terça-feira, 13 de novembro de 2012

NOVENA NOSSA SENHORA DAS GRAÇAS


Novena da Virgem Imaculada da Medalha Milagrosa

Início
Sinal da Cruz... Ato de Contrição...Rezar três vezes:
Oh! Maria Concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a Vós.

Oração Final
Santíssima Virgem, eu creio e confesso vossa Santa e Imaculada Conceição, pura e sem
mancha.
Oh! puríssima Virgem Maria, por vossa Conceição Imaculada e gloriosa prerrogativa de
Mãe de Deus, alcançai-me de vosso amado Filho a humildade, a santa pureza de coração,
de corpo e espírito, a perseverança na prática do bem, uma santa vida e uma boa morte;
E a graça (faz-se o pedido) que peço com toda confiança. Amém.

Primeiro Dia - Primeira Aparição 

Contemplamos a Virgem Imaculada, em sua primeira aparição a Santa Catarina Labouré. 
A piedosa noviça, guiada por seu Anjo da Guarda, é apresentada à Imaculada Senhora. 
Consideremos sua inefável alegria. 
Seremos também felizes como Santa Catarina, se trabalharmos com ardor na nossa 
santificação. 
Gozaremos as delícias do Paraíso, se nos privarmos dos gozos terrenos. 
Três Ave-Marias, acrescentando em cada uma: 

"Oh! Maria Concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a Vós."

Segundo Dia - Lágrimas de Maria 

Contemplemos Maria, chorando sobre as calamidades que viriam sobre o mundo, pensando 
que o Coração de seu Filho seria ultrajado, a Cruz escarnecida e seus filhos prediletos 
perseguidos. 
Confiemos na Virgem compassiva e também participaremos do fruto de suas lágrimas. 
Três Ave-Marias, acrescentando em cada uma: 

"Oh! Maria Concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a Vós."

Terceiro Dia - Proteção de Maria 

Contemplemos nossa Imaculada Mãe, dizendo em suas aparições a Santa Catarina: 
"Eu mesma estarei convosco: não vos perco de vista e vos concederei abundantes graças". 
Sede para mim, Virgem Imaculada, o escudo e a defesa em todas as necessidades. 
Três Ave-Marias, acrescentando em cada uma: 

"Oh! Maria Concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a Vós."
Quarto Dia - Segunda Aparição 

Estando Santa Catarina Labouré em oração, a 27 de novembro de 1830, apareceu-lhe a 
Virgem Maria, formosíssima, esmagando a cabeça da serpente infernal; 
Nessa aparição se vê seu desejo imenso de nos proteger sempre contra o inimigo de nossa 
salvação. 
Invoquemos a Imaculada Mãe com confiança e amor! 
Três Ave-Marias, acrescentando em cada uma: 

"Oh! Maria Concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a Vós."

Quinto Dia - As Mãos de Maria 

Contemplemos, hoje, Maria desprendendo de suas mãos raios luminosos. 
"Estes raios, disse ela, são a figura das graças que derramo sobre todos aqueles que mas 
pedem e aos que trazem com fé minha medalha". 
Não desperdicemos tantas graças! 
Peçamos com fervor, humildade e perseverança, e Maria Imaculada no-las alcançará. 
Três Ave-Marias, acrescentando em cada uma: 

"Oh! Maria Concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a Vós."

Sexto Dia - Terceira Aparição 

Contemplemos Maria, aparecendo a Santa Catarina, raDiante de luz, cheia de bondade, 
rodeada de estrelas, e mandando cunhar uma medalha prometendo a todos que a trouxerem, 
com devoção e amor, muitas graças. 
Guardemos fervorosamente a Santa Medalha e, como escudo, ela nos protegerá nos 
perigos. 
Três Ave-Marias, acrescentando em cada uma: 

"Oh! Maria Concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a Vós."

Sétimo Dia da Novena e Primeiro do Tríduo 

Oh! Virgem Milagrosa, Rainha excelsa, Imaculada Senhora, sede minha advogada, meu 
refúgio e asilo nesta terra, minha fortaleza e defesa na vida e na morte, meu consolo e 
glória no céu. 
Três Ave-Marias, acrescentando em cada uma: 

"Oh! Maria Concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a Vós."

