quarta-feira, 18 de outubro de 2017

BOM DIA! BOA TARDE! BOA NOITE! Oração da noite, Oração da manhã e Oração do entardecer - Deus te abençoe!



Oração da Noite

Boa noite Pai.
Termina o dia e a ti entrego meu cansaço.
Obrigado por tudo e… perdão!!
Obrigado pela esperança que hoje animou meus passos, pela alegria que vi no rosto das crianças;
Obrigado pelo exemplo que recebi daquele meu irmão;
Obrigado também por isso que me fez sofrer…
Obrigado porque naquele momento de desânimo lembrei que tu és meu Pai; Obrigado pela luz, pela noite, pela brisa, pela comida, pelo meu desejo de superação…
Obrigado, Pai, porque me deste uma Mãe!
Perdão, também, Senhor!
Perdão por meu rosto carrancudo; Perdão porque não me lembrei que não sou filho único, mas irmão de muitos; Perdão, Pai, pela falta de colaboração e serviço e porque não evitei aquela lágrima, aquele desgosto; Perdão por ter guardado para mim tua mensagem de amor;
Perdão por não ter sabido hoje entregar-me e dizer: “sim”, como Maria.
Perdão por aqueles que deviam pedir-te perdão e não se decidem.
Perdoa-me, Pai, e abençoa os meus propósitos para o dia de amanhã, que ao despertar, me invada novo entusiasmo; que o dia de amanhã seja um ininterrupto “sim” vivido conscientemente.
Amém!!!

Oração da manhã

Bom-dia, Senhor Deus e Pai!
A ti, a nossa gratidão pela vida que desperta, pelo calor que
cria vida, pela luz que abre nossos olhos.
Nós te agradecemos por tudo que forma nossa vida, pela terra, pela água, pelo ar, pelas pessoas. Inspira-nos com teu Espírito Santo os pensamentos que vamos alimentar,as palavras que vamos dizer, os gestos que vamos dirigir,a comunicação que vamos realizar.
Abençoa as pessoas que nós encontramos, os alimentos que vamos ingerir.
Abençoa os passos que nós dermos, o trabalho que devemos fazer.
Abençoa, Senhor, as decisões que vamos tomar, a esperança que vamos promover,a paz que vamos semear,a fé que vamos viver, o amor que vamos partilhar.
Ajuda-nos, Senhor, a não fugir diante das dificuldades, mas a abraçar amor as pequenas cruzes deste dia.
Queremos estar contigo, Senhor, no início, durante e no fim deste dia.
Amém.

Oração do entardecer

Ó Deus!
Cai à tarde, a noite se aproxima.
Há neste instante, um chamado à elevação, à paz, à reflexão.
O dia passa e carregam os meus cuidados.
Quem fez, fez.
Também a minha existência material é um dia que se passa,
uma plantação que se faz, um caminho para algo superior.
Como fizeste a manhã, à tarde e a noite, com seus encantos,
fizeste também a mim, com os meus significados, meus resultados.
Aproxima de mim, Pai, a Tua paz para que usufrua desta
hora e tome seguras decisões para amanhã.
Que se ponha o sol no horizonte, mas que nasça
em mim o sol da renovação e da paz para sempre.
Obrigado, Deus, muito obrigado!
Amém!

HOMÍLIA DIÁRIA, COMENTÁRIO E REFLEXÃO DO EVANGELHO DO DIA 19/10/2017

ANO A


Lc 11,47-54

Comentário do Evangelho

O profeta é o homem do gesto e da palavra.

