terça-feira, 8 de janeiro de 2013

ALGO PARA NUNCA ESQUECER...


:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:

Sua presença é um presente para o mundo.

Você é único e não há ninguém igual a você.

Sua vida pode ser o que quiser que ela seja.

Viva os dias, apenas um de cada vez.

Conte suas bençãos, não seus problemas.

Você os superará venha o que vier.

Dentro de você há muitas respostas.

Compreenda, tenha coragem, seja forte.

Não coloque limites em si mesmo.

Muitos sonhos estão esperando
para serem realizados.

As decisões são muito importantes
para serem deixada ao acaso.

Alcance seu máximo,
seu melhor e seu prêmio.

Nada consome mais energia do
que a preocupação.

Quanto mais tempo se carrega um problema,
mais pesado ele fica.

Não leve as coisas tão a sério.

Viva uma vida de serenidade,
não de arrependimentos.

Lembre-se de que um pouco de
amor dura muito.

Lembre-se muito disso:
'dura para sempre'.

A amizade é um investimento sábio.

Os tesouros da vida são todas as pessoas.

Perceba que nunca é tarde demais.

Faça coisas simples e de forma simples.

Tenha saúde, esperança e felicidade.

Encontre tempo para fazer
pedidos a uma estrela.

E nunca jamais esqueça,
por um momento se quer
O quanto você é especial !!!

E sempre se lembre...
Sorria, você foi feito por Deus!!!

PAZ E LUZ PARA TODOS VOCÊS!!!

-:¦:- E -:¦:-

Um Dia Abençoado para todos!!

:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:

FONTE: http://mensagensdiariaspravc.blogspot.com.br/2008/06/blog-post.html

Dia da semana: Quarta-feira - Dedicado a - São José

TERÇO DE SÃO JOSÉ


SÃO JOSÉ, ROGAI POR NÓS!

TERÇO DA DIVINA PROVIDENCIA - VÍDEO

Terço de Cura e Libertação - VÍDEO

TERÇO DA MISERICÓRDIA - VÍDEOS




JESUS, EU CONFIO EM VÓS!!!

Oração do Angelus - Padre Antonello - VÍDEO

LITURGIA DAS HORAS


LITURGIA DAS HORAS

Terço - Mistérios Gloriosos - Quarta-Feira e Domingo


Terço do Rosário: Mistérios Gloriosos  


São Juliano - 9 de janeiro

São Juliano
NascimentoNo final do séc. III
OrdemLeigo
Local vidaEgito
EspiritualidadeEm certa ocasião alguém mencionou que ele um dia mataria seus pais. O jovem assustado, chegou a fugir de casa, por temer a si mesmo - sua sensibilidade o fazia crer facilmente. Foi então para longe, tornou-se muito rico, casando-se com uma viúva , dona de muitas posses, Os pais partiram em busca do filho e chegaram muito cansados no castelo,. Como o filho não estava, a amável esposa fez questão de hospedá-lo em seu próprio casal. De amanhã a castelã foi à Missa e Juliano entrou de surpresa ao quarto para acordar a esposa. No entanto viu duas pessoas dormindo ali! Pensando que a esposa o traíra, tirou a espada e matou a ambos. Após ver o que tinha feito, com muita tristeza a esposa e ele deixaram o castelo após os funerais e fundaram um hospital em reparação ao que tivera cometido. Acolhiam a indigentes, doentes: Juliano dedicava-se aos homens e a esposa, Balissa, tratava as mulheres. Aquilo chamou a atenção de lideres pagãos e o prefeito Marciano mandou matar a ambos, juntamente com muitos outros cristãos.
Local morteEgito
Morte9 de janeiro de 304
Fonte informaçãoWebcatólica
OraçãoSão Juliano, vós que fostes esmagado pela dor do sucedido e para penitenciardes deixastes todo o farto luxo de seu castelo para cuidar dos mais necessitados junto a vossa santa esposa louvo a Deus por vossa vida, mesmo com um fatalidade tão dramática. Mas soubestes ambos perseverar no bem e não tivestes medo de oferecer-vos em holocausto pelo amor à justiça de Deus. Nada mais é agradável a Deus, do que um coração realmente contrito. Que recebamos a graça de perceber claramente os nossos erros e a graça de um arrependimento tal como tivestes. Por Cristo Nosso Senhor. Amém.
DevoçãoÀ fé cristã e aos indigentes doentes e famintos
PadroeiroDos contristados de coração
Outros Santos do diaEulógio de Córdoba (bispo e Mártir); Pedro, Marcelino (bispo), Baselisa, Marnato; Juliano, Anastácio, Marciolina, Epicleto, Jocundo, Segundo, Pusilana e Favila (mártires); Adriano (abade)
FONTE: ASJ