Oitavo Dia da Novena e Segundo do Tríduo 

Oh! Virgem Imaculada da Medalha Milagrosa, fazei que esses raios luminosos que 
irraDiam de vossas mãos virginais iluminem minha inteligência para melhor conhecer o 
bem, e abrasem meu coração com vivos sentimentos de fé, esperança e caridade. 
Três Ave-Marias, acrescentando em cada uma: 

"Oh! Maria Concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a Vós."

Oração Final.

Nono Dia da Novena e Terceiro do Tríduo 

Oh! Mãe Imaculada, fazei que a cruz de vossa Medalha brilhe sempre Diante de meus 
olhos, suavize as penas da vida presente e me conduza à vida eterna. 
Três Ave-Marias, acrescentando em cada uma: 
"Oh! Maria Concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a Vós."

*********************************************************************************

Novena a Virgem da Medalha Milagrosa 

Primeiro Dia 
Amemos a Maria Imaculada por sua celestial beleza
Um sinal extraordinário apareceu no céu: uma mulher vestida do sol, a lua debaixo de seus 
pés, e em sua cabeça uma coroa de doze estrelas. 
Quem é esta mulher vista por São João em suas revelações senão a Rainha do Céus, a 
mesma que no dia 27 de Novembro de 1830 realizou os desejos e as esperanças de Sor 
Catarina de vê-la em sua maior beleza? Quem senão a mulher privilegiada, na qual tem 
reunido Deus mais perfeições que em todas as obras de suas mãos? Quem senão sua 
perfeita, sua primogênita, sua Imaculada, a que raia nos limites do infinito, a que tem 
alcançado certa igualdade com Deus, disse S. Bernardo, pela infinidade de seus perfeições? 
Se, pois, tanta maior influência exerce um objeto em nosso coração quanto mas perfeito nos 
parece, com que ardor não deveremos amar a esta obra mestra da onipotência divina? 
Oh! Mãe do amor divino! Tomai de hoje para sempre posse de minha alma, reinai nela 
como em legítimo trono, e arrancai e destrui de seus confins tudo o que não se compare 
com vosso amor. Não quero conveniências nem prazeres, nem seduções que podem 
separar-me de Vós, senão amar-vos com todo meu coração, para ter a honra de ver vos 
algum dia, como de vossa bondade o espero, na pátria dos escolhidos. 
Meditar nisso e com inteira confiança na Santíssima Virgem, pede-se a graça particular que 
se deseja obter mediante sua intercessão.

Segundo Dia 
Amemos a Maria Imaculada por sua incomparável santidade
O que são todas as perfeições naturais de Maria comparadas com sua santidade? Cheia de 
graça a chamou o Arcanjo para dar-nos a entender que a medida da plenitude de Cristo não 
se derramou em sua alma gota a gota, como sobre as dos demais mortais, senão que desde o 
primeiro momento de sua existência veio a envolvê-la qual em imenso oceano de 
perfeições; atrevendo se a dizer os santos pais que, ainda quando muitas almas justas tem 
acumulado abundantes méritos, a todas sobrepujou Maria em sua Concepção, e ainda que a 
perfeição dos espíritos angélicos seja uma elevada Montanha cujo topo não alcançam 
nossos olhos, sobre ela se assentam os fundamentos da santidade de Maria, e ainda Deus se 
veja atraído pelo perfume da virtude de seus servos, ama mais a orla do manto de sua Mãe 
que todas as graças e méritos das demais criaturas. Quem não sentirá desejos ardentes de 
amar e venerar a tão excelsa Senhora? Eu ao menos, Virgem Imaculada, quero ser vosso 
perpétuo escravo, não contentando me com um apreço sensível e mas estéril, senão 
procurando fazer em todas as minhas obras vossa santa vontade, para merecer em todo 
tempo vossas benções e participar algum dia de vossa glória. 
Meditar nisso e com inteira confiança na Santíssima Virgem, pede-se a graça particular que 
se deseja obter mediante sua intercessão. 

