quarta-feira, 7 de março de 2018

BOM DIA! BOA TARDE! BOA NOITE! Oração da noite, Oração da manhã e Oração do entardecer - Deus te abençoe!



Oração da Noite

Boa noite Pai.
Termina o dia e a ti entrego meu cansaço.
Obrigado por tudo e… perdão!!
Obrigado pela esperança que hoje animou meus passos, pela alegria que vi no rosto das crianças;
Obrigado pelo exemplo que recebi daquele meu irmão;
Obrigado também por isso que me fez sofrer…
Obrigado porque naquele momento de desânimo lembrei que tu és meu Pai; Obrigado pela luz, pela noite, pela brisa, pela comida, pelo meu desejo de superação…
Obrigado, Pai, porque me deste uma Mãe!
Perdão, também, Senhor!
Perdão por meu rosto carrancudo; Perdão porque não me lembrei que não sou filho único, mas irmão de muitos; Perdão, Pai, pela falta de colaboração e serviço e porque não evitei aquela lágrima, aquele desgosto; Perdão por ter guardado para mim tua mensagem de amor;
Perdão por não ter sabido hoje entregar-me e dizer: “sim”, como Maria.
Perdão por aqueles que deviam pedir-te perdão e não se decidem.
Perdoa-me, Pai, e abençoa os meus propósitos para o dia de amanhã, que ao despertar, me invada novo entusiasmo; que o dia de amanhã seja um ininterrupto “sim” vivido conscientemente.
Amém!!!

Oração da manhã

Bom-dia, Senhor Deus e Pai!
A ti, a nossa gratidão pela vida que desperta, pelo calor que
cria vida, pela luz que abre nossos olhos.
Nós te agradecemos por tudo que forma nossa vida, pela terra, pela água, pelo ar, pelas pessoas. Inspira-nos com teu Espírito Santo os pensamentos que vamos alimentar,as palavras que vamos dizer, os gestos que vamos dirigir,a comunicação que vamos realizar.
Abençoa as pessoas que nós encontramos, os alimentos que vamos ingerir.
Abençoa os passos que nós dermos, o trabalho que devemos fazer.
Abençoa, Senhor, as decisões que vamos tomar, a esperança que vamos promover,a paz que vamos semear,a fé que vamos viver, o amor que vamos partilhar.
Ajuda-nos, Senhor, a não fugir diante das dificuldades, mas a abraçar amor as pequenas cruzes deste dia.
Queremos estar contigo, Senhor, no início, durante e no fim deste dia.
Amém.

Oração do entardecer

Ó Deus!
Cai à tarde, a noite se aproxima.
Há neste instante, um chamado à elevação, à paz, à reflexão.
O dia passa e carregam os meus cuidados.
Quem fez, fez.
Também a minha existência material é um dia que se passa,
uma plantação que se faz, um caminho para algo superior.
Como fizeste a manhã, à tarde e a noite, com seus encantos,
fizeste também a mim, com os meus significados, meus resultados.
Aproxima de mim, Pai, a Tua paz para que usufrua desta
hora e tome seguras decisões para amanhã.
Que se ponha o sol no horizonte, mas que nasça
em mim o sol da renovação e da paz para sempre.
Obrigado, Deus, muito obrigado!
Amém!