Santo Adriano - 9 de janeiro

Santo Adriano
635-710
Adriano nasceu no ano 635 no norte da África e foi batizado com o nome de Hadrian. Tinha apenas cinco anos de idade quando sua família imigrou para a cidade italiana de Nápolis, pouco antes da invasão dos árabes. Lá estudou no convento dos beneditinos de Nerida, onde se consagrou sacerdote.

Santo André Corsini - 9 de Janeiro


Santo André CorsiniNasceu no século XIV, dentro de uma família muito conhecida em Florença: a família Corsini. Nasceu no ano de 1302. Seus pais, Nicolau e Peregrina não podiam ter filhos, mas não desistiam, estavam sempre rezando nesta intenção até que veio esta graça e tiveram um filho. O nome: André.

Os pais fizeram de tudo para bem formá-lo. Com apenas 15 anos, ele dava tanto trabalho e decepções para seus pais que sua mãe chegou a desabafar: “Filho, você é, de fato, aquele lobo que eu sonhava”. Ele ficou assustado, não imaginava o quanto os caminhos errados e a vida de pecado que ele estava levando, ainda tão cedo, decepcionava tanto e feria a sua mãe. Mas a mãe completou o sonho: “Este lobo entrava numa igreja e se transformava em cordeiro”. André guardou aquilo no coração e, sem a mãe saber, no outro dia, ele entrou numa igreja. Aos pés de uma imagem de Nossa Senhora ele orava, orava e a graça aconteceu. Ele retomou seus valores, começou uma caminhada de conversão e falou para o provencial carmelita que queria entrar para a vida religiosa. Não se sabe, ao certo, se foi imediatamente ou fez um caminho vocacional, o fato é que entrou para a vida religiosa na obediência às regras, na vida de oração e penitência. Ele foi crescendo nessa liberdade, que é dom de Deus para o ser humano.

HOMÍLIA, COMENTÁRIO E REFLEXÃO DO EVANGELHO DO DIA 09/01/2013

9 de Janeiro de 2013

Ano C

 

Marcos 6,45-52

Comentário do Evangelho

A presença de Jesus tudo acalma

O evangelho de hoje está estruturalmente ligado ao de ontem: a razão do medo dos discípulos é que "não tinham compreendido nada a respeito dos pães". No universo simbólico, o mar evoca o mal e a morte. É a partir do lugar da sua oração que Jesus vê a dificuldade dos discípulos em fazer a travessia. O Senhor não é indiferente ao sofrimento dos discípulos, como não é indiferente ao nosso sofrimento: no tempo oportuno "foi até eles, andando sobre as águas" (v. 48). Entre outros, a expressão "andar sobre as águas" evoca o Sl 89(88),10; é ocasião, para o autor do evangelho, de afirmar a divindade de Jesus e sua vitória sobre o mal e a morte. O medo distorce o olhar e impede o reconhecimento do Ressuscitado. Sua presença tudo acalma. A "esclerocardia" (dureza de coração) impede de tirar para a vida as consequências da entrega de Jesus Cristo.
Carlos Alberto Contieri, sj

http://www.paulinas.org.br/diafeliz/evangelho.aspx

Vivendo a Palavra

Jesus se relacionava com os seus discípulos de forma tão natural e humana que os seus ‘sinais’ eram recebidos com susto e temor. Era preciso que dissesse: «Coragem! Sou eu, não tenham medo!» Como nós percebemos a presença do Cristo Salvador na nossa vida? A sua divindade às vezes nos assusta?
http://www.arquidiocesebh.org.br/mdo/pg05.php

