terça-feira, 25 de junho de 2013

TERÇOS - VÍDEOS

TERÇO DA DIVINA PROVIDÊNCIA
 

TERÇO DE CURA E LIBERTAÇÃO
   

TERÇO DA FÉ
   

TERÇO DO ESPÍRITO SANTO
   

TERÇO DA LIBERTAÇÃO CANTADO - JOÃO GREGÓRIO

TERÇO DA MISERICÓRDIA - VÍDEOS






"Quando rezarem este Terço junto aos agonizantes, Eu me colocarei entre o Pai e a alma agonizante, não como justo Juiz, mas como Salvador misericordioso".

JESUS, EU CONFIO EM VÓS!!!

Oração do Angelus - Padre Antonello - VÍDEO

LITURGIA DAS HORAS

Clique no ícone abaixo
para acesso à Hora Canônica

Oração desta Hora

Terço - Mistérios Gloriosos - Quarta-Feira e Domingo


Terço do Rosário: Mistérios Gloriosos




HOMÍLIA, COMENTÁRIO E REFLEXÃO DO EVANGELHO DO DIA 26/06/2013

26 de Junho de 2013

Ano C


Mt 7,15-20

Comentário do Evangelho


Pelos seus frutos os conhecereis

Os discípulos são postos de sobreaviso contra os falsos profetas. O Deuteronômio dá o critério para reconhecer o falso profeta: “Se o profeta fala em nome do Senhor, mas a sua palavra não se cumpre, não se realiza, trata-se, então, de uma palavra que o Senhor não disse…” (18,22; ver também: 13,2-6). Certamente, no início da Igreja, como em nossos dias, havia vozes que confundiam os discípulos e induziam a uma falsa doutrina e criavam divisões no seio da comunidade: “Houve, contudo, falsos profetas no seio do povo, como haverá entre vós falsos mestres… Por avareza, procurarão, com discursos fingidos, fazer de vós objeto de negócios…” (2Pd 2,1-3). É preciso prudência e discernimento para não se deixar levar pela aparência ou o palavrório: “... pelos seus frutos os conhecereis” (Mt 7,20). O autor da carta de Tiago exprime esta mesma ideia da seguinte maneira: “Quem dentre vós é sábio e entendido? Mostre pelo bom comportamento suas obras repassadas de docilidade e sabedoria” (Tg 3,13).
Carlos Alberto Contieri, sj

Vivendo a Palavra

Jesus aconselha aos seus discípulos de todos os tempos – aqui nós nos incluímos – que exercitem sempre o discernimento para identificar os falsos profetas. Como Ele prometeu, o Pai está presente em nós por seu Espírito Santo, guiando-nos no Caminho da Verdade e da Vida que prepara para nós.

Reflexão

Existem profetas que falam o que as pessoas gostam de ouvir e existem profetas que falam o que deve ser dito. O falso profeta é aquele que fala o que a pessoa gosta de ouvir, de modo que ela não muda de vida e não produz fruto algum, vive uma espiritualidade estéril; ele vive de acordo com a situação porque esta lhe é favorável e satisfaz seus interesses. O verdadeiro profeta fala o que a pessoa precisa ouvir para converter-se, mudar de vida e produzir frutos que permaneçam, ele não aceita a situação atual, marcada pelos privilégios e pecados e quer que ela mude, porque o seu interesse é que o Reino de Deus aconteça na história dos homens.

Meditação


Sou como árvore que dá bons frutos? - Sou como árvore à sombra da qual todos querem estar? - Não facilito às vezes deixando que certas ervas daninhas venham querer abafar meu coração? - Sou conhecido pelos meus bons frutos? - Recordemo-nos dos bons frutos do Espírito que São Paulo cita: caridade, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança, justiça e verdade.
Padre Geraldo Rodrigues, C.Ss.R

COMENTÁRIOS DO EVANGELHO

FAÇA UMA DOAÇÃO AO NPDBRASIL...

1. Os Frutos não mentem...
(O comentário do Evangelho abaixo é feito pelo Diácono José da Cruz - Diácono da Paróquia Nossa Senhora Consolata – Votorantim – SP)

O que caracteriza e dá identidade a uma laranjeira são,  evidentemente as laranjas colhidas dos seus galhos, a Videira a mesma coisa, sabemos que na parreira iremos encontrar os deliciosos cachos de uva, já um espinheiro nada vai dar além de espinhos, também não se pode esperar algum fruto de uma moita de urtigas. Este raciocínio é óbvio demais, entretanto, é essa comparação que Jesus faz para falar com os discípulos sobre o perigo dos falsos profetas de ontem, e dos falsos cristãos de hoje, que além de nada produzirem de bom, ainda contaminam a comunidade com suas ideologias aparentemente cristãs, mas que trazem incertezas, intrigas e divisões.

