quarta-feira, 25 de setembro de 2013

BOA NOITE!!! - Trouxe flores para alegrar a sua noite!

ANJO...


:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:

Imagine…
que um Anjo de Deus
está ao seu lado
neste momento…

Silêncie…

Mantenha-te tranqüilo(a) e pense
em todos os problemas que gostaria de solucionar.
Tudo que te angustia, que te faz chorar,
te oprime, te preocupa, te deixa triste.

Deixe de ter medo do futuro, de equivocar-se,
de escolher um caminho errado…
Pense agora em tudo isso…
Abra o seu coração e imagine-se entregando tudo isso a Deus.
Coloque suas mãos em posição de entrega.

Imagine-se entregando-o agora, como quem entrega
um saco bem pesado a outra pessoa para o levar.
bem devagarzinho entregue...
Deixe-o levar...

Agora, imagine tudo de bom,
que você quer que aconteça,
ou que já tenha acontecido;
momentos de felicidade, de amizade,
de carinho, de paz, de amor...

Coloque tudo em suas mãos,
mentalize...
faça o gesto de guardar no seu coração,
abraçando calorosamente
toda essa energia boa,
todos esses ganhos,
todas essas conquistas...

Como se guarda uma jóia numa caixinha...
Coloque aquele tesouro guardado lá dentro,
diga um obrigado, com muita fé, de coração.

Agradeça por tudo isso
de bom que ficou,
e pelo ruim que saiu...

Conte até três e respire bem fundo...
mais fundo ainda...
RELAXE...

Agora, imagine, veja que o Anjo voou
e levou tuas orações para Deus...

Como maior agradecimento,
envie esta benção a quem você ache que
esta precisando, não custa nada.
Inclusive para àquelas pessoas que você acha
que estão maravilhosamente bem.

PAZ E LUZ PARA TODOS VOCÊS!!!

-:¦:- E -:¦:-

Um Dia Abençoado para todos!!

:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:

Você sabia que:


O símbolo pascal do fogo é sinal da Luz de Cristo, que além de iluminar no meio das trevas, arde e queima como sinal de purificação.

Podcast - Ouça a história do santo do dia

Podcast

Podcast - Ouça a Homilia do Evangelho do dia

Podcast

Homilia do dia

Lucas 9,1-6

Homilia
Data
09/25/13
09/24/13
09/23/13

Podcast - Ouça o Evangelho do Dia

Podcast

Evangelho do dia

Lucas 9,1-6

Evangelho
Data
09/25/13
09/24/13
09/23/13

Últimas Notícias »

Últimas Notícias »

Os migrantes não são um problema, são irmãos que devem ser acolhidos e amados, diz o Papa


VATICANO, 24 Set. 13 / 02:48 pm (ACI/EWTN Noticias).- Os migrantes e os refugiados não são "um problema para lidar, mas um irmão e uma irmã a serem acolhidos, respeitados e amados; trata-se de uma oportunidade que a Providência nos oferece para contribuir na construção de uma sociedade mais justa", assinala o Papa em sua mensagem pela Jornada Mundial do Migrante e do Refugiado que foi apresentada hoje e que se celebrará no dia 19 de janeiro de 2014.

Igreja excomunga sacerdote que promovia a ordenação de mulheres e o "matrimônio" homossexual


MELBOURNE, 24 Set. 13 / 11:03 pm (ACI/EWTN Noticias).- O Papa Francisco expulsou do estado clerical e excomungou Greg Reynolds, porque nunca deixou de celebrar publicamente a Eucaristia difundindo doutrinas contrárias aos ensinamentos da Igreja, como o sacerdócio feminino e o mal chamado "matrimônio" homossexual, apesar de ter sido suspenso no seu ministério pela Arquidiocese de Melbourne (Austrália).

O Papa confirma os cardeais Rylko e Turkson nos seus cargos

Cardeais Turkson e Rylko (fotos Grupo ACI)

VATICANO, 24 Set. 13 / 11:56 pm (ACI/EWTN Noticias).- O escritório de imprensa da Santa Sé anunciou hoje que o papa Francisco realizou duas novas confirmações na Cúria Romana.