Reflexão

Jesus, ao caminhar sobre as águas, revela aos seus discípulos que é Deus, isso porque, segundo as Escrituras, somente Deus pode caminhar sobre o mar. Podemos ver isso no livro de Jó: "Sozinho ele estende os céus e caminha sobre as alturas dos mares" (Jó 9, 8) e no livro dos Salmos: "No mar abriste o teu caminho, tua passagem nas águas profundas, e ninguém conseguiu conhecer os teus rastros" (Sl 76, 20). A revelação da divindade de Jesus continua na mesma passagem quando ele fala aos discípulos: "Coragem, sou eu! Não tenhais medo!", atribuindo para si o mesmo nome que Deus atribuiu a si na passagem da sarça ardente, quando revela o seu nome a Moisés.
http://www.cnbb.org.br/liturgia/app/user/user/UserView.php?ano=2013&mes=1&dia=9

COMENTÁRIOS DO EVANGELHO

FAÇA UMA DOAÇÃO AO NPDBRASIL...

1. Entendendo a Partilha
(O comentário do Evangelho abaixo é feito pelo Diácono José da Cruz - Diácono da Paróquia Nossa Senhora Consolata – Votorantim – SP)

No versículo final desse evangelho, há uma afirmação de que “Os discípulos não tinham compreendido nada a respeito dos pães, e que o coração deles estava endurecido.

A travessia para Betsaida foi logo após a multiplicação dos pães. Tem-se a impressão de que os discípulos não estavam muito a fim de fazer a travessia e Jesus os obrigou a entrarem na barca. Não compreender o milagre da multiplicação dos pães, é não compreender que a base da comunidade é a partilha do “pouco”. “Dai-lhes vós mesmos de comer...”Jesus havia dito a eles. Não significa que o discípulo deve fazer tudo sozinho, do seu jeito, mas fazer com Jesus, pois ele, antes de mandar distribuir os pães, os abençoou e só depois mandou distribuí-los. Quando não se compreende esse princípio fundante da vida em comunidade, sempre vai predominar o medo, a insegurança e a incerteza, sobre aquilo que está se fazendo, e qual vai ser o resultado.

O resultado disso, quando vemos os trabalhos pastorais apenas como um empreendimento humano, é exatamente o quadro que aparece nesse evangelho, sente-se o efeito dos ventos contrários, “Partilha do Pouco” e a comunhão com nosso Deus manifestado em Jesus, o mundo, ao contrário, o muito para satisfazer as ambições de poucos, concentração de riquezas nas mãos de poucos...Que nenhum cristão se iluda, os princípios e valores do evangelho nunca vão coincidir com o que o mundo nos ensina.

Então,  a presença de Jesus é sempre fantasmagórica em uma comunidade que pensa assim, Jesus é uma vaga lembrança, uma evocação do passado, mas que nada pode fazer nos desafios do presente...”Coragem, não tenham medo, sou eu!”

A Fé que crê na vida de partilha, não terá essa dificuldade, pois sabe que o Senhor caminha com os seus, e o nosso “pouco” oferecido aos irmãos e irmãs, vai se tornando no “muito”. Interessante que Jesus faz questão de entrar com eles na barca, não fica de fora para realizar algum milagre, mas entra na barca, e quando assim o faz, os ventos contrários cessam de soprar sobre a tênue barquinha.

Outros ventos soprarão impetuosos, assim será até o final dos tempos, mas o Senhor caminha com a sua Igreja, não fora, lá de cima, monitorando a situação e vendo o “apuro” dos cristãos, mas dentro da igreja, ele não transforma a vida de comunidade em um “mar de rosas”, mas garante que estará sempre caminhando lado a lado com todos os que crêm Nele.