Os profetas eram homens de Deus, portadores da Palavra de Deus; suscitavam a esperança, denunciavam os crimes, desvelavam a infidelidade à Aliança, anunciavam o amor sem limites de Deus por seu povo (ver: Jr 20 e 26). O profeta é o homem do gesto e da palavra. No entanto, foram mortos; fizeram calar a palavra, não quiserem ouvir a voz de Deus. Há um modo de interpretar a Escritura que faz dos doutores da Lei coniventes com a morte dos profetas do passado de Israel. A pretensão de possuir o conhecimento da Escritura os impede de escutar a Deus, e eles, por sua vez, fecham às pessoas a possibilidade de uma compreensão correta da Palavra de Deus: “... ficastes com a chave da ciência: vós mesmos não entrastes, e ainda impedistes os que queriam entrar” (v. 52). O que Jesus diz dos profetas do passado, acontecerá com ele mesmo: “Quando Jesus saiu de lá, os escribas e os fariseus começaram a importuná-lo e a provocá-lo em muitos pontos, armando ciladas para apanhá-lo em suas próprias palavras” (v. 54).
Carlos Alberto Contieri,sj
Fonte: Paulinas em 17/10/2013

Vivendo a Palavra

Jesus expõe a contradição: os filhos constroem túmulos para os profetas que os pais mataram. Vivos, os Mensageiros incomodavam com a Verdade e eram perseguidos. Mortos, eram venerados. Não poucas vezes o mesmo acontece conosco: a Verdade nos desinstala. Nós procuramos ocultá-la com ritos vazios.
Fonte: Arquidiocese BH em 17/10/2013

VIVENDO A PALAVRA

O Mestre lamenta os vícios da sociedade em que vivia e mostra qual é o caminho da Verdade: ele é simples e transparente. Jesus vê em profundidade o mal que se esconde nos corações humanos. Os mesmos ‘ais de vocês’ poderiam ser ouvidos por nós, hoje, pois também nós vivemos tempos de dissimulação e de egoísmo exacerbado.

Reflexão

A sociedade humana é a sociedade da morte e procura destruir todas as iniciativas que promovem a verdadeira vida. Como o Reino de Deus é o Reino da Vida, ele sofre perseguições e rejeição por parte do mundo. O mundo odeia tudo o que está relacionado com a vida e nega seus valores, trata mal quem age assim, provoca quem procura viver retamente, arma ciladas para pegá-los de surpresa. Mas todo aquele que de fato é do Reino de Deus enfrenta todas essas dificuldades e luta pela vida, sabendo que Deus é o seu grande parceiro nesta luta e que a vida triunfará sobre o pecado e a morte.
Fonte: CNBB em 17/10/2013

Meditação

Você tem mania de corrigir os que erram? - Não é melhor colocar em primeiro lugar o espírito de caridade fraterna? - Procura usar de delicadeza no trato com os outros? - Como tratamos os que não professam a mesma fé e do mesmo modo que nós professamos? - Lembra-se de rezar pelos cristãos que, em muitos países, são perseguidos por causa da fé?
Padre Geraldo Rodrigues, C.Ss.R
Fonte: a12 - Santuário Nacional em 17/10/2013

Meditando o evangelho

O SANGUE DOS PROFETAS

A franqueza usada por Jesus no confronto com os seus adversários permitia-lhe entrever o que se passava no coração deles. Recusava-se a pactuar com sua hipocrisia, denunciando o modo como pretendiam agradar a Deus. Essa liberdade de Jesus em denunciar o comportamento dos seus adversários só podia torná-lo alvo de ódio feroz.
A experiência do Mestre estava em perfeita consonância com a dos profetas do passado. Também eles foram perseguidos e mortos, sem que o povo desse ouvido à apelos. Em outras palavras, preferiu-se calar a voz de Deus a acolhê-la com humildade e desejo de conversão.
Mais que todos os profetas e mensageiros do passado, Jesus era a voz privilegiada de Deus na história humana. Na condição de Filho, fora enviado para proclamar o caminho da salvação. Todas as suas palavras e suas ações deveriam levar as pessoas a se converterem para o Reino. No entanto, por parte de um grupo de escribas e fariseus, só encontrou fechamento e recusa de acolher o caminho que ele lhes propunha.
O Pai pedirá contas a esse grupo de pessoas, como pediu aos que derramaram o sangue dos profetas, desde a criação do mundo. Tamanha insensibilidade clama aos céus! Sua punição manifesta a rejeição divina de pactuar com a maldade.
(O comentário do Evangelho é feito pelo Pe. Jaldemir Vitório – Jesuíta, Doutor em Exegese Bíblica, Professor da FAJE – e disponibilizado neste Portal a cada mês)
Oração
Espírito de receptividade, faze-me dócil para acolher as palavras de Jesus, deixando-me tocar e converter por elas.