Nunca acobertei casos de pedofilia, diz Bento XVI em uma longa carta escrita a um ateu militante

foto Grupo ACI

ROMA, 24 Set. 13 / 11:59 pm (ACI/EWTN Noticias).- O matemático italiano e ateu militante, Piergiorgio Odifreddi, recebeu no último dia 3 de setembro uma carta muito especial. Um envelope selado, com 11 páginas com data de 30 de agosto e assinada por Bento XVI.

Cristãos rezam e protestam depois das bombas suicidas na Igreja do Paquistão

Igreja de Todos os Santos em Peshawar.
Foto: Twitter/@ShirazHassan

ROMA, 25 Set. 13 / 09:14 am (ACI/EWTN Noticias).- Os cristãos no Paquistão viveram o luto depois do atentado de extremistas muçulmanos contra a igreja anglicana de Todos os Santos, em 22 de setembro, com oração nas Igrejas, protesto nas ruas, e com escolas e comércio fechados.

Terroristas muçulmanos no Quênia perguntavam para os reféns se eram cristãos e os matavam, relata sobrevivente

Foto: Grupo ACI

NAIROBI, 25 Set. 13 / 11:15 am (ACI/EWTN Noticias).- Uma dos reféns sobreviventes ao cerco, por terroristas islâmicos, a um dos principais Shoppings em Nairóbi (Quênia), assinalou que os terroristas perguntavam aos reféns "se eram cristãos ou muçulmanos e os matavam".

Não tenho que interpretar o Papa sobre o aborto, diz sacerdote jesuíta que o entrevistou

Papa Francisco e Padre Antonio Spadaro. Foto: Razão e Fé

ROMA, 25 Set. 13 / 10:15 am (ACI/EWTN Noticias).- O Diretor do jornal italiano Civiltà Cattolica, Padre Antonio Spadaro, que publicou na quinta-feira, 19 de setembro, uma longa entrevista com o Papa Francisco e cujo conteúdo gerou grande atenção e várias interpretações a nível mundial, dialogou com o Grupo ACI e assinalou que o Pontífice "é absolutamente claro" e que "não tenho que interpretar o Papa, as palavras estão aí".

TERÇOS – VÍDEOS

TERÇO DA DIVINA PROVIDÊNCIA
 

TERÇO DE CURA E LIBERTAÇÃO
 

TERÇO DA FÉ
 

TERÇO DO ESPÍRITO SANTO
 

TERÇO DA LIBERTAÇÃO CANTADO - JOÃO GREGÓRIO

TERÇO DA MISERICÓRDIA - VÍDEOS






"Quando rezarem este Terço junto aos agonizantes, Eu me colocarei entre o Pai e a alma agonizante, não como justo Juiz, mas como Salvador misericordioso".

JESUS, EU CONFIO EM VÓS!!!

Oração do Angelus - Padre Antonello - VÍDEO


LITURGIA DAS HORAS

Clique no ícone abaixo
para acesso à Hora Canônica

Mensagens diárias prá vc

Terço - Mistérios Gloriosos - Quarta-Feira e Domingo


Terço do Rosário: Mistérios Gloriosos





Nossa Senhora do Rosário de São Nicolau - 25 de setembro


Ao norte da Argentina, defronte ao rio Paraná está a cidade de São Nicolau de los Arroyos, distante duzentos e quarenta quilômetros da capital Buenos Aires. Nas duas últimas décadas, São Nicolau se converteu na capital da fé cristã, graças a migração maciça de fieis que acorrem ao Santuário da Virgem Maria do Rosário, especialmente nos dias 25 de cada mês, para a festa das aparições da Mãe Santíssima.

São Carlos Sezze, Franciscano - 25 de setembro

São Carlos Sezze, Franciscano



Nasceu em 1620 no povo italiano de Sezze. Um dia um bando de aves espantou os bois que Carlos dirigia quando estava arando, e estes arremeteram contra ele com grave perigo de matá-lo. Quando sentiu que ia perecer no acidente, prometeu a Deus que se fosse salvo se tornaria religioso. E milagrosamente ficou ileso. Pediu então a uns religiosos franciscanos que o ajudassem a entrar em sua comunidade e eles o convidaram a que fosse a Roma para que fale com o superior da congregação. Assim o fez junto com três companheiros mais e após ser provados com na humildade tratando-os com muita dureza, o superior permitiu admiti-los.