Terceiro Dia 
Amemos a Maria Imaculada, porque é nossa corredentora
Não é somente a consideração das perfeições e graças de Maria o que nos induz a ama-la, é 
também o agradecimento ao sem igual beneficio que de tais perfeições nos tem derivado. 
Filhos da ira, descendentes de um pai proscrito, ainda gemeríamos abaixo do mais abjeto 
dos cativeiros, se Deus em sua infinita misericórdia não houvesse determinado salvar nos, 
se servindo do pé virginal desta Imaculada Criatura para assentar o golpe de graça que 
derrubasse de seu trono a nosso infernal tirano. Salve, pois, Virgem invicta, chamaremos 
uma e mil vezes, que começasteis com vossa Concepção a triunfar sobre Lúcifer; 
Salve, brilhante aurora, que anunciastes o dia de nossa liberdade; salve, arca da aliança, que 
guardastes em vosso casto seio o alimento que nos havia de dar a vida; salve, Mãe de Jesus 
Cristo, que no Calvário cooperastes com vosso sangue e com vossas dores a obra de nossa 
redenção. Como não amar-vos, Virgem gloriosa, se por vossa mediação temos recebido 
todos os bens? Como não sacrificar-nos por Vós, se por amor nosso deixastes sacrificar a 
vosso Filho, e sofrestes de bom grado os maiores tormentos? quero amar-vos, Senhora 
quero ser vosso no tempo e na eternidade. 
Meditar nisso e com inteira confiança na Santíssima Virgem, pede-se a graça particular que 
se deseja obter mediante sua intercessão. 

Quarto Dia 
Confiemos em Maria Imaculada, que pode proteger-nos
Como os pobres e desvalidos, que buscam remédio a sua necessidade, se dirigem aos ricos 
e poderosos, assim nós, verdadeiros mendigos de Deus, que somente de esmola esperamos 
as graças necessárias para nossa santificação e salvação, recorremos a Maria, celestial 
dispensadora dos tesouros divinos. Sabemos que por ser a Filha predileta do Eterno Pai, a 
Mãe Imaculada de Jesus Cristo e a amantíssima Esposa do Espírito Santo, lhe corresponde 
no céu a mais engrandecida glória; sabemos que se acerca ao trono da divindade, não como 
serva que pede, senão como Senhora que manda, segura de que seu Filho Santíssimo nada 
lhe poderá negar; sabemos que Deus tem dividido seu império, e reservando para si próprio 
o exercício da justiça, tem entregado a sua Mãe a administração da misericórdia; e depois 
de tudo isto vimos a nossa celestial Senhora aparecer na terra cheia de graças que lhe 
escapam das mãos. Como não confiar nela? 
Oh! sim, diremos com São Bernardo, Vós sois Mãe da misericórdia, cujos insondáveis 
abismos abris, quando, como e a quem vos quisestes, para que nada tema por muitas que 
sejam suas iniqüidades, contudo de que a vosso valimento se acolha. 
Meditar nisso e com inteira confiança na Santíssima Virgem, pede-se a graça particular que 
se deseja obter mediante sua intercessão. 

Quinto Dia 
Confiemos em Maria Imaculada, que quer proteger-nos
Qual amor há comparável ao amor de uma mãe? Quem assim se interessa, assim vive, 
assim se sacrifica pelo mais querido de seus próximos como procura uma mãe o maior bem 
do mais ingrato de seus filhos? E não é Maria Santíssima nossa Mãe celestial? Não temos 
recebido a vida sobrenatural a custa do sangue de Jesus Cristo, que era seu próprio sangue? 
Não nos adotou no calvário por filhos de sua dor? Não estranhemos, pois, que aparecesse a 
Sor Catarina com as mãos amorosamente inclinadas até a terra, e manifestando desejos de 
que toda classe de pessoas se acerquem a ela em demanda das infinitas graças que está 
disposta a conceder, antes bem, entreguemos nosso coração a sentimentos de confiança, e 
repitamos a frase de São Boaventura: Não temas, alma minha, que a causa de vossa eterna 
salvação não se perderá, estando a sentença em mãos de Jesus , que é vosso irmão, e de 
Maria que é vossa Mãe. 
Meditar nisso e com inteira confiança na Santíssima Virgem, pede-se a graça particular que 
se deseja obter mediante sua intercessão. 