Liturgia comentada

Eu lhes enviarei profetas... (Lc 11, 47-54)
Conforme a Carta aos Hebreus (1, 1), nos tempos da Primeira Aliança o Senhor se dirigiu a seu povo através dos profetas. Eram homens comuns, vaqueiros ou catadores de sicômoros, que o Espírito de Deus impelia a profetizar. Nada que nos faça pensar em “adivinhões” a prever o futuro. Antes, eram vozes de alerta que advertiam os responsáveis pelo povo escolhido quando se afastavam da vontade do Senhor. Foi o caso de Natã, que visitou o Rei Davi para conduzi-lo à contrição e à penitência.
O Antigo Testamento chama o profeta de “rabi” (aquele que foi chamado) ou de “ro’eh” (o vidente). Ezequiel terá sido o campeão das visões, como a daquele “carro celeste” que muitos se atreveram a traduzir como uma nave espacial. Com palavras ou gestos simbólicos (a canga quebrada de Jeremias, o casamento de Oseias, o tijolo de Ezequiel, etc.), os profetas revelam as intenções de Deus para a vida de seu povo.
Na intersecção das duas Alianças, João Batista foi o grande profeta enviado por Deus, quando os céus voltaram a se abrir após 150 anos de silêncio. Sua missão? Apontar o Cordeiro de Deus, identificando na pessoa de Jesus o Messias esperado.
Ao longo dos séculos, os profetas foram rejeitados, perseguidos, silenciados pela violência. Por isso mesmo, Jesus lamentava a Cidade Santa: “Jerusalém, Jerusalém, que matas os profetas e apedrejas os que te foram enviados!” (Mt 23, 37.) Assim se manifestava, ao longo dos séculos, a recusa impenitente de um povo amado que não reconhecia o amor de que era alvo.
João Batista, o Precursor, preso por Herodes e, a seguir, decapitado, resume de forma cabal essa estranha vocação dos enviados de Deus. Por fim, na plenitude dos tempos, Jesus Cristo – o próprio Filho de Deus – sofreria também de modo extremo a rejeição e a morte.
Nos tempos apostólicos, o mesmo ódio seria derramado sobre os servidores de Deus, a começar por Estevão (At 7, 58) e Tiago (at 12, 2). Desde os césares romanos até os tiranos modernos, idêntico fim teriam os cristãos que professam sua fé em Jesus Cristo. Cumpria-se assim a profecia do Senhor: “Sereis odiados de todos, por causa do meu Nome; mas aquele que perseverar até o fim, esse será salvo.” (Mt 10, 22.)
O Senhor precisa de profetas. Aceitaremos esta missão?
Orai sem cessar: “Eis-me aqui! Enviai-me!” (Is 6, 8b)
Texto de Antônio Carlos Santini, da Comunidade Católica Nova Aliança.
santini@novaalianca.com.br
Fonte: NS Rainha em 17/10/2013