São Cléofas ou Alfeu - 25 de Setembro

São Cléofas ou Alfeu
(séc. I)
Seu nome, Cléofas, no hebraico antigo, pode ser também Alfeu. A partir daí, temos as informações dos historiadores que pesquisaram as origens dos santos. Segundo eles, a vida de são Cléofas esteve sempre muito ligada à de Jesus Cristo. Primeiro, porque se interpreta que Cléofas seja o pai de Tiago, o Menor; de José; de Simão e de Judas Tadeu, que são primos do Senhor. Maria, mãe de todos eles, no evangelho do apóstolo João, é chamada de esposa de Cléofas e irmã da Mãe Santíssima. E que também fosse irmão de são José, pai adotivo de Jesus. Sendo assim, confirma-se o parentesco. Cléofas, na verdade, era tio de Jesus Cristo.

São Firmino ou Firmin - 25 de Setembro

São Firmino ou Firmin
(+ 290)
Firmino ou Firmin, como foi batizado, nasceu na Espanha, na cidade de Pamplona, na última metade do século III. Era filho de uma família rica, influente e bem firmada nos princípios do cristianismo. Mas foi na França que seu trabalho de evangelização destacou-se, de tal forma que foi considerado uma das figuras mais importantes da Igreja daquele tempo.

Santo Alberto - 25 de Setembro

Santo Alberto de Jerusalém
(1150-1214)
Alberto nasceu no ano 1150 em Parma, na Itália, no seio da rica e nobre família Avogrado, dos condes Sabbioneta. Ainda muito jovem, resolveu deixar a vida mundana da Corte, ingressando no Convento dos Cônegos de Santo Agostinho de Mortara, em Pavia. Em pouco tempo, foi eleito prior pelos companheiros e, em 1184, foi nomeado bispo de Bobbio, cargo que recusou porque não se achava preparado e à altura da função.

Santa Aurélia e Santa Neomísia - 25 de Setembro

Santa Aurélia e
Santa Neomísia
(séc. XIV)
Aurélia nasceu na Ásia Menor, no Oriente e era muito unida à sua irmã Neomisia. Elas costumavam procurar pobres e doentes pelas ruas para fazer-lhes caridade. E assim fizeram durante toda a adolescência, mantendo-se muito piedosas e fervorosas cristãs. Aurélia sempre dizia à irmã que, ao atingirem a idade suficiente, iriam visitar todos os lugares sagrados da Palestina, em uma longa peregrinação.

São Sérgio - 25 de Setembro





São Sérgio considerado o grande educador nacional do povo russo

“Contemplando a Santíssima Trindade, vencer a odiosa divisão deste mundo”.
Esta frase reflete a alma contemplativa do santo de hoje, São Sérgio, considerado o “São Bento” da Rússia cristã. Na antiga Rússia o Cristianismo penetrou por volta do século IX, sendo Vlademiro, o primeiro príncipe a se converter ao Cristianismo, isto em 1010.

BOA TARDE - "O minuto anterior já não é mais real e o de daqui a pouco ainda não existe. Se existe algo de valor incomparável é o tempo presente." Rodrigues de Andrad

HOMÍLIA DIÁRIA, COMENTÁRIO E REFLEXÃO DO EVANGELHO DO DIA 25/09/2013

25 de Setembro de 2013

Ano C


Lc 9,1-6

Comentário do Evangelho

Participação no poder de Jesus Cristo.

Entre o chamado dos Doze sobre a montanha (6,12-16) e o envio deles em missão foi percorrido um itinerário no qual eles puderam ouvir os ensinamentos de Jesus e contemplar os seus “atos de poder”, que davam vida às pessoas, libertando-as do mal. O poder e a autoridade deles são o poder e a autoridade que eles recebem do Senhor. É participação no poder de Jesus Cristo. Trata-se, aqui, do poder do Espírito Santo, que é uma “força do alto” para o testemunho (cf. At 1,8). É o testemunho que torna presente não somente as palavras de Jesus, como também seus gestos. Palavra e ação suscitavam as pessoas à fé na vida. Essa coerência interna de Jesus fazia dele, aos olhos de muitos de seus contemporâneos, uma pessoa digna de fé.
As recomendações para a missão implicam despojamento, pois a segurança dos Doze está no Senhor que os envia. A preocupação com a segurança pessoal não pode distraí-los, pois são portadores de um anúncio que tem incidência na vida das pessoas, inclusive no próprio corpo. É preciso que os Doze tenham presente a possibilidade de que a mensagem cristã não seja aceita por todos, a exemplo do próprio Mestre, rejeitado em sua pátria (Lc 4,24.29-30). A missão dos discípulos é itinerante, pois todas as pessoas são destinatárias do anúncio cristão.