HOMÍLIA DIÁRIA, COMENTÁRIO E REFLEXÃO DO EVANGELHO DO DIA 08/03/2018

ANO B


Lc 11,14-23

Comentário do Evangelho

O mal impede de falar as maravilhas de Deus

Na subida para a sua Páscoa, Jesus vai fazendo as pessoas viverem. Sua presença na vida das pessoas comunica o Espírito Santo e arranca o mal que desfigura, no homem, o brilho originário da imagem de Deus. A mudez era considerada possessão demoníaca. O mal impede de falar, de bem falar; o mal distorce a linguagem. Expulsando o demônio, que impedia de falar, Jesus faz o mudo renascer para a palavra. Ora, o próprio Lucas, na segunda parte da sua obra, os Atos dos Apóstolos, diz que é o Espírito Santo quem faz falar as maravilhas de Deus (cf. At 2,1-11). À admiração da multidão, opõe-se a resistência de alguns. O leitor do evangelho já sabe que Jesus possui o Espírito de Deus (Lc 3,21-22; 4,1.18). Dizer que é por Beelzebu que Jesus expulsa os demônios é falta de discernimento, é confundir o Espírito Santo com Beelzebu - eis aí o mal!
Carlos Alberto Contieri, sj
Oração
Pai, transforma-me em instrumento de teu amor misericordioso, a exemplo de Jesus. Por onde eu passar, possa ser testemunha de que teu Reino já chegou para nós.
Fonte: Paulinas em 07/03/2013

Vivendo a Palavra

Nós projetamos no outro nossas próprias motivações. Alguns dos presentes atribuíam a Jesus o poder de Belzebu, por estarem eles mesmos sob o poder do mal. Coloquemo-nos e nos mantenhamos sempre nos braços do Senhor para seremos fraternos nas relações com o próximo.
Fonte: Arquidiocese BH em 07/03/2013

VIVENDO A PALAVRA

De um lado, o Galileu – manso e humilde de coração – curando, expulsando demônios, fazendo bem a todos. Do outro, a desconfiança, a inveja e a injúria. O povo se dividia perplexo. Em qual dos grupos eu estaria? Eu sou capaz de dar graças a Deus pelo bem que acontece, sem me preocupar em colocar rótulos nas pessoas que o praticam?

Reflexão

Estamos vivendo uma época em que as posições em relação a Satanás são contraditórias. Existem algumas pessoas que dizem que o demônio não existe, que é uma espécie de personificação das más tendências e inclinações das pessoas e que essa história de anjo decaído não passa de mitologia. Por outro lado, existem os que absolutizam a ação do demônio, de modo que tudo é o inimigo agindo, é fruto do maligno e outras coisas do gênero. A Igreja afirma a existência do demônio, mas também afirma que o poder de Deus é infinitamente superior ao dele. No Evangelho de hoje, Jesus nos mostra o seu poder sobre o maligno, poder que se manifesta na totalidade no Mistério Pascal, que é a derrota definitiva do antigo inimigo.
Fonte: CNBB em 07/03/2013

Reflexão

Ao libertar um homem de sua mudez, Jesus provoca dois tipos de reação. A primeira é que “as multidões se admiraram”. A segunda reação é a de alguns que acusam Jesus de expulsar demônios por influência do chefe dos demônios. Tentam desacreditar a obra de Jesus, como se ele fizesse parte do mundo dos demônios. Nada mais contraditório e ofensivo. Quando se trata de mostrar a autenticidade de sua missão, Jesus não dá espaço a dúvidas ou falsas interpretações. Responde dizendo que é contrassenso expulsar demônios pelo poder do chefe deles. O que Jesus realiza é pelo “dedo de Deus”, o Espírito Santo. Depois pede que se faça a escolha certa: a pessoa, ou se coloca do lado de Jesus e do Reino de Deus, ou fica do lado do demônio, no reino da injustiça.
(Dia a dia com o Evangelho 2018 – Pe. Luiz Miguel Duarte, ssp)