Os  que ocupam cargos de coordenações dentro da grande Eclésia, ou mesmo nos nossos movimentos, tão importantes na evangelização da pós modernidade, podem sim, ter segundas intenções naquilo que fazem. É preciso ter cautela, pois é fácil identificar a autenticidade dessas lideranças, pelos seus frutos. Nos dias de hoje em nossas comunidades o grande pecado ainda são as divisões e aí os tais Falsos Profetas são os principais articuladores. Podemos atualizar este evangelho e filtrar melhor certas conversas e conselhos. Lideranças que se preocupam excessivamente só com a sua pastoral ou Movimento, não dando muita importância a comunhão com a paróquia como um todo. Pessoas que defendem de unhas e dentes os interesses da SUA comunidade, contra o bem comum de toda a paróquia. Pessoas que fazem duras críticas a outras lideranças, e tentam ainda colocar o povo de Deus contra os Ministros ordenados, tornando a público suas falhas e pecados.

Pessoas que querem dominar a tudo e a todos, brigando com quem quer que seja, para defender seu ponto de vista, sempre acreditando e dizendo que só quer o melhor para a paróquia. Os frutos de quem semeia tanta discórdia, inimizada e intriga, logo vem, e são azedos e intragáveis. As ações do agente de Pastoral autêntico, ao contrário, sempre promovem a união e comunhão de vida, sempre valoriza as demais pessoas e usa de misericórdia e compreensão com quem errou.  Os frutos dessa ação são doces e saborosos, portanto, Jesus pede neste evangelho, para não dar ouvido a esses que parecem ser tão bonzinhos, mas que no fundo são cordeiros disfarçados de Lobo...Esse perigo há, tanto no laicato como no Clero. Não devemos nos deixar influenciar por eles, mas que também não nos falte com eles a misericórdia e a correção fraterna.

2. Pelos seus frutos os conhecereis
(O comentário do Evangelho abaixo é feito por Carlos Alberto Contieri, sj - e disponibilizado no Portal Paulinas)
VIDE ACIMA
ORAÇÃO
Pai, dá-me o discernimento necessário para perceber quem, revestido de pele de cordeiro, pode levar-me a arrefecer meu entusiasmo por ti e por teu Reino.

3. OS FALSOS PROFETAS
(O comentário do Evangelho abaixo é feito pelo Pe. Jaldemir Vitório – Jesuíta, Doutor em Exegese Bíblica, Professor da FAJE – e disponibilizado no Portal Dom Total a cada mês).

A simples pertença à comunidade cristã não é suficiente para garantir a credibilidade do discípulo. Existem pessoas que se apresentam exteriormente como cristãs e, na realidade, nada têm a ver com o projeto do Reino. Jesus as chamou de falsos profetas. São cristãs apenas na aparência. Mesmo assim, são capazes de enganar a muitos e desviá-los do caminho traçado por Jesus. É necessário acautelar-se!

A pista para reconhecê-las e desmascará-las foi oferecida pelo próprio Jesus. Ela consiste em verificar como tais indivíduos se comportam. Os falsos profetas tendem a desvincular sua vida daquilo que pregam. Ensinam uma coisa e fazem outra muito distinta. Pregam o amor e a misericórdia, mas são egoístas e impiedosos. Exigem o perdão e a reconciliação, porém nutrem o ódio no coração e criam divisão na comunidade. Anunciam o absoluto de Deus e seu Reino e, contudo, são apegados aos bens deste mundo e cultivam uma forma escondida de idolatria. A vida dos falsos profetas é feita de hipocrisia.

A parábola da árvore boa e da árvore má é ilustrativa do verdadeiro e do falso profetismo cristão. Se o profeta é, de fato, autêntico, sua vida será expressão dos valores do Reino postos em prática. Já a falsidade do profeta será perceptível no seu modo incorreto de viver. Por conseguinte, é no projeto de vida que se reconhece quem é discípulo do Reino.
Oração
Senhor Jesus, que eu não seja enganado pelos falsos profetas que, mascarados de cordeiros, afastam os discípulos de ti.

