segunda-feira, 5 de março de 2018

HOMÍLIA DIÁRIA - (CANÇÃO NOVA) - Lc 4,24-30 - 05/03/2018


Deus vai ao encontro daquele que quer ser curado

Deus habita e mora no coração curado e restaurado pela Sua Misericórdia

“E no tempo do profeta Eliseu, havia muitos leprosos em Israel. Contudo, nenhum deles foi curado, mas sim Naamã, o sírio” (Lc 4, 24-30).


Deus vai ao encontro dos corações que se abrem para o Seu amor e para a Sua misericórdia. Talvez, alguém possa pensar que Deus é seletivo e que seleciona os melhores; e as pessoas que estão na Igreja podem pensar que sejam melhores do que os outros. Quando isso não é verdade, Deus escolhe os piores (humanamente falando), desde que, o coração se arda e se abra para nele Deus morar e habitar.
É no coração pobre e humilde que Deus habita, naquele coração que está despojado. Deus não distingue entre católico e não católico; entre quem vai à Missa todo domingo e quem não vai; ou ainda, esse aqui faz tudo o que eu quero e aquele não. O coração que Deus habita é o coração que tenha espaço para o Seu amor e para Ele habitar, falar e morar, porque, até nós que caminhamos em Deus, que trabalhamos no Reino de Deus, muitas vezes estamos cheios de ocupações, conceitos, planos, e não há espaço para Deus ficar em nosso coração, não há lugar para Ele transitar.
Quando Jesus diz que nenhum profeta é bem recebido em sua pátria, que o filho não é bem recebido em sua casa, ou ainda, quando a Palavra d’Ele não é bem recebida na sua Igreja, é porque estamos lá, mas não tem espaço em nós, no nosso coração para a Palavra d’Ele entrar.
Pensamos: “Eu já conheço essa palavra, sei o que o padre vai dizer, estou na Igreja há vinte anos (…), não tem nada de novo para Deus fazer e transformar”. Digo a você que tem sim, mas não tem espaço, não tem lugar.
Entre tantas viúvas em Israel, o povo escolhido, não foi para nenhuma daquelas que Elias foi enviado. Ele foi enviado à viúva de Sarepta, na Sidônia, pois, no coração daquela pobre e rejeitada mulher havia lugar para Deus habitar; e entre tantos leprosos que haviam em Israel, nenhum curado, mas Naamã que era sírio, nele Deus encontrou um lugar e uma morada.
Onde quer que você se encontre, na Igreja, fora dela, o importante é saber que Deus precisa encontrar espaço e lugar para Ele habitar, morar e estar junto e se fazer presente. Para que Ele entre e faça a diferença na nossa vida.
Deus abençoe você!
Padre Roger Araújo
Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova.

Nenhum comentário:

Postar um comentário