segunda-feira, 2 de maio de 2022

HOMILIA DIÁRIA - (CANÇÃO NOVA) – Jo 6,22-29 – 02/05/2022


Jesus quer nos conduzir para o coração do Pai

Naquele tempo, quando a multidão viu que Jesus não estava ali, nem os discípulos, subiram às barcas e foram à procura de Jesus em Cafarnaum. Quando o encontraram, do outro lado do mar, perguntaram-lhe: “Rabi, quando chegaste aqui?”. (Jo 6,24-25)


Existe uma busca por Jesus, uma procura, embora muitos não saibam o que estão buscando, embora muitos troquem o nome d’Ele por outras realidades, muitos O confundem ou busquem por Ele em lugares errados. Mas existe essa busca, e realmente essa multidão expressa o desejo do coração de cada ser humano por Deus, a busca por Ele, essa inquietude do coração do ser humano. Porque as multidões querem estar com Jesus, querem vê-Lo, aproximar-se d’Ele. Eu e você também buscamos o Senhor. Muitas vezes, nós também buscamos Jesus de uma maneira errada, de uma forma inconsciente, até mesmo ignorante. Mas o Senhor, na Sua bondade e misericórdia, Ele se deixa encontrar, Ele permite que nós nos aproximemos d’Ele.

Dentro do nosso coração e da nossa alma, existe aquele grito de socorro, aquela necessidade de encontrar o Senhor

Por isso o grito escondido por Jesus, muitas vezes, em outras realidades. Quantas pessoas estão procurando Jesus, e acabam buscando por Ele nas práticas orientais, através dos gurus, no esoterismo. Mas é porque, lá dentro do coração e da alma, existe aquele grito de socorro, aquela necessidade de encontrar o Senhor. O perigo é que, muitas vezes, é mais fácil esconder Jesus atrás de uma entidade, atrás de alguns fenômenos, porque assim, eu posso continuar a minha vida errada, porque Jesus “não vai me pedir nada”. Posso continuar bebendo, posso continuar me drogando, traindo a minha esposa, vivendo no adultério, fazendo coisas erradas; e muitas vezes vou continuando a vida, mas não encontro aquele Jesus que exige de mim uma mudança de vida, uma conversão sincera. Eu imagino que, praticando todas essas coisas erradas, depois, basta acender uma vela para o Senhor e “está tudo bem”. Não é assim!
A luz de Cristo brilhou na nossa vida justamente para nos trazer de volta. O amor de Jesus nos seduziu justamente para que nós ficássemos do lado d’Ele para sempre. Nós precisamos estar perto d’Ele para sempre. Por isso, a busca por Jesus tem a necessidade de uma direção.
Veja, essa multidão estava perdida, não sabia onde encontrar o Senhor. Os discípulos, pouco a pouco, foram educando essas pessoas para que elas encontrassem Jesus. Aqui, entra o nosso papel, porque nos também precisamos direcionar as pessoas para que elas encontrem Jesus, vivam a experiência com Ele e possam ter as suas vidas transformadas.
Nós precisamos ajudar as pessoas a entender que a vida com Jesus não é um bem-estar para nossa vida, pois estar com Ele não é só isso. Ele é uma forma de vida, um estilo de vida, um jeito de se comportar, de se colocar no mundo. Jesus Cristo é exigente, a vida de Jesus é exigente, porque Ele quer nos conduzir para o coração do Pai. Jesus não nos quer para as coisas da terra, não nos quer para as coisas de baixo. Ele nos quer para as coisas do alto, e para o alto exige subida, exige esforço, exige sacrifício, renúncia e conversão.
Busquemos o Senhor, de todo o nosso coração, e O encontremos definitivamente.
Sobre todos vós, desça a bênção do Deus Todo-poderoso. Pai, Filho e Espírito Santo. Amém!
Padre Donizete Ferreira
Sacerdote da Comunidade Canção Nova.

Nenhum comentário:

Postar um comentário