segunda-feira, 8 de março de 2021

HOMILIA DIÁRIA - (CANÇÃO NOVA) - Lc 4,24-30 - 08/03/2021


Acolhamos a graça de Deus em nosso coração

“Em verdade eu vos digo que nenhum profeta é bem recebido em sua pátria” (Lucas 4,24).

No Evangelho de hoje, Jesus evoca o profeta Elias. Quando a fome tomou conta da região onde ele vivia há seis meses, quem acolheu Elias não foram as viúvas de Israel, mas foi uma pobre viúva de Sarepta, que mal tinha para comer, nem ela nem seu filho. Foi ela quem repartiu da farinha e da água que tinha com o profeta Elias.
O outro exemplo que Jesus nos dá é de Eliseu, porque, no tempo do profeta Eliseu, havia muitos leprosos em Israel. Contudo, nenhum deles foi curado, mas sim Naamã, o sírio. Você sabe que Elias e Eliseu foram profetas em tempos difíceis, onde o povo de Deus, levado pela ganância, pela vaidade e pelos pecados, estava afastado do Pai, e cada vez mais levado pelos sentimentos, pelo orgulho, pela soberba, e assim nem os profetas ouviram.

Muitas vezes, a graça de Deus não será para nós, pessoas religiosas que nos achamos virtuosos

O que Jesus quer dizer é que tanto Elias quanto Eliseu foram rejeitados pelo povo de Deus, a quem foram enviados, por isso a graça não chegou ao povo, mas aos pobres que nem faziam parte do povo de Deus.
Seja o leproso Naamã, soldado, com toda a importância que tinha, mas que com o coração acolheu a graça. Seja a pobre viúva de Sarepta, que acolheu não só um homem de Deus, mas a graça divina. Porque, muitas vezes, a graça de Deus não será para nós pessoas religiosas, que nos achamos virtuosos, que nos achamos detentores da graça de Deus, mas não sabemos acolher as advertências, as orientações, as exortações, as correções que Deus nos faz. Por isso, muitas pessoas, que muitas vezes nem creem em Deus estão acolhendo a graça d’Ele, estão exercendo a vida em Deus muito mais do que nós.
Quando Jesus diz que um profeta não é bem recebido em sua pátria, é porque foram os Seus, da Sua própria família, do Seu próprio convívio, que O expulsaram, levaram-No da cidade até um alto monte, e queriam jogá-Lo no precipício. Eles desprezaram Jesus, não O acolheram.
Precisamos, humildemente, abaixar a cabeça, abaixar esse sentimento de soberba do coração para saber acolher a correção que vem de Deus.
Deus não nos corrige como queremos ser corrigidos, pois só queremos ser corrigidos naquilo que achamos que é conveniente. A Palavra de Deus nos corrige verdadeiramente quando permitirmos que Ele aja em nosso coração e fale conosco, senão, vamos continuar desprezando uns aos outros, vamos continuando desprezando a Igreja, Deus e a Sua Palavra, e ela vai chegar em outros corações que a acolherão com muito mais amor.
Deus abençoe você!
Padre Roger Araújo
Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova.



Nenhum comentário:

Postar um comentário