Estamos produzindo os frutos do Reino dos Céus?
Estamos produzindo os frutos do Reino dos Céus ou estamos sendo apenas uma árvore que parece bonita, cheia de ramos floridos, mas sem os frutos da conversão?
“Assim, toda árvore boa produz frutos bons, e toda árvore má, produz frutos maus” (Mt 7,17).
Às vezes, ficamos admirados com a árvore por seu esplendor. Como ela parece grande, como ela parece bonita! Mas o mais importante, na árvore, não é o seu tamanho, seu esplendor nem a forma como ela cresceu; o mais importante são os frutos que ela produz.
Uma árvore que só produz frutos estragados serve para quê? Que utilidade ela tem em nossa vida? Nenhuma. Muito pelo contrário, o fruto estragado faz mal para nós, causa-nos mal-estar e tantas outras coisas, por isso é muito importante olhar para os frutos.
Na pregação do Evangelho, é a mesma coisa. Não basta ter entusiasmo, não bastam palavras bonitas, dizer isto ou aquilo, proclamar curas, milagres e tantas outras coisas. É importante que se olhe os frutos de uma vida nova, convertida, os frutos de uma vida semelhante com a vida de Jesus.
Nós vivemos em uma época de muita confusão, de muita gente pregando isso, dizendo aquilo, mas o que, de verdade, é de Deus? Nós podemos distinguir que uma coisa é de Deus quando ela produz frutos para o Reino dos Céus.
Então, que nós, cada vez mais, possamos estar atentos àquilo que vem a nós, mas, ao mesmo tempo, atentos à nossa vida. Estamos produzindo os frutos do Reino dos Céus ou estamos sendo apenas uma árvore que parece bonita, cheia de ramos floridos, mas sem os frutos da conversão, da paciência, da bondade, da generosidade e da vida que o Senhor espera colher em nós?
Deus o abençoe! E que você seja uma árvore que produz muitos frutos.
Padre Roger Araújo – Comunidade Canção Nova
LEITURA ORANTE

Mt 7,15-20 - Como reconhecer os falsos profetas?



Preparo-me para a Leitura Orante, rezando com todos os que se encontram neste espaço virtual de oração:
Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.
Creio, Senhor Jesus, que sou parte de seu Corpo.
Trindade Santa
- Pai, Filho, Espírito Santo - 
presente e agindo na Igreja e na profundidade do meu ser. 
Eu vos adoro, amo e agradeço.

1. Leitura (Verdade) 
O que diz o texto do dia? 
Leio atentamente, na Bíblia, o texto: Mt 7,15-20, e observo as palavras de Jesus. 
- Cuidado com os falsos profetas! Eles chegam disfarçados de ovelhas, mas por dentro são lobos selvagens. Vocês os conhecerão pelo que eles fazem. Os espinheiros não dão uvas, e os pés de urtiga não dão figos. Assim, toda árvore boa dá frutas boas, e a árvore que não presta dá frutas ruins. A árvore boa não pode dar frutas ruins, e a árvore que não presta não pode dar frutas boas. Toda árvore que não dá frutas boas é cortada e jogada no fogo. Portanto, vocês conhecerão os falsos profetas pelas coisas que eles fazem.
Na Bíblia, na história da salvação, os falsos profetas sempre foram um desafio aos fiéis. Elogiam e não denunciam, prometem falsamente a paz: são lobos vestidos de cordeiros. Quanto aos frutos das árvores, também são amplamente citados para se concluir como é feito o anúncio da Palavra: “vocês os conhecerão pelos frutos”. A árvore boa não dá frutos ruins, os espinheiros não dão uvas.

2. Meditação (Caminho) 
O que o texto diz para mim, hoje?
Posso verificar se ouço a Palavra e a pratico, ou se simplesmente a ouço. De Aparecida nos vem a orientação dos bispos: “Jesus nos transmitiu as palavras de seu Pai e é o Espírito que recorda à Igreja as palavras de Cristo (cf. Jo 14,26). Desde o princípio, os discípulos haviam sido formados por Jesus no Espírito Santo (cf. At 1,2) que é, na Igreja, o Mestre interior que conduz ao conhecimento da verdade total formando discípulos e missionários. Esta é a razão pela qual os seguidores de Jesus devem se deixar guiar constantemente pelo Espírito (cf. Gl 5,25), e tornar a paixão pelo Pai e pelo Reino sua própria paixão: anunciar a Boa Nova aos pobres, curar os enfermos, consolar os tristes, libertar os cativos e anunciar a todos o ano da graça do Senhor (cf. Lc 4,18-19).” (DAp 152).
O Espírito nos anima e nos conduz à verdade. Assim somos tomados pela paixão do Reino: o anúncio da Boa Nova.

