sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Terço de Cura e Libertação - VÍDEO

TERÇO DA DIVINA PROVIDÊNCIA

TERÇO DA MISERICÓRDIA - VÍDEOS




JESUS, EU CONFIO EM VÓS!!!

Oração do Angelus - Padre Antonello - VÍDEO

LITURGIA DAS HORAS

Clique no ícone abaixo
para acesso à Hora Canônica

Oração desta Hora

Terço - Mistério Gozosos - Segunda-Feira e Sábado.


Terço do Rosário: Mistérios Gozosos   


 

São Pedro Damião - 23 de fevereiro

São Pedro Damião, Cardeal e Bispo de Ostia
Nasceu em Ravena e foi uma destas difuras severas que, como São João Batista, surgem nas épocas de relaxamento para afastar os homens do erro e trazer-lhes de volta ao estreito caminho da virtude. Devido à prematura morte de seus pais, o santo foi criado pelo seu irmão, convertendo-se em um excelente discípulo, e mais tarde em um profundo servidor de Cristo. Pedro decidiu abandonar o mundo exterior e abraçar a vida religiosa entrando no convento de Fonte Avellana, comunidade de heremitas que gozavam de grande reputação.

Bem-aventurada Rafaela Ybarra - 23 de Fevereiro

Rafaela Ybarra
Bem-aventurada
1843-1900
Fundou a Congregação
das irmãs dos Santos Anjos
Rafaela nasceu no dia 16 de janeiro de 1843, em Bilbao, Espanha, no seio da tradicional família cristã Ybarra, da alta burguesia local. De personalidade serena e afável teve a infância e adolescência felizes, recebendo uma sólida formação humana e religiosa, de acordo com os costumes da época.

São Policarpo - 23 de Fevereiro




O santo deste dia é um dos grandes Padres Apostólicos, ou seja, pertencia ao número daqueles que conviveram com os primeiros apóstolos e serviram de elo entre a Igreja primitiva e a Igreja do mundo greco-romano.

HOMÍLIA, COMENTÁRIO E REFLEXÃO DO EVANGELHO DO DIA 23/02/2013

23 de Fevereiro de 2013

Ano C


Mateus 5,43-48

Comentário do Evangelho

O amor centro da santidade

Porque Deus ama a todos indistintamente, "faz nascer o seu sol sobre maus e bons e faz cair a chuva sobre justos e injustos" (v. 45), e não nos trata segundo nossas faltas, é preciso amar os inimigos e fazer o bem aos que nos perseguem (cf. v. 44). É exigência da vida cristã superar o ódio que mata e desfigura o ser humano. Toda a teologia da Lei, podemos dizer, é preservar a vida e a liberdade, que são dons de Deus. É nesse sentido que Jesus, prescrevendo amar os inimigos e rezar por aqueles que nos perseguem, leva a Lei à sua plenitude. O amor aos inimigos é oposição à lei do talião. "Sede, portanto, perfeitos como o vosso Pai celeste é perfeito" (v. 48). O Levítico já apresentava convite semelhante: "Sede santos porque eu, o Senhor, sou Santo" (19,2). Se o Levítico fala de santidade, Jesus fala de perfeição e a centra no amor. 
Carlos Alberto Contieri,sj

http://www.paulinas.org.br/diafeliz/?system=evangelho

Vivendo a Palavra

O Amor que Jesus viveu é uma onda permanente de carinho, cuidado e querer bem que emana de nós e envolve todos e tudo, sem discriminações ou privilégios. Não se limita a gestos que visem a pessoas ou situações isoladas ou determinadas no tempo e lugar. Amor é vida – toda a vida voltada para Reino.
http://www.arquidiocesebh.org.br/mdo/pg05.php