HOMÍLIA DIÁRIA

Saber ser humilde quando se é corrigido

Um ponto marcante que nos prova a nossa ignorância é o fato de não sabermos ser humildes quando somos corrigidos.
“Ai de vós, mestres da Lei, porque tomastes a chave da ciência. Vós mesmos não entrastes, e ainda impedistes os que queriam entrar” (Lc 11,52).
Nós continuamos, hoje, a meditar o debate de Jesus com os fariseus e com os mestres da Lei. Mais uma vez, Jesus mostra a Sua dureza para com esse grupo, também chamados de “fariseus” e, hoje, especificamente olhando para os doutores da Lei.
Porque, como a Palavra diz, os fariseus e mestres da Lei são aqueles que sabem tudo da Lei; julgavam, condenavam e olhavam os outros a partir da sua própria interpretação. Por isso Jesus afirma que eles tinham a chave da ciência.
“Ciência” é o que se entende como o conhecimento do bem e do mal, o conhecimento do que é correto e do que é errado. Uma vez que eu tenho essa ciência, este conhecimento, cabe a mim julgar, cabe a mim saber quem está correto e quem não o está.
É um verdadeiro erro acharmos que somos sabedores de alguma coisa e nos acharmos melhores do que os outros ou acima deles; porque temos conhecimento disso ou daquilo ou porque temos esta ou aquela formação. Ou porque somos próximos de Deus, porque participamos da Santa Missa, da Eucaristia, porque Ele está conosco.
Dessa forma, nos achamos detentores da verdade, os donos da verdade, até das coisas de Deus. Quando, na verdade, o Senhor não se deixa aprisionar por ninguém, nem por nenhuma religião, nem por nenhum mestre ou doutor, tampouco por nenhuma ciência.
Deus é livre e soberano e age do modo que quiser; ninguém pode determinar a ação d’Ele. Nós podemos invocá-Lo, pedir-Lhe algo, podemos esperar n’Ele e também podemos correr atrás da manifestação d’Ele, mas ninguém tem a chave do Seu coração, ninguém tem a chave da Sua ciência. É por esse motivo que Jesus corrige os mestres da Lei e quem age como eles.
Outra coisa que nos chama a atenção na Palavra de Deus, hoje, é justamente que os doutores da Lei, uma vez que foram corrigidos, não aceitaram a correção, depois se revelaram, repreenderam, maltrataram, provocaram Jesus e armaram ciladas contra Ele. Outro ponto marcante que nos prova a nossa ignorância é o fato de não sabermos ser humildes quando somos corrigidos.
A verdadeira ciência, aquela que vem do Coração de Deus, se humilha; as outras são sinônimo de orgulho. Que Deus nos dê a sabedoria, a ciência do Céu, pela santa humildade.
Deus abençoe você!
Padre Roger Araújo
Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova.
Fonte: Canção Nova em 17/10/2013

Oração Final
Pai Santo, orienta os nossos passos no Caminho da Verdade. Que nós nos aproximemos da tua Palavra Santa – que anuncias por meio de tantos sinais – e que a vivamos e a proclamemos aos irmãos através do testemunho de uma vida transparente, feita de relações fraternas com o nosso próximo. Por Jesus Cristo, teu Filho e nosso Irmão, na unidade do Espírito Santo.
Fonte: Arquidiocese BH em 17/10/2013

ORAÇÃO FINAL
Pai Santo, faze-nos verdadeiros filhos teus. Que os irmãos sintam, por nossa presença e testemunho de vida, o desejo de seguir a Jesus de Nazaré, vivendo as relações que Ele viveu: fraternas com os companheiros de jornada e filial contigo, Pai amado. Pelo mesmo Cristo Jesus, teu Filho e nosso Irmão, na unidade do Espírito Santo. Amém

LITURGIA DIÁRIA - 19/10/2017


Tema do dia

VOCÊS IMPEDEM OS QUE QUEREM ENTRAR

A Carta aos Romanos é o mais antigo tratado da teologia cristã. A tese de Paulo é que o homem se torna justo através da fé, e não pela observância da Lei. E Deus não é somente dos judeus, mas também dos pagãos. Há um só Deus que justifica, pela fé.

Oração para antes de ler a Bíblia


Meu Senhor e meu Pai! Envia teu Santo Espírito para que eu compreenda e acolha tua Santa Palavra! Que eu te conheça e te faça conhecer, te ame e te faça amar, te sirva e te faça servir, te louve e te faça louvar por todas as criaturas. Fazei, ó Pai, que pela leitura da Palavra os pecadores se convertam, os justos perseverem na graça e todos consigamos a vida eterna. Amém.