2. A presença de Jesus tudo acalma
(O comentário do Evangelho abaixo é feito por Carlos Alberto Contieri, sj - e disponibilizado no Portal Paulinas)
VIDE ACIMA
Oração
Pai, afasta de mim o medo e a insegurança que me impedem de testemunhar o Reino, onde se faz necessário e onde são maiores os desafios. E dá-me forças para continuar.

3. CORAGEM, NÃO TENHAM MEDO!
(O comentário do Evangelho abaixo é feito pelo Pe. Jaldemir Vitório – Jesuíta, Doutor em Exegese Bíblica, Professor da FAJE – e disponibilizado no Portal Dom Total a cada mês).

A missão entre os pagãos gerou insegurança no coração dos discípulos. Jesus os enviou a Betsaida, fora dos limites de Israel, às margens do lago de Genesaré. Eles se viram às voltas com a missão de dar um impulso universalista ao anúncio do Reino, superando a dependência da religião judaica.

Esta missão exigiu dos discípulos abandonar a mentalidade na qual foram educados, e esforçar-se para proclamar o Reino numa linguagem compreensível às pessoas de origem e cultura diferentes. O desafio de sair da própria pátria e dirigir-se a terras estranhas constituiu para eles um dos muitos desafios que deveriam superar no desempenho da missão.

A fragilidade da barca em meio às águas revoltas é imagem da insegurança dos discípulos. Era como se estivessem imobilizados, incapazes de atingir a meta prefixada. Aliás, tinham sido obrigados a entrar na barca e partir. Poderiam até tê-lo feito de má vontade.

Teriam preferido uma missão na própria terra, onde tudo lhes parecia mais fácil Mas, Jesus foi ao encontro deles, caminhando sobre o mar, "com a intenção de passar-lhes à frente". Era preciso motivá-los a não ter medo e não deixá-los cair na tentação de voltar atrás.
A presença do Mestre, inicialmente confundido com um fantasma, ainda não fora suficiente para levá-los a acreditar. É que lhes restava ainda um longo caminho, se, deveras, quisessem fazer-se servidores do Reino.
Oração
Pai, afasta de mim o medo e a insegurança que me impedem de testemunhar o Reino, onde se faz necessário e onde são maiores os desafios. E dá-me forças para continuar.

http://www.npdbrasil.com.br/religiao/evangelho_do_dia_semana.htm#d4

Vença seus medos e seja feliz


Postado por: homilia

janeiro 9th, 2013


Completando a narrativa da partilha dos pães, Marcos nos apresenta a narrativa da travessia do mar no estilo de uma teofania. É uma narrativa com cenas supranaturais e conteúdo simbólico.
Após a partilha, Jesus manda os discípulos de barco para Betsaida, despede a multidão e sobe a montanha para orar. Os discípulos no barco, no meio do mar, encontravam dificuldades devido ao vento contrário. O “mar” é o caos ameaçador, que gera pobreza, exclusão e fome, ameaçando a vida, e que deve ser enfrentado pelos discípulos em sua ação missionária.
Jesus, andando sobre o mar, afirma-se como Aquele que – pela partilha dos pães – mostra o caminho da superação deste caos. Porém, os discípulos não entendem. É uma característica de Marcos registrar a dificuldade dos discípulos em entender a missão de Jesus.
Portanto, o apóstolo nos quer dirigir uma palavra de conforto e confiança em Deus. Aliás, dentro de nós existe uma força fantástica, capaz de nos dirigir para uma saúde perfeita, um bom trabalho e relacionamentos compensadores , ou seja, temos tudo o que precisamos para atingir a prosperidade e o amor, pois, Deus nos deu a inteligência e a vontade.
Não duvido que seja por isso que Santo Agostinho diz: “Não podemos procurar Deus fora de nós, é no interior que está a verdade”.
O ser humano contribui muito para a sua atual condição de vida. O importante é não ter medo de nada e de ninguém. Jesus continua gritando para nós: “Coragem, sou eu! Não tenham medo!” Experimente coisas novas. Se você pensar no medo, nada de grandioso poderá ocorrer.
Tenha confiança de que o Senhor irá protegê-lo, possibilitando que algo maravilhoso aconteça. Permita que as novas experiências ocorram e esteja aberto para as mudanças. Claro que os obstáculos surgirão, mas não os veja como impedimentos, mas sim como diferentes possibilidades para superar novos desafios.
Pense sempre que Deus está a orientar sua vida para o caminho do bem.
De modo geral, culpamos a sociedade pelas consequências positivas ou negativas que ocorrem na vida depois que amadurecemos. Mas é preciso reconhecer as influências benéficas de todos os acontecimentos, por piores que possam parecer no instante em que ocorreram. Caso contrário, o novo não acontece. Apenas o medo.
A frustração, o desamparo, a raiva ou o choro indicam que a pessoa ainda não cresceu. Você acha que é possível realizar algo grandioso desta forma? Não. Isto só mostra um comportamento imaturo. Por isso, coragem! Não se limite. Goste de você mesmo e não espere que alguém vá cuidar das suas carências e problemas a não ser Deus. Exponha-se diante d’Ele, não tema os julgamentos que outros possam fazer de você. Seu Anjo da Guarda o ajudará sempre!
Se você usar todo seu potencial, conseguirá usufruir as graças que vem do Alto. Expresse seus talentos e seja o primeiro a acreditar que sua vida dará certo.
Vença seus medos e seja feliz!
Padre Bantu Mendonça
http://blog.cancaonova.com/homilia/2013/01/09/
Leitura Orante 