Reflexão

Um dos valores mais determinantes da nossa vida é a justiça, mas na maioria das vezes deixamos de lado a justiça de Deus para viver a justiça dos homens, fundamentada na troca de valores e não na gratuidade de quem de fato ama. Quem ama verdadeiramente reconhece que Deus é amor e tudo o que somos e temos vem dele, como prova desse amor gratuito. Assim, as nossas atitudes não podem ser determinadas pelas diferentes formas de comportamento das pessoas que nos rodeiam, mas pelo amor gratuito de Deus que deve fazer com que sejamos capazes de superar toda forma de vingança em nome da justiça e procurar dar a nossa contribuição para que o mundo seja cada vez melhor. 

http://www.cnbb.org.br/liturgia/app/user/user/UserView.php?ano=2013&mes=2&dia=23

COMENTÁRIOS DO EVANGELHO

FAÇA UMA DOAÇÃO AO NPDBRASIL...

1. Amar como Jesus amou...
(O comentário do Evangelho abaixo é feito pelo Diácono José da Cruz - Diácono da Paróquia Nossa Senhora Consolata – Votorantim – SP)

O Evangelho de hoje nos convida a dar um passo a mais, e que parece tão difícil; amar aos inimigos! Não vingar-se, quando alguém nos faz o mal, até que é possível, mas o Cristão deverá ir além e amar aos inimigos, querer e desejar todo bem aos que os odeiam…

Nós confundimos amor com amizade, que são coisas diferentes, a amizade supõe uma convivência, uma concordância em certas coisas e pensamentos em comum, ninguém consegue viver sem uma amizade sincera, logicamente não é disso que o Senhor nos fala. O amor pode até nascer de uma amizade, mas ele sempre continuará superior a simples amizade embora a suponha.

Amar o inimigo é conseguir ver nele algum valor, algo de bom, que me entusiasma e que me leva a aproximar-se dele. Amar o inimigo é respeitá-lo como Ser humano em toda sua dignidade, é ser capaz de lhe estender a mão, caso ele sofra uma queda, é sempre estar pronto a reatar uma relação que foi rompida por algum mal por ele cometido. Amar o inimigo é desejar vê-lo vitorioso, é querer que ele se realize e seja feliz, mesmo que nos odeie. Amar o inimigo é ter um dia a coragem de lhe pedir perdão, ainda que fomos nós os ofendidos… Mas todas essas práticas seriam impossíveis de se fazer por nossa própria iniciativa, por isso Jesus coloca a oração, pelos que nos fazem e desejam o mal, pois a oração tem poder de nos tornar flexíveis, abertos, misericordiosos e propensos ao perdão.

A nossa oração pelos inimigos, não vai fazer com que Deus mude –os para melhor, mas sim vai fazer com que Deus nos mude, mude o jeito de pensar e de agir, em relação a essas pessoas, e a gente mudando, o inimigo também mudará, porque não resistirá ao bem presente em nós.

A referência é Deus, exatamente assim ele age em relação a nós, amando a todos e fazendo Bem a todos, sem distinção, mesmo os que o rejeitam, ele ama, porque o amor Divino é essa força transformadora que a tudo renova e restaura. Se não formos capazes disso, somos cristãos apenas de fachada…

2. O amor centro da santidade
(O comentário do Evangelho abaixo é feito por Carlos Alberto Contieri, sj - e disponibilizado no Portal Paulinas)
VIDE ACIMA
Oração
Senhor Jesus, ajuda-me a compreender a importância do amor e do perdão, como caminho de estabelecer relacionamento contigo mesmo.

3. AMAR OS INIMIGOS
(O comentário do Evangelho abaixo é feito pelo Pe. Jaldemir Vitório – Jesuíta, Doutor em Exegese Bíblica, Professor da FAJE – e disponibilizado no Portal Dom Total a cada mês).

O mandamento de amar os inimigos é característico do projeto de Jesus. Esse mandamento é, em última análise, a pedra de toque da perfeição cristã. Quem é capaz de bendizer a quem o maldiz, fazer o bem a quem o odeia, orar por seus perseguidores e caluniadores, está muito próximo do modo divino de agir. Pelo contrário, quem ama somente àqueles que o amam, ou saúda apenas os seus parentes e amigos, age tão somente como os pagãos, que desconhecem a Deus.