5ª-feira da 28ª Semana do Tempo Comum
Cor: Verde

Foto com animação

Primeira Leitura (Rm 3,21-30)
28ª Semana do Tempo Comum - Quinta-feira 19/10/2017

Leitura da Carta de São Paulo aos Romanos.

Irmãos, 21agora, sem depender do regime da Lei, a justiça de Deus se manifestou, atestada pela Lei e pelos Profetas; 22justiça de Deus essa, que se realiza mediante a fé em Jesus Cristo, para todos os que têm a fé. Pois diante desta justiça não há distinção: 23todos pecaram e estão privados da glória de Deus, 24e a justificação se dá gratuitamente, por sua graça, em virtude da redenção realizada em Jesus Cristo.
25Deus destinou Jesus Cristo a ser, por seu próprio sangue, instrumento de expiação mediante a realidade da fé. Assim Deus mostrou sua justiça em ter deixado sem castigo os pecados cometidos outrora, 26no tempo de sua tolerância. Assim ainda ele demonstra sua justiça no tempo presente, para ser ele mesmo justo, e tornar justo aquele que vive a partir da fé em Jesus.
27Onde estaria, então, o direito de alguém se gloriar? — Foi excluído. Por qual lei? Pela lei das obras? — Absolutamente não, mas, sim, pela lei da fé. 28Com efeito, julgamos que o homem é justificado pela fé, sem a prática da Lei judaica. 29Acaso Deus é só dos judeus? Não é também Deus dos pagãos? Sim, é também Deus dos pagãos. 30Pois Deus é um só.

- Palavra do Senhor.
- Graças a Deus.

Foto com animação

Responsório (Sl 129)
28ª Semana do Tempo Comum - Quinta-feira 19/10/2017

— No Senhor se encontra toda graça e copiosa redenção!
— No Senhor se encontra toda graça e copiosa redenção!

— Das profundezas eu clamo a vós, Senhor, escutai a minha voz! Vossos ouvidos estejam bem atentos ao clamor da minha prece!
— Se levardes em conta nossas faltas, quem haverá de subsistir? Mas em vós se encontra o perdão, eu vos temo e em vós espero.
— No Senhor ponho a minha esperança, espero em sua palavra. A minh’alma espera no Senhor mais que o vigia pela aurora.

Foto com animação

Evangelho (Lc 11,47-54)
28ª Semana do Tempo Comum - Quinta-feira 19/10/2017


Ai de vós, porque construís os túmulos dos profetas!

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse o Senhor: 47“Ai de vós, porque construís os túmulos dos profetas; no entanto, foram vossos pais que os mataram. 48Com isso, vós sois testemunhas e aprovais as obras de vossos pais, pois eles mataram os profetas e vós construís os túmulos.
49É por isso que a sabedoria de Deus afirmou: Eu lhes enviarei profetas e apóstolos, e eles matarão e perseguirão alguns deles, 50a fim de que se peçam contas a esta geração do sangue de todos os profetas, derramado desde a criação do mundo, 51desde o sangue de Abel até o sangue de Zacarias, que foi morto entre o altar e o santuário. Sim, eu vos digo: serão pedidas contas disso a esta geração. 52Ai de vós, mestres da Lei, porque tomastes a chave da ciência. Vós mesmos não entrastes, e ainda impedistes os que queriam entrar”.
53Quando Jesus saiu daí, os mestres da Lei e os fariseus começaram a tratá-lo mal, e a provocá-lo sobre muitos pontos. 54Armavam ciladas, para pegá-lo de surpresa, por qualquer palavra que saísse de sua boca.

— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor.

Foto com animação

Oração para depois de ler a Bíblia


Dou-Te graças, meu Deus, pelos bons propósitos, afetos e inspirações que me comunicastes nesta meditação; peço-Te ajuda para colocá-los em prática. Minha Mãe Imaculada, meu protetor São José e Anjo da minha guarda, intercedeis todos por mim. Amém.