Vivendo a Palavra

O grau de entrega do missionário nas mãos do Senhor se espelha na simplicidade de sua bagagem. Nem pão, nem dinheiro, nem duas túnicas... Quase como os pássaros do céu ou os lírios dos campos. Livre e de peito aberto, anunciando aos irmãos a Boa Notícia de que o Reino de Deus está dentro de nós!

Reflexão

O Evangelho de hoje é uma espécie de "Manual do Evangelizador". Ele nos mostra que o evangelizador não age em nome próprio, pois ele não evengeliza por que quer, mas porque é enviado por Deus. Os poderes que tem para evangelizar não são próprios, são recebidos para serem usados em uma finalidade própria. Os bens materiais não podem ser um empecilho para o trabalho, nem podem ofuscar a força do anúncio e do testemunho. A inserção e a participação na vida das pessoas e das famílias é fundamental. Mas o mais importante são os dois objetivos que caracterizam o profetismo: a luta contra toda espécie de mal, que se manifesta na ordem da cura, e a proclamação da presença do Reino de Deus na vida de todas as pessoas.

Meditação

Os discípulos cumpriram a missão que receberam de Jesus. Que missão Deus me deu? - Procuro levar a mensagem do Evangelho em primeiro lugar em meu lar? Como? - Posso dizer que com meu exemplo sou luz para alguém? - Sou uma pessoa sempre disponível? - Valorizo e sou valorizado(a) por meu próximo?
Padre Geraldo Rodrigues, C.Ss.R

REFLEXÕES DE HOJE

25 de SETEMBRO – QUARTA


1 - ANUNCIAR A BOA-NOVA DO REINO, É MISSÃO DE TODOS NÓS! - Olívia Coutinho

2 - O segredo para evangelizar -Helena Serpa

3 - A pobreza dos apóstolos- José Salviano

4 - Precisamos rever nossas práticas -Alexandre Soledade

5 - O Senhor nos assegura: “vida, veste e pão.” - Helena Serpa

6 - Os discípulos foram enviados -Diac. José da Cruz

7 - Enviou-os a proclamar o Reino de Deus e a curar os enfermos.- Claretianos

8 - Deus nos chama a sermos discípulos e emissários do Reino - Alexandre Soledade