Inspirando-se no Pai, o discípulo de Jesus ama, sem fazer distinção entre maus e bons, justos e injustos. Todos são irmãos, igualmente merecedores de seu amor. Os inimigos, no entanto, por representarem um desafio especial, devem particularmente polarizar sua atenção. Amando-os, o discípulo dará provas de sua condição de filho do Pai celeste.

A paixão e morte de Jesus exigiu dele pôr em prática o mandamento ensinado aos discípulos. Rodeado de inimigos, perseguidores e caluniadores, embora sabendo-se inocente, teria tido razão para odiá-los. Jesus, porém, venceu esta prova, ao implorar ao Pai que os perdoasse.
Aliás, nada, nas cenas da paixão, deixa entrever ódio no coração do Mestre, em relação aos seus carrascos. A cruz é, para os cristãos, um sinal evidente de que, de fato, é possível amar os próprios inimigos.
Oração
Espírito de perfeição, dispõe meu coração a imitar o exemplo de Jesus que, na cruz, nos deu a maior prova de amor aos inimigos.

http://www.npdbrasil.com.br/religiao/evangelho_do_dia_semana.htm#d7

A bondade de Deus se faz presente em nosso meio

Postado por: homilia

fevereiro 23rd, 2013


No Evangelho de hoje, vemos como Jesus exorta longamente seus discípulos a que respondam ao ódio com amor (cf. Mateus 5,43-48). Ele nos ajuda a mudar os nossos esquemas mentais no trato com os nossos adversários, pois, no texto, vemos como Mateus compreende e observa que é no amor aos nossos inimigos, perseguidores e todos os que nos fazem mal, que se descobre quem é, na verdade, o discípulo de Cristo.
Nas Palavras de Jesus, podemos encontrar dois tipos de pessoas. O primeiro tipo é constituído por aqueles que dizem não pertencer a Deus e, nem sequer, querem ouvir a Sua Palavra, portanto, os ingratos, os maus, os adúlteros, em suma, os pecadores. Sua maneira de viver é do jeito que eles são: “os cobradores de impostos amam as pessoas que os amam”. Vivem e aplicam a lei “ uma mão lava a outra e as duas ficam limpas”. Mas, dentro do sistema de “panelinhas”, ou seja, “faço bem a quem me faz bem e ponto final”.
O segundo tipo é formado por aqueles que colocam Deus em primeiro lugar. A estes é chamado a consciente prática do amor de Deus que não reage de acordo com a maneira como é tratado: “Ele faz com que o sol brilhe sobre os bons e sobre os maus e dá chuvas tanto para os que fazem o bem como para os que fazem o mal”.
Jesus quer falar, aqui, do Deus que é fonte transbordante de bondade. O Senhor não se deixa condicionar pela maldade de quem está à Sua frente. Mesmo esquecido, mesmo injuriado, Deus continua fiel a Si próprio, só pode amar. Isto é verdadeiro desde a primeira hora. Ele está sempre disposto a perdoar: «Os meus planos não são os vossos planos, os vossos caminhos não são os meus caminhos» (Isaías 55,7-8); «Não desafogarei o furor da minha cólera, porque sou Deus e não um homem» (Oséias 11,9) Deus é misericordioso (cf. Êxodo 34,6; Salmo 86,15; 116,5 etc.), «não nos trata de acordo com os nossos pecados, nem nos castiga segundo as nossas culpas» (Salmo 103,10).
O mérito e a novidade do Evangelho é o fato de que para Deus, além de ser fonte de bondade, é necessário que os homens aprendam d’Ele o Seu ser misericórdia e perdão:«Sede misericordiosos, como o vosso Pai é misericordioso!» (Lucas 6,36). Com a presença de Jesus Cristo, a Fonte da Misericórdia que jorra no templo, a bondade de Deus está entre nós e no meio de nós. Somos capacitados a responder o mal com o bem. A injustiça pela justiça, o ódio pelo amor. O desespero pela esperança. A morte pela vida.
Temos de viver e testemunhar a compaixão. Perdoando aos que nos fazem mal, damos testemunho de que o Deus de misericórdia está no coração de um mundo marcado pela descriminação e a recusa à presença e à vida do diferente entre nós.
A prática do amor misericordioso de Deus deve significar para mim e para você participar da perfeição do Pai celeste, numa partilha de vida entre os irmãos numa dimensão universal.
Padre Bantu Mendonça
http://blog.cancaonova.com/homilia/2013/02/23/
LEITURA ORANTE

