quarta-feira, 25 de julho de 2012

PASSARINHO - MÚSICA DA POESIA DE SANTA TERESINHA DO MENINO JESUS



Passarinho


Kelly Patrícia


É loucura muito minha, Senhor, esperar que o teu Amor

Depois de todos os desmandos me aceite como sou. 
É loucura muito minha, Senhor, esperar com terno ardor, 
que em minhas limitações faças loucuras de amor.

Águia não sou, meu Senhor, 
Dela trago, tão somente, o olhar 
E também, no coração, a aspiração do seu voar, voar... 
Quero em meu posto ficar a fitar o Sol do Amor, do Amor: 
Passarinho é o que eu sou nas mãos do meu Senhor

E quando da vida, Senhor, o Sol do Amor se ausentar, 
Não vou me preocupar, porque sei: 
por entre as nuvens Ele está a brilhar. 
E em mim nascerá, Senhor, do amor a perfeita alegria 
E em tuas asas, então, voarei na mais perfeita harmonia.

O POEMA DE SANTA TERESINHA

"...O PASSARINHO QUERERIA VOAR PARA O SOL BRILHANTE QUE LHE FASCINA O OLHAR; QUERERIA IMITAR AS ÁGUIAS, SUAS IRMÃS, QUE VÊ ELEVAREM-SE ATÉ AO FOGO DIVINO DA SANTÍSSIMA TRINDADE... POBRE DELE! TUDO QUANTO PODE FAZER É AGITAR AS SUAS PEQUENAS ASAS; MAS LEVANTAR VOO, ISSO NÃO ESTÁ NO SEU PEQUENO PODER! QUE SERÁ DELE? MORRERÁ DE DESGOSTO, AO VER-SE IMPOTENTE?... OH, NÃO! O PASSARINHO NEM SEQUER SE VAI AFLIGIR. COM UM AUDACIOSO ABANDONO, QUER FICAR A FIXAR O SEU DIVINO SOL. NADA SERIA CAPAZ DE O ASSUSTAR, NEM O VENTO NEM A CHUVA; E SE NUVENS SOMBRIAS CHEGAM A ESCONDER O ASTRO DO AMOR, O PASSARINHO NÃO MUDA DE LUGAR, POIS SABE QUE PARA ALÉM DAS NUVENS O SEU SOL BRILHA SEMPRE, E QUE O SEU BRILHO NÃO SE PODERIA ECLIPSAR NEM POR UM INSTANTE SEQUER..."

Nenhum comentário:

Postar um comentário