Meditando o evangelho

ADMIRAÇÃO E SUSPEITA

Embora agisse com absoluta boa-fé, a ação de Jesus foi alvo de interpretações desencontradas. As multidões ficavam maravilhadas diante de seus gestos poderosos. O caso da libertação de um homem mantido escravo pelo demônio, que o impedia de falar, era um, entre tantos. O povo começava a perceber algo de extraordinário, presente na ação de Jesus. Sem dúvida, a mão de Deus estava agindo por meio dele. Esta percepção constituía o primeiro passo para a fé.
Outros, porém, viam as coisas de modo diferente, e acusavam o Mestre de estar agindo em conluio com Belzebu. Por isso, colocavam-no sob suspeita. Na visão deles, os milagres de Jesus eram só aparentes; quem acreditava neles, corria o risco de afastar-se de Deus. A beleza desses milagres era como que uma capa que impedia as pessoas de se darem conta das reais intenções do Mestre. Por trás dessa capa bonita, ocultava-se um inimigo de Deus, que só buscava fazer adeptos.
Jesus não ficava indiferente, quando seu ministério era objeto de falsas interpretações. Afinal, os que o colocavam sob suspeita, estavam questionando o núcleo de sua ação: a obediência e a submissão ao Pai. Sem elas, toda a vida de Mestre não teria mais sentido, e sua condição de Messias, Filho de Deus, não passaria de uma impostura.
Ao maravilhar-se da ação de Jesus, o discípulo reconhece Deus agindo por meio dele, e se abre para acolhê-lo na fé.
(O comentário do Evangelho é feito pelo Pe. Jaldemir Vitório – Jesuíta, Doutor em Exegese Bíblica, Professor da FAJE – e disponibilizado neste Portal a cada mês)
Oração
Espírito de compreensão, coloca-me, cava vez mais, em sintonia com Jesus, para eu poder perceber o verdadeiro sentido do seu agir.

COMENTÁRIOS DO EVANGELHO

1. A Verdadeira Proteção
(O comentário do Evangelho abaixo é feito pelo Diácono José da Cruz - Diácono da Paróquia Nossa Senhora Consolata – Votorantim – SP)

Tive uma pessoa de minhas relações que enveredou pelos caminhos do mal e tornou-se traficante. Morávamos no mesmo bairro e quando nos encontrávamos de vez em quando, ele me oferecia proteção e segurança, dizendo que se alguém importunasse a mim ou a minha família, bastava dizer que era amigo dele, e o delinquente não nos faria nenhum mal, porque ele era muito temido no mundo do crime. Hoje em dia vem sendo muito comum essa inversão de valores, e nas grandes favelas os traficantes tornam-se ídolos da população, por oferecer segurança e proteção a todos.
As pessoas que aceitam isso estão subestimando as forças do bem e se aliando as forças do mal, é a inversão de valores onde aquele que pratica o mal explicitamente, toma a aparência do bem.
No evangelho de hoje os adversários de Jesus, não tendo argumentos diante dos seus ensinamentos e prodígios realizados, solidificando a supremacia do Bem que é o Reino de Deus, atribuem suas obras as Forças do Mal, sendo imediatamente desmascarados por Jesus.
Também podemos em uma releitura mais detalhada, percebermos aqui a crítica contundente de Jesus contra as Lideranças Religiosas daquele tempo, que não falavam uma mesma linguagem e era como se eles lhes dissesse “Até as Forças do Mal são unidas e têm uma mesma e única meta“. Nas nossas comunidades e nas do evangelista Lucas isso também acontece: somos todos batizados, cremos em um único Deus manifestado em Jesus, uma única Fé e uma única Igreja entretanto, nem sempre prevalece a comunhão de Vida e o Espírito Comunitário e certas pastorais e Movimentos não estão ali para SOMAR, mas sim para dividir, e não é culpa da Pastoral ou do Movimento, são as pessoas com aquilo que trazem no coração e na mente.
A Comunidade age em nome e no Poder de Cristo Jesus e todo e qualquer trabalho deve ser sempre direcionado para o Bem e não para o Mal. O que acontece é que muitas vezes o Mal se infiltra na Comunidade e como esses interlocutores de Jesus, começam a criticar tudo de bom que há na comunidade, querendo inverter o quadro e alegando que são ações do Mal. Jesus desmascara as Forças do Mal, que dividem e hostilizam o Reino...
Sejamos prudentes e fiquemos de olhos bem abertos, pois nem a comunidade escapa da ação do Malígno...

2. O REINO ESTÁ ENTRE NÓS
(O comentário do Evangelho abaixo é feito pelo Pe. Jaldemir Vitório – Jesuíta, Doutor em Exegese Bíblica, Professor da FAJE – e disponibilizado no Portal Dom Total a cada mês).

A presença do Reino de Deus na história da humanidade revelava-se no poder de Jesus de expulsar os demônios, libertando todo ser humano desse poder opressor. Essa libertação significava a retomada do senhorio de Deus na vida de quem era dominado pelo maligno, possibilitando-lhe, novamente, a vivência do amor e da solidariedade.
Jesus personificava o Reino de Deus na medida em que estava todo centrado no Pai, cujas obras buscava realizar. Em suas ações, revelava-se "o dedo de Deus" na vida de tantas pessoas privadas de sua dignidade.
Contudo, isto não era evidente! Só quem estava sintonizado com Jesus tinha condições de perceber Deus agindo por meio dele. Caso contrário, corria-se o risco de interpretá-lo mal e fazê-lo objeto de falsas acusações.
Foi o que aconteceu quando o acusaram de agir com o poder de Belzebu, o chefe dos demônios. Ou quando exigiam dele sinais sempre mais mirabolantes, como prova da autenticidade do seu messianismo.
O fato de ser incompreendido não impedia Jesus de seguir adiante. Movia-o somente a consciência de dever ser fiel ao Pai. Por isso, não cessava de dar testemunho do amor que Deus derramava sobre a humanidade.
Oração
Pai, transforma-me em instrumento de teu amor misericordioso, a exemplo de Jesus. Por onde eu passar, possa ser testemunha de que teu Reino já chegou para nós.
Fonte: NPD Brasil em 07/03/2013

COMENTÁRIOS DO EVANGELHO

1. Quando o Mal se camufla de Bem...
(O comentário do Evangelho abaixo é feito pelo Diácono José da Cruz - Diácono da Paróquia Nossa Senhora Consolata – Votorantim – SP)

Lembrando meus tempos de repórter, tinha um conhecido que traficava drogas, gente boa, não bebia e nem fumava, mas de vez em quando era pego com a "boca na botija" e permanecia 5 a 10 anos "engaiolado".
Certa ocasião, em respeito à nossa amizade ele quis ajudar-me falou "Olha, se algum malandro entrar na sua casa ou tentar te assaltar ou fazer algum mal a alguém da sua família, diga pro sujeito que você é meu amigo e ele vai se borrar de medo deixando você em paz..."
Alguém que me dá segurança e proteção, só pode estar do lado do Bem, nada disso! É impossível navegar com o pé em duas canoas, ou eu pratico o Bem ou então o Mal. Não tem como fazer os dois ao mesmo tempo. Nesse caso do meu amigo "Vida Torta" a segurança que ele me oferecia era fruto da violência que ele cometia contra a Vidas dos Viciados, quem destrói a Vida do outro em benefício próprio, está comprometido com o Mal e não com o Bem. O mesmo se diga dos poderosos do Tráfico que nos morros e favelas banca o defensor dos pobres que lá moram…pousando até mesmo de Heróis.
As ações de Jesus todas elas são libertadoras, resgatando ao ser humano a sua dignidade, ele tem poder sobre todas as forças que oprimem e escravizam o homem e por isso as multidões ficam admiradas quando veem a total transformação de quem foi por ele liberto e curado. Mas há um grupo de pessoas que Jesus não consegue convencer, elas estão sempre por perto, prontas para o acusar, buscando argumentos para condená-lo a morte e chegam ao absurdo de desvirtuarem a ação libertadora, vendo nela uma força opressora, pois o demônio jamais liberta as pessoas, ele só as oprime e escraviza.
A ação libertadora de Jesus é a prova incontestável de que o Reino chegou e nele devem engajar-se todos os que desejam a salvação e a libertação de tudo quanto oprime e escraviza. Afirmar que se está do lado de Jesus, mas não mover uma agulha para que a ação libertadora aconteça na vida do outro, é certamente uma grande incoerência. Cristão que não busca a valorização da Vida, a preservação da dignidade humana, e o respeito pelo ser humano, pode até participar comunidade mas pertence ao outro "time". Nesta lista entram também todos os que se omitem e até na comunidade ficam de boca calada, preferindo não dar sua opinião, para não ser criticado. Estes também estão possessos do demônio que os torna mudos e omissos.
Na comunidade, no mundo do trabalho, na política, nas instituições governamentais, está "assim ó” de mudos e mudas, omissos e omissas, que em fins de semana, da boca prá fora dizem o seu "Amém" ao receberem uma Eucaristia que não vivem e com a qual nunca estiveram comprometidos.