Mt 5,43-48 – Amar como Jesus



Preparo-me para a Leitura Orante, com o pedido de Raul Follereau:

Senhor, ensina-nos a não amar somente os que são nossos,

a não amar somente os que amamos.
Ensina-nos a pensar nos outros e a
amar, em primeiro lugar,
aqueles a quem ninguém ama.

1. Leitura (Verdade)
- O que a Palavra diz? 
Leio o texto do dia Mt 5,43-48

- Vocês ouviram o que foi dito: "Ame os seus amigos e odeie os seus inimigos." Mas eu lhes digo: amem os seus inimigos e orem pelos que perseguem vocês, para que vocês se tornem filhos do Pai de vocês, que está no céu. Porque ele faz com que o sol brilhe sobre os bons e sobre os maus e dá chuvas tanto para os que fazem o bem como para os que fazem o mal. Se vocês amam somente aqueles que os amam, por que esperam que Deus lhes dê alguma recompensa? Até os cobradores de impostos amam as pessoas que os amam! Se vocês falam somente com os seus amigos, o que é que estão fazendo de mais? Até os pagãos fazem isso! Portanto, sejam perfeitos, assim como é perfeito o Pai de vocês, que está no céu.

A proposta de Jesus é de uma grande atualidade. O “olho por olho”, “dente por dente” dos pagãos ficou superado. Agora não se deve revidar ofensa, descontar agressões. No Novo Testamento o amor supera tudo isso. A novidade está em avançar: não apenas amar quem nos ama, mas amar aqueles que não nos amam e até aqueles que são nossos inimigos. O Pai é bom para com todos.


2. Meditação (Caminho) 
- O que a Palavra diz para mim? 

A Palavra me faz um convite a viver o amor como o viveu Jesus Cristo. Os bispos da América latina disseram: “A Igreja é comunhão no amor. Esta é sua essência através da qual é chamada a ser reconhecida como seguidora de Cristo e servidora da humanidade. O novo mandamento é o que une os discípulos entre si, reconhecendo-se como irmãos e irmãs, obedientes ao mesmo Mestre, membros unidos à mesma Cabeça e, por isso, chamados a cuidarem uns dos outros (1 Cor 13; Cl 3,12-14).” (DAp 161).

3. Oração (Vida) 
- O que a Palavra me leva a dizer a Deus? 

Faço minha a oração de Jesus, na cruz, pelos que o crucificavam:
“Pai, perdoai-os, pois não sabem o que fazem” (Lc 23,34).
Rezo com toda Igreja a Oração oficial da CF 2013

Pai santo, vosso Filho Jesus,

conduzido pelo Espírito
e obediente à vossa vontade,
aceitou a cruz como prova de amor à humanidade.
Convertei-nos e, nos desafios deste mundo,
tornai-nos missionários
a serviço da juventude.
Para anunciar o Evangelho como projeto de vida,
enviai-nos, Senhor;
para ser presença geradora de fraternidade,
enviai-nos, Senhor;
para ser profetas em tempo de mudança,
enviai-nos, Senhor;
para promover a sociedade da não violência,
enviai-nos, Senhor;
para salvar a quem perdeu a esperança,
enviai-nos, Senhor;
para...

4. Contemplação(Vida/ Missão)
- Qual o meu novo olhar a partir da Palavra? 
Hoje, vou procurar olhar as pessoas com o coração de Deus que faz nascer o sol para todos, sem distinção. Quero amar a todos porque todos são amados por Deus.

