domingo, 29 de outubro de 2017

MEU DIA EM SINTONIA COM O ALTO - 30/10/2017




















BOM DIA! BOA TARDE! BOA NOITE! Oração da noite, Oração da manhã e Oração do entardecer - Deus te abençoe!



Oração da Noite

Boa noite Pai.
Termina o dia e a ti entrego meu cansaço.
Obrigado por tudo e… perdão!!
Obrigado pela esperança que hoje animou meus passos, pela alegria que vi no rosto das crianças;
Obrigado pelo exemplo que recebi daquele meu irmão;
Obrigado também por isso que me fez sofrer…
Obrigado porque naquele momento de desânimo lembrei que tu és meu Pai; Obrigado pela luz, pela noite, pela brisa, pela comida, pelo meu desejo de superação…
Obrigado, Pai, porque me deste uma Mãe!
Perdão, também, Senhor!
Perdão por meu rosto carrancudo; Perdão porque não me lembrei que não sou filho único, mas irmão de muitos; Perdão, Pai, pela falta de colaboração e serviço e porque não evitei aquela lágrima, aquele desgosto; Perdão por ter guardado para mim tua mensagem de amor;
Perdão por não ter sabido hoje entregar-me e dizer: “sim”, como Maria.
Perdão por aqueles que deviam pedir-te perdão e não se decidem.
Perdoa-me, Pai, e abençoa os meus propósitos para o dia de amanhã, que ao despertar, me invada novo entusiasmo; que o dia de amanhã seja um ininterrupto “sim” vivido conscientemente.
Amém!!!

Oração da manhã

Bom-dia, Senhor Deus e Pai!
A ti, a nossa gratidão pela vida que desperta, pelo calor que
cria vida, pela luz que abre nossos olhos.
Nós te agradecemos por tudo que forma nossa vida, pela terra, pela água, pelo ar, pelas pessoas. Inspira-nos com teu Espírito Santo os pensamentos que vamos alimentar,as palavras que vamos dizer, os gestos que vamos dirigir,a comunicação que vamos realizar.
Abençoa as pessoas que nós encontramos, os alimentos que vamos ingerir.
Abençoa os passos que nós dermos, o trabalho que devemos fazer.
Abençoa, Senhor, as decisões que vamos tomar, a esperança que vamos promover,a paz que vamos semear,a fé que vamos viver, o amor que vamos partilhar.
Ajuda-nos, Senhor, a não fugir diante das dificuldades, mas a abraçar amor as pequenas cruzes deste dia.
Queremos estar contigo, Senhor, no início, durante e no fim deste dia.
Amém.

Oração do entardecer

Ó Deus!
Cai à tarde, a noite se aproxima.
Há neste instante, um chamado à elevação, à paz, à reflexão.
O dia passa e carregam os meus cuidados.
Quem fez, fez.
Também a minha existência material é um dia que se passa,
uma plantação que se faz, um caminho para algo superior.
Como fizeste a manhã, à tarde e a noite, com seus encantos,
fizeste também a mim, com os meus significados, meus resultados.
Aproxima de mim, Pai, a Tua paz para que usufrua desta
hora e tome seguras decisões para amanhã.
Que se ponha o sol no horizonte, mas que nasça
em mim o sol da renovação e da paz para sempre.
Obrigado, Deus, muito obrigado!
Amém!

HOMÍLIA DIÁRIA, COMENTÁRIO E REFLEXÃO DO EVANGELHO DO DIA 30/10/2017

ANO A


Lc 13,10-17

Comentário do Evangelho

Ação libertadora de Jesus

Lucas inicia sua narrativa destacando que Jesus "estava ensinando". A narrativa exprime como Jesus acompanhava seu ensino libertador com gestos concretos, coerentes e eficazes. A mulher encurvada que não consegue olhar para o alto representa o povo subjugado pela ideologia religiosa da Lei, imposta pelo Templo e pela sinagoga, a qual tinha como uma das principais observâncias o repouso sabático. Libertada da Lei que a oprime, a mulher readquire sua estatura normal e sua dignidade, humanizada pela prática de Jesus, passando a louvar a Deus. O mundo de hoje é o espaço onde os discípulos, revelando o amor vivificante de Deus, são chamados a renovar a ação libertadora de Jesus.
José Raimundo Oliva
Oração
Pai, que eu saiba dar ao amor ao próximo a devida primazia, não submetendo este mandamento a preceitos secundários que me impedem de descobrir a tua verdadeira vontade.
Fonte: Paulinas em 29/10/2012