Sexto Dia 
Confiemos em Maria Imaculada, que sempre nos protege.
Se Maria é onipotente pela graça como o é Jesus Cristo por natureza; se suas amorosas 
entranhas de Mãe não sofrem um infortúnio em seus filhos sem tratar de remedia-lo; se tem 
no céu perfeito conhecimento do que ocorre na terra, como não temos de estar seguros de 
sua proteção? Não acredita a experiência de vinte séculos de cristianismo que a tem 
exercido em todos os países e com toda classe de pessoas? Desde o tempo dos Apóstolos 
até hoje, não tem sido sempre Maria aquela que tem alentado quantas empresas redundam 
na glória de Deus? Não tem fortalecido aos mártires, iluminado aos apologistas, sustentado 
a virtude de confessores e virgens, combatido todas a heresias e impiedades? Não tem sido 
sempre a alegria dos aflitos, a saúde dos enfermos, o remédio de todas as desgraças? E não 
acredita na historia da Medalha milagres pela qual continua nossa Mãe mostrando se tão 
pródiga em favor nosso como em favor de nossas necessidades?. 
Oh! quanta razão teremos para repetir cheios de confiança a frase de São Boaventura!: 
"Sirvamos sempre a esta celestial Rainha, que jamais desatende aos que nela confiam." 
Meditar nisso e com inteira confiança na Santíssima Virgem, pede-se a graça particular que 
se deseja obter mediante sua intercessão. 

Sétimo Dia 
A Maria Imaculada devem recorrer às almas fervorosas
Feliz a alma justa, para quem nada há de importante senão o amar a Deus e procurar sua 
glória, em quem satisfeita mora a augustíssima Trindade, por que vê nela refletidas suas 
divinas perfeições! 
Muitos serão os tesouros de méritos que sucessivamente vais acumulando, com os quais 
haverá de coroar o Juiz supremo; mas será preciso advertir que os levas em muito frágil 
vasilha, e que enquanto estás em pé deves andar alerta para não cair, pois são muitos os 
inimigos conjurados contra ti. E quem poderá defender te deles? Quem poderá senão vossa 
Imaculada Mãe, a cuja proteção tens especial direto por vossa semelhança com seu 
Santíssimo Filho, e porque promete amar aos que lhe amam? Se, pois, todos devem confiar 
nela, Vós alma fervorosa, que vos esmeras com o comprimento exato da divina vontade, 
toma ao pé da letra as palavras de São Bernardo: "Encomenda-te a Maria , e não 
desconfies: se sua mão vos sustenta, não cairás; se vos protege, não vos perderás; se é vossa 
guia, vos salvarás sem dificuldade; se vos defende, chegarás ao reino dos bemaventurados." 
Meditar nisso e com inteira confiança na Santíssima Virgem, pede-se a graça particular que 
se deseja obter mediante sua intercessão. 

Oitavo Dia 
A Maria Imaculada devem recorrer às almas tíbias
A que triste estado de prostração se vê reduzida um alma tíbia! Com quanta verdade se 
pode dela dizer que é desgraçada e miserável, e pobre, e cega, e desnuda! Suas boas obras 
carecem de mérito por não estarem com pureza de intenção: seus contínuos pecados veniais 
vão secando o manancial das graças e incitam a Deus a vomitá-la de sua boca, e o mais 
lamentável de tudo é que se vê arrastada, sem sentir, ao endurecimento e a impenitência, 
como se vem cair no sepulcro certos enfermos atacados de doenças crônicas que 
secretamente minam seu organismo, sem que se note necessidade de aplicar-lhes 
conveniente remédio. Abre os olhos, alma tíbia; dai conta de vossa terrível enfermidade; 
acude a quem, com justiça, chamamos saúde dos enfermos, suplicando-lhe vossa cura, e um 
pouco que exercites teus desejos de amá-la com mais ardor e generosidade e de animar 
vossa languidez e decaimento, poderás dizer com São Alfonso: "Em Vos confio, Mãe de 
Deus; estou enfermo, mas Vós, Médica Celestial, podeis curar-me; estou débil, mas vossa 
ajuda, Virgem invita, me devolverá a fortaleza; tudo espero de Vós, porque tudo o podeis 
com Deus." 
Meditar nisso e com inteira confiança na Santíssima Virgem, pede-se a graça particular que 
se deseja obter mediante sua intercessão. 

