Vida e Missão)
Qual nosso novo olhar a partir da Palavra?
Sentimo-nos discípulos/as de Jesus.
Nosso olhar deste dia será iluminado pela vigilância e atenção
para perceber quando o Senhor vem me visitar

Bênção Bíblica
O Senhor o abençoe e guarde!
O Senhor lhe mostre seu rosto brilhante e tenha piedade de você!
O Senhor lhe mostre seu rosto e lhe conceda a paz!
(Nm 6,24-27).

Palavra se fez carne - 04 de dezembro, 2ª feira, 1ª Semana do Advento


04 de dezembro, 2ª feira, 1ª Semana do Advento


- Hoje é dia 04 de dezembro, 2ª feira da Primeira semana do Advento.

- Estamos nos preparando para receber Jesus em nossa casa no dia de Natal. Se nos colocamos a esperar por algo, significa que não temos ainda aquilo que desejamos ter. Entretanto, a liturgia, em relação a Jesus, nos afirma o contrário: aquele que virá no Natal já começa a se entregar a nós por meio de sua Palavra. Peça ao Senhor que te ajude a preparar o coração para sua chegada.

- Escuta o Evangelho segundo Mateus, capítulo 8, versículos de 5 a 11.

Naquele tempo, quando Jesus entrou em Cafarnaum, um oficial romano aproximou-se dele, suplicando: "Senhor, o meu empregado está de cama, lá em casa, sofrendo terrivelmente com uma paralisia". Jesus respondeu: "Vou curá-lo". O oficial disse: "Senhor, eu não sou digno de que entres em minha casa. Dize uma só palavra e o meu empregado ficará curado. Pois eu também sou subordinado e tenho soldados debaixo de minhas ordens. E digo a um: 'Vai!', e ele vai; e a outro: 'Vem!', e ele vem; e digo ao meu escravo: 'Faze isto!', e ele faz". Quando ouviu isso, Jesus ficou admirado, e disse aos que o seguiam: "Em verdade, vos digo: nunca encontrei em Israel alguém que tivesse tanta fé. Eu vos digo: muitos virão do Oriente e do Ocidente, e se sentarão à mesa no Reino dos Céus, junto com Abraão, Isaac e Jacó".

- O texto do evangelho de Mateus nos apresenta o poder que a palavra possui. Se um oficial romano é capaz de realizar tantas façanhas por meio daquilo que diz, imaginemos o que a palavra de Jesus não é capaz de fazer! Ela é tão forte e ao mesmo tempo tão frágil, pois basta alguém tampar os ouvidos ou mesmo não prestar atenção e ela se torna ineficaz. Não por causa de quem a dá, mas devido a quem a recebe. Deixemos que a Palavra de Jesus possa, de fato, ter força em nossa vida, principalmente nesse caminho de espera pela sua vinda.

- Como você irá se preparar nesse Advento? Permite que a Palavra possa verdadeiramente te alcançar? Está conseguindo acolhê-la como Palavra de Jesus?

- Disse Jesus: “Em verdade, vos digo: nunca encontrei em Israel alguém que tivesse tanta fé”. Neste tempo de Advento, escutar a Palavra é como abrir a janela nos dias de limpeza de nossas casas. Ela é a luz que nos permite enxergar o que está empoeirado, o que precisa voltar ao lugar ou mesmo o que precisa encontrar novo posto em nossa vida. Assim, escutar é reconhecer que a Palavra tem algo de importante para me dizer sobre mim mesmo. O escritor Rubem Alves, em um trecho de seu livro Ostra feliz não faz pérola, afirma que:

“Amamos não a pessoa que fala bonito, mas a pessoa que escuta bonito… A arte de amar e a arte de ouvir estão intimamente ligadas. Não é possível amar uma pessoa que não sabe ouvir. Os falantes que julgam que por sua fala bonita serão amados são uns tolos. Estão condenados à solidão. Quem só fala e não sabe ouvir é um chato…”

- Peça ao Senhor que sua Palavra possa encontrar acolhida em nossas vidas por meio de nossa escuta atenta. Que ela por meio de sua força nos ajude a nos preparar bem para o Natal. Peça pela paz no mundo e também no seu coração.

- Gloria ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo. Assim como era no princípio, agora e sempre. Amém!


Palavra se fez carne - 3 de dezembro, 1º Domingo do Advento


3 de dezembro, 1º Domingo do Advento

- Hoje é dia 3 de dezembro, 1º Domingo do Advento.

- Neste domingo, iniciamos a caminhada de espera pelo dia em que celebraremos o nascimento de Jesus. Enquanto isso, aquele a quem esperamos nos convida a ter uma atitude ativa, para que o sono não pese nossos olhos e acabemos dormindo. Por isso, o evangelho de hoje nos apresenta uma imagem sugestiva, que reúne no desejo duas atitudes importantes: o tempo da espera e o permanecer em vigília, ambas vivido no “estar despertos”.

- Escuta o Evangelho segundo Marcos, capítulo 13, versículos de 33 a 37.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: "Cuidado! Ficai atentos, porque não sabeis quando chegará o momento. É como um homem que, ao partir para o estrangeiro, deixou sua casa sob a responsabilidade de seus empregados, distribuindo a cada um sua tarefa. E mandou o porteiro ficar vigiando. Vigiai, portanto, porque não sabeis quando o dono da casa vem: à tarde, à meia-noite, de madrugada ou ao amanhecer. Para que não suceda que, vindo de repente, ele vos encontre dormindo. O que vos digo, digo a todos: Vigiai!"