Comentário do Evangelho

Na cura da mulher manifesta-se a obra de Deus

A cura da mulher curvada em dia de sábado, na sinagoga, é ocasião para discussão sobre o descanso sabático. A cura da mulher é dita com os verbos no passivo; trata-se do passivo divino, o que indica que Jesus e, com ele, o narrador do evangelho vêm na cura dela a obra de Deus. A reação da mulher que se põe a glorificar Deus mostra que ela interpreta o acontecimento da mesma maneira. A menção do longo período da enfermidade da qual a mulher sofria e a imediatez de sua cura visam mostrar o poder da palavra de Jesus. A causa da fúria do chefe da sinagoga é o fato de Jesus ter realizado a cura no dia de sábado. No entanto, não é a Jesus que ele se dirige, mas à multidão. Com isso, o narrador quer mostrar a hipocrisia dele. Ademais, ele acusa a multidão de ter a intenção de ser curada no dia de sábado, quando não sabe se o que ele afirma é verdadeiro. Tudo isso é ocasião para discutir o sentido do descanso sabático. Jesus ensina a verdadeira finalidade do repouso sabático: ao libertar Israel da casa da servidão, Deus quis que a memória das feridas e sofrimentos impedisse o povo de perder a humanidade, outro nome da bondade. Por isso, Jesus disse que era preciso que fosse curada em dia de sábado.
Pe. Carlos Alberto Contieri, sj
Oração
Pai, que eu saiba dar ao amor ao próximo a devida primazia, não submetendo este mandamento a preceitos secundários que me impedem de descobrir a tua verdadeira vontade.
Fonte: Paulinas em 26/10/2015

Vivendo a Palavra

Mais uma vez o Mestre se confronta com o formalismo religioso, impondo o seu jeito livre de exercer o Amor: quando se trata de fazer o bem para o próximo, vale a compaixão, muito mais do que os limites impostos pela letra da Lei. Jesus não apenas realiza a cura, como estabelece a escala de valores que Ele segue.
Fonte: Arquidiocese BH em 29/10/2012

Vivendo a Palavra

O Reino do Pai, lugar do Amor, não está sujeito a regulamentos e interdições impostos pelos homens. No sábado como em qualquer outro dia, o bem, a cura e a libertação do ser humano são bem-vindos. Vivamos nossa Igreja com a mesma liberdade que Jesus quis nos ensinar, superando as limitações impostas pela religião dos poderosos do Templo.
Fonte: Arquidiocese BH em 26/10/2015

VIVENDO A PALAVRA

A multidão se alegrava ao ver as maravilhas que Jesus operava. Ele a libertava da escravidão imposta pelo Lei, quando a Lei era entendida em sua letra e não no seu espírito. Uma lição definitiva para nós, Igreja de Jesus, que queremos segui-lo: nem o sábado deve nos inibir de fazer o bem, libertar os irmãos e vivermos nós mesmos a nossa própria liberdade.