Nono Dia 
A Maria Imaculada devem recorrer os pecadores
Pobres pecadores! Quão dignos são de compaixão! Iludidos com as aparências de felicidade 
que suas culpas lhes oferecem, não reparam nas graves injurias que a Deus inferem com sua 
rebeldia, nem na crueldade com que laceram o Coração de sua Imaculada Mãe, nem na 
responsabilidade que contraem, fazendo-se dignos dos mais espantosos castigos do céu para 
o tempo e para a eternidade. quem dará luz a seu entendimento para que vejam o abismo de 
males a que se acham abocados, e energia a seu coração para aborrecer o que amam e amar
o que olham com indiferença? E quem aplacará ao juiz supremo, justamente irritado com 
tantas prevaricações? quem senão nossa compassiva Mãe, chamada com justiça Refúgio 
dos pecadores, porque, como disse São Anselmo, acolhe com afeto maternal ao pobre 
pecador a quem todo o mundo deprecia? Acudamos, pois, a Maria, cheios de 
arrependimento e dor de nossas culpas; prometendo-lhe sinceramente a emenda, e ela nos 
restituirá a amizade de seu Filho. 
Meditar nisso e com inteira confiança na Santíssima Virgem, pede-se a graça particular que 
se deseja obter mediante sua intercessão. 

*********************************************************************************

Súplica à Virgem Santíssima das Graças

200 dias de indulgência 

Celeste tesoureira de todas as graças, Mãe de Deus e minha Mãe, Filha Primogênita do 
Eterno Pai, cuja Onipotência está em tuas mãos, tem piedade de minha alma e concede-me 
a graça que te suplico com todo fervor. 
Ave-Maria.

Misericordiosa distribuidora das graças divinas, Maria Santíssima, tu que és Mãe do Verbo 
Encarnado, tu que foste coroada com sua imensa sabedoria, considera a minha dor e 
concede-me a graça de que tanto necessito. 
Ave-Maria.

Misericordiosa distribuidora das graças divinas, Imaculada esposa do Espírito Santo Eterno, 
Maria Santíssima, tu que recebeste um coração participando das misérias humanas e 
consolando todos os que sofrem, tem compaixão da minha alma e dá-me a graça que 
espero, com toda confiança, da tua imensa bondade. 
Ave-Maria.

Sim, minha Mãe, Tesoureira de todas as graças, Refúgio dos pobres pecadores, 
Consoladora dos aflitos, Esperança dos desesperados, Auxílio poderoso dos cristãos, eu 
deposito em ti toda minha confiança e creio firmemente que obterás de Jesus a graça que 
desejo com toda esperança para o bem de minha alma. 

Salve Rainha.
Oh! Maria concebida sem pecado, rogai ao Pai para (pede-se a graça). 
Oh! Maria concebida sem pecado, rogai a Jesus para (pede-se a graça). 
Oh! Maria concebida sem pecado, rogai ao Espírito Santo para (pede-se a graça). 

*********************************************************************************

Tríduo da Medalha Milagrosa de Nossa Senhora das Graças

Oração para todos os dias:
Oh! Maria, sem pecado concebida, vede-me prostrado a vossos pés, cheio de confiança. 
Esse vosso rosto puríssimo, esse amável sorriso de vossos lábios, essas mãos cheias de 
celestiais bençãos, essa atitude amorosa que haveis adotado para receber aos que vem a 
Vós, esses olhos fixos na terra para observar nossas necessidades e vir em nosso auxílio, 
tudo, tudo me inspira amor, confiança e completa segurança. 
E como se isto fora pouco para tirar de nós toda dúvida haveis empenhado somente vossa 
palavra em favor dos que levam a Santa Medalha, dizendo a vossa serva, Soror Catarina 
Labouré: 
"Quantos levarem esta Medalha, alcançarão especial proteção da Mãe de Deus."
Mãe minha amantíssima: 
Vos sabeis que a levo sobre meu peito, que a beijo com amor e que Vos invoco com 
freqüência. 
Realizai, pois, em mim vossas promessas; 
Vinde em meu auxílio, cubri-me com vossa proteção, para que Jesus se apiede de minha 
pobre alma e mereça conseguir por vosso meio a graça, que pretendo com este tríduo a 
vossa Santa Medalha.