Mc 6,45-52 - "Sou eu!" Não um fantasma!



Saudação
- A todos nós, a paz de Deus, nosso Pai, 
a graça e a alegria de Nosso Senhor Jesus Cristo,
 
no amor e na comunhão do Espírito Santo.
 
- Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo!
Preparo-me para a Leitura, rezando:
Jesus Mestre, 
Sois o Mestre e a Verdade:
 
iluminai-nos, para que melhor compreendamos
 
as Sagradas Escrituras.
 
Sois o Guia e o Caminho:
 
fazei-nos dóceis ao vosso seguimento.
 
Sois a Vida:
 
transformai nosso coração em terra boa,
onde a Palavra de Deus produza frutos
 
abundantes de santidade e missão.
 (Bv. Alberione)

1. Leitura (Verdade) 
O que diz o texto do dia?
Leio atentamente o texto na Bíblia: 
Mc 6,45-52.
Logo depois, Jesus ordenou aos discípulos que subissem no barco e fossem na frente para o povoado de Betsaida, no lado leste do lago, enquanto ele mandava o povo embora. Depois de se despedir dos discípulos, Jesus subiu um monte a fim de orar ali. Quando chegou a noite, o barco estava no meio do lago, e Jesus estava em terra, sozinho. Ele viu que os discípulos estavam remando com dificuldade porque o vento soprava contra eles. Já de madrugada, entre as três e as seis horas, Jesus foi até lá, andando em cima da água, e ia passar adiante deles. 
Quando viram Jesus andando em cima da água, os discípulos pensaram que ele era um fantasma e começaram a gritar. Todos ficaram apavorados com o que viram. Mas logo Jesus falou com eles, dizendo: 
- Coragem, sou eu! Não tenham medo! 
Aí subiu no barco com eles, e o vento se acalmou. Os discípulos estavam completamente apavorados. É que a mente deles estava fechada, e eles não tinham entendido o milagre dos pães.
Tantos aspectos poderiam ser considerados neste texto. Vamos nos deter na afirmação de Jesus: "Sou eu!" Quem ainda não teve fé suficiente, vê Jesus como um fantasma. Os discípulos não haviam entendido o milagre dos pães. O Evangelho diz que a "mente deles estava fechada". Como aos discípulos diariamente Jesus Cristo faz acontecer uma infinidade de milagres ao nosso redor, mas a mente "fechada" não deixa reconhecer a ação de Deus. O que nos faz a mente fechada? Um turbillhão de apelos e vozes no dia-a-dia, o consumismo, a perda dos valores, e, sobretudo a perda da fé, da esperança e do amor aos demais.

2. Meditação (Caminho) 
O que o texto diz para mim, hoje? 
Qual palavra mais me toca o coração? 
Entro em diálogo com o texto. 
Reflito e atualizo. 
O que o texto me diz no momento? 
Os bispos, em Aparecida, disseram: "
Jesus saiu ao encontro de pessoas em situações muito diferentes: homens e mulheres, pobres e ricos, judeus e estrangeiros, justos e pecadores... convidando-os a segui-los. Hoje, segue convidando a encontrar n'Ele o amor do Pai. Por isto mesmo, o discípulo missionário há de ser um homem ou uma mulher que torna visível o amor misericordioso do Pai, especialmente aos pobres e pecadores." (DAp 147).

3.Oração (Vida)
O que o texto me leva a dizer a Deus?
 
Rezo com todos na web:
Jesus Mestre, 
faze-nos crescer no teu amor,
para que sejamos, como o apóstolo Paulo
 
testemunhas vivas do teu Evangelho.
 
Com Maria,
 
Mãe Mestra e Rainha dos Apóstolos,
 
guardaremos tua Palavra,
 
meditando-a no coração.
 
Jesus Mestre, Caminho, Verdade e Vida, tem piedade de nós.

4.Contemplação (Vida e Missão) 
Qual meu novo olhar a partir da Palavra?
 
Vou olhar o mundo e a vida com os olhos de fé, para encontrar Jesus que vem a meu encontro.

Bênção 
- Deus nos abençoe e nos guarde. Amém. 
- Ele nos mostre a sua face e se compadeça de nós. Amém.
 
-Volte para nós o seu olhar e nos dê a sua paz. Amém.
 
- Abençoe-nos Deus misericordioso, P
ai e Filho e Espírito Santo. Amém.

Ir. Patrícia Slva, fsp
http://leituraorantedapalavra.blogspot.com.br/

http://www.paulinas.org.br/diafeliz/evangelho.aspx
COPIE O LINK ABAIXO E
OUÇA O COMENTÁRIO DO
EVANGELHO DO DIPELAS PAULINAS
http://www.paulinas.org.br/media/biblia/musicas.asp?musica=20130109
Oração Final
Pai Santo, faze-nos capazes de enxergar a tua Presença amorosa disfarçada na rotina da vida, no cotidiano das relações com os irmãos e com a natureza. Que saibamos discernir na normalidade da existência o Mistério de Amor com que nos criaste. Pelo Cristo Jesus, teu Filho, nosso Irmão, na unidade do Espírito Santo.
http://www.arquidiocesebh.org.br/mdo/pg06.php

LITURGIA DIÁRIA - 09/01/2013




Tema do Dia

«Coragem! Sou eu, não tenham medo!»

Há quem indique a Primeira Carta de João como porta de entrada para os que desejam iniciar a leitura da Bíblia. E, de fato, ela está cheia, e dela extravasam lições de Amor – o verdadeiro Amor recebido do Pai Misericordioso e que devemos aos irmãos.
http://www.arquidiocesebh.org.br/mdo/

Oração para antes de ler a Bíblia

orkut e hi5, Religiosos, palavras do Senhor Jesus, imagens de biblia, recados de Jesus, gifs de religião para orkut

Meu Senhor e meu Pai! Envia teu Santo Espírito para que eu compreenda 

e acolha tua Santa Palavra! Que eu te conheça e te faça conhecer, te ame

 e te faça amar, te sirva e te faça servir, te louve e te faça louvar por

 todas as criaturas. Fazei, ó Pai, que pela leitura da Palavra os pecadores

se convertam, os justos perseverem na graça e todos consigamos 

a vida eterna. Amém.


Branco. QUARTA-FEIRA DEPOIS DA EPIFANIA Natal


Primeira leitura (1João 4,11-18)
Quarta-Feira, 9 de Janeiro de 2013 
Quarta-feira depois da Epifania

Leitura da Primeira Carta de São João.