Reflexão

Quando o valor material está em jogo em uma determinada situação, ninguém duvida sobre a necessidade de uma ação, pois tudo é permitido para evitar a perda material. Mas quando o valor é a pessoa humana, tudo é muito complicado. Não se pode agir por uma série de motivos como proibições legais, necessidade de uma melhor organização, haverá melhores oportunidades, não é assim que se fazem as coisas e uma série de outros argumentos. Tudo isso nos mostra que nos nossos tempos, os valores não são diferentes dos do tempo de Jesus. Nos mostra também que não vivemos plenamente o Evangelho, pois amamos mais o dinheiro do que os nossos irmãos e irmãs.
Fonte: CNBB em 29/10/2012

Meditando o Evangelho

APRESSAR-SE EM FAZER O BEM

Nenhum empecilho era suficientemente grande para impedir Jesus de fazer o bem. Nem mesmo as veneráveis prescrições religiosas. Ao confrontar-se com alguém precisando de sua ajuda, ele sempre se apressava em estender-lhe a mão.
É Jesus quem toma a iniciativa de curar uma infeliz mulher. Prostrada há muitos anos pela enfermidade, era obrigada a viver curvada, sem poder erguer-se. Seu estado físico era a imagem do peso que carregava sobre si: o da humilhação de ser considerada castigada por Deus; o da impossibilidade de ser útil aos demais, além da opressão de seu próprio sofrimento físico. A incapacidade de erguer-se significava não estar apta para relacionar-se com os outros, em pé de igualdade. Sua condição tornava-a um ser inferior.
Sem ter sido solicitado, Jesus faz-se protetor da mulher sofredora. E, como sinal de sua misericordiosa solidariedade, intervém em favor dela, libertando-a da enfermidade opressora. Após a imposição das mãos do Mestre, ela se ergue e dá glória a Deus pelo benefício recebido, por reconhecer que sua libertação era obra divina.
A indignação do chefe da sinagoga, encarregado de zelar pelo cumprimento do repouso sabático, não impressiona Jesus. Libertar um ser humano de qualquer tipo de opressão é tão urgente e necessário, a ponto de justificar até mesmo uma não observância da Lei. Afinal, Deus fica contente com a libertação de seus filhos.
Oração
Espírito de presteza em fazer o bem, torna-me solícito em socorrer meu semelhante necessitado, e não permitas que eu me omita, quando se trata de ajudá-lo.
Fonte: Dom Total em 26/10/2015

Meditando o evangelho

LIVRE DA OPRESSÃO

A mulher doente, que Jesus encontrou numa sinagoga, em dia de sábado, era a imagem viva do ser humano oprimido. Ela vivia encurvada, sem poder erguer-se.
Toda doença, na mentalidade da época, era entendida como resultado da ação do Demônio sobre o ser humano. Portanto, a doença crônica desta mulher era interpretada como um enorme fardo imposto sobre ela por forças demoníacas.
A dupla opressão dessa criatura - mulher e doente - tocou a sensibilidade de Jesus, que tomou a iniciativa de curá-la, ou seja, libertá-la do poder do Demônio. Sem precisar ser solicitado, Jesus a resgatou das garras de Satanás, assumiu suas dores e se pôs a seu lado, na luta contra o inimigo da natureza humana.
A reação espontânea da mulher mostrou como tinha entendido perfeitamente o que lhe acontecera. Dando glória a Deus pelo benefício recebido, ela reconheceu que o próprio Deus havia agido nela, por meio de Jesus. Por conseguinte, este era o Messias esperado, portador da salvação prometida. Finalmente, o ser humano via-se livre do poder do Mal.
A cura realizada por Jesus irritou o chefe da sinagoga. Esse valorizava tanto o repouso sabático a ponto de imaginar que, quem já sofria, há dezoito anos, de uma doença, podia esperar um pouco mais para ser curada. Bem outro foi o pensamento de Jesus!
(O comentário do Evangelho é feito pelo Pe. Jaldemir Vitório – Jesuíta, Doutor em Exegese Bíblica, Professor da FAJE – e disponibilizado neste Portal a cada mês)
Oração
Senhor Jesus, liberta-me do jugo que o pecado me impôs. Desta forma, me verei livre do peso que me mantém encurvado, impedindo-me de caminhar ereto para junto de ti.