TERÇOS – VÍDEOS


Acesse:

1  Terço da Divina Providência - http://youtu.be/5mzUbLl_P48

2 - Terço de Cura e Libertação  http://youtu.be/TWmZ47JoC0I

3  Terço da FÉ  http://youtu.be/-I1tuBSDtkU

4 - Terço do Espírito Santo - http://youtu.be/BJqMkwQsOeQ

5 - Terço da Libertação Cantado - http://youtu.be/9ofE4VoEZPU

6 - Terço da Sagrada Face de Nosso Senhor Jesus Cristo - http://youtu.be/dr_BtsQtRvo

7 - Terço de São Bento - http://youtu.be/p-iD6TySLmY

8 - TERÇO DE CURA E LIBERTAÇÃO (PADRE JOÃOZINHO)  http://youtu.be/hUuaQk1ydWw

TERÇO DA MISERICÓRDIA - VÍDEO - APRENDA A REZAR O TERÇO DA MISERICÓRDIA





"Quando rezarem este Terço junto aos agonizantes, Eu me colocarei entre o Pai e a alma agonizante, não como justo Juiz, mas como Salvador misericordioso".

JESUS, EU CONFIO EM VÓS!!!


APRENDA A REZAR O TERÇO DA MISERICÓRDIA


Para ser rezado nas contas do terço

No começo:


Pai nosso, que estais no céus, santificado seja o vosso nome; venha a nós o vosso reino, seja feita a vossa vontade, assim na terra como no céu. O pão nosso de cada dia nos dai hoje; perdoai-nos as nossas ofensas, assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido e não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal. Amém.

Ave, Maria, cheia de graça, o Senhor é convosco; bendita sois vós entre as mulheres e bendito é o fruto do vosso ventre, Jesus. Santa Maria, Mãe de Deus, rogai por nós, pecadores, agora e na hora de nossa morte. Amém.

Creio em Deus Pai, todo poderoso, criador do Céu e da Terra; e em Jesus Cristo, seu único Filho, nosso Senhor; que foi concebido pelo poder do Espírito Santo; nasceu da Virgem Maria, padeceu sob Pôncio Pilatos, foi crucificado, morto e sepultado; desceu à mansão dos mortos; ressuscitou ao terceiro dia; subiu aos céus, está sentado à direita de Deus Pai todo-poderoso, de onde há de vir a julgar os vivos e os mortos. Creio no Espirito Santo, na santa Igreja Católica, na comunhão dos santos, na remissão dos pecados, na ressurreição da carne, na vida eterna Amém.

Nas contas de Pai Nosso, dirás as seguintes palavras usando o terço de Maria:

Eterno Pai, eu Vos ofereço o Corpo e o Sangue, a Alma e a Divindade de Vosso diletíssimo Filho, Nosso Senhor Jesus Cristo, em expiação dos nossos pecados e dos do mundo inteiro.

Nas contas de Ave Maria rezarás as seguintes palavras:

Pela Sua dolorosa Paixão, tende misericórdia de nós e do mundo inteiro.

No fim, rezarás três vezes estas palavras:

Deus Santo, Deus Forte, Deus Imortal, tende piedade de nós e do mundo inteiro” 
(Diário, 476)

LITURGIA DAS HORAS - COMO REZAR? - CATÓLICO ORANTE (Liturgia das Horas)

Clique no ícone abaixo
para acesso à Hora Canônica

Oração desta Hora



LITURGIA DAS HORAS

A essência da Liturgia das Horas é a santificação das horas do dia do cristão, através das várias horas canônicas.

Laudes ou Oração da Manhã, que é uma oração de louvor dado a Deus pela vida recebida.

Hora média, que pode se desdobrar em mais três: tércia, próxima das 09h00, sexta, próxima do meio dia e noa, próxima das 15h00.

Vésperas ou Oração da Tarde, composta por dois Salmos e um hino do Novo Testamento. Recita-se nessa hora o Magnificat, que é o Cântico de Nossa Senhora.

Completas ou Oração da Noite, composta por um Salmo e o hino de Simeão.

REZE PELO SITE CATÓLICO ORANTE (Liturgia das Horas)


CLIQUE NO LINK ABAIXO