Bênção

- Deus nos abençoe e nos guarde. Amém. 
- Ele nos mostre a sua face e se compadeça de nós. Amém. 
- Volte para nós o seu olhar e nos dê a sua paz. Amém. 
- Abençoe-nos Deus misericordioso, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém. 

Sugestões: 

- Campanha da Fraternidade 2013 - Veja informações no blog:
http://comunicacatequese.blogspot.com.br/

- Veja a mensagem do Papa Bento XVI para a Quaresma em

http://paulinascomunica.blogspot.com/

- Faça o Retiro de Quaresma e Páscoa seguindo o blog

http://viverecomunicarcristo.blogspot.com

Ir. Patrícia Silva, fsp

http://leituraorantedapalavra.blogspot.com.br/

http://www.paulinas.org.br/diafeliz/?system=evangelho
Oração Final
Pai Santo, escreve em nossos corações a tua Lei e nos dá força e coragem para vivê-la em nossa caminhada por este planeta-jardim que confiaste ao nosso cuidado. Faze-nos fraternos com os companheiros peregrinos, te pedimos pelo Cristo Jesus, teu Filho e nosso Irmão, que contigo reina na unidade do Espírito Santo.
http://www.arquidiocesebh.org.br/mdo/pg06.php

LITURGIA DIÁRIA - 23/02/2013



Tema do Dia

Eu, porém, lhes digo: amem os seus inimigos.
A Lei é o tema que atravessa os textos de hoje. O Deuteronômio aponta o seguimento dos Mandamentos como caminho de uma vida superior em fama e glória. Jesus, por sua vez, revela toda a profundidade do espírito da mesma Lei: o Amor incondicional.
http://www.arquidiocesebh.org.br/mdo/

Oração para antes de ler a Bíblia


Meu Senhor e meu Pai! Envia teu Santo Espírito para que eu compreenda 

e acolha tua Santa Palavra! Que eu te conheça e te faça conhecer, te ame

 e te faça amar, te sirva e te faça servir, te louve e te faça louvar por

 todas as criaturas. Fazei, ó Pai, que pela leitura da Palavra os pecadores

se convertam, os justos perseverem na graça e todos consigamos 

a vida eterna. Amém.


Roxo. Sábado da 1ª Semana Quaresma 


Primeira leitura (Deuteronômio 26,16-19)
Sábado, 23 de Fevereiro de 2013 
1ª Semana da Quaresma

Leitura do Livro do Deuteronômio.

Moisés dirigiu a palavra ao povo de Israel e lhe disse: 16“Hoje, o Senhor teu Deus te manda cumprir esses preceitos e decretos. Guarda-os e observa-os com todo o teu coração e com toda a tua alma.
17Tu escolheste hoje o Senhor para ser teu Deus, para seguires os seus caminhos, e guardares seus preceitos, mandamentos e decretos, e para obedecerdes à sua voz. 18E o Senhor te escolheu, hoje, para que sejas para ele um povo particular, como te prometeu, a fim de observares todos os seus mandamentos. 19Assim ele te fará ilustre entre todas as nações que criou, e te tornará superior em honra e glória, a fim de que sejas o povo santo do Senhor teu Deus, como ele disse”.

- Palavra do Senhor.
- Graças a Deus.


Salmo (Salmos 118,1-8)
Sábado, 23 de Fevereiro de 2013 
1ª Semana da Quaresma

— Feliz é quem na lei do Senhor Deus vai progredindo!
— Feliz é quem na lei do Senhor Deus vai progredindo!

— Feliz o homem sem pecado em seu caminho, que na lei do Senhor Deus vai progredindo! Feliz o homem que observa seus preceitos, e de todo coração procura Deus!
— Os vossos mandamentos vós nos destes, para serem fiel­mente observados. Oxalá seja bem firme a minha vida em cumprir vossa vontade e vossa lei!
— Quero louvar-vos com sincero coração, pois aprendi as vossas justas decisões. Quero guardar vossa vontade e vossa lei; Senhor, não me deixeis desamparado!