COMENTÁRIO DO EVANGELHO

1. A Mulher que andava curvada
(O comentário do Evangelho abaixo é feito pelo Diácono José da Cruz - Diácono da Paróquia Nossa Senhora Consolata – Votorantim – SP)

Jesus encanta e desconcerta, a instituição e o povão têm reações diferentes, e iremos conduzir a reflexão nesse sentido, transportando-a para os dias de hoje)
__ Heim moço, você que estava lá na sinagoga naquele sábado que Jesus curou essa mulher, mate a minha curiosidade, você que a viu de perto, é verdade que ela andava curvada que nem bicho? Que doença terrível era essa que não deixava a pessoa andar com a cabeça erguida?
__ É verdade sim, ela tinha como que um peso terrível nas costas, que a prostrava a andar quase de quatro, e não era só ela não, era uma doença comum naquele tempo, muitos na comunidade andavam daquele jeito...
___ Credo, mas há 18 anos andando assim?
___ Dezoito anos significava que essa pessoa tinha maioridade, mas não tinha autonomia para ver, pensar e agir, pois ela só via, pensava e agia como a Instituição determinava, era proibido a um Filho ou Filha de Abraão fazer diferente. E vocês aí da Pós Modernidade, já conseguiram curar essa doença?
___ Ché moço, por aqui a maioria anda arcado, quando não é pela própria religião, que oprime, massifica e explora, é a ideologia própria do nosso tempo, consumismo, Neo- Liberalismo, ateísmo, relativismo e vai por aí...
___Então, se vocês são a Igreja de Jesus Cristo, têm que curar o pessoal que anda arcado, Jesus de Nazaré, aqui no nosso tempo, não andava curvado e não queria que ninguém andasse. Falava o que tinha de ser falado, pensava livremente e agia assim também, bem que tentaram "enlatá-lo". Para que ele se submetesse à instituição, mas não teve jeito...
___ Começo a entender o tamanho da encrenca que ele arrumou por aí... Os Donos da Verdade Religiosa que haviam se apossado da Revelação Divina, sentiram-se ameaçados com a presença de Jesus na comunidade...
___ Isso mesmo! Jesus curou a mulher no dia de sábado, tirou o terrível peso da costa dela e a partir daí ela se libertou e passou a andar de cabeça erguida, bem ereta, tornando-se seguidora de Jesus. Os Coordenadores da Comunidade espumaram de raiva, e tentaram disfarçar a raiva, a inveja e o ciúme, defendendo a instituição, como se Jesus fosse inimigo dela, porque libertou a pobre mulher em dia de sábado... Cambada de safado e mentiroso!
___ E o povão, como reagiu?
___ Ah moço, dava gosto de ver a alegria e o entusiasmo que tomou conta do povo, para desespero dos Poderosos da comunidade, o povo logo percebeu algo novo que Jesus havia trazido , e não se deixava mais enganar pela lábia dos que se diziam Doutores e Donos da Verdade, Jesus ensinava o povo a ser livre, a pensar e agir de acordo com o coração e a consciência, e não mais com a Lei....O Senhor entendeu, moço, esse ensinamento?
___ Claro que entendi, minha tia leu esse evangelho e está querendo ir á igreja para ser curada de um Bico de Papagaio e Hérnia de disco, depois dessa entrevista, vou ter de explicar a ela que Jesus é capaz de bem mais do que isso, aliás, é o que ele quer de verdade, uma cura total, que faça a gente levantar a cabeça, pensar, agir e fazer a nossa própria história, sempre com Ele, Nele e por Ele, na construção do Reino Novo!
Fonte: NPD Brasil em 29/10/2012

