quinta-feira, 13 de setembro de 2018

HOMÍLIA DIÁRIA - (CANÇÃO NOVA) - Lc 6,27-38 - 13/09/2018


Tenhamos a bondade de Deus em nosso coração

Que o bem, a bondade, o perdão e a misericórdia sejam os ingredientes que conduzam o nosso coração

“Amai os vossos inimigos, fazei o bem e emprestai sem esperar coisa alguma em troca” (Lucas 6,35).

O coração do discípulo precisa ser semelhante ao coração do Mestre. Quando olhamos para o coração de Jesus, encontramos n’Ele somente amor; não há espaço para a vingança, para o ódio nem o ressentimento.
A nossa união com Jesus leva o nosso coração a ser divino e sagrado, porque o coração humano profanado pelo pecado foi santificado pela graça de Deus. Por isso, os sentimentos da nossa alma não podem ser conduzidos pelos sentimentos do pecado.
Quando o pecado está em nós, ele inclina o nosso coração para o mal, para fazer o mal a quem nos fez mal, a nos vingarmos de quem nos prejudicou, a desejarmos o mal para o outro, a fazermos algo sempre esperando alguma coisa em troca daquilo que estamos realizando.
Quando a nossa alma e o nosso coração são purificados pelo Sagrado Coração de Jesus, o nosso coração tem sentimentos de amor, ele não mistura o bem com o mal; pelo contrário, temos rejeição ao mal, não permitimos que ele entre em nós. Fazer o bem é próprio daquele que está com o bem no coração. Quem tem a bondade de Deus na sua alma terá também a bondade em suas atitudes e naquilo que realiza.
Precisamos reencontrar em nossa vida o sentido da gratuidade, porque, no mundo em que vivemos, tudo se faz para receber algo em troca. Perdemos aquele sentido genuíno de fazer o bem pelo bem, ainda que não recebamos nem um “muito obrigado”. Há muitas pessoas reclamando: “Eu fui bom com fulano, mas nem um “muito obrigado” ele me deu”. O ruim é quem tem um coração ingrato, porque a ingratidão é um mal, mas é ruim também quem faz algo, por melhor que seja, e espera gratidão e reconhecimento. O nosso reconhecimento é do Alto, é o Céu que nos abençoa. Procuremos seguir os passos do Mestre, que fez o bem sem olhar para quem, e nunca se cansou de fazer o bem.
Que o bem, a bondade, o perdão e a misericórdia sejam os ingredientes que conduzam o nosso coração; assim, teremos sempre saúde e paz na nossa alma.
Deus abençoe você!
Padre Roger Araújo
Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova


Nenhum comentário:

Postar um comentário