Evangelho (Mateus 5,43-48)
Sábado, 23 de Fevereiro de 2013 
1ª Semana da Quaresma


Novo mandamento do amor

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor!

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 43“Vós ouvistes o que foi dito: ‘Amarás o teu próximo e odiarás o teu inimigo!’ 44Eu, porém, vos digo: Amai os vossos inimigos e rezai por aqueles que vos perseguem!
45Assim, vos tornareis filhos do vosso Pai que está nos céus, porque ele faz nascer o sol sobre maus e bons, e faz cair a chuva sobre os justos e injustos. 46Porque, se amais somente aqueles que vos amam, que recompensa tereis? Os cobradores de impostos não fazem a mesma coisa? 47E se saudais somente os vossos irmãos, o que fazeis de extraordinário? Os pagãos não fazem a mesma coisa? 48Portanto, sede perfeitos como o vosso Pai celeste é perfeito”.

- Palavra da Salvação.
- Glória a vós, Senhor.


Oração para depois de ler a Bíblia


Dou-Te graças, meu Deus, pelos bons propósitos, afetos e inspirações
que me comunicastes nesta meditação; peço-Te ajuda para colocá-los  em prática. Minha Mãe Imaculada, meu protetor São José e Anjo da minha guarda, intercedeis todos por mim. Amém.

OBAAAA! FIM DE SEMANA CHEGOU! APROVEITE! DIVIRTA-SE MUITO! BEIJINHOS!

BOM DIA - "O amor verdadeiro começa lá onde não se espera mais nada em troca." (Antoine de Saint-Exupéry)

OIE! QUE SEU SÁBADO SEJA MARAVILHOSO!!

Os bispos na Conferência de Aparecida, disseram: (DAp 6)


Boa Tardinha. A maior beleza não é aquela que os olhos alcançam, mas sim a qual sua alma pode perceber.

GLORIFICANDO O SANTO NOME...


:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:

O professor contou, em aula, que,
no princípio da vida na Terra,
quando os minerais, as plantas e os animais
souberam que era necessário
santificar o nome de Deus, houve da parte
de quase todos um grande movimento
de atenção.

Certas pedras começaram a produzir
diamantes e outras revelaram ouro e
gemas preciosas.

As árvores mais nobres começaram
a dar frutos.

O algodoeiro inventou alvos fios
para a vestimenta do homem.

A roseira cobriu-se de flores.

A grama, como não conseguia crescer,
alastrou-se pelo chão, enfeitando a Terra.

A vaca passou a fornecer leite.

A galinha, para a alegria de todos,
começou a oferecer ovos.

O carneiro iniciou a criação de lã.

A abelha passou a fazer mel.

E até o bicho-da-seda, que parece tão feio,
para santificar o nome de
Deus fabricou fios lindos, com os quais
possuímos um dos mais valiosos
tecidos que o mundo conhece.

Nesse ponto da lição, como o instrutor
fizera uma pausa, Pedrinho perguntou:

- Professor, e que fazem os homens para isso?

O orientador da escola pensou um pouco respondeu:

Nem todos os homens aprendem
rapidamente as lições da vida,
mas aqueles que procuram a verdade
sabem que a nossa Inteligência
deve glorificar a Eterna Sabedoria,
cultivando o bem e fugindo ao mal.
As pessoas que se consagram às
tarefas da fraternidade,
compreendendo os semelhantes
e auxiliando a todos,
são as almas acordadas para a
luz e que louvam realmente
o nome de nosso Pai Celeste.

E, concluindo, afirmou:

O Senhor deseja a felicidade de
todos e, por isso,
todos aqueles que colaboram pelo
bem-estar dos outros são os que
santificam na Terra a sua Divina Bondade.

PAZ E LUZ PARA TODOS VOCÊS!!!

-:¦:- E -:¦:-

Um Dia Abençoado para todos!!

:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:--:¦:

FONTE:  http://mensagensdiariaspravc.blogspot.com.br/2007/11/glorificando-o-santo-nome.html