Oh! Maria, sem pecado concebida; rogai por nós que recorremos a Vós.

Rezar as orações do dia que corresponda: 

Primeiro Dia: Nome de Maria 
Entre as lembranças que a Santíssima Virgem tem querido deixar-nos na Medalha 
Milagrosa, um dos mais singulares é o de seu dulcíssimo Nome, escrito na jaculatória que 
rodeia sua sagrada imagem. 
Nome excelso, Nome grande, Nome ilustre e singular, que encerra em si todas as virtudes 
com que Deus adornou Maria, Nome que acalma as aspirações de toda a terra, Nome que 
anuncia a felicidade aos mortais, Nome que pronunciam com entusiasmo os Anjos, que 
regozija a corte celestial; 
Nome de quem podemos dizer como São Bernardo que não é um nome vazio de 
significação, como o dos heróis do mundo, mas sim que encerra em si a mais positiva 
grandeza. 
Nome dulcíssimo, que suaviza os males do homem e é o apogeu mais sólido de suas 
esperanças, a prenda mais segura de seu porvir. 
Oh! Maria! Qual sois Vós mesma, se somente vosso nome é tão amável e tão gracioso? 
Oh! Santíssima Virgem Maria!, exclama São Bernardo, vosso Nome é tão doce e amável, 
que não pode pronunciar sem que deixe inflamado de amor e favorecido a quem o invoca. 
Nome augusto de Maria, teu serás para minha alma a escada bendita que me conduzirá ao 
reino dos céus. 
Pede-se a graça, rezando depois três Ave-Maria precedidas da jaculatória: 
Oh! Maria, sem pecado concebida; rogai por nós que recorremos a Vós!

Oração de Santo Atanásio
Acolhe, Oh! Santíssima Virgem, nossas súplicas e lembrai-vos de nós. 
Dispensai-nos os dons de tuas riquezas. 
O Arcanjo Vos saude como cheia de graça. 
Todas as nações Vos chamam bem aventurada, todas as hierarquias do céu Vos bendizem, e 
nós, que pertencemos a hierarquia terrestre, dizemos também: 
Deus te salve, Oh! cheia de graça, o Senhor é contigo, rogai por nós, Oh! Mãe de Deus, 
Nossa Senhora e nossa Rainha. Amém. 

Segundo Dia: Concepção de Maria 
Depois do Nome de Maria, aparece na Medalha Milagrosa o mistério de sua puríssima 
Concepção, o mais glorioso privilégio de tantos que concedeu a Augustíssima Trindade. 
Esta Medalha tem nos recordado constantemente seus triunfos sobre a infernal serpente, 
pisando com o maior triunfo a orgulhosa cabeça de Lúcifer e rompendo as duras cadeias 
com que estavam aprisionados os filhos de Adão. 
Pelo mesmo, a Medalha Milagrosa, ao confessar o mistério da Concepção Imaculada de 
Maria, nos informa que a Santíssima Virgem é a corredentora do universo, a tesoureira dos 
dons do Altíssimo, a fiadora entre Deus e os homens, a que realizou do modo mais singular 
a paz e reconciliação do gênero humano. 
Já não podemos estranhar que a Santíssima Virgem ao ser invocada com uma oração que 
tão alto indica suas grandezas, tem já querido vincular nela toda sorte de favores. 
Recordemos, uma vez mais, suas palavras: 
"Quantos piedosamente levarem esta Medalha e devotamente rezarem esta oração: 
Oh! Maria, sem pecado concebida, rogai por nós que recorremos a Vós!
Alcançaram particular proteção da Mãe de Deus. 
Repitamos, pois, sem cessar, essa linda jaculatória. 
Seja ela o suave e delicioso alimento de nossas almas. 
Rezando em todos nossos perigos, em nossas angústias, em nossas alegrias, e sobre tudo na 
hora de nossa morte: 
Oh! Maria, sem pecado concebida, rogai por nós, que recorremos a Vós!
Assim seja. 

Oração de Santo andré
Oh! Maria!, se ponho minha confiança em Ti, serei salvo; 
Se me colocar abaixo tua proteção, nada hei de temer, porque ser teu devoto é ter armas 
seguras de salvação, que Deus concede aos que quer salvar. Oh! Mãe de misericórdia!. 
Intercedei por nós e na hora de nossa morte recebei-nos em teus braços e apresentai nossas 
almas a teu divino Filho, Jesus, e isto será bastante para que Ele nos olhe com amor e nos 
receba em seu reino. Amém. 