11Caríssimos: se Deus nos amou assim, nós também devemos amar-nos uns aos outros. 12Ninguém jamais viu a Deus. Se nos amamos uns aos outros, Deus permanece conosco e seu amor é plenamente realizado em nós.
13A prova de que permanecemos com ele, e ele conosco, é que ele nos deu o seu Espírito. 14E nós vimos e damos testemunho, que o Pai enviou seu Filho como Salvador do mundo. 15Todo aquele que proclama que Jesus é o Filho de Deus, Deus permanece com ele, e ele com Deus.
16E nós conhecemos o amor que Deus tem para conosco, e acreditamos nele. Deus é amor: quem permanece no amor, permanece com Deus, e Deus permanece com ele.17Nisto se realiza plenamente o seu amor para conosco: em nós termos plena confiança no dia do julgamento, porque, tal como Jesus, nós somos neste mundo.
18No amor não há temor. Ao contrário, o perfeito amor lança fora o temor, pois o temor implica castigo, e aquele que teme não chegou à perfeição do amor.

- Palavra do Senhor.
- Graças a Deus.


Salmo (Salmos 71)
Quarta-Feira, 9 de Janeiro de 2013 
Quarta-feira depois da Epifania

— As nações de toda a terra, hão de adorar-vos, ó Senhor!
— As nações de toda a terra, hão de adorar-vos, ó Senhor!

— Dai ao Rei vossos poderes, Senhor Deus, vossa justiça ao descendente da realeza! Com justiça ele governe o vosso povo, com equidade ele julgue os vossos pobres.
— Os reis de Társis e das ilhas hão de vir e oferecer-lhe seus presentes e seus dons; e também os reis de Seba e de Sabá hão de trazer-lhe oferendas e tributos. Os reis de toda a terra hão de adorá-lo e de todas as nações hão de servi-lo.
— Libertará o indigente que suplica e o pobre ao qual ninguém quer ajudar. Terá pena do indigente e do infeliz, e a vida dos humildes salvará.


Evangelho (Marcos 6,45-52)
Quarta-Feira, 9 de Janeiro de 2013 
Quarta-feira depois da Epifania



Vendo-os com dificuldade foi até eles 

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Marcos.
— Glória a vós, Senhor.

Depois de saciar os cinco mil homens, 45Jesus obrigou os discípulos a entrarem na barca e irem na frente para Betsaida, na outra margem, enquanto ele despedia a multidão.46Logo depois de se despedir deles, subiu ao monte para rezar.
47Ao anoitecer, a barca estava no meio do mar e Jesus sozinho em terra. 48Ele viu os discípulos cansados de remar, porque o vento era contrário. Então, pelas três da madrugada, Jesus foi até eles andando sobre as águas, e queria passar na frente deles.
49Quando os discípulos o viram andando sobre o mar, pensaram que era um fantasma e começaram a gritar. 50Com efeito, todos o tinham visto e ficaram assustados. Mas Jesus logo falou: “Coragem, sou eu! Não tenhais medo!” 51Então subiu com eles na barca, e o vento cessou. Mas os discípulos ficaram ainda mais espantados, 52porque não tinham compreendido nada a respeito dos pães. O coração deles estava endurecido.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.


Oração para depois de ler a Bíblia

orkut e hi5, Religiosos, mensagem religiosa, imagem da biblia, recados de religião, scraps religioso para orkut

Dou-Te graças, meu Deus, pelos bons propósitos, afetos e inspirações
que me comunicastes nesta meditação; peço-Te ajuda para colocá-los  em prática. Minha Mãe Imaculada, meu protetor São José e Anjo da minha guarda, intercedeis todos por mim. Amém.

TE DESEJO... UM LINDO DIA

QUE ESTA QUARTA SEJA PURA TERNURA.

Dia da semana: Terça-feira - Dedicado aos: Santos - Anjos



São Gabriel com Maria,
São Rafael com Tobias,
São Miguel com todas as
hierarquias, abri para nós esta via.