3.Oração (Vida)
O que o texto me leva a dizer a Deus? 
Rezo, espontaneamente, e faço a: 
Oração da manhã 
Senhor, nós te agradecemos por este dia. 
Abrimos nossas portas e janelas para que tu possas 
Entrar com tua luz. 
Queremos que tu Senhor, definas os contornos de 
Nossos caminhos, 
As cores de nossas palavras e gestos, 
A dimensão de nossos projetos, 
O calor de nossos relacionamentos e o 
Rumo de nossa vida. 
Podes entrar, Senhor em nossas famílias. 
Precisamos do ar puro de tua verdade. 
Precisamos de tua mão libertadora para abrir 
Compartimentos fechados. 
Precisamos de tua beleza para amenizar 
Nossa dureza. 
Precisamos de tua paz para nossos conflitos. 
Precisamos de teu contato para curar feridas. 
Precisamos, sobretudo, Senhor, de tua presença 
Para aprendermos a partilhar e abençoar! 

4.Contemplação (Vida e Missão) 
Qual meu novo olhar a partir da Palavra? 
Meu novo olhar é atento aos ensinamentos de Jesus, à sua verdade e aos frutos que devo produzir hoje.

Bênção 
- Deus nos abençoe e nos guarde. Amém. 
- Ele nos mostre a sua face e se compadeça de nós. Amém. 
- Volte para nós o seu olhar e nos dê a sua paz. Amém. 
- Abençoe-nos Deus misericordioso, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém. 

Irmã Patrícia Silva, fsp
Oração Final
Pai Santo, o mundo tenta nos seduzir com promessas de felicidade fácil. Dá-nos o discernimento que precisamos para identificar o Caminho do teu Reino, coragem e força para segui-lo, até recebermos o teu abraço misericordioso. Por Jesus Cristo, teu Filho e nosso Irmão, na unidade do Espírito Santo.

LITURGIA DIÁRIA - 26/06/2013




Tema do Dia

«Cuidado com os falsos profetas...»

O Gênesis conta porque Abraão se tornou o ‘Pai dos Crentes’: ele confiou na promessa de Javé; deixou a posição confortável e segura em sua pátria e partiu com a família em busca do sonho de servir ao Senhor como patriarca do povo na Terra Prometida.
http://www.arquidiocesebh.org.br/mdo/

Oração para antes de ler a Bíblia


Meu Senhor e meu Pai! Envia teu Santo Espírito para que eu compreenda 
e acolha tua Santa Palavra! Que eu te conheça e te faça conhecer, te ame
 e te faça amar, te sirva e te faça servir, te louve e te faça louvar por
 todas as criaturas. Fazei, ó Pai, que pela leitura da Palavra os pecadores
se convertam, os justos perseverem na graça e todos consigamos 
a vida eterna. Amém.

Verde. 4ª-feira da 12ª Semana Tempo Comum


Primeira Leitura (Gn 15,1-12.17-18)
12ª Semana Comum
Quarta-feira 26/06/13

Leitura do Livro do Gênesis.

Naqueles dias, o Senhor falou a Abrão, dizendo: “Não temas, Abrão! Eu sou o teu protetor e tua recompensa será muito grande”.
Abrão respondeu: “Senhor Deus, que me darás? Eu me vou desta vida sem filhos e o herdeiro de minha casa será Eliezer de Damasco”. E acrescentou: “Como não me deste descendência, um servo nascido em minha casa será meu herdeiro”. Então o Senhor falou-lhe nestes termos: “O teu herdeiro não será esse, mas um dos teus descendentes é que será o herdeiro”. E, conduzindo-o para fora, disse-lhe: “Olha para o céu e conta as estrelas, se fores capaz!” E acrescentou: “Assim será a tua descendência”.
Abrão teve fé no Senhor, que considerou isso como justiça. E lhe disse: “Eu sou o Senhor que te fez sair de Ur dos Caldeus, para te dar em possessão esta terra”. 8Abrão lhe perguntou: “Senhor Deus, como poderei saber que vou possuí-la?” E o Senhor lhe disse: “Traze-me uma novilha de três anos, uma cabra de três anos, um carneiro de três anos, além de uma rola e de uma pombinha”. 10 Abrão trouxe tudo e dividiu os animais pelo meio, mas não as aves, colocando as respectivas partes uma diante da outra. 11 Aves de rapina se precipitaram sobre os cadáveres, mas Abrão as enxotou. 12 Quando o sol já se ia pondo, caiu um sono profundo sobre Abrão e ele foi tomado de grande e misterioso terror. 17 Quando o sol se pôs e escureceu, apareceu um braseiro fumegante e uma tocha de fogo, que passaram por entre os animais divididos. 18 Naquele dia o Senhor fez aliança com Abrão, dizen­do: “Aos teus descendentes darei esta terra, desde o rio do Egito até o grande rio, o Eufrates”.