Liturgia comentada


O fundo do abismo... (Tb 13,2-5.8)
Este salmo é conhecido como o “Cântico de Tobit”, que manifesta seu júbilo pelo “happy end” do périplo de seu filho Tobias, alvo da proteção divina. Ele reconhece que o mesmo Deus que castiga é o Deus que tem compaixão. Nada escapa ao Deus Altíssimo, nem mesmo os abismos do homem.
Várias passagens da Escritura revelam marcas de um fundo comum às antigas religiões e teogonias, nas quais se imaginava um mundo inferior – o abismo ou Tehom -, entendido como uma potência do caos, insondável e aterrorizante. Imagina-se uma região sombria, o Xeol, onde os mortos estão encerrados, correspondente ao Hades da mitologia greco-romana. Jó se lamenta: “Como a nuvem se dissipa e desaparece, assim quem desce ao Xeol não subirá jamais”. (Jó 7,9) E o salmista, que não quer morrer, argumenta diante de Deus: “Quem te louvaria no Xeol?” (Sl 6,6)
Como observa Maurice Cocagnac, “o sentimento do infinito é para o homem uma sensação física, mas de natureza variada. A perspectiva do alto-mar ou do céu estrelado tende a dilatar a alma, enquanto a vertigem do precipício ou do abismo tende a constringi-la. O medo da queda a impele a se refugiar na concha de sua angústia”.
O semita que nos deu o Antigo Testamento, pouco habituado ao mar, vê nele um espaço de vertigens, hostil e ameaçador, morada do Leviatã e de monstros marinhos. A experiência de Jonas no ventre do grande peixe é, nesse caso, exemplar. Com um colar de algas no pescoço, Jonas, “já no ventre da Morte” (Jn 2,3), invoca o Senhor e é arrancado da “fossa”.
Com a vinda de Jesus Cristo, uma nova luz invade os abismos da consciência humana. Nem mesmo a “mansão dos mortos” escapa ao poder do Ressuscitado. Os ícones do Oriente cristão mostram a “Anástasis” de Cristo, que desce à caverna abissal, arromba as portas do inferno e resgata pelo pulso os primeiros pais, Adão e Eva. Este ícone respondia às inquietações dos primeiros cristãos a respeito do destino eterno de seus antepassados, que não tiveram a oportunidade de ouvir a Boa Nova da salvação.
Mas tiveram, sim! Já ressuscitado, Cristo desce aos abismos e faz esse anúncio salvador. É o que lemos na 1ª Carta de Pedro: “É nesse mesmo espírito que ele foi pregar aos espíritos que eram detidos no cárcere... [...] Pois para isto foi o Evangelho pregado também aos mortos, para que, embora sejam condenados em sua humanidade de carne, vivam segundo Deus quanto ao espírito”. (1Pd 3,19; 4,6)
Orai sem cessar: “Senhor, tiraste da fossa a minha vida!” (Jn 2,7)
Texto de  Antônio Carlos Santini, da Comunidade Católica Nova Aliança.
santini@novaalianca.com.br
O Senhor nos deu poder e autoridade
O Senhor nos deu poder e autoridade para não sermos escravos desses demônios, para nos tornarmos livres deles.
“Jesus deu-lhes poder e autoridade sobre todos os demônios e para curar as doenças” (cf. Lc 9,1).
Nós, hoje, contemplamos Jesus enviando Seus discípulos e apóstolos para anunciar o Evangelho e proclamar o Reino de Deus. Ao mesmo tempo em que o Senhor os envia, também lhes concede a autoridade.
Duas palavras importantes: poder e autoridade sobre os demônios e as doenças.
Meus irmãos, nós precisamos tomar posse do poder e da autoridade que o Senhor nos conferiu pelo batismo, tomar posse e assumir, em nossa vida, que os demônios não podem mandar em nós, não podem assumir o comando dos nossos afetos, dos nossos sentimentos e da nossa vontade. Nós não podemos deixar que os espíritos malignos nos deixem doentes, enfermos, para baixo.
Nós precisamos assumir, com poder e autoridade, aquilo que o Senhor nos conferiu, aquilo que Ele nos constituiu: mensageiros da Sua Palavra.
Como é que se anuncia o Reino de Deus? Expulsando os demônios. Às vezes, as pessoas confundem e acreditam que “expulsar demônios” é como se as pessoas estivessem possessas, possuídas. Não! O exorcismo é uma prática e existem pessoas que têm esse ministério, essa graça para exercê-lo; mas se trata de um grau muito elevado de possessão diabólica ou qualquer coisa parecida.
O que nós estamos falando é dos demônios espalhados pelos ares, que semeiam no meio de nós fofocas, intrigas, inimizades, maus pensamentos, maus juízos, a divisão, a discórdia, o espírito de acusação; o demônio que enfraquece os nossos relacionamentos, deixa-nos, muitas vezes, com a autoestima muito baixa.
Os demônios espalhados pelos ares estão trazendo toda e qualquer contaminação para o meio de nós, por isso nos tornamos azedos, mesquinhos, pessoas que não cultivam os valores evangélicos.
Nós precisamos expulsar da nossa casa, da nossa família, da nossa comunidade os demônios que estão no meio de nós. Não é expulsar pessoas, não é lutarmos uns contra os outros, mas expulsarmos, pelo poder da oração, aquilo que traz intriga, que causa maledicência, aquilo que nos faz estar maus uns com os outros.
O Senhor nos deu poder e autoridade para não sermos escravos desses demônios, para nos tornarmos livres deles. Hoje, Ele quer nos fazer totalmente livres. Sejamos abertos para a graça de Deus.
Deus abençoe você!

Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova.Facebook Twitter
LEITURA ORANTE

Lc 9,1-6 - Discípulos missionários sem fronteiras



Saudação
- A nós todos, a paz de Deus, nosso Pai, a graça e a alegria de Nosso Senhor Jesus Cristo, no amor e na comunhão do Espírito Santo.
- Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo!
Preparo-me para a Leitura, rezando:
Jesus Mestre, que dissestes:
"Onde dois ou mais estiverem reunidos em meu nome, eu aí estarei no meio deles",
ficai conosco, aqui reunidos (pela grande rede da internet),
para melhor meditar e comungar com a vossa Palavra.
Sois o Mestre e a Verdade: iluminai-nos, para que melhor compreendamos as Sagradas Escrituras.
Sois o Guia e o Caminho: fazei-nos dóceis ao vosso seguimento.
Sois a Vida: transformai nosso coração em terra boa, onde a Palavra de Deus produza frutos abundantes de santidade e missão.
(Bv. Alberione)

1. Leitura (Verdade)
Leio o texto do dia em Lc 9,1-6 e observo as recomendações de Jesus.
Jesus chamou os doze discípulos e lhes deu poder e autoridade para expulsar todos os demônios e curar doenças. Então os enviou para anunciarem o Reino de Deus e curarem os doentes. Ele disse:
- Nesta viagem não levem nada: nem bengala para se apoiar, nem sacola, nem comida, nem dinheiro, nem mesmo uma túnica a mais. Quando vocês entrarem numa cidade, fiquem na casa em que forem recebidos até irem embora daquele lugar. Mas, se forem mal recebidos, saiam logo daquela cidade. E na saída sacudam o pó das suas sandálias, como sinal de protesto contra aquela gente. Os discípulos então saíram de viagem e andaram por todos os povoados.

Jesus chamou os doze, deu-lhes poder e autoridade sobre o mal. Deu-lhes também recomendações referentes ao estilo de vida pessoal e método missionário. Depois, os enviou dois a dois para levar a mensagem de vida por todos os povoados.

2. Meditação ( Caminho)
- O que a Palavra diz para mim?
Deus quer precisar de nós como testemunhas da sua graça.
Fomos feitos para ser comunidade (grupo dos doze) e formar comunidade ( ir às cidades). Isto é ser discípulo missionário, como nos propõe a Igreja na América Latina, na Missão Continental. O amor inspira atitudes e gestos com gosto de doação e disponibilidade. Foi assim com Jesus. Foi assim com os apóstolos. Mais ainda. Disseram os bispos em Aparecida: "Para não cair na armadilha de nos fechar em nós mesmos, devemos nos formar como discípulos missionários sem fronteiras, dispostos a ir "à outra margem", àquela na qual Cristo não é ainda reconhecido como Deus e Senhor, e a Igreja não está presente". (DAp 376).
Deve ser assim comigo, com você. Amar é estar disposto a nos dedicar a um projeto pessoal para ir ao encontro do outro que precisa de mim.

3. Oração (Vida)
- O que a Palavra me leva a dizer a Deus?
"É necessário aprender a orar, voltando sempre a aprender esta arte dos lábios do Mestre", disseram os Bispos no Sínodo, em 2008. Jesus Mestre nos ensinou a orar e na sua oração está todo o conteúdo da nossa missão. Rezo, agora, o Pai Nosso, lentamente, observando bem o sentido de cada palavra.
PAI NOSSO
Pai nosso que estais no céu, santificado seja o vosso nome, venha a nós o vosso Reino, seja feita a vossa vontade, assim na terra como no Céu. O pão nosso de cada dia nos dai hoje; perdoai-nos as nossas ofensas, assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido, e não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal. Amém.

4. Contemplação (Vida/ Missão)
- Qual o meu novo olhar a partir da Palavra?
Hoje, quero viver como discípulo/a missionário/a de Jesus Mestre, pensando nos meus irmãos que precisam de vida. Nos encontros, e também nos desencontros, se houver, rezarei uma bênção sobre cada pessoa, como o fez são Paulo:
"Graça e Paz para você! Quando for visitá-lo, levarei comigo muitas bênçãos de Cristo".(Rm 15,29)

Bênção
- Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
- Ele nos mostre a sua face e se compadeça de nós. Amém.
-Volte para nós o seu olhar e nos dê a sua paz. Amém.
- Abençoe-nos Deus misericordioso, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.
Irmã Patrícia Silva, fsp
Oração Final
Pai Santo, faze-nos lembrar sempre que somos operários da tua vinha e que o mérito de nossa obra – caso ele exista – é puro dom de tua Presença em nós. Que jamais nos vença a tentação do orgulho ou da vaidade. Nós te pedimos, Pai amado, pelo Cristo Jesus, teu Filho e nosso Irmão, na unidade do Espírito Santo.