HOMILIA DIÁRIA

Cristo nos liberta do legalismo com seu amor salvador

Postado por: homilia
outubro 29th, 2012

A chave de leitura desta narrativa é: Jesus estava ensinando numa sinagoga, num dia de sábado. Havia aí uma mulher que, havia dezoito anos já, estava com um espírito que a tornava doente. Era encurvada e incapaz de ficar bem direita. Vendo-a, Jesus a chamou e lhe disse: “Mulher, estás livre da tua doença”. Ele impôs as mãos sobre ela, e ela se ergueu bem direita e começou a louvar a Deus.
A mulher encurvada, que não consegue olhar para o alto, representa o povo sujeito à ideologia do Judaísmo. Jesus é livre para curar no sábado, e diante da fúria do chefe da sinagoga, argumenta que se, no dia do sábado, é permitido desamarrar um animal para que ele beba, com muito mais razão ele podia libertar esta mulher “amarrada” por satanás, curvada sobre a terra, impedida de louvar a Deus. Libertando a todos do legalismo, Jesus manifesta o amor salvador e vivificante.
O chefe da sinagoga, porém, furioso porque Jesus tinha feito uma cura em dia de sábado, se pôs a dizer à multidão: “Há seis dias para trabalhar. Vinde, pois, nesses dias para serdes curados, mas não em dia de sábado”.
O Senhor respondeu-lhe: “Hipócritas! Não solta cada um de vós seu boi ou o jumento do curral, para dar-lhe de beber, mesmo que seja em dia de sábado? Esta filha de Abraão, que Satanás dominou durante dezoito anos, não devia ser libertada dessa prisão, mesmo em dia de sábado?” Esta resposta envergonhou todos os inimigos de Jesus. E a multidão inteira se alegrava com as maravilhas que Ele fazia.
Padre Bantu Mendonça
Fonte: Canção Nova em 29/10/2012

Oração Final
Pai Santo, dá-nos coragem e grandeza d’alma para exercer a liberdade de Filhos teus quando se tratar de servir o nosso próximo. Que as obrigações prescritas na Lei não nos sirvam de desculpa para deixar de fazer o bem ou praticar a caridade. Por Jesus, teu Filho e nosso Irmão, na unidade do Espírito Santo.
Fonte: Arquidiocese BH em 29/10/2012

Oração Final
Pai Santo, não poucas vezes nós nos satisfazemos em cumprir preceitos, esquecendo-nos de seguir a Lei do Amor, que os ultrapassa. Envia, Pai amado, o teu Espírito para nos libertar das amarras impostas pelos homens. Que a nossa única Lei seja o seguimento do Cristo Jesus, teu Filho que se fez nosso Irmão e contigo vive e reina na unidade do Espírito Santo.
Fonte: Arquidiocese BH em 26/10/2015

ORAÇÃO FINAL
Pai Santo, que a nossa religião seja uma religação contigo, onde nos apresentamos transparentes e sem hipocrisia; seja a releitura permanente de tua Vontade de nos ver felizes; e seja a reopção diária por nossa conversão ao Caminho, à Verdade e à Vida – representados por Jesus, o Cristo teu Filho e nosso Irmão, que contigo vive, na unidade do Espírito Santo. Amém.

LITURGIA DIÁRIA - 30/10/2017


Tema do dia

E SE SOMOS FILHOS, SOMOS TAMBÉM HERDEIROS

A leitura de hoje, da Carta aos Romanos, é um texto central do pensamento de Paulo. Quando o Filho de Deus, o Cristo, se faz humano em Jesus de Nazaré, Ele se torna nosso irmão e, portanto, também nós somos adotados como filhos do Pai Misericordioso.

Oração para antes de ler a Bíblia


Meu Senhor e meu Pai! Envia teu Santo Espírito para que eu compreenda e acolha tua Santa Palavra! Que eu te conheça e te faça conhecer, te ame e te faça amar, te sirva e te faça servir, te louve e te faça louvar por todas as criaturas. Fazei, ó Pai, que pela leitura da Palavra os pecadores se convertam, os justos perseverem na graça e todos consigamos a vida eterna. Amém.

2ª-feira da 30ª Semana do Tempo Comum
Cor: Verde

Foto com animação

Primeira Leitura (Rm 8,12-17)
30ª Semana do Tempo Comum - Segunda-feira 30/10/2017

Leitura da Carta de São Paulo aos Romanos.