- Palavra do Senhor.
- Graças a Deus.


Responsório (SI 104,1-9)
12ª Semana Comum
Quarta-feira 26/06/13

— O Senhor se lembra sempre da Aliança.
— O Senhor se lembra sempre da Aliança.

— Dai graças ao Senhor, gritai seu nome, anunciai entre as nações seus grandes feitos! Cantai, entoai salmos para ele, publicai todas as suas maravilhas!
— Gloriai-vos em seu nome que é santo, exulte o coração que busca a Deus! Procurai o Senhor Deus e seu poder, buscai constantemente a sua face!
— Descendentes de Abraão, seu servidor, e filhos de Jacó, seu escolhido, ele mesmo, o Senhor, é nosso Deus, vigoram suas leis em toda a terra.
— Ele sempre se recorda da Aliança, promulgada a incontáveis gerações; da Aliança que ele fez com Abraão, e do seu santo juramento a Isaac.


Evangelho (Mt 7,15-20)
12ª Semana Comum
Quarta-feira 26/06/13


Os falsos profetas

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 15 “Cuidado com os falsos profetas: Eles vêm até vós vestidos com peles de ovelha, mas por dentro são lobos ferozes. 16Vós os conhecereis pelos seus frutos. Por acaso se colhem uvas de espinheiros ou figos de urtigas? 17 Assim, toda árvore boa produz frutos bons, e toda árvore má, produz frutos maus. 18 Uma árvore boa não pode dar frutos maus, nem uma árvore má pode produzir frutos bons. 19 Toda a árvore que não dá bons frutos é cortada e jogada no fogo. 20 Portanto, pelos seus frutos vós os conhece­reis”.

— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor.


Oração para depois de ler a Bíblia


Dou-Te graças, meu Deus, pelos bons propósitos, afetos e inspirações
que me comunicastes nesta meditação; peço-Te ajuda para colocá-los  em prática.
Minha Mãe Imaculada, meu protetor São José e Anjo da minha guarda, intercedeis todos por mim. Amém

BOM DIA!! A PAZ DE JESUS E O AMOR DE MARIA!

QUARTA-FEIRA TENHA UM DIA FELIZ!

Dia da semana: Terça-feira - Dedicado aos: Santos - Anjos

Rosário de São Miguel ou Terço dos Anjos
São Miguel, defendei-nos no combate!






"A família está convocada a ser templo, ou seja,
casa de oração: uma oração singela, cheia de esforço e ternura.
Uma oração que se faz vida, para que toda a vida se converta em oração."
BEATO JOÃO PAULO II


"Santo anjo do Senhor meu zeloso guardador.
Se a ti me confiou a piedade divina, sempre me rege,

me guarde, me governe, me ilumine. Amém."

NOITE DE SÃO JOÃO


:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:

Estrelinha, estrelinha
vou te fazer um pedido
quero um céu bem colorido
nesta noite de São João.

Estrelinha ilumina
minha festa, minha fogueira
quero tê-la a noite inteira
pra aquecer meu coração.

Vou até dançar quadrilha
e rezar pro meu São João
só não vou nesta noite
é querer soltar balão.

Viva São João!!!

PAZ E LUZ PARA TODOS VOCÊS!!!

-:¦:- E -:¦:-

Um Dia Abençoado para todos!!

:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:

BOA NOITE! SONHE COM OS ANJOS E COMIGO TAMBÉM.

Últimas Notícias »

Últimas Notícias »

Fiéis podem enviar intenção para a missa do Papa Francisco no Santuário de Aparecida


APARECIDA, 25 Jun. 13 / 02:29 pm (ACI).- O Papa Francisco realizará a Missa Solene no Santuário de Aparecida (SP), dia 24 de julho, quando estará no Brasil para a Jornada Mundial da Juventude Rio2013 e a Campanha dos Devotos está organizando um livro de intenções que será colocado no altar da celebração.

Governo do Brasil garante segurança para a JMJ Rio 2013


BRASILIA, 25 Jun. 13 / 03:10 pm (ACI/EWTN Noticias).- A Presidente do Brasil, Dilma Roussef, recebeu a presidência da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), e garantiu aos prelados a segurança para a realização da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) Rio 2013, que acontecerá do dia 23 ao 28 de julho com a participação do Papa Francisco.