2. Quem não está comigo é contra mim
(O comentário do Evangelho abaixo é feito por Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2017’, Paulinas e disponibilizado no Portal Paulinas - http://comeceodiafeliz.com.br/evangelho)

Um homem era mudo. O demônio impedia que ele falasse. Jesus expulsou o demônio e o homem começou a falar. Este é o acontecimento. Quais são as reações? Admiração: muita gente ficou feliz vendo o mudo falar. Rejeição: outros não se importaram com o fato e, como não aceitavam Jesus, acusaram-no de agir com o poder do chefe dos demônios. Alienação: outros ainda preferiam um sinal mágico mais do que ver e ouvir um mudo falar. Sinais da terra não lhes interessavam. Esses, os piores, queriam provocar Jesus. Os que o rejeitaram deviam entender que, se o demônio expulsa o demônio que está dominando um homem, este homem se torna livre. Então, aplausos para o demônio. O ser humano está ganhando. Expulsem o demônio pelo poder do demônio ou expulsem-no pelo dedo de Deus; o que importa é que ele está sendo expulso e o ser humano, reabilitado.

HOMÍLIA DIÁRIA

Jesus sempre age no momento certo

Postado por: homilia
março 7th, 2013

Diante de um bem realizado por Jesus, testemunhas oculares questionam: “Em nome e poder de quem Jesus estaria atuando?” Ele acabara de libertar um homem endemoniado. Vendo o homem curado e liberto, uma parte da multidão exclama impávida e pasmada: “É por Belzebu, o príncipe dos demônios, que ele expulsa os demônios” (Lc 11,15).
Outros, querendo conseguir alguma prova contra Jesus, pediam que Ele fizesse um milagre para mostrar que Seu poder vinha de Deus.
E a atitude de Cristo – como sempre – é aconchegante e oportuna. Ele sempre age na hora e no momento certo.
“Mas, conhecendo seus pensamentos, Jesus disse-lhes: ‘Todo reino dividido contra si mesmo será destruído; e cairá uma casa por cima da outra. Ora, se até satanás está dividido contra si mesmo, como poderá sobreviver o seu reino? Vós dizeis que é por belzebu que eu expulso os demônios. Se é por meio de belzebu que eu expulso demônios, vossos filhos os expulsam por meio de quem? Por isso, eles mesmos serão vossos juízes. Mas, se é pelo dedo de Deus que eu expulso os demônios, então chegou para vós o Reino de Deus. Quando um homem forte e bem armado guarda a própria casa, seus bens estão seguros. Mas, quando chega um homem mais forte do que ele, vence-o, arranca-lhe a armadura na qual ele confiava, e reparte o que roubou. Quem não está comigo está contra mim. E quem não recolhe comigo dispersa’” (Lc 11,17-23).
A prática libertadora de Jesus, restaurando a dignidade e a liberdade das pessoas suscita, por um lado, a admiração das multidões e, por outro, a repressão dos chefes religiosos de Israel.
Jesus afirma que veio para libertar todos que estão retidos sob o poder do encardido, ou seja, em poder daqueles chefes religiosos, pois é preciso que todos saibam que é em nome e no poder de Deus que Ele veio, tornando presente o Reino de Deus, Seu Pai, entre nós.
Padre Bantu Mendonça
Fonte: Canção Nova em 07/03/2013

Oração Final
Pai Santo, assim como Tu és Um com o Filho e o Espírito Santo, faze de toda a humanidade uma Igreja solidária acolhedora, sem discriminações, julgamentos ou privilégios. Queremos seguir os passos do Cristo Jesus, teu Filho que se fez nosso Irmão e contigo reina na unidade do Espírito Santo.
Fonte: Arquidiocese BH em 07/03/2013

ORAÇÃO FINAL
Pai Santo, nós desejamos ser uma família unida em teu Nome. Ajuda-nos, Pai amado, a entender nossas diferenças como riquezas que nos completam e não como obstáculos que nos separam. Pois assim viveu e nos ensinou o Cristo Jesus, teu Filho Unigênito que se fez nosso Irmão e contigo reina na unidade do Espírito Santo. Amém.