12Irmãos, temos uma dívida, mas não para com a carne, para vivermos segundo a carne. 13Pois, se viverdes segundo a carne, morrereis, mas se, pelo espírito, matardes o procedimento carnal, então vivereis. 14Todos aqueles que se deixam conduzir pelo Espírito de Deus são filhos de Deus. 15De fato, vós não recebestes um espírito de escravos, para recairdes no medo, mas recebestes um espírito de filhos adotivos, no qual todos nós clamamos: Abá — ó Pai! 16O próprio Espírito se une ao nosso espírito para nos atestar que somos filhos de Deus. 17E, se somos filhos, somos também herdeiros — herdeiros de Deus e co-herdeiros de Cristo —; se realmente sofremos com ele, é para sermos também glorificados com ele.

- Palavra do Senhor.
- Graças a Deus.

Foto com animação

Responsório (Sl 67)
30ª Semana do Tempo Comum - Segunda-feira 30/10/2017

— Nosso Deus é um Deus que salva, é um Deus libertador!
— Nosso Deus é um Deus que salva, é um Deus libertador!

— Eis que Deus se põe de pé, e os inimigos se dispersam! Fogem longe de sua face os que odeiam o Senhor! Mas os justos se alegram na presença do Senhor, rejubilam satisfeitos e exultam de alegria!
— Dos órfãos ele é pai, das viúvas, protetor; é assim o nosso Deus em sua santa habitação. É o Senhor quem dá abrigo, dá um lar aos deserdados, quem liberta os prisioneiros e os sacia com fartura.
— Bendito seja Deus, bendito seja cada dia, o Deus da nossa salvação, que carrega os nossos fardos! Nosso Deus é um Deus que salva, é um Deus libertador; o Senhor, só o Senhor, nos poderá livrar da morte!

Foto com animação

Evangelho (Lc 13,10-17)
30ª Semana do Tempo Comum - Segunda-feira 30/10/2017


A cura da mulher encurvada

— Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 10Jesus estava ensinando numa sinagoga, em dia de sábado. 11Havia aí uma mulher que, fazia dezoito anos, estava com um espírito que a tornava doente. Era encurvada e incapaz de se endireitar. 12Vendo-a, Jesus chamou-a e lhe disse: “Mulher, estás livre da tua doença”. 13Jesus pôs as mãos sobre ela, e imediatamente a mulher se endireitou e começou a louvar a Deus.
14O chefe da sinagoga ficou furioso, porque Jesus tinha feito uma cura em dia de sábado. E, tomando a palavra, começou a dizer à multidão: “Existem seis dias para trabalhar. Vinde, então, nesses dias para serdes curados, não em dia de sábado”.
15O Senhor lhe respondeu: “Hipócritas! Cada um de vós não solta do curral o boi ou o jumento, para dar-lhe de beber, mesmo que seja dia de sábado? 16Esta filha de Abraão, que Satanás amarrou durante dezoito anos, não deveria ser libertada dessa prisão, em dia de sábado?” 17Esta resposta envergonhou todos os inimigos de Jesus. E a multidão inteira se alegrava com as maravilhas que ele fazia.

— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor.

Foto com animação

Oração para depois de ler a Bíblia


Dou-Te graças, meu Deus, pelos bons propósitos, afetos e inspirações que me comunicastes nesta meditação; peço-Te ajuda para colocá-los em prática. Minha Mãe Imaculada, meu protetor São José e Anjo da minha guarda, intercedeis todos por mim. Amém.

TERÇOS – VÍDEOS


Acesse:

1  Terço da Divina Providência - http://youtu.be/5mzUbLl_P48

2 - Terço de Cura e Libertação  http://youtu.be/TWmZ47JoC0I

3  Terço da FÉ  http://youtu.be/-I1tuBSDtkU

4 - Terço do Espírito Santo - http://youtu.be/BJqMkwQsOeQ

5 - Terço da Libertação Cantado - http://youtu.be/9ofE4VoEZPU

6 - Terço da Sagrada Face de Nosso Senhor Jesus Cristo - http://youtu.be/dr_BtsQtRvo

7 - Terço de São Bento - http://youtu.be/p-iD6TySLmY

8 - TERÇO DE CURA E LIBERTAÇÃO (PADRE JOÃOZINHO)  http://youtu.be/hUuaQk1ydWw