- Vigiar para o evangelista Marcos não é simplesmente manter nossa posição em um posto e ficar atentos caso algum inimigo ou problema se aproxime. Se Jesus nos deixa a sua casa sob nossa responsabilidade, então devemos agir como ele. Vigiar, portanto, significa não perder a oportunidade de fazer o bem ao outro, pois Jesus não deixava escapar uma ocasião em que pudesse ajudar quem precisasse dele.

- Qual é o “novo” que você vislumbra no meio deste tempo? Você percebe algum sentido nele? Para onde ele aponta?

- O aviso a praticar atos generosos de amor ganha um novo tom por não sabermos a hora em que eles devem acabar. O texto de Marcos nos convida a não colocarmos limites ao amor, mas que ele seja o motor de nossas decisões e de nossas relações diariamente. Ouçamos novamente as palavras de Jesus: “O que vos digo, digo a todos: Vigiai!”. Adaptando esse versículo para nossa meditação: “O que vos digo, digo a todos: Amai!”. Nos diz ainda o Pe. Adroaldo Palaoro:

“A espera e a vigília da vinda plena do Senhor não nos afastam da realidade presente. Pelo contrário, faz-nos encarnar mais lucidamente nela. Nesse novo tempo litúrgico, a comunidade cristã permanece à escuta dos passos de Deus, em nosso mundo, em nossa vida. Porque o novo, não vem de fora, mas o sentimos e o tocamos por dentro.”

- Termina sua oração dizendo: Senhor, que Tu nos encontres acordados e cuidando bem de tua casa!

- Gloria ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo. Assim como era no princípio, agora e sempre. Amém!


A sua fé cresce em meio as provações | Mt 8,5-11 | Padre Adriano Zandoná (04/12/23)



Canal do Youtube - Padre Adriano Zandoná

Publicado em 3 de dez. de 2023

Evangelho (Mt 8,5-11)

Naquele tempo, quando Jesus entrou em Carfanaum, um oficial romano aproximou-se dele, suplicando: “Senhor, o meu empregado está de cama, lá em casa, sofrendo terrivelmente com uma paralisia”. Jesus respondeu: “Vou curá-lo”. O oficial disse: “Senhor, eu não sou digno de que entres em minha casa. Dize uma só palavra e o meu empregado ficará curado. Pois eu também sou subordinado e tenho soldados sob minhas ordens. E digo a um: ‘Vai!’, e ele vai; e a outro: ‘Vem!’, e ele vem; e digo a meu escravo: ‘Faze isto!’, e ele o faz”. Quando ouviu isso, Jesus ficou admirado, e disse aos que o seguiam: “Em verdade, vos digo: nunca encontrei em Israel alguém que tivesse tanta fé. Eu vos digo: muitos virão do Oriente e do Ocidente, e se sentarão à mesa no Reino dos Céus, junto com Abraão, Isaac e Jacó”.

— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor.

Eu quero o Céu! | Mc 13,33-37 | Padre Adriano Zandoná (03/12/23)



Canal do Youtube - Padre Adriano Zandoná

Publicado em 2 de dez. de 2023

Anúncio do Evangelho (Mc 13,33-37)

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: “Cuidado! Ficai atentos, porque não sabeis quando chegará o momento. É como um homem que, ao partir para o estrangeiro, deixou sua casa sob a responsabilidade de seus empregados, distribuindo a cada um sua tarefa. E mandou o porteiro ficar vigiando.
Vigiai, portanto, porque não sabeis quando o dono da casa vem: à tarde, à meia-noite, de madrugada ou ao amanhecer. Para que não suceda que, vindo de repente, ele vos encontre dormindo. O que vos digo, digo a todos: Vigiai!”.

— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor.

Deus pode curar quem você ama | (Mt 8, 5 11) #1320 - Frei Gilson




Publicado em 4 de dez. de 2023

Vigilância | (Mc 13, 33 37) #1319 - Frei Gilson




Publicado em 3 de dez. de 2023

A graça da fé | Mãe Maria (04/12/2023) - Dom Walmor



Canal do Youtube: TV Horizonte

Publicado em 4 de dez. de 2023

Vivamos com Ele | Mãe Maria (03/12/2023) - Dom Walmor



Canal do Youtube: TV Horizonte

Publicado em 3 de dez. de 2023

Homilia Diária - 04.12.2023 | "Senhor, eu não sou digno de que entres em minha casa..." - Padre Roger Araújo



Canal do Youtube: Padre Roger Araújo

Publicado em 4 de dez. de 2023

Mateus 8,5-11

Naquele tempo, quando Jesus entrou em Carfanaum, um oficial romano aproximou-se dele, suplicando: “Senhor, o meu empregado está de cama, lá em casa, sofrendo terrivelmente com uma paralisia”. Jesus respondeu: “Vou curá-lo”. O oficial disse: “Senhor, eu não sou digno de que entres em minha casa. Dize uma só palavra e o meu empregado ficará curado. Pois eu também sou subordinado e tenho soldados sob minhas ordens. E digo a um: ‘Vai!’, e ele vai; e a outro: ‘Vem!’, e ele vem; e digo a meu escravo: ‘Faze isto!’, e ele o faz”. Quando ouviu isso, Jesus ficou admirado, e disse aos que o seguiam: “Em verdade, vos digo: nunca encontrei em Israel alguém que tivesse tanta fé. Eu vos digo: muitos virão do Oriente e do Ocidente, e se sentarão à mesa no Reino dos Céus, junto com Abraão, Isaac e Jacó”.