LITURGIA DIÁRIA - 08/03/2018


Tema do dia

QUEM NÃO RECOLHE COMIGO, DISPERSA

Jeremias lembra que o Senhor está junto ao povo em toda sua história, como esteve na libertação do Egito e se manifesta por meio dos profetas. Mas lamenta porque eles não são ouvidos. O Evangelho mostra uma situação parecida no tempo de Jesus: a regra era a infidelidade.

Oração para antes de ler a Bíblia


Meu Senhor e meu Pai! Envia teu Santo Espírito para que eu compreenda e acolha tua Santa Palavra! Que eu te conheça e te faça conhecer, te ame e te faça amar, te sirva e te faça servir, te louve e te faça louvar por todas as criaturas. Fazei, ó Pai, que pela leitura da Palavra os pecadores se convertam, os justos perseverem na graça e todos consigamos a vida eterna. Amém.

5ª-feira da 3ª Semana da Quaresma
Cor: Roxo


Primeira Leitura (Jr 7,23-28)
3ª Semana da Quaresma - Quinta-feira - 08/03/2018

Leitura do Livro do Profeta Jeremias.

Assim fala o Senhor: 23“Dei esta ordem ao povo dizendo: Ouvi a minha voz, assim serei o vosso Deus, e vós sereis o meu povo; e segui adiante por todo o caminho que eu vos indicar para serdes felizes.
24Mas eles não ouviram e não prestaram atenção; ao contrário, seguindo as más inclinações do coração, andaram para trás e não para a frente, 25desde o dia em que seus pais saíram do Egito até o dia de hoje. A todos enviei meus servos, os profetas, e enviei-os cada dia, começando bem cedo; 26mas não ouviram e não prestaram atenção; ao contrário, obstinaram-se no erro, procedendo ainda pior que seus pais.
27Se falares todas essas coisas, eles não te escutarão, e, se os chamares, não te darão resposta. 28Dirás, então: Esta é a nação que não escutou a voz do Senhor, seu Deus, e não aceitou correção. Sua fé morreu, foi arrancada de sua boca”.

- Palavra do Senhor.
- Graças a Deus.


Responsório (Sl 94)
3ª Semana da Quaresma - Quinta-feira - 08/03/2018

— Oxalá ouvísseis hoje a voz do Senhor: Não fecheis os vossos corações.
— Oxalá ouvísseis hoje a voz do Senhor: Não fecheis os vossos corações.

— Vinde, exultemos de alegria no Senhor, aclamemos o Rochedo que nos salva! A seu encontro caminhemos com louvores, e com cantos de alegria o celebremos!
— Vinde adoremos e prostremo-nos por terra, e ajoelhemos ante o Deus que nos criou! Porque ele é o nosso Deus, nosso Pastor, e nós somos o seu povo e seu rebanho, as ovelhas que conduz com sua mão.
— Oxalá ouvísseis hoje a sua voz: “Não fecheis os corações como em Meriba, como em Massa, no deserto, aquele dia, em que outrora vossos pais me provocaram, apesar de terem visto as minhas obras”.


Evangelho (Lc 11,14-23)
3ª Semana da Quaresma - Quinta-feira - 08/03/2018


Quem não está comigo é contra mim

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 14Jesus estava expulsando um demônio que era mudo. Quando o demônio saiu, o mudo começou a falar, e as multidões ficaram admiradas. 15Mas alguns disseram: “É por Belzebu, o príncipe dos demônios, que ele expulsa os demônios”.
16Outros, para tentar Jesus, pediam-lhe um sinal do céu. 17Mas, conhecendo seus pensamentos, Jesus disse-lhes: “Todo reino dividido contra si mesmo será destruído; e cairá uma casa por cima da outra.
8Ora, se até Satanás está dividido contra si mesmo, como poderá sobreviver o seu reino? Vós dizeis que é por Belzebu que eu expulso os demônios. 19Se é por meio de Belzebu que eu expulso demônios, vossos filhos os expulsam por meio de quem? Por isso, eles mesmos serão vossos juízes.
20Mas, se é pelo dedo de Deus que eu expulso os demônios, então chegou para vós o Reino de Deus. 21Quando um homem forte e bem armado guarda a própria casa, seus bens estão seguros. 22Mas, quando chega um homem mais forte do que ele, vence-o, arranca-lhe a armadura na qual ele confiava, e reparte o que roubou. 23Quem não está comigo está contra mim. E quem não recolhe comigo dispersa”.

— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor.


Oração para depois de ler a Bíblia


Dou-Te graças, meu Deus, pelos bons propósitos, afetos e inspirações que me comunicastes nesta meditação; peço-Te ajuda para colocá-los em prática. Minha Mãe Imaculada, meu protetor São José e Anjo da minha guarda, intercedem todos por mim. Amém.

TERÇOS – VÍDEOS


Acesse:

1  Terço da Divina Providência - http://youtu.be/5mzUbLl_P48

2 - Terço de Cura e Libertação  http://youtu.be/TWmZ47JoC0I

3  Terço da FÉ  http://youtu.be/-I1tuBSDtkU

4 - Terço do Espírito Santo - http://youtu.be/BJqMkwQsOeQ

5 - Terço da Libertação Cantado - http://youtu.be/9ofE4VoEZPU

6 - Terço da Sagrada Face de Nosso Senhor Jesus Cristo - http://youtu.be/dr_BtsQtRvo

7 - Terço de São Bento - http://youtu.be/p-iD6TySLmY

8 - TERÇO DE CURA E LIBERTAÇÃO (PADRE JOÃOZINHO)  http://youtu.be/hUuaQk1ydWw

TERÇO DA MISERICÓRDIA - VÍDEO - APRENDA A REZAR O TERÇO DA MISERICÓRDIA





"Quando rezarem este Terço junto aos agonizantes, Eu me colocarei entre o Pai e a alma agonizante, não como justo Juiz, mas como Salvador misericordioso".

JESUS, EU CONFIO EM VÓS!!!


APRENDA A REZAR O TERÇO DA MISERICÓRDIA


Para ser rezado nas contas do terço

No começo:


Pai nosso, que estais no céus, santificado seja o vosso nome; venha a nós o vosso reino, seja feita a vossa vontade, assim na terra como no céu. O pão nosso de cada dia nos dai hoje; perdoai-nos as nossas ofensas, assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido e não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal. Amém.

Ave, Maria, cheia de graça, o Senhor é convosco; bendita sois vós entre as mulheres e bendito é o fruto do vosso ventre, Jesus. Santa Maria, Mãe de Deus, rogai por nós, pecadores, agora e na hora de nossa morte. Amém.

Creio em Deus Pai, todo poderoso, criador do Céu e da Terra; e em Jesus Cristo, seu único Filho, nosso Senhor; que foi concebido pelo poder do Espírito Santo; nasceu da Virgem Maria, padeceu sob Pôncio Pilatos, foi crucificado, morto e sepultado; desceu à mansão dos mortos; ressuscitou ao terceiro dia; subiu aos céus, está sentado à direita de Deus Pai todo-poderoso, de onde há de vir a julgar os vivos e os mortos. Creio no Espirito Santo, na santa Igreja Católica, na comunhão dos santos, na remissão dos pecados, na ressurreição da carne, na vida eterna Amém.

Nas contas de Pai Nosso, dirás as seguintes palavras usando o terço de Maria:

Eterno Pai, eu Vos ofereço o Corpo e o Sangue, a Alma e a Divindade de Vosso diletíssimo Filho, Nosso Senhor Jesus Cristo, em expiação dos nossos pecados e dos do mundo inteiro.

Nas contas de Ave Maria rezarás as seguintes palavras:

Pela Sua dolorosa Paixão, tende misericórdia de nós e do mundo inteiro.

No fim, rezarás três vezes estas palavras:

Deus Santo, Deus Forte, Deus Imortal, tende piedade de nós e do mundo inteiro” 
(Diário, 476)