Terceiro Dia: Proteção de Maria
Medalha Milagrosa, ao confessar o mistério da Concepção Imaculada de Maria, garante o 
auxílio divino a quantos a levam consigo. 
A Santíssima Virgem, disse São Bernardo, é muito cortês e agradecida, tanto que não 
permite seu Coração que o homem a saude e sim que a saude de uma maneira inefável. 
Esta súplica: "rogai por nós, que recorremos a Vós" vem a ser fonte sagrada de vida, de 
graça e de santidade; 
Remédio de todas as enfermidades, alegria dos aflitos e doce esperança dos pecadores. 
Recorramos, pois, a Maria, em todas as nossas necessidades da alma e do corpo. 
Invoquemos e digamos com freqüência: 
"Oh! Maria, sem pecado concebida, rogai por nós, que recorremos a Vós!", e esta 
oração tão grata a Mãe de Deus, será o suficiente para aliviar-nos e socorrer-nos. 
Se a enfermidade vier visitar-nos, ela nos curará, e se a saúde não convém aos planos de 
Deus, Maria concederá a graça de suportar a dor com cristã resignação. 
Se o desalento quer apoderar-se de nós e a tristeza submergir-nos em um mar de desolação, 
repitamos a jaculatória da Medalha, e a Virgem nos consolará, porque é Mãe dos aflitos, 
alívio de nossos males e eficaz remédio para todos os sofrimentos do humano coração. 
Com a ajuda de Maria mesmo que cheios da culpa, nossa morte será preciosa aos olhos do 
Senhor. Assim seja. 

Oração de São Germano
Oh! minha única Senhora e única alegria de meu coração! 
Já que sois o celestial dom que refrigera minhas penas; 
Vós que sois a luz de minha alma quando se encontrar rodeada de trevas; 
Vós que sois minha fortaleza nas debilidades, meu tesouro na pobreza e a esperança de 
minha saúde e, ouvi minhas humildes súplicas e compadei-Vos de mim, como corresponde 
a Mãe de um Deus, que ama tanto aos homens. 
Concedei-me a graça de aproveitar contigo no céu, de viver contigo no Paraíso. 
Eu sei que sendo Vós a Mãe de Deus, se queres, podeis alcançar me esta graça; 

*********************************************************************************

Terço de Nossa Senhora das Graças

Para obter uma grande graça! 
Acrescentar antes do Pai-Nosso o seguinte: 

Santíssima Trindade, Jesus, Maria, José, todos os santos anjos e boas almas, dei-me 
esta graça...

Nas contas grandes do terço: 
Nossa Senhora das Graças, Rainha dos Anjos e dos Santos, Mãe de Jesus Cristo, que 
nada Vos recusa, pedi a Ele e à Santíssima Trindade a graça
... que vos peço por intermédio da Vossa Medalha Milagrosa. 

Nas contas pequenas do terço: 
Oh! Maria concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a Vós

No final do terço, dizer três vezes: 
Oh! Maria concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a Vós. 

Rezar uma Ave-Maria a Santa Catarina Labouré. 
No final rezar a oração a Nossa Senhora: 

Oração a Nossa Senhora
Lembrai-vos, oh! puríssima Virgem Maria, do poder ilimitado que vos deu o vosso divino 
Filho sobre o Seu coração adorável. 
Cheio de confiança na vossa intercessão, venho implorar o vosso auxílio. 
Tendes em vossas mãos a fonte de todas as graças que brotam do Coração amantíssimo de 
Jesus Cristo; 
Abri-a em meu favor, concedendo-me a graça que ardentemente vos peço. 
Não quero ser o único por vós rejeitado; 
Sois minha Mãe, sois a soberana do Coração de vosso divino Filho. 
Sim, ó Virgem santa, não esqueçais as tristezas desta terra; 
Lançai um olhar de bondade aos que estão no sofrimento, aos que não cessam de provar o 
cálice das amarguras de vida. 
Tende piedade dos que se amam e que estão separados pela discórdia, pela doença, pelo 
cárcere, pelo exílio ou pela morte. 
Tende piedade dos que choram, dos que suplicam e dai a todos o conforto, a esperança e a 
paz! 
Atendei, pois, à minha humilde súplica e alcançai-me as graças que agora fervorosamente 
vos peço, por intermédio de vossa santa Medalha Milagrosa! Amém. 

Santo Rosário de Jaculatórias

Pelo a sinal da Santa Cruz... 
Felicitemos a Santíssima Virgem pelo singular Privilégio de sua Concepção Imaculada. 
Bendita seja sua pureza e eternamente o seja. 
Pois Deus se recreia em tão graciosa beleza. 
A vós celestial Princesa, Virgem sagrada Maria 
Vos ofereço, neste dia, alma, vida e coração. 
Olhai-me com compaixão, não me deixes, Mãe minha. 
Atendendo o desejo da Virgem Santíssima milagrosa: rezemos com confiança e fervor as 
seguintes invocações ao dulcíssimo Nome de Maria... 

Primeira Invocação:
Mãe minha amantíssima, Santíssima Virgem da Medalha milagrosa, em todos os instantes 
de minha vida lembrai-vos de mim, miserável pecador. 
Pai-Nosso e dez vezes a jaculatória: 
Oh! Maria sem pecado concebida, rogai por nós que recorremos a Vós! 
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo. 

Segunda Invocação:
Aqueduto das divinas graças, Santíssima Virgem da medalha milagrosa, concedei-me 
abundância de lágrimas para chorar meus pecados.
Pai-Nosso e dez vezes a jaculatória: 
Oh! Maria sem pecado concebida, rogai por nós que recorremos a Vós! 
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo. 

Terceira Invocação:
Rainha de céus e terra, Santíssima Virgem da medalha milagrosa, sede meu amparo e 
defesa nas tentações de meus inimigos.
Pai-Nosso e dez vezes a jaculatória: 
Oh! Maria sem pecado concebida, rogai por nós que recorremos a Vós! 
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo. 

Quarta Invocação:
Imaculada, Santíssima Virgem da medalha milagrosa, alcançai-me de vosso Santíssimo 
Filho as graças que necessito para minha salvação.
Pai-Nosso e dez vezes a jaculatória: 
Oh! Maria sem pecado concebida, rogai por nós que recorremos a Vós! 
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo. 

Quinta Invocação:
Advogada e refúgio de nós pobres pecadores, Santíssima Virgem da medalha milagrosa, 
assisti-me na hora da morte e abri-me as portas do céu. Pede-se a graça que pela intercessão 
da Santíssima Virgem se deseja alcançar...E dai graças pelas já obtidas. 

Rogai por nós Santa Mãe de Deus. 
Para que sejamos dignos de alcançar as promessas de Nosso Senhor Jesus Cristo.
Pai-Nosso e dez vezes a jaculatória: 
Oh! Maria sem pecado concebida, rogai por nós que recorremos a Vós! 
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo. 

Oração:
Senhor nosso Jesus Cristo, que quisestes honrar com inumeráveis milagres a vossa Mãe a 
beatíssima Virgem Maria, Imaculada desde o primeiro instante de sua concepção, concedeinos que, implorando sempre seu patrocínio, consigamos os prazeres eternos. 
Por Jesus Cristo Nosso Senhor. Assim seja. 

Acudamos a maternal proteção e amparo da Santíssima Virgem com a seguinte suplica (de São Bernardo): 

Lembrai-vos, oh! piedosíssima Virgem Maria!, que jamais se tem ouvido dizer que nenhum 
dos que tem acudido a vossa proteção, implorando vossa assistência e reclamando vosso 
socorro, tem sido abandonados por Vós. 
Animado com esta confiança, a Vós também acudo, oh! Virgem Mãe das virgens!, e, ainda 
que gemendo sob o peso de meus pecados, me atrevo a comparecer ante vossa presença 
soberana. Não deixeis, oh! puríssima Mãe de Deus !, minhas humildes súplicas, antes bem 
escutai-las e atendei-las favoravelmente. 
Salve Rainha. 

FONTE: http://www.oracoes.info/NSdasGracas.pdf

*********************************************************************************

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário