segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

Formação - O Ano Litúrgico - Tempo do Advento e Natal


Formação
O Ano Litúrgico
“O Ano Litúrgico insere-se fundamentalmente na experiência anual do tempo.
O homem percebe-se envolvido na realidade do Tempo. Ele nasce, amadurece e morre.
 Distribui-se através de um ano as principais ações salvíficas ou mistérios de Cristo,
para vivê-los, imitando ou comemorando o que Cristo fez pelos homens.
   Assim, cada ano constitui uma vivência do mistério total de Cristo,
ressaltando em cada tempo ou em cada festa um aspecto do mesmo,
desde o Advento, passando pelo Natal, a Epifania, a Quaresma, a Semana Santa,
a Páscoa, Ascensão, Pentecostes, o Tempo Comum, o mistério da Igreja,
comemorado sobretudo nas festas dos Santos.” (Frei Alberto Beckhäuser, OFM)

Mensagens em Power Point (PPS).
Os slides estão disponíveis gratuitamente.
Para salvá-los clique com o botão direito do mouse e escolha a opção salvar.
Ao enviar, por favor, mantenha a formatação e o nome do autor.
Não comercialize.
Obrigada.

Tempo do Advento
Advento I - Vigiai.pps
Advento II - Acolhei-vos mutuamente.pps
Advento III - Alegrai-vos A libertação esta proxima.pps
Advento IV - O Emanuel Deus conosco.pps
Advento 01.ppsx
Vem Senhor Jesus.ppsx
Um novo Tempo.ppsx

 Tempo do Advento

O Verdadeiro Natal.ppsx
Sagrada Família.pps
Epifania do Senhor.ppsx

BOM DIA... E QUE SEU DIA SEJA ABENÇOADO POR DEUS! - "Tu és o meu filho: Hoje Eu te gerei!" Salmo 2

NUNCA DESISTA DE SER FELIZ. ÓTIMA TERÇA-FEIRA PRA VOCÊ!

Novena de Natal

Discípulos e Missionários daquele que vem!

"Pelo mistério da Encarnação,
o Filho de Deus se tornou nosso irmão e salvador".
(DAp 10)

PRESÉPIO

Introdução
Vamos acolher Jesus Cristo neste Natal como "nosso irmão e salvador".
Esta Novena tem como título “Discípulos e missionários daquele que vem”, tema da V Conferência de Aparecida. Faça-a em família, em comunidade ou em grupo de catequese, de pastoral, de trabalho, de amigos, de vizinhos.
A novena pode ser feita de 15 a  23 de dezembro, ou nos dias e horário que forem melhores para o grupo ou comunidade.  Providencie o presépio, ao menos com as figuras principais: Jesus, Maria e José.  Durante a Novena vamos utilizar também a manjedoura e palhas ou fios de corda. 
Com crianças, poderão reproduzir o desenho que aparece no final do texto e, a cada dia, quando partilham a reflexão, vão pintando as palhinhas. No último dia, pintam o ambiente da cidade que aparece ao fundo.
Veja mais sugestões no final.

1º  Dia - Jesus, rosto humano de Deus

1. Canto

Vem, Senhor, Jesus, o mundo precisa de ti (bis)
Ao mundo falta esperança, Tu és esperança.
Vem, Senhor Jesus

Novena de Natal 2013 - Arquidiocese de Florianópolis - SlideShare


GOTAS DE MISERICÓRDIA




"Minha filha, ajuda-Me a salvar um pecador agonizante; reza por ele o Terço que te ensinei. Quando comecei a recitar este Terço, vi o agonizante em terríveis tormentos e lutas. Defendia-o o Anjo da Guarda, mas estava como que impotente diante da enormidade da miséria dessa alma. (...) No entanto, durante a recitação do Terço vi a Jesus da forma como está pintado na Imagem. Os raios que saíam do Coração de Jesus envolveram o enfermo, e as forças do mal fugiram em pânico. O enfermo exalou tranqüilamente o último suspiro" (Diário, 1565).



APRENDA A REZAR O TERÇO DA MISERICÓRDIA


LEIA COM MUITA CALMA E ATENÇÃO O SEGUINTE:

"Pela recitação deste Terço agrada-Me dar tudo o que Me peçam. Quando os pecadores empedernidos o recitarem, encherei de paz as suas almas, e a hora da morte deles será feliz. Escreve isto para as almas atribuladas: Quando a alma vir e reconhecer a gravidade dos seus pecados, quando se abrir diante dos seus olhos todo o abismo da miséria em que mergulhou, que não se desespere, mas antes se lance com confiança nos braços da Minha misericórdia, como uma criança no abraço da sua querida mãe. Essas almas têm prioridade no Meu Coração compassivo, elas têm primazia à Minha misericórdia. Diz que nenhuma alma que tenha invocado a Minha misericórdia se decepcionou ou experimentou vexame. Tenho predileção especial pela alma que confiou na Minha bondade". 

"Escreve que, quando recitarem esse Terço junto aos agonizantes, Eu Me colocarei entre o Pai e a alma agonizante não como justo Juiz, mas como Salvador misericordioso" (Diário, 1541).

"Defendo toda alma que recitar esse terço na hora da morte, como se fosse a Minha própria glória (...) Quando recitam esse terço junto a um agonizante, aplaca-se a ira de Deus, a misericórdia insondável envolve a alma" (Diário, 811).

Para ser rezado nas contas do terço.

"No começo:

Pai nosso, que estais no céus, santificado seja o vosso nome; venha a nós o vosso reino, seja feita a vossa vontade, assim na terra como no céu. O pão nosso de cada dia nos dai hoje; perdoai-nos as nossas ofensas, assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido e não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal. Amém. 

Ave, Maria, cheia de graça, o Senhor é convosco; bendita sois vós entre as mulheres e bendito é o fruto do vosso ventre, Jesus. Santa Maria, Mãe de Deus, rogai por n6s, pecadores, agora e na hora de nossa morte. Amém.

Creio em Deus Pai, todo poderoso, criador do Céu e da Terra; e em Jesus Cristo, seu único Filho, nosso Senhor; que foi concebido pelo poder do Espírito Santo; nasceu da Virgem Maria, padeceu sob Pôncio Pilatos, foi crucificado, morto e sepultado; desceu à mansão dos mortos; ressuscitou ao terceiro dia; subiu aos céus, está sentado à direita de Deus Pai todo-poderoso, de onde há de vir a julgar os vivos e os mortos. Creio no Espirito Santo, na santa Igreja Católica, na comunhão dos santos, na remissão dos pecados, na ressurreição da carne, na vida eterna Amém.

Nas contas de Pai Nosso, dirás as seguintes palavras usando o terço de Maria.

Eterno Pai, eu Vos ofereço o Corpo e o Sangue, a Alma e a Divindade de Vosso diletíssimo Filho, Nosso Senhor Jesus Cristo, em expiação dos nossos pecados 
e dos do mundo inteiro.

Nas contas de Ave Maria rezarás as seguintes palavras: 

Pela Sua dolorosa Paixão, tende misericórdia de nós e do mundo inteiro.
No fim, rezarás três vezes estas palavras: 

Deus Santo, Deus Forte, Deus Imortal, tende piedade de nós e do mundo inteiro (Diário, 476).

Terços das Almas - Vídeo

Dia da semana: Segunda-feira Dedicado ao: Espírito Santo - Almas do Purgatório


Consagração ao Espírito Santo

Eu Vos adoro Espírito Santo.
A Vós entrego a minha alma.
Sois a doce Paz do meu espírito.
Sois o Fogo que me consome.
Sois a Luz que me absorve.
Sois a Força que me move.
Sois a Luz que me envolve.
Sois a Luz dos meus olhos.
Em Vós eu mergulho, Divino Amigo.
Em Vós confio e a Vós me consagro.
Entrego minhas forças inteiramente a Vós.
Submeto a minha vida a Vossa Graça.
Dou-Vos o meu coração eternamente e nunca mais o pedirei de novo.
Pelo Coração Imaculado de Maria, no Altar Virginal da Alma de
Maria, entrego a minha vida para que por Vós seja consumida, como
uma doce canção aos Vossos ouvidos.
Como um incenso agradável a Vossa Divindade e como oferenda de
amor a Vós.
Oh! Espírito Santo que pairáveis sobre o mundo no instante da
criação, vinde sobre mim e gerai em mim Jesus Cristo, a Sabedoria
Incarnada, o Verbo Eterno de Deus e a Vida Infinita.
Por Maria, com Maria e em Maria. Amém!

Invocação

Amantíssimo Coração de São José, rogai por nós!


Oração das Almas

Ó Deus, que usais de misericórdia e sempre estais disposto a perdoar, humildemente vos pedimos que tenhais pena das almas dos fiéis defuntos enterrados no cemitério.
Não entregueis esses vossos servos ao poder do inimigo, nem deles vos esqueçais para sempre; mas ordenai aos vossos santos Anjos que os recebam e conduzam à pátria eterna, o paraíso. E já que em sua vida na terra confiaram em vossa misericórdia, não permitais que eles venham a sofrer na mansão dos mortos, mas ao contrário, fazei que a sua esperança se torne realidade, ao entrar na posse da felicidade eterna.

V. Que as almas de todos os fiéis defuntos, pela misericórdia de Deus, descansem em paz.
R. Amém.
V. Dai-lhes, Senhor, o descanso eterno.
R. E a luz Perpétua os ilumine.
V. Descansem em paz.
R. Amém!

Reze: 1 Pai-Nosso, 1 Ave-Maria e 1 Glória ao Pai

TERÇOS – VÍDEOS

TERÇO DA DIVINA PROVIDÊNCIA
 

TERÇO DE CURA E LIBERTAÇÃO
 

TERÇO DA FÉ
 

TERÇO DO ESPÍRITO SANTO
 

TERÇO DA LIBERTAÇÃO CANTADO - JOÃO GREGÓRIO

TERÇO DA MISERICÓRDIA - VÍDEOS






"Quando rezarem este Terço junto aos agonizantes, Eu me colocarei entre o Pai e a alma agonizante, não como justo Juiz, mas como Salvador misericordioso".

JESUS, EU CONFIO EM VÓS!!!

Oração do Angelus - Padre Antonello - VÍDEO


LITURGIA DAS HORAS - Segunda, 16 de dezembro de 2013 - 3ª Semana do Advento III - Semana do Saltério - Hora Média (Oração das doze - Hora Sexta)


Segunda-feira da 3ª Semana do Advento

Hora Média (Oração das doze - Hora Sexta)

introdução

V. Vinde, ó Deus em meu auxílio.
R. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Amém. Aleluia.

Hino

LITURGIA DAS HORAS

Clique no ícone abaixo
para acesso à Hora Canônica

Mensagens diárias prá vc

Terço - Mistério Gozosos - Segunda-Feira e Sábado


Terço do Rosário: Mistérios Gozosos




São Clemente Marchisio - 16 de dezembro

São Clemente Marchisio
Nascimento1 de março de 1833
Local nascimentoRaconígi (Itália, província de Turim)
OrdemSalesiana
Local vidaRivalba (Itália)
EspiritualidadeFreqüentou o seminário de Bra (Cuneo) no curso de Teologia e em 20 de setembro de 1856, aos 23 anos de idade, ordenou-se sacerdote. Discípulo de São José Cafasso, diretor dessa instituição em teologia e moral pastoral, passou dois anos na sede.do Pensionato eclesiástico de Turim. Constatando que o pão e o vinho da Santa Missa não eram puros, modificou-os e daí derivou o nome de seu Instituto: "Irmãs das Hóstias". Continuou em Rivalba até sua morte. Em 1860, tomou posse da paróquia de Rivalba. Ali construiu um asilo para meninas e uma fiação - para dar trabalho para as jovens e assim evitar que fossem buscar trabalho em cidades grandes, o que facilmente as poderia corromper. Convidou as Vicentinas de Maria Imaculada, ordem fundada pelo beato Frederico Albert para lhes dar assistência. Quando estas vieram a faltar, substituiu-as por um grupo de jovens: o primeiro núcleo das filhas de São José. Até 1983, data em que foi beatificado pelo santo Papa João Paulo II, sua casa em Roma já possuía mais de 450 membros. A razão principal de sua existência foi o ministério paroquial, o cuidado das almas a exemplo de São Cura D'Ars e para todos outros padres.
Local morteRivalba (Itália)
Morte16 de dezembro de 1903, aos 70 anos de idade
Fonte informaçãoSanto nosso de cada dia, rogai por nós
OraçãoDeus, nosso Pai, iluminai, hoje, nossos olhos com vossa luz, para que assim possamos ver e enxergar vossas pegadas ao longo do nosso caminho. Aclarai nosso entendimento para não adormecermos na tristeza, na falta de confiança da vida, no desânimo de quem se deixa vencer por suas dificuldades e contrariedades. Abri hoje nossos ouvidos para escutar vosso apelo de confiança e esperança na vida, que nos diz: "Não terás mais necessidade de sol para te alumiar, nem de lua para te iluminar: permanentemente terás por luz o Senhor, e teu Deus por resplendor" (Is 60,19ss). Elevamos a vós, Senhor, esse hino de louvor. "Jesus, coroa celeste, Jesus, verdade sem véu, ao servo que hoje cantamos deste o prêmio do céu. Dai que por nós interceda por fraternal comunhão, e nossas faltas consigam misericórdia e perdão. Bens, honrarias da terra sem valor ele julgou; vãs alegrias deixando, só as do céu abraçou. Que sois, Jesus, rei supremo, jamais cessou de afirmar; com seu fiel testemunho soube o demônio esmagar. Cheio de fé e virtude, os seus instintos domou, e a recompensa divina, servo fiel, conquistou. A vós, Deus uno, Deus trino, sobe hoje nosso louvor, ao celebrarmos o servo de quem Jesus é Senhor" (Liturgia das Horas, op.cit., 1994)
DevoçãoAos sagrados sacramentos da Confissão, Eucaristia e assistência às almas
Outros Santos do diaClemente Marchisio, Albina (viergem); Valentin, Concórdio, Naval, Agricóla (márts); Abdão Irenião, Beano, Elias (bispo); Adelcides (imp.); Ageu (prof.); Isabel, Everardo (confs); Adelardo, Teófanes (imp.); Azarias, Aitalas e Apseo (márts); Jacó (pátr);
FONTE: ASJ

São Melquíades - 16 de dezembro

Papa Melquíades


São Melquíades (em gregoΜελχιάδης ὁ Ἀφρικανός), também conhecido porMilcíadesMiltíades ou Melquíadas, foi Papa entre 2 de julho de 311 até 10 de janeiro de 314.

Melquíades
32º papa


Nome de nascimentoMilcíades
NascimentoÁfrica do norte
270
Eleição2 de Julho de 311
Fim do pontificado2 de Janeiro de 314 (44 anos)
AntecessorEusébio
SucessorSilvestre
Listas dos papas: cronológica · alfabética

Vida e obras

Sucessor de Santo Eusébio, Melquíades era natural de África - talvez um berbere - e assumiu o trono pontifício em Roma em 311, após o imperador Magêncio ter exilado Eusébio para a Sicília. Durante seu pontificado, em outubro de 312 dC, Constantinoderrotou Magêncio e assumiu o controle de Roma. Constantino presenteou o papa com o Palácio laterano, que se tornou a residência papal e sede do governo cristão. Logo no início de 313 dC, Constantino e seu companheiro imperador Licínio chegaram a um acordo no Édito de Milão, indicando que eles iriam garantir a liberdade religiosa aoscristãos (e outras religiões) e restaurar as propriedades eclesiásticas.

Santa Adelaide - 16 de Dezembro

Santa Adelaide
Século X
Narrada por santo Odilo, abade de Cluny, que conviveu com ela, a vida de santa Adelaide emociona pelos sofrimentos que passou. De rainha tornou-se prisioneira, sofreu maus-tratos e passou por diversas privações para, depois, finalmente, assumir um império. Tudo isso dentro da honestidade, vivendo uma existência piedosa, de muita humildade e extrema caridade para com os pobres e doentes.

São José Moscati - 16 de Dezembro




O nosso Papa João Paulo II apresentou para nossa devoção São José Moscati, que muito bem soube viver a fé, a caridade e a ciência. Nasceu na Itália em 1880 no seio de uma família cristã. Com apenas 17 anos obrigou-se particularmente ao